sábado, 22 de maio de 2010

Ministério Vineyard lança sua primeira coletânea “Acende o Fogo em Mim”


Você já notou a quantidade de lançamentos que semanalmente são publicados nas livrarias cristãs em todo o Brasil? Pensando nisso o Ministério Vineyard resolveu disponibilizar para os admiradores de suas canções uma primeira super coletânea reunindo 14 clássicos do ministério que estão presentes no repertório de muitas igrejas em nosso país.

‘São canções de adoração utilizadas em igrejas em todas as partes do Brasil, que expressam as principais características da música Vineyard: modernidade, profundidade e acessibilidade’, comenta Márcio Miguel, coordenador do projeto.

O título do álbum é ‘Acende o fogo em mim’, é uma homenagem á uma das canções mais cantadas da Vineyard ao redor do mundo. O álbum também substitui os CDs ‘Entrega’, ‘Mais que Paixão’ e ‘Grande Deus’ que saíram de catálogo por decisão do ministério.

O CD ‘Acende o fogo em mim’ pode ser encontrado nas principais livrarias do Brasil, no site do ministério www.vineyardmusic.com.br e também pode ser adquirido pelo televendas (14) 3265-2575 begin_of_the_skype_highlighting (14) 3265-2575 end_of_the_skype_highlighting | 3265-1818.

Faixas:

01 Fome
02 Teu nome é santo
03 Acende o fogo em mim
04 A ti me entrego
05 Som celeste
06 Teu amor é incrível
07 Entrega
08 Tome tudo de mim
09 Faz morada em mim
10 Recebo sim
11 Vem sobre mim
12 Laços de amor
13 No controle tu estás
14 Grande Deus

O VERBO

Judoca evangélica disputa o Grand Slam

A meio-médio Mariana Santos Silva, integrante do Projeto Judô em Ação, desenvolvido pela Associação de Judô Rogério Sampaio, com o patronício da Telefônica e da Iharabrás, será um dos destaques da Seleção Brasileira na disputa do Grand Slam, etapa o Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô, neste sábado, dia 22 de maio, no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Mariana, que é membro da Igreja do Evangelho Quadrangular, já disputou o Grand Slam no ano passado e diz que todas as adversárias da competição são feras. “Estou melhor preparada, participei de alguns torneios na Europa, no início do ano, e agora conheço as meninas e o estilo de luta delas”. “Essa temporada que passamos na Europa foi muito importante para a minha preparação, foi uma experiência muito boa. Acredito ter boas condições de conquistar uma medalha. Vim aqui para isso”.

O Projeto Judô em Ação, é desenvolvido pela Associação de Judô Rogério Sampaio com os patrocínios da Telefônica e da Iharabrás, e o apoio do Santos Futebol Clube, graças a convênio entre o Governo Federal, por intermédio do Ministério do Esporte, e a AJRS, autorizado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Fonte: Agradecemos a jornalista Myrian Rosário pela informação/OVERBO

Padre que criou ‘masmorra erótica’ se entrega à polícia

O padre polonês Marcin Michal Strachanowski, acusado de corrupção de menores, entregou-se à polícia do Rio de Janeiro na noite desta sexta-feira, 21. Segundo policiais do 33º DP de Realengo, o padre foi encaminhado para a Polinter do Grajaú.

A Justiça do Rio de Janeiro decretou ontem a prisão preventiva do acusado, que teria algemado e abusado de um garoto de 14 anos em 2007, além de ser acusado de ter feito diversas ameaças ao rapaz.

Na decisão, o juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, na zona oeste, afirmou que o religioso transformou a Casa Paroquial numa espécie de “masmorra erótica”. “Os indícios brilhantemente colhidos durante a investigação apontam o indiciado como uma pessoa compulsivamente ligada a sexo com adolescentes”, afirmou o magistrado.

Em nota divulgada hoje, a Arquidiocese do Rio de Janeiro informou que “lamenta o ocorrido” e afirma que “o referido sacerdote já se encontra suspenso de suas funções paroquiais”. A arquidiocese afirmou que, além do processo criminal, também corre o processo canônico que foi instruído pelo Tribunal Eclesiástico.

Prisão preventiva decretada
A Justiça decretou na última quinta-feira (20) a prisão preventiva do padre. No processo, um jovem conta que, em 2007, na época com 14 anos, o pároco o coagiu e o levou à casa paroquial, na Igreja Divino Espírito Santo, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, para manter relações sexuais. Chegando lá, ele teria sido algemado e obrigado a fazer sexo oral com o religioso.

No fim da tarde de quinta (20), policiais da 33ª DP (20) chegaram a procurá-lo em uma igreja, mas o padre não foi encontrado. Nesta sexta (21), as buscas continuam com duas equipes. Na decisão, o juiz afirma temer que o estrangeiro consiga sair do país.

Como foi
Segundo o relato que consta da denúncia do Ministério Público, o jovem em questão era o coroinha da igreja até 2006. No início de 2007, o adolescente foi procurado pelo padre em sua casa com uma oferta de ajuda financeira para a família. Na saída, ele teria puxado o rapaz à força e o beijado. O passo seguinte do religioso, de acordo com a denúncia, teria sido o envio de mensagens de cunho erótico via internet.

Ainda de acordo com o documento, numa data próximo ao carnaval daquele ano, o padre chamou o então adolescente à igreja, que estava deserta, e o algemou na cama da casa paroquial. Lá, ele teria despido o menor e praticado sexo oral, além de uma tentativa frustrada de penetração. No final, o pároco pôs dinheiro no bolso da vítima, exigiu segredo do acontecido e o coagiu, afirmando que já sabia as flores que depositaria em seu caixão caso a notícia viesse à tona.

‘Masmorra erótica’
No processo, o juiz Alexandre Abraahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, na Zona Oeste do Rio, escreve que, via internet, o padre “descreve uma intensa vida sexual com outros”, “tudo levando a crer, até mesmo pelas suas preferências sexuais, que fossem outros jovens no meio religioso”. Na decisão, o magistrado afirma que o sacerdote fez da casa paroquial uma “masmorra erótica”.

