quarta-feira, 24 de julho de 2013

Mendigo que emocionou ao cantar em igreja grava CD e vídeo clipe

 Antenorgenes mora com uma família e teve a oportunidade de gravar um CD

Em janeiro deste ano um vídeo com um morador de rua cantando dentro de uma igreja fez muito sucesso chegando a quase 1 milhão de acessos em menos de uma semana.

Antenorgenes Silva Fernandes, o mendigo que aparece cantando a música de William Nascimento, conta que foi morar nas ruas da cidade mineira de Santos Dumont após a morte do seu pai, se tornando um usuário de drogas.

“Eu dormia na rodoviária e teve um dia que até tentaram tocar fogo em mim lá”, disse ele em uma reportagem. Sua vida começou a mudar no dia que ele aceitou participar de um culto.

Foi ali que ele conversou com o pastor e falou que sabia cantar músicas evangélicas. O pastor gravou o vídeo e postou na internet.

Os fiéis da igreja se tornaram amigos de Antenorgenes que hoje mora com uma família que aceitou acolhê-lo. Hoje o ex-mendigo conseguiu gravar um CD e até mesmo um vídeo clipe com a música “Um Milagre em Jericó”.

Assista:



GOSPEL PRIME

Silas Malafaia critica beijo gay na porta de igreja católica

 O líder evangélico voltou a se referir aos ativistas gays como intolerantes que não respeitaram a fé dos católicos que estavam presentes.

O pastor Silas Malafaia comentou a respeito do beijaço gay organizado em frente a uma igreja católica no Rio de Janeiro. Como protesto, dezenas de manifestantes se reuniram na segunda-feira (22) para protestar em favor da causa gay.

O beijo de duas mulheres seminuas deixou os fiéis católicos chocados e gerou a indignação em muitas pessoas que assistiram o noticiário pela TV e outros meios de comunicação.

Malafaia voltou a dizer que os ativistas homossexuais formam um grupo de intolerantes que querem calar a voz de quem se opõe às suas práticas.

“Querem ter liberdade para fazer o que bem entenderem, não respeitando os valores e princípios de ninguém”, escreveu o pastor da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

“É bom que a sociedade brasileira veja quem são os verdadeiros intolerantes. Vão para a porta de uma igreja católica nus e seminus para afrontar as pessoas religiosas com seus atos obscenos. É uma vergonha!”, enfatiza o pastor.

A opinião de Silas Malafaia reflete a de muitos internautas que comentaram as reportagens sobre o caso dizendo que “quem não respeita os valores dos outros, não tem autoridade para pedir que os outros respeitem seus valores”.

O apresentador do Programa Vitória em Cristo afirma que muitos homossexuais já foram presos por se beijarem dentro de igrejas afrontando os princípios constitucionais que protegem os locais de culto.

 Essa não é a primeira vez que o pastor Silas Malafaia defende a Igreja Católica, em 2011 ele criticou os organizadores da Parada Gay de São Paulo que usaram imagens de santos católicos em posições homoeróticas desrespeitando a crença de mais de 60% da população brasileira.

GOSPEL PRIME

Satanistas fazem protesto sobre túmulo de evangélica com “beijaço gay”

Organização invadiu sepultura da mãe de Fred Phelps.

Conhecidos por fazer protestos agressivos em diversos eventos e enterros, a Igreja Batista de Westboro agora foi surpreendida por um “contra-ataque” de membros de uma organização satânica.

A organização O Templo de Satanás, de Nova York, foi até o cemitério na cidade de Meridian, Mississippi, onde está enterrada Catherine Johnston, a mãe de Fred Phelps, fundador da Igreja Batista de Westboro.
Durante um ritual chamado de “missa-cor-de-rosa”, foi realizada quando casais gays se beijaram sobre o túmulo Catherine. O objetivo era “transformar” Johnston em gay por toda a eternidade.

Bill Arlinghaus, responsável pelo cemitério, prestou queixas e a polícia disse que irá investigar. Mandatos já foram expedidos e acredita-se que os responsáveis serão presos nos próximos dias.

O capitão Dean Harper, do Departamento de Polícia local, disse à imprensa que as acusações são graves e incluem invasão, atentado ao pudor e dano malicioso. Há uma acusação de exposição indecente específica sobre o porta-voz do Templo de Satanás, Lucien Greaves, que teria esfregado seu pênis sobre o túmulo.
O The Huffington Post entrevistou Greaves, que diz não estar preocupado em ser preso. Ele disse que a acusação de invasão de propriedade não se sustenta pois o cemitério estava aberto para a visitação.

Explicou ainda que o ritual foi realizada como uma “demonstração de apoio à igualdade jurídica para casais do mesmo sexo”.

GOSPEL PRIME