terça-feira, 22 de novembro de 2011

Em entrevista, Pastora Sarah Sheeva conta o motivo de sua abstinência: “preciso me consagrar”

A Pastora Sarah Sheeva e seu “Culto das Princesas” foi tema de reportagem do Programa TV Fama, da RedeTV! No vídeo, Sarah aparece inflamando a platéia que reage: “Fora cachorrada”. Nessa entrevista, Sarah explica à repórter o que significa essa reunião: “O “Culto das Princesas” é uma campanha, que visa implantar uma nova cultura no meio das mulheres brasileiras, na vida delas. Queremos ensinar a mulher os motivos que fazem elas atraírem os caras errados, o cara mal educado, o cara grosso, mau-caráter. Por que ela passa por isso? Por que ela emite sinais errados, e eu quero ensinar ela a se comportar como princesa, a emitir o sinal certo e atrair pra ela o cara certo, príncipe de Deus e receber o amor que ela merece” conta a Pastora.

Falando sobre sua conversão, ela conta parte de sua trajetória no evangelho: “Eu me converti em outubro de 1997, só no ano passado fui consagrada a pastora. Eu fiquei na banda com as minhas irmãs, o SNZ, até o final de 2002. Elas me disseram: vai fazer o que você quer. Eu comecei a fazer um trabalho ministerial, espiritual, em 2003”.

Questionada se no começo do ministério tinha dúvidas sobre a fé, Sarah responde: “Eu achava que eu seria uma cantora de música secular, que ia ser uma freqüentadora de igreja, ia ter o meu trabalho, até que um dia eu comecei a entender que eu poderia cantar uma música que mudaria a vida das pessoas, que eu poderia usar o meu talento para trazer o reino dos céus na Terra, e aí isso começou a arder no meu coração”.

Solteira, ela conta que faz sacrifícios pelo ministério: “Continuo esperando a pessoa certa me encontrar. Você deve fazer isso se isso está dentro do seu coração, se isso tem a ver com você. No meu caso, eu sou uma mulher que ministra na vida das pessoas, uma sacerdotisa. Eu preciso me consagrar, e fazer cumprir a bíblia: só ter vida sexual depois do casamento. Agora imagina depois do casamento? Vai ser tremendo esse mistério! Já passa de dez anos. Uns nove anos tranquilo sem beijar na boca. Só vou beijar no altar, por que eu fiz uma promessa. Mas vai ser muito bom, também, já pensou? Vou beijar muito!”.
Sarah Sheeva afirma não compreender o motivo de sua declaração sobre não praticar sexo há dez anos ter virado polêmica: “Eu era ninfomaníaca. Não sei por que isso dá tanta polêmica. Eu não tenho vergonha de me guardar. Outro dia vi um jovem influente, declarando que fez sexo grupal com sete pessoas e ninguém fala nada”.

A Pastora conta ainda sobre a relação com os pais e as irmãs: “Mamãe e papai a gente quase não se vê. Minha mãe tem a mesma visão em relação a se guardar. Papai me respeita, me apóia. Minha irmã Zabelê não é seguidora da nossa fé e ela. A Nana é, e começou um trabalho ministerial junto com o marido, contando o testemunho deles. Ela é uma benção”.

Assista à entrevista



 Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.