“O indícios apontam o indiciado como uma pessoa compulsivamente ligada a sexo com adolescentes, demonstrando sua franca capacidade de usar da sua postura de padre para executar a ‘lavagem cerebral’. (…) No seio destas conversas o acusado arregimentava este rebanho de inocentes jovens para levá-los a sua Casa Paroquial, subestimando sua alta relevância espiritual para transformá-la numa espécie de ‘masmorra erótica’ onde submetia estes jovens, inclusive com emprego de algemas, as orgias descritas entre risos nas ‘conversinhas’ mantidas com seus amigos na internet. A liberdade do acusado põe em sério e concreto risco a garantia da ordem pública, em especial o bem estar da juventude religiosa que frequenta as igrejas”, diz o documento.

Fonte: G1 / Estadão/OVERBO

Padre é acusado de transformar igreja em "masmorra erótica"

O juiz da 1ª Vara Criminal de Bangu (RJ), Alexandre Abrahão, decretou, na quinta-feira, a prisão preventiva do padre polonês M. M. S., de 44 anos, acusado de ter algemado um jovem de 16 anos e de ter praticado sexo oral nele, na casa paroquial Igreja Divino Espírito Santo de Realengo, em 2007.
Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, a vítima conta que M. chegou a oferecer dinheiro para calá-lo e o ameaçou, dizendo que "já sabia as flores que colocaria em seu caixão".
"O indiciado é uma pessoa compulsivamente ligada a sexo com adolescentes. O acusado arregimentava esse rebanho de inocentes para sua casa paroquial", escreveu o juiz na decisão. O jovem detalhou as tentativas do padre em aliciá-lo. Ele havia deixado a igreja em 2006, após dois anos servindo como coroinha. Mas M. o convenceu a voltar a frequentar a paróquia em 2007.
O abuso teria ocorrido próximo ao período de Carnaval daquele ano. "Ele solicitou a presença do jovem na casa paroquial, que estava deserta. No quarto, no segundo andar, após algemá-lo à cama, o despiu e nele praticou sexo oral", descreve a denúncia. Diante da recusa do garoto por sexo anal, M. teria lhe oferecido dinheiro pelo silêncio.
A denúncia relata ainda que o padre, ao perceber a recusa do menor em atender a suas ligações, ameaçou de morte a vítima. Se condenado por atentado violento ao pudor, M. pode pegar 10 anos de prisão. Embora o crime atualmente tenha sido revogado por lei, à época dos fatos estava previsto no Código Penal.

Pároco tentava aliciar mais vítimas com mensagens pornográficas
A denúncia do Ministério Público mostra também que o padre M. M. S. aliciava suas 'potenciais vítimas' pela Internet. A troca de mensagens com um coroinha ficou mais frequente quando o rapaz deixou a igreja, no fim de 2006. "Consta nos autos farto material erótico enviado à vítima, com o intuito de seduzi-la", destacou o juiz.
A intensa atividade do padre na Internet também pesou na decisão do magistrado de conceder a prisão preventiva. "É necessário que se cumpra, até porque o acusado, pela postura erótica das 'sedutoras' conversas, onde inclusive troca fotos, e descreve intensa vida sexual com outros", escreveu. Ele ressalta que as "orgias" eram descritas entre risos nas "conversinhas" mantidas com seus amigos na Internet. "E o perfil desenhado pela prova indiciaria sua franca capacidade de usar sua postura de padre para executar 'lavagem cerebral'".
O juiz atenta para o fato de que M., por ser polonês, pode deixar o Brasil, e ratifica sua decisão afirmando que "a liberdade do acusado põe em sério e concreto risco a garantia da ordem pública, em especial o bem-estar da juventude religiosa que frequenta as igrejas".

Pedófilo pego na Vila da Penha
Na Vila da Penha, policiais prenderam na quinta-feira em flagrante C. C. R., 28 anos, acusado de oferecer R$ 500 à família de menina de 13 anos para fazer fotos dela nua. C. chegou a conversar por telefone com a mãe da jovem, a quem proibiu de acompanhar a "sessão". Assustada, a mãe procurou a 38ª DP (Brás de Pina), onde foi orientada a marcar encontro com C. no Largo do Bicão. O acusado confessou que iria tirar as fotos no carro "para saciar o desejo".

Terra/Notícias Cristãs

Pastor devolve a gays a pecha de 'preconceituosos'

O pastor Silas Malafaia, em resposta aos comentários do presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, afirmou que "os grupos de defesa dos homossexuais precisam aprender a lidar com os contrários, pois preconceituosos são eles quando rotulam os outros de homofóbicos". O líder religioso, que integra a Assembleia de Deus, não chegou a comentar, através de e-mail enviado ao Terra, os ataques do líder gay à pré-candidata à presidência pelo PV, Marina Silva. Na resposta, ele também não citou Cerqueira.
Malafaia declarou aina que "o grupo mais anti-democrático da pós-modernidade é o dos defensores da prática homossexual". Segundo ele, estes grupos querem trazer para o Brasil uma nova modalidade de crime, muito praticado pelos nazistas e fascistas - o crime de condenar radicalmente quem defende opinião contrária à deles. "Eles não suportam a crítica, e fingem não saber a diferença entre criticar uma conduta e discriminar pessoas", comentou o pastor.
Ele diz desconfiar ainda que os grupos homossexuais não suportam a crítica pelo simples fato de que, no fundo, não têm convicção do que são. "O homossexualismo é um comportamento, e ninguém nasce homossexua", defende Malafaia, que é psicólogo. Quanto às acusações de ser radical, ele devolve a qualificação aos militantes gays, dizendo que eles "tentaram de todas as formas junto ao Ministério da Justiça, censurar o meu programa de TV, a fim de tirá-lo do ar; e tentaram caçar-me no Conselho de Psicologia".
O pastor ressaltou ainda que suas posições contra a prática homossexual se baseia na Bíblia, "o livro que representa a fé de 90% da população brasileira", destacou. A oposição dos gays seria também a sua posição contra a aprovação da PL 122, que busca criminalizar a homofobia. "Os grupos homossexuais chamam-me de homofóbico. Ora, homofóbico é quem sofre de homofobia, que é classificada pela psiquiatria como uma doença que leva a pessoa a ter rejeição ou aversão aos homossexuais ou à homossexualidade. Isto, sim, é que é uma ofensa, e nem por isso eu entrei em qualquer instância judicial contra eles".

