quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Conheça celebridades do Brasil e do mundo que renegam a Deus e suas opiniões sobre; Missionário da JOCUM comenta


Não somente no Brasil como ao redor de todo o mundo existem aqueles que mostram total ausência de crença no Deus criador de todas as coisas e naquele que entregou seu filho pela humanidade. É possível ver variados relatos de pessoas famosas que tem grande influência no mundo midiático e que de certa forma acabam por meio destas indagações a gerar polêmica dentre seus fãs e pessoas que de certa forma não concordam com os princípios vividos por estes artistas.
Ainda há aqueles famosos que se acham como “pequenos deuses” e que se julgam capazes de realizar qualquer coisa por suas próprias forças e talentos, um dos casos mais conhecidos foi o do cantos John Lennon, por exemplo.
Em entrevista ao Gospel+, o missionário da Jocum, Marco Faria, explica que a fama na maioria das vezes traz a tona várias coisas do coração que podem nos distanciar de Deus, mas explica que não somente a fama em si leva a isso, pois o próprio Jesus era famoso na sua época e na sua área de atuação,explica ele. Para ele a aparição e popularidade na grande massa, acabam gerando diversos fatores, os quais começam a encher o individuo de orgulho,vaidade, da sensação de poder e independência.
“Ter uma platéia pequena lhe aplaudindo já dá um sentimento de satisfação e capacidade de tocar as pessoas e mobilizar pessoas de uma forma incrível, que exige muito cuidado com o coração. Agora, imagine esse reconhecimento massivo, onde as pessoas param suas vidas por causa da vida do famoso. São muitos os fatores que podem e irão, em momento oportuno, distanciar o homem de Deus.” Diz Marco Faria.
Conheça alguns dos grandes nomes brasileiros e internacionais que relataram à mídia não depositar créditos a existência de Deus:
O renomado compositor Caetano Veloso, escreveu no livro “Verdade Tropical” que o Brasil deveria ser ateu. “(Fui) criticado com razão. Não há o menor indício de que o Brasil tenha vocação para isso. Mas o ateísmo filosófico moderno, que tem a ver com a experiência do mundo moderno que vivemos, não pode ser simplesmente negado”, defendeu o cantor  em uma entrevista à “Ípsilon”, quando falou sobre polêmica gerada por seu relato no livro.
“Eu não tenho crença. Eu fui criado na Igreja Católica, fui educado em colégio de padre. Eu simplesmente perdi a fé. Mas não faço disso uma bandeira. Eu sou ateu, como o meu tipo sanguíneo é esse”, disse o músico Chico Buarque em entrevista à revista “Brazuca”.
Outros dois famosos brasileiros que também negam acreditar em Deus, são os atores Lima Duarte e Deborah Evelyn. Lima apesar de ter se declarado ateu, discordou da implicância do autor português José Saramago com Deus. “Sou ateu como o Saramago, mas eu não preciso ficar amando Deus pelo avesso como ele fica”, disse à Folha de S.Paulo, sobre o livro “Caim”.  E atriz global Deborah disse ao ‘Diário de São Paulo’: “Fé é uma coisa que ou você tem ou não tem. E eu nasci sem fé”.
Daniel Radcliffe – o protagonista de “Harry Potter”- declarou: “Sou ateu, mas sou muito tranquilo quanto a isso. Eu não prego meu ateísmo”. Brad Pitt em uma entrevista ao site “Bild.com”,disse ser 20% ateu e 80% agnóstico. “Não, não, não (acredito em uma força superior). Ninguém sabe ao certo. Você vai descobrir quando morrer ou não. Até lá, é inútil pensar sobre isso”, argumentou. E Angelina Jolie diz que “não há a necessidade”, para ela, de acreditar em Deus.
Até mesmo astro de High School Musical, Zac Efron, surpreendeu suas fãs declarando à revista Rolling Stone: “Fui criado em uma família agnóstica, então nós nunca praticamos religiões, mas meus pais eram muito severos”.
Vindo de família de ascendência judia, o cineasta, Woody Allen, manifesta frequentemente sua dúvida em relação à existência de Deus. Uma de suas frases famosas, presente no filme autobiográfico “Stardust Memories”, é: “Para você, eu sou um ateu. Para Deus, eu sou a oposição leal”
“Eu amo religiões e rituais, apesar de não acreditar em Deus”, disse ao “Entertainment Weekly”, explica a atriz Jodie Foster que costuma celebrar o Natal com os filhos, mas ressalta não acreditar em uma “força superior”.
“Eu acredito em pessoas, acredito em seres humanos, eu acredito em um carro, mas não consigo acreditar em algo sobre o qual não tenho absolutamente nenhuma evidência há milênios”. Indagou o ator John Malkovich.
Em 2009 o programa  ’Manha Maior’ na Rede TV! exibiu uma matéria a respeito do assunto “Famosos ateus”. Veja abaixo a matéria exibida pela Rede TV!:



Quando questionado a respeito da conversão de pessoas famosas, se confessando a Jesus como salvador de suas vidas, seriam uma grande ferramenta para a evangelização, o missionário Marco diz: “O outro lado, e o lado que mais eu temo, são eles serem apenas usados como estratégia de evangelização. Como isca para “pegar” as pessoas. O evangelismo ainda é lidado na igreja brasileira como estratégia, enquanto creio que ele é um reflexo de uma vida que tem uma história de encontro com o Cristo de tal forma que sua vida é o evangelho, essa boa notícia de que Deus veio até ao homem e o salvou. E que depois de ser tocado por esse amor de Deus é impossível não estender ao mundo ao meu redor essa realidade. Acho que cada cristão, inclusive os famosos, precisam ser mais autênticos com seu evangelismo. Não apenas usar de artifícios para que as pessoas participem de reuniões, mas torna-se essa carta viva de Deus para os homens.”
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.