sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Um a cada quatro bebês nascidos no Brasil ganham nome ligado a religião, afirma pesquisa


Em 2010, os cinco nomes mais comuns de meninas foram Júlia, Sophia, Isabella, Maria Eduarda e Giovanna. Entre os meninos, o pódio foi de Gabriel, Davi, Miguel, Arthur e Matheus. O site Babycenter realizou a pesquisa baseado no cadastro de mais de 43 mil nomes de bebês.
A religião é um fator de influência na escolha do nome dos filhos. Segundo a pesquisa do site, um a cada quatro bebês nascidos no Brasil ganha um nome ligado religioso – seja do Antigo Testamento, de anjos, santos ou líderes. Entres os evangélicos, a taxa de nomes religiosos sobe para 40%. Emanuel, Isaac, Esther e Rebeca são alguns deles.
É possível ver os reflexos de alguns eventos marcantes do ano no ranking. Filhos de celebridades, a Copa e a novela “Viver a Vida” tiveram efeito sobre o ranking de nomes. Benício (nome do filho de Angélica e Luciano Huck), Benjamin (nome do filho de Gisele Bündchen e Tom Brady) e Kyara (nome da filha de Joana Prado) subiram na lista. Rafaela, Miguel, Felipe e Bruno – todos nomes de personagens da novela – subiram e ficaram entre os 10 mais. Júlio César, nome do goleiro da seleção brasileira, disparou e subiu 14 posições. O site registrou o cadastro de dois bebês Sneijder (atacante holandês que marcou os gols que eliminaram o Brasil da Copa) e um Lionel Messi.
Outra tendência notada pelos organizadores da pesquisa foi a grafia internacional, não recomendada por especialistas. Sophia bateu Sofia, Sarah foi mais popular do que Sara, Stella superou Estela e Arthur teve mais ocorrências que Artur. E, apesar da presença do galã Cauã Reymond na atual novela das nove, “Passione”, a grafia Kauã superou a do nome do ator.
Fonte: Gospel+
Com informação de IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.