Terra/Notícias Cristãs

Léo desmente tratamento vip a evangélicos do Verdão

Entre as inúmeras turbulências vividas pelo Palmeiras nos últimos dias, surgiu a informação de que há ciúmes de alguns atletas contra uma determinada ala do elenco. O grupo evangélico seria o alvo da discórdia porque recebeu a liberação para deixar a concentração do jogo contra o Vasco antes do resto da delegação.
"Todo mundo tem tratamento igual no Palmeiras, o respeito é igual", desmentiu Léo, um dos representantes dos evangélicos no Palestra Itália. "Não acho que houve um mal-estar pela liberação de alguns atletas no domingo à noite (resto do grupo voltou na segunda de manhã). Pedimos permissão e foi concedido", emendou.
Toda a confusão vivida horas depois do jogo contra o Vasco causou as saídas do técnico Antônio Carlos Zago e do atacante Robert. Léo acredita que aqueles que desrespeitaram as regras do clube devem assumir o erro e seguir normalmente o trabalho.
"Alguns não respeitaram (as regras), tudo tem um limite. Mas foi uma questão à parte, isso está superado, ficou para trás. Temos de pensar no Grêmio, estamos espertos para tentar explorar os lados negativos do adversário", relatou o defensor, sem prolongar a polêmica.
Na manhã desta sexta-feira, o técnico interino Jorge Parraga voltou a elogiar a postura e o comprometimento dos atletas do Alviverde. Ele rechaça qualquer possibilidade de desavença entre os jogadores.
"Desde terça, quando cheguei aqui, não aconteceu nada de diferente", assegurou o comandante, que promete aconselhar todo o grupo sobre a importância de manter a concentração no trabalho. "Espero alcançar a condição de poder alertá-los. Esses problemas externos mancham a carreira de qualquer um", encerrou.

Gazeta Esportiva/Notícias Cristãs

Bispo mexicano diz que certos fiéis tentam os padres


TUXTLA GUTIÉRREZ, México — Um importante bispo da Igreja mexicana disse nesta sexta-feira que os fiéis têm parte da responsabilidade nos atos sexuais praticados por padres, e pediu que evitem ser uma tentação para os sacerdotes.
"Não seja a oportunidade para que um sacerdote seja infiel a sua vocação; se representas uma tentação, afasta-te e exige que viva com autenticidade sua consagração", disse Felipe Arizmendi, bispo da diocese de San Cristóbal de las Casas, no estado de Chiapas.
O bispo admitiu que muitos sacerdotes cometeram pecados "inocultáveis e detestáveis", mas considerou que persiste um clima acusatório dos meios de comunicação, especialmente da televisão".

AFP/Notícias Cristãs

Regininha Poltergeist leva bronca da pastora da Igreja Bola de Neve


Regininha Poltergeist levou uma tremenda bronca da pastora da Igreja Bola de Neve depois que apareceu no “Quarta EXTRA” usando apenas um maiô. Para a pastora, aquilo não era pose digna de uma mulher convertida ao Evangelho.

Extra/Notícias Cristãs

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Evangélicos convocam jejum em protesto à violência política

Evangélicos de diversas igrejas, incluindo católica, preocupados com a violência política na busca de cargos e poder, convocaram jejum espiritual, de 40 dias.
A proposta partiu do pastor Augusto Cesar Marenco, do Ministério Apostolar Centro Cristão, e tem por propósito colocar o destino do país nas mãos de Deus. "A Nicarágua vive os piores momentos de sua história e a única forma de procurar solução é indo a Cristo para sanar a terra", disse Marenco.
O pastor agregou que a crise política, que afeta a institucionalidade, traduz-se em falta de valores morais e éticos, em famílias desempregadas, numa juventude assediada pelas drogas. Esses são assuntos que mais preocupam as igrejas evangélicas, comentou.
"A história do país se evidência pelos constantes abusos de quem nos têm mal administrado e os resultados são catastróficos: pobreza e anti-valores", disse.
O pastor Marcelino Baset, da Igreja Batista Internacional, também se expressou muito preocupado com a insegurança no país. A congregação intercede pela cidadania em suas orações, contra a violência que é provocada, entre outros males, pelo consumo de álcool, avaliou.
Jovens da Pastoral Juvenil da Igreja Católica se preparam para assistir, no sábado, 29 de maio, no Estádio de Masaya, localidade a 32 quilômetros da capital, PA 19ª. Vigília de Pentecostes, quando elevarão suas orações para que a juventude não caia na tentação do consumo de drogas, o qual se converteu num flagelo para a sociedade.

ALC/Notícias Cristãs

Pastor amigo do Brasil morre aos 78 anos

Faleceu na terça-feira, 18, aos 78 anos de idade, o pastor e professor Dr, Helmar Junghans, que esteve no Brasil em 1985, quando ministrou cursos de pós-graduação para pastores no Seminário Concórdia, em São Leopoldo, e visitou congregações da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB).
Pastor ordenado da Igreja Evangélica Luterana do Estado da Saxônia, Junghans foi por décadas professor da cátedra de História da Igreja na Faculdade de Teologia da Universidade de Leipzig. Destacou-se como um dos maiores conhecedores da Reforma e da vida e obra do reformador Lutero. Também foi editor, por quatro décadas, do periódico Lutherjahrbuch (Anuário Lutero), uma referência para quem estuda a Reforma.
Mesmo a distância, foi consultor informal da Comissão Editorial da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e IELB das Obras Selecionadas de Lutero. Ele visitou o Brasil mais uma vez em 1997. De sua vasta obra literária foi publicado em português “Temas da teologia de Lutero” (São Leopoldo: Ed. Sinodal, 2001).

