terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Dilma Rousseff nega ter mandado retirar crucifixo e Bíblia do gabinete presidencial


A assessoria da presidenta Dilma divulgou, às 14:54 de domingo, 9 de janeiro, esclarecimentos sobre notícias de que teriam sido retirados do gabinete presidencial um crucifixo e uma Bíblia. Segundo a Secretaria de Comunicação Social (Secom), o crucifixo teve que ser devolvido ao dono, o ex-presidente Lula, e a Bíblia continua onde sempre esteve, “na sala contígua ao gabinete, em cima de uma mesa”.
Nota oficial:
“Jornais, revistas e sites na rede mundial de computadores divulgaram algumas notícias sobre a primeira semana de trabalho da presidenta Dilma Rousseff que merecem esclarecimentos:
1 – Não houve a retirada do crucifixo do gabinete presidencial. A peça pertencia ao ex-presidente Lula que a recebeu de um artista no início do governo. É de origem portuguesa.
2 – Ao contrário daquilo que afirmaram na mídia, não houve a retirada do exemplar da Bíblia de seu gabinete. Ela [a Bíblia] permanece na sala contígua ao gabinete, em cima de uma mesa – onde por sinal a presidenta já encontrou ao chegar ao Palácio do Planalto.
3 – Embora goste de trabalhar com laptop, a presidenta não mudou o computador da mesa de trabalho. Continua sendo um desktop.”
Fonte: O Verbo / Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.