quarta-feira, 25 de julho de 2012

Milagre: Confira o testemunho da cristã que sobreviveu a 4 tiros no massacre na estréia do novo filme do Batman

O massacre que aconteceu na última semana em um cinema na cidade de Aurora, no Colorado (EUA), durante uma pré-estreia do filme novo filme do Batman, tem sido um dos assuntos mais comentados nos últimos dias. Entre discussões sobre a responsabilidade da tragédia e lembranças de tristeza e luto pelo ocorrido, encontra-se o testemunho de uma jovem cristã de 22 anos, que sobreviveu de forma milagrosa ao ataque.

Petra Anderson, membro da Igreja Presbiteriana de Cherry Creek, liderada pelo pastor Brad Strait, estava no cinema com um grupo de amigos no momento do tiroteio e foi atingida por quatro disparos. Três balas atingiram o braço da jovem, e a quarta atingiu seu rosto, perto do nariz, atravessando seu crânio e alojando-se perto da nuca.

A jovem foi levada ao hospital, onde passou por mais de cinco horas de cirurgia. Devido à gravidade do ferimento, Petra foi para a sala de cirurgia com duas equipes médicas diferentes, e passou por em procedimentos para remover fragmentos de ossos, limpar o tecido cerebral danificado e fechar as feridas para reduzir a chance de infecção.

De acordo com o The Christian Post, Strait contou que durante as horas que Petra esteve na sala de cirurgia ele e a família da jovem passaram chorando e orando por sua vida, visto que seu estado era muito grave.
- O prognóstico era incerto, se viver, Petra poderá perder a fala, o movimento, e a capacidade de pensar, devido a danos cerebrais consideráveis. Com Kim, a mãe de Petra, nós simplesmente choramos, nos abraçamos e oramos – contou o pastor em seu blog.

Depois da cirurgia, os médicos informaram que Petra foi salva graças a um pequeno defeito de nascença em seu cérebro. Para o pastor Brad Strait, o que os médicos chamaram de defeito é um verdadeiro milagre, preparado por Deus desde a formação da jovem no ventre de sua mãe.

- Eu acredito que ela não só foi protegida por Deus, mas que ela estava realmente preparada para isso – disse Kim Anderson, irmão de Petra, concordando com o Strait.

- Um pequeno canal atravessa seu crânio, como um pequeno orifício em uma tábua, indo de um lado a outro. Isso só foi possível perceber pelas tomografias. O trajeto da bala percorreu exatamente a trajetória desse canal, causando o mínimo de estrago possível. Qualquer outra pessoa teria morrido instantaneamente ou, no máximo, ficado em estado vegetativo – explicaram os médicos.

- Ela poderia ter perdido todos os tipos de função, a bala atravessou seu cérebro – afirmou a mãe da jovem.

Quase uma semana após a cirurgia Petra já está falando e andando, conforme sua irmã publicou no Facebook, e sua recuperação está sendo vista como um milagre pela mídia norte-americana, que discute as possibilidades de a bala percorrer exatamente o mesmo local de um defeito de nascença.

Outro milagre de livramento relacionado ao massacre foi noticiado pelo jornal LA Times. De acordo com a publicação o pastor Ed Taylor, da Igreja Calvary Chapel de Aurora, comemorou pela vida de 33 membros de sua igreja que estavam na sala de cinema, e não foram atingidos pelos disparos.

Redação Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.