terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Jornalista acredita que em breve o mundo poderá ver imagens da Arca da Aliança

A Arca da Aliança era o obejto mais sagrado do povo hebreu, e continha, segundo a Bíblia, as tábuas da lei que foram entregues a Moisés por Deus, a vara de Arão e maná, o alimento enviado todos os dias ao povo em êxodo. Teólogos e historiadores acreditam que desde a invasão de Israel pela Babilônia, o precioso objeto estaria desaparecido. Os judeus acreditam que o Profeta Jeremias foi o responsável por escondê-la.

Há uma igreja na Etiópia que reivindica a posse da Arca desde 1960. Os cristãos ortodoxos da localidade, embora nunca tenham mostrado a Arca da Aliança, afirmam que ela estaria guardada na capela da cidade de Aksum. Segundo os moradores do local, um monge é o responsável por zelar da Arca, e teria assumido o compromisso de nunca sair do terreno da igreja.

A novidade nessa história está no fato de que as fortes chuvas da região danificaram o teto da “capela das tábuas da lei”, como é conhecida, e agora, é necessário uma reforma no local, o que obrigaria a remoção do objeto, que segundo a Bíblia, mede 1,30 metro de comprimento, 80 centímetros de altura e 80 centímetros de largura, e é coberta de ouro.

Atualmente a capela foi coberta com uma lona, que impede que mais água infiltre o já frágil teto. Tim Makins, jornalista e fotógrafo britânico, acredita que se realmente for necessário mover a Arca de lugar para uma reforma, essa seria a melhor oportunidade para o mundo ver o objeto. “Durante a minha visita mais recente à igreja, fiquei surpreso ao ver o terreno ao lado da capela sendo limpo e nivelado por trabalhadores. Há uma grande quantidade de pedras usadas para construção empilhadas nas proximidades”, afirmou Makins em entrevista ao Daily Mail.

Tim Makins aguarda ansioso pela oportunidade de fotografar o objeto que é guardado na capela, afim de saber se realmente trata-se da Arca da Aliança, e para isso, torce para que a construção da capela provisória (que está sendo feita ao lado da “capela das tábuas da lei” para abrigar o objeto durante a reforma do teto) termine logo: “Quando o trabalho for concluído, a Arca da Aliança terá de ser levada para esse novo local. Isso muito dificilmente poderá ser feito apenas pelo monge que a guarda. É improvável que ela seja carregada apenas por uma pessoa. As Escrituras dizem que existem duas varas que são encaixadas na lateral da Arca para carregá-la e são necessárias duas pessoas”.
Se ele estiver certo em suas expectativas, em breve poderá ser feita uma imagem da Arca da Aliança. Resta saber se o objeto guardado pelos etíopes é a verdadeira Arca.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.