quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Estados Unidos apontam fraudes em vistos para missionários da Igreja Universal e Assembléia de Deus


Um ex-embaixador dos EUA no Brasil, Clifford Sobel, emitiu um relatório segundo o qual 15% dos vistos concedidos a religiosos brasileiros são fraudes, nas quais os beneficiados usam a condição de religioso para permanecer ilegalmente nos EUA a trabalhar noutro sector. O diplomata apontou o dedo à Igreja Universal do Reino de Deus e à Assembleia de Deus.
Estes dados constam de documentos da diplomacia norte-americana obtidos pelo WikiLeaks e divulgados pelo jornal O Globo. Segundo Sobel, 80% destes vistos foram pedidos por pessoas de Goiás, entre 2003 e 2006. “Todos os missionários” da Igreja Universal do Reino de Deus “indicaram no pedido de visto que ficariam nos Estados Unidos por apenas um ano”, mas em 2006 ainda ninguém tinha abandonado os EUA.
O mesmo aconteceu com 16 missionários da igreja Assembleia de Deus: pediram o vistos religiosos mas não voltaram ao Brasil.
Fonte: DN/GOSPEL+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.