ALC/Notícias Cristãs

Almanaque traz revelações surpreendentes sobre as histórias e mistérios da Bíblia


Os temas são abordados em linguagem coloquial, tornando a leitura agradável, para diversão de toda a família.
Você já se perguntou... O que aconteceu com a Arca da Aliança? Quem foi a misteriosa rainha de Sabá? Qual era o segredo da força impressionante de Sansão? Por que milhares de porcos despencaram num precipício?
O Almanaque dos Grandes Mistérios Bíblicos, da Editora Pensamento, responde a essas e outras tantas perguntas com base nas estranhas, mas verdadeiras histórias do maior best-seller de todos os tempos - a Bíblia. Histórias intrigantes, quadros pitorescos, fatos surpreendentes e respostas interessantes a perguntas comuns a todos - tudo com base em referências bíblicas e abordadas em um texto leve, que proporcionam a fluidez da leitura, fazem do O Almanaque dos Grandes Mistérios Bíblicos um livro divertido e informativo para toda a família.
São narradas centenas de episódios divertidos e histórias divididas em seções: "Estranho, mas Verdadeiro" "Ligações curiosas" e há até um espaço para "Perguntas mais frequentes". Além disso, outros tipos de notas fornecem mais informações em "Você sabia?" e "Quadros e Listas".

Autoria: Livingstone Corporations é uma fundação norte-americana dedicada a fomentar no mundo a publicação de livros sobre estudos bíblicos. Fundada em 1988, a Livingstone completou mais de 150 versões de Bíblias e mais de 400 livros devocionais.

Ficha Técnica

Título: Almanaque dos Grandes Mistérios Bíblicos
Autor: Livingstone Corporation, The
Assunto: religião / cristianismo
Páginas: 248 págs.
Preço: R$ 36,00
Capa: Brochura
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-315-1630-6

ABN NEWS/Notícias Cristãs

'Hoje não uso mais arma, uso a Bíblia', diz Marinara Costa


Depois de 21 anos de polícia, Marinara Costa não lembra em nada a menina explosiva que ganhou notoriedade após a história de amor com o jornalista esportivo Fernando Vanucci na década de 90. “Hoje não uso mais arma, uso a Bíblia. Aprendi a ser paciente e submissa e não tenho vergonha disso”, diz a policial, convertida à Igreja Bola de Neve, na Barra.
Síndica do prédio onde mora com as duas filhas, a loura comanda com mãos de ferro o condomínio de 176 apartamentos na Barra. “Namorar na escada, só se for escondido. Entrar de sunga e biquíni no elevador, nem pensar. Os vizinhos dizem que é o choque de ordem da Marinara”, diverte-se.
Para posar toda elegante para a “Quarta Extra” desta semana, Marinara fez uma exigência. “Quero ser respeitada porque não vivo mais da minha imagem. Sou uma mulher de Deus e por isso quis assinar um contrato para me resguardar”, explica a beldade, que esbanja vitalidade aos 42 anos. A relação com Vanucci também está melhor após a coversão do apresentador ao Evangelho. “Ele está casado e vivemos a melhor fase de nossas vidas”.


Extra/Notícias Cristãs

Líder gay deixa partido de Marina Silva por ela não ser a favor do homossexualismo e a chama de dissimulada


O presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), o historiador e ativista Marcelo Cerqueira, anunciou que deixará o PV e deve ingressar no PT, depois de 10 anos de militância ao lado dos verdes. O ativista justificou sua saída pelo fato de a pré-candidata à presidência Marina Silva ser “dissimulada”, segundo ele, e os verdes estarem se tornando um partido de “direita reacionária”. Cerqueira, que é presidente do grupo desde 2007, aponta posições de Marina contra o aborto, por exemplo, como questões-chave para a sua decisão.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O fato de a senadora também não apoiar a bandeira homossexual incomoda o ativista. “Nós não temos nenhuma declaração dela de apoio concreto à luta dos homossexuais. A declaração que tem é pejorativa, pois ela recusou a bandeira dada pelo companheiro (vereador) Sander Simaglio, do PV em Minas Gerais”, disse.

Para Cerqueira, a religião da pré-candidata fortalece sua decisão. “Não dá para confiar. Na igreja em que ela comunga (Assembleia de Deus) tem o Silas Malafaia, que é um radical e um perseguidor dos homossexuais no Brasil inteiro”, afirmou. “Não posso continuar com gente que convive com esse cidadão e certamente comunga dos mesmos ideais. Para mim, Marina é uma dissimulada”, disse. Procurado pela reportagem do Terra, a assessoria do pastor informou que ele estava viajando.

O ativista contou que ainda não formalizou a posição no partido, mas garantiu que está tudo certo. Na Bahia, ele questiona também as posições do deputado federal Luiz Bassuma, dissidente do PT como Marina, e ferrenho opositor ao aborto. “Ele não é homofóbico de carteirinha, mas no Congresso Nacional se recusou a entrar na frente GLBT. Outros políticos na Bahia, considerados conservadores, entraram, mas ele se recusou”, disse.

Fonte: Terra / Gospel+
Via: Pavarini

Igreja Católica mistura Pentencostalismo Protestante e Teologia da Prosperidade em suas missas

Uma reportagem veiculada no jornal norte-americano The Wall Street Journal denunciou o efeito da pregação da Teologia da Prosperidade aos cidadãos da cidade de Manila, capital das Filipinas, e a manipulação do chefe da igreja El Shaddai, o seguidor da corrente católica mariana, irmão Mike Velarde.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No alto das favelas e córregos fétidos em um bairro na cidade de Manila há uma cruz de néon gigante e um brilhante arco-íris, que estão tão altos que faz com que os arcos dourados do McDonald´s pareçam anões. Eles marcam a nova casa de El Shaddai, parte de um amplo movimento evangelista cristão que está varrendo a nação, que é predominantemente católica romana.

A igreja El Shaddai, nome de Deus em hebraico, tornou-se um dos maiores movimentos da nova geração de cristãos nas Filipinas. É uma igreja católica carismática, porém com traços pentecostais. Segundo sociólogos a constante pregação da Teoria da Prosperidade é uma maneira de estimular o desenvolvimento das empresas.

O fundador da igreja é uma pessoa excêntrica. Irmão Mike, 70 anos, é o mais conhecido televangelista das Filipinas. Muitas vezes usando uma gravata, sapatos brancos e vestindo uma corrente de ouro no pescoço, ele é um magnata e “brinca” no setor imobiliário. Além disso, ele tem a reputação de não seguir a multidão e tem influência sobre os políticos e resultados das eleições durante quase três décadas.

A igreja, que é modelada imitando a Arca de Noé, tem capacidade para 35 mil pessoas. As missas de sábado são transmitidas pela rede de TV da família Velarde e pela estação de rádio. O curioso é que a igreja foi construída em um terreno pertencente à família Velarde, portanto a El Shaddai paga aluguel à Mike.

Sobre o fato de ser pregada a Teologia da Prosperidade Mike falou que os efeitos têm sido positivos. “Antes, somente os mais pobres freqüentavam as missas da El Shaddai. Agora os estacionamentos foram preenchidos com carros próprios. Não é apenas uma transformação espiritual, mas também uma transformação econômica em suas vidas”.

Durante as missas há orações em línguas e a pregação “ore e fique rico”, misturadas às práticas católicas tradicionais. Também são incorporados rituais pagãos que invocam superstições da cultura filipina sobre o poder dos objetos inanimados.

“Eles me chamam de pregador de prosperidade porque eu tenho exposto a mensagem do evangelho às pessoas como está escrito. Eu enfatizo a importância de dar, porque é dando que recebe”, diz Velarde. Ele também escreveu um livro repleto de depoimentos de filipinos que foram inspirados por suas declarações para expandir ou abrir negócios.

Como algumas outras congregações, El Shaddai encoraja seguidores a dar o dízimo ou contribuir com 10% de sua renda. Em troca, são anotados seus pedidos de “oração” para a riqueza, saúde e boa sorte

“A Teologia da Prosperidade de El Shaddai ensina que Deus quer que as pessoas fiéis prosperem, que luta econômica pode ser de Deus e que a riqueza pode ser recompensa de Deus aos fiéis,” diz Wiegele, antropóloga.

Enquanto El Shaddai poderia ser uma ameaça a longo prazo para a igreja católica nas Filipinas, o movimento abriga sob a égide do Vaticano, incluindo a realização de reuniões de oração nas instalações da igreja católica em todo o país. É uma situação que a Igreja Católica aceita a contragosto, pois é uma forma de reduzir o número de católicos que se voltam aos movimentos protestantes.

De acordo com números oficiais do censo filipino, enquanto a proporção de filipinos que se consideram cristãos manteve-se estável em cerca de 92% ao longo do século passado, aqueles que se identificam como católicos diminuiu cerca de 10%. Entre 1960 e 2000, quando o censo mais recente ocorreu, o percentual de filipinos que se identificam como membros da igreja protestante mais do que duplicou para cerca de 10%.

Na década de 1980, “a igreja católica observou que a única maneira de impedir o êxodo para as igrejas pentecostais era dizer que as pessoas da Igreja Católica que freqüentavam movimentos protestantes estavam fora da igreja. Foi isso que eu fiz”, diz Velarde. “El Shaddai desacelerou o êxodo de católicos para o movimento nascido de novo”.

Ainda assim, algumas autoridades católicas continuam cautelosas e críticas em relação à teologia de Mike Velarde. Eles afirmam que Velarde está contaminado alguns negócios. O arcebispo emérito Oscar Cruz condena a El Shaddai, dizendo que “usa o nome católico, mas é tudo menos católico”. Ele descreve as missas como um ponto de partida, depois “ele surge com seu terno engraçado, performace circense e seu evangelho da prosperidade”.

Sobre o fato da El Shaddai ser de denominação católica, Velarde diz que “sempre sou guiado pela hierarquia da Igreja Católica”. Na prática, isso significa que ele abraça a doutrina católica sobre questões como a contracepção, aborto e o divórcio, mas é Velarde que controla totalmente a El Shaddai.

Interrogado sobre a censura crescente de filmes filipinos Velarde é firme. “Há alguns filmes que são contra nossa cultura e nossas crenças religiosas. Eles realmente devem ser censurados”.

Como Velarde tende seu rebanho no santuário ele abriga uma grandiosa ambição política. Para ele, “a Presidência das Filipinas é um sonho de infância. Mas um sonho é diferente de uma chamado”, disse.

Traduzido pelo Gospel+ do Wall Street Jornal

Silas Malafaia quebra silêncio e fala sobre sua saída da Convenção das Assembléias de Deus


Em atenção aos inúmeros e-mails e telefonemas recebidos após a declaração do pastor Silas Malafaia sobre o seu desligamento da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil), no programa Vitória em Cristo exibido no dia 15/05/10, o agora ex vice presidente da convenção falou um pouco sobre sua saída.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Silas Malafaia respondeu a diversos questionamentos e especulações criados por pessoas na internet e aproveitou para compartilhar algumas de suas responsabilidades.

Confira na integra a nota oficial de Silas Malafaia abaixo:

“Minha renúncia ao cargo de vice-presidente e o meu desligamento da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil) devem-se ao fato de eu ter assumido, repentinamente, o pastorado da igreja Assembleia de Deus Penha (RJ), que passou a denominar-se Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Ao assumir a liderança desse rebanho, Deus me deu uma visão que demandará de todos nós muita dedicação;

Outrossim, sem dúvida, tal decisão deve-se também a assuntos de ordem interna dos membros da CGADB, que estão explícitos no documento que enviei via Cartório ao presidente da instituição, no dia 14/05/2010. Caso você seja membro da CGADB, é seu direito solicitar à secretaria da convenção (pelo telefone 21.3351-3054) uma cópia do documento, para que tome conhecimento dos principais motivos de minha renúncia. Afinal, a prudência me impediu de trazer a público essas questões internas em Rede Nacional de Televisão;

Continuo sendo um pastor com doutrina bíblica da Assembleia de Deus;

Não fundarei nenhuma convenção, seja de caráter nacional ou estadual;

A Assembleia de Deus Vitória em Cristo (RJ), por mim presidida, não aceitará em seu ministério nenhum pastor advindo de divisão de igrejas ou por motivo de rebelião;

Nunca me considerei superior a nenhum outro pastor da denominação ou de outras igrejas. Ao contrário, em minhas mensagens sempre digo que há muitos pastores melhores do que eu. Entretanto, talvez pelo fato de estar diariamente nos programas de televisão, as pessoas me julgam erroneamente como “grande”. Sou muito consciente de que existem melhores líderes e pregadores do que eu;

Não quero viver isoladamente com a igreja que Deus tem me confiado. Por isso, continuo membro do CIMEB (Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil). Caso a CEADER (Convenção Evangélica das Assembleias de Deus no Estado do Rio de Janeiro), na próxima reforma estatutária, permita-me pertencer a ela sem obrigar-me a ser membro da CGADB, eu continuarei na CEADER, pois esta permanece sendo uma convenção com ambiente democrático e salutar aos pastores. Sempre procuro me rodear de amigos pastores de todos os matizes ideológicos, buscando aprender das virtudes de cada um deles;

A minha decisão é estritamente pessoal. A prova é que alguns pastores que integram a Assembleia de Deus Vitória em Cristo e a Associação Vitória em Cristo, ambas as instituições presididas por mim, continuam sendo membros da CGADB. Tenho aprendido que o melhor modelo de liderança é a liberdade.

Por fim, convido a todos para rever o programa Vitória em Cristo, que será transmitido no próximo sábado, 22 de maio, a fim de que compreendam perfeitamente o meu posicionamento.”

Fonte: Associação Vitória em Cristo / Gospel+

Waldemiro Santiago acusa Missionário R. R. Soares de ser racista e diz que Igreja Universal faz macumba. Assista o vídeo


O Apóstolo Waldemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, perdeu espaço na Rede TV após o anúncio de que o missionário R.R. Saores fechou um contrato com a emissora no valor de cerca de R$ 200 milhões.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Valdemiro Santiago chamou o missionário de ‘Tio’, de racista e se diz perseguido por ele. O programa de Valdemiro dará lugar ao tradicional Show da Fé da Igreja Internacional da Graça.

Outro alvo de Santiago foi o Bispo Edir Macedo e a Igreja Universal. Ele chamou de macumba os chamados “atos proféticos” realizado pelos pastores da IURD. O apóstolo Valdemiro Santiago criticou ainda o pastor da Igreja Univesal quando este ensina fazer acordos com bandidos, em vídeo exibido pela Folha de São Paulo.

Vídeo: Valdemiro Santiago critica o Missionário R. R. Soares



Vídeo: Valdemiro Santiago critica o Bispo Edir Macedo



Fonte: O Galileo / Gospel+

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Em protesto contra insegurança, pastor de férias apedreja Câmara de Lajedo e vai preso

Um pastor evangélico, após ficar bêbado, apedrejou os vidros da Câmara de Vereadores de Lajedo, município localizado nas proximidades de Garanhuns, Agreste do Estado, na tarde dessa segunda. O homem, que também é publicitário, foi identificado como Luciano Silva Carmo, 54 anos.
Segundo Luciano, o ato foi em protesto à falta de policiais em Lajedo. O pastor, que é de São Paulo, está passando as férias no Agreste do Estado e foi assaltado na cidade.
O pastor foi levado para a Delegacia Regional de Garanhuns e responderá por crime contra o patrimônio público. O delito é afiançável, porém, como a família, que está em São Paulo, não pode pagar a fiança no valor de R$ 500, ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Garanhuns, Agreste do Estado.

JC/Notícias Cristãs

Fábio: 'Deus está me falando que vai ser super empolgante'


Para o goleiro, a confiança de grande parte da torcida é a mesma do time
O goleiro Fábio está confiante na classificação do Cruzeiro às semifinais da Copa Libertadores, apesar da vantagem construída pelo São Paulo no jogo de ida das quartas de final.
A derrota por 2 a 0, no Mineirão, obrigará o Cruzeiro a derrotar os paulistas pelo mesmo placar nesta quarta, em São Paulo, para levar a decisão para os pênaltis. Qualquer outro triunfo por dois gols de diferença dará a classificação aos mineiros diretamente.
Bastante religioso, Fábio teve um sinal divino de que a noite de quarta-feira, no Morumbi, será positiva para o Cruzeiro.
“Vai ser um jogo emocionante. Deus está me falando que vai ser super empolgante, e tenho fé de que vai ser mais feliz para o lado do Cruzeiro”, declarou o goleiro, que ainda se recupera de uma pancada sofrida nos dedos anelar e mínimo da mão direita.
Ainda segundo o goleiro, a confiança da maioria da torcida é a mesma do elenco. No último domingo, ele esteve no Mineirão assistindo à partida contra o Avaí, e gostou do que viu.
“Estive no estádio, e onde passei eu vi a confiança do torcedor e passei a confiança que nós jogadores, nas nossas reuniões, junto com o Adílson, estamos também”, relatou Fábio.

UAI/Notícias Cristãs

Imagem de santa é destruída pela sétima vez em igreja católica



Polícia investiga o caso como fanatismo religioso. Fieis da região estão revoltados com o caso.
Fieis da zona sul de Teresina se depararam nesta terça-feira (18) com mais um ato de vandalismo na igreja do bairro São Pedro. Pela sétima vez, a imagem de uma santa foi depedrada.
A imagem sacra foi achada na manhã de hoje retirada da redoma, erguida no lado e fora da igreja. A estátua foi derrubada no chão e quebrada em várias partes.
Agentes do 1º Distrito Policial investigam o caso como fanatismo religioso, tendo em vista a sequência de crimes no mesmo local.

Cidade Verde/Notícias Cristãs

Justiça britânica confirma demissão de terapeuta cristão que se recusou a tratar casais gays

Um tribunal inglês rejeitou um recurso interposto pelo terapeuta Gary McFarlane, que em 2008 foi demitido pela empresa Relate, por se recusar a prestar serviços a casais do mesmo sexo. McFarlane alegou que a obrigação de responder aos casais homossexuais entra em conflito com suas crenças cristãs e violam sua liberdade religiosa. O juiz da Corte de Apelações negou o recurso, alegando que McFarlane tem todo o direito do mundo de ter suas crenças religiosas, mas em qualquer caso, a aplicação da lei está acima delas. A legislação do Reino Unido é clara: recusar prestar serviço por motivos de orientação sexual é discriminação.
O juiz disse ainda que oferecer proteção a uma religião em detrimento de outra é a melhor maneira de avançar para um "regime teocrático". Assim, todos os cidadãos têm o direito de crença religiosa, mas na frente de um tribunal, essas crenças são de pouca utilidade.
Gary McFarlane foi apoiado, entre outros, por George Carey, arcebispo de Canterbury (líder espiritual anglicano). Carey, que atuou como testemunha no julgamento, disse.
"Decisões como essa não auxiliam em nada o relacionamento e são, sim, discriminatórias contra os cristãos".
Mas a lei não considera este argumento e o juiz disse na setença: "não vivemos em uma sociedade onde todos têm as mesmas crenças religiosas. Nenhuma religião pode estar acima da lei".
Segundo o jornal The Times "a decisão do juiz poderia provocar uma barreira religiosa nos processos de recrutamento, em que os cristãos poderiam ser banidos para exercer funções de conselheiros, professores, assistentes sociais ou impedidos de trabalhar em agências de adoção".

Minuto Digital/Notícias Cristãs

Conflitos interreligiosos entre cristãos e muçulmanos têm carácter económico-diz em embaixador do Mali

Os conflitos interreligiosos entre cristãos e muçulmanos em África são provocados , sobretudo, por questões económicas e a pobreza das populações, descartando haver outro fundamento, disse hoje (terça-feira) à Angop em Luanda, o embaixador do Mali em Angola, Farouk Camara.
Falando à Angop, por ocasião dos 50 anos das independências de países africanos, iniciadas nos anos 60 do século XX, Camara realçou que “os conflitos são de carácter económica quer sejam por causa da escassez de terras, quer os que ocorrem por tentativas de ocupação de campos pelos por pastores nómadas, e alguns deles motivados pela pobreza".
Esclareceu que o Mali é oficialmente um Estado laico, embora 85 porcento da sua população seja muçulmana, há a tolerância e coabitação entre cristãos, islâmicos e animistas.
Frisou que no seu país há casamentos entre cidadãos de outras confissões religiosas, sem a obrigatoriedade do cônjuges trocar de religião, acrescentando que outra prova de tolerância é a participação de muçulmanos no natal e de cristãos nas festas islâmicas, sem qualquer constrangimentos da ordem moral ou pública.
O diplomata não vê, na sua opinião, motivos para divisão porque alguns profetas de cristãos são os mesmos para os muçulmanos, no caso de Abraão, pai de Ismael, ascendente do Mohamed, profeta do Islão, "assim como Jesus Cristo, conhecido pelos islâmicos por profeta Issa".
Disse que leu recentemente numa francesa que muçulmanos revoltaram-se por se insultar Jesus Cristo, porque o consideram também seu profeta.Acrescentando não compreender, "porque as pessoas se agridem ou se matam por serem cristão ou muçulmano, já que ambas religiões têm os mesmos anciãos e profetas".
“A livre participação de comunidades em festas de outras religiosas, principalmente, o natal, no e vice-versa no Mali, admira os observadores, porque o país tem um povo maioritariamente muçulmano. É isso que se considera coabitação”, sustentou.
Justificou não haver necessidade de conflitos entre muçulmanos e cristãos como ocorre noutros lugares, porque além da pertença a uma religião, todos são irmãos e filhos da mesma nação.
Frisou que para evitar guerras, conflitos inter-confessional funciona no Mali um Alto Conselho Religioso, no qual participam cristãos, muçulmanos e animistas, cujo objectivo é o de regular os problemas tendentes a provocar fricções.
Informou que as recomendações do Alto Conselho são encaminhadas ao Governo para a decisão final.

Angop/Notícias Cristãs

Merkel realça fundamento cristão dos valores alemães


"A nossa sociedade está sustentada em premissas que não pode criar sozinha. Sem dúvida, uma das mais importantes premissas é o Cristianismo", disse a chanceler alemã durante as jornadas ecuménicas que se realizaram em Munique.
Durante o seu discurso aos delegados das Jornadas Ecuménicas, Angela Merkel afastou-se por momentos do texto preparado para falar sobre a importância do Cristianismo enquanto garante do sistema de valores da Alemanha. “A nossa sociedade está sustentada em premissas que não pode criar sozinha. Sem dúvida, uma das mais importantes premissas é o Cristianismo. O Cristianismo moldou o nosso país”, afirmou Merkel.
A política alemã falou ainda na "liberdade dada por Deus". “Não digo que não poderíamos ter chegado aqui de outra forma, mas na Alemanha é muito claro que foi através do Cristianismo. Quer isso dizer que nós sabemos que a palavra liberdade não significa estarmos livres de algo, significa a liberdade que nos é dada por Deus, pela sua criação, para nos dedicarmos aos outros e a causas. Esta poderá ser a mais importante fonte de coesão social.”
Por não constarem do texto do seu discurso, os comentários de Merkel acabaram por merecer pouca atenção dos meios de comunicação. As jornadas ecuménicas na Alemanha terminaram anteontem. Durante cinco dias, milhares de católicos e protestantes participaram em mais de 3.000 eventos, procurando fortalecer um testemunho cristão conjunto.
Recorde-se que o Papa, que na altura estava em Portugal, enviou uma mensagem para os delegados no dia da inauguração das jornadas.

Renascença/Notícias Cristãs

Bruxo diz que feitiçaria é do bem e afirma que evangélicos não sofrem preconceito


Bruxos estão revoltados com a imagem passada pela procuradora aposentada Vera Lúcia Sant’Anna Gomes sobre a bruxaria. A acusada de torturar a menina de 2 anos que ela pretendia adotar faz parte de diversas comunidades virtuais ligadas ao tema. Segundo o terapeuta holístico e membro da comunidade no Orkut ‘Bruxaria Natural’, Newton Souza, de 30 anos, a bruxa Vera denegriu a imagem do ritual. “Fazemos ritos para o bem, é um culto à mãe natureza. Não serve ao mal”, garantiu.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Newton acredita também que a procuradora só está sendo citada como bruxa por preconceito. “A bruxaria é perseguida há mais de dois mil anos. Se ela fosse católica ou evangélica, ninguém estaria falando nada”, afirmou.

A procuradora participa de comunidades no site de relacionamento Orkut como ‘Sociedade Wicca & Bruxaria’, ‘Xamanismo’ e ‘Tarologia’. De acordo com Newton, na bruxaria wicca existem sacrifícios simbólicos. Ele explicou que os rituais de purificação, muita vezes marcados pela internet, acontecem para saudar a chegada de uma nova estação.

“Existem rituais de iniciação e de exaltação aos quatro elementos: água, terra, fogo e ar, onde se forma uma roda com um caldeirão no meio. O objetivo é comemorar a vida e a natureza. Fazemos pedidos e colocamos no caldeirão”, detalhou.

Vera Lúcia Sant’Anna Gomes está no Presídio Nelson Hungria, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. A procuradora se entregou à Justiça depois de mais de uma semana foragida.

Fonte: G1 / Gospel+

Superpop – Programa de Luciana Gimenez chama Gretchen, forrozeiro e pastores gays para debater sobre a Bíblia. Assista ao vídeo


Nesta terça-feira a Bíblia foi o tema discutido no programa Super Pop da apresentadora Luciana Gimenez. Falando sobre homossexualismo, vida com Deus e interpretações da Sagrada Escritura, foram convidados os pastores gays Marcos Gladstone e Fábio Inácio, Gretchen, pastor Otoni de Paula Júnior (Missão Vida), Emanuel de Albertin (intérprete da música Adão e Ivo) e um pastor da Igreja Renascer em Osasco.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O debate foi marcado por discussão e, muitas vezes, até brigas entre os convidados.

Ao falarem sobre o tema homossexualidade o pastor da Igreja Contemporânea, Marcos Gladstone, contou que era pastor da igreja Renascer e que convivia com outro pastor gay. “Porém ele me falava para esconder isso. O que acontece hoje na nossa sociedade é que as pessoas vivem um relacionamento duplo”, disse.

Em defesa dos homossexuais o pastor Fábio Inácio citou uma passagem da Bíblia em que Jesus fala para o homem deixar seus pais e se unir a uma mulher. Porém o pastor disse que nem todos entenderiam essa passagem porque na época existiam os eunucos, pessoas que não praticavam o ato sexual ou que não possuíam o órgão sexual.

Nesse momento o pastor Otoni de Paula Júnior o interrompeu dizendo que conhecia a faculdade em que Fábio Inácio se formou e afirmou que a hermenêutica utilizada para fazer a análise do texto estava errada.

Outro ponto de discussão foi a divulgação do vídeo na internet em que mostra a foto do casamento dos pastores homossexuais como plano de fundo e a música “Adão e Ivo”. Segundo o cantor Emanuel de Albertin o video foi postado por um desconhecido. Fábio Inácio afirmou que a música não é uma adoração a Deus, pois em nenhum momento cita Seu Nome.

“Eu não sei por que eles [o casal de pastores homossexuais] estão me processando. Se tivesse a foto do casamento deles e uma música do Roberto Carlos, o cantor também seria processado?”, disse Emanuel de Albertin.

Em resposta Marcos Gladstone afirmou que “o Ministério Público está entendendo que fere uma tutela coletiva. Hoje é a minha união que está ali, amanhã pode ser a filha da Gretchen”. O pastor disse que estava processando o cantor por ferir a imagem dos homossexuais. Porém Albertin disse que não irá deixar de cantar a música porque esta teria sido escrita por Deus.

Sobre esse assunto o pastor Otoni disse que comportamento é diferente de criticar pessoas. “A honra deles é inviolável. A música não fala sobre o casamento. Então eles não podem afirmar que o autor pensando nesse fato. Infelizmente colocaram uma letra em cima de uma foto. Eu não concordo com o processo”.

Para falar sobre o fato de Deus aceitar homossexuais, foi convidado um membro da Igreja Contemporânea, Marcos Aurélio, que afirmou ter sido aceito pelos pastores. “Freqüentei a igreja durante oito anos sendo ainda gay. Eu nasci gay e aos 16 anos eu entrei para a igreja evangélica no intuito de me libertar, querendo ser curado, como muitos gays tentam. Porém tive uma recaída e voltei para as drogas e prostituição. Foi quando pensei em me matar que os pastores Marcos e Fábio me amaram”, contou.

Mais uma vez o pastor Otoni foi contra e falou que existem vários casos de pessoas que deixam de ser gays e que gostaria que essas pessoas dessem seu testemunho de transformação no programa. “Sabe quem é o primeiro que nos convida a sair do armário? É Deus quando diz que nós precisamos confessar nossos pecados. Pecado é determinado pelo que palavra de Deus diz que é. Eles podem ser felizes, só não podem impor sua prática dentro da igreja”, disse.

O fundador da Igreja Contemporanea, pastor Marcos Gladstone, disse que Deus aceita os homossexuais e que havia realizado um estudo sobre isso. Porém o pastor da igreja Renascer em Osasco falou que Gladstone está pegando textos da Bíblia e mudando o sentido. Ele citou Romanos na passagem em que diz que as pessoas estão mudando a verdade de Deus. Também falou sobre o sexo entre homens na Bíblia. “Portanto a Bíblia trata o homossexualismo como um erro”, falou.

A cantora Gretchen, que se diz evangélica, tentou entrar no assunto, chegou a querer citar a Bíblia, mas foi alertada pelo pastor que estava errada, a passagem que ela falava não era do Livro Sagrado. Ao final Gretchen ainda ironizou o pastor que a corrigiu: “A Bíblia fala venha até mim do jeito que está. Eu estou inventando a Bíblia agora?”

Para finalizar o programa, Luciana Gimenez abