domingo, 29 de abril de 2012

Educação Religiosa agora inclui paganismo e bruxaria nas escolas da Inglaterra

Na Inglaterra, uma alteração na grade curricular das escolas da cidade de Cornwall County tem causado polêmica, temas como paganismo, bruxaria e druidismo foram inseridos na disciplina de Educação Religiosa e passarão a ser ensinados em sala de aula. A intenção é que os alunos aprendam sobre as antigas crenças das Ilhas Britânicas, que existem desde antes do cristianismo.
Conforme noticiou o Daily Mail, assuntos como aspectos de feitiçaria, adoração aos deuses de várias regiões, dentre outros, serão repassados aos alunos, porém, o cristianismo ainda continuará como tema dominante.

O novo programa foi implementado após a reivindicação de um gruo de adeptos do paganismo e druidismo, solicitando ao Conselho Municipal de Cornwall County que inserissem as religiões na grade curricular e com o mesmo nível de ensino de outras religiões como cristianismo, islamismo e judaísmo. O programa exige que 40% do conteúdo seja dedicado às crenças pagãs e não cristãs.

O texto do programa cita, “É claro que o cristianismo deve predominar em cada etapa chave e deve figurar em nada menos que 60% da educação religiosa ensinada. As outras religiões devem ocupar não mais que 40% do tempo de RE sobre o palco principal”.

Instituições cristãs se manifestaram contra a mudança, Mike Judge, porta-voz do Christian Institute citou, “A educação religiosa já é resumida, não há tempo suficiente para cobrir o cristianismo e as outras grandes religiões”, “Apresentar o paganismo é apenas modismo e tem mais a ver com o politicamente correto dos professores do que com as necessidades educativas das crianças”, argumentou.

Já Neil Burden, membro do conselho de gabinete da prefeitura, explicou que o cristianismo ainda representa maioria na educação religiosa no currículo, e que a inclusão de estudos pagãos simplesmente permite aos estudantes o acesso ao conhecimento de outras crenças religiosas.

Um censo realizado em 2001 na Inglaterra e em todo o Reino Unido identificou mais 42.000 pagãos em todo o território, mas, estima-se que este valor já tenha crescido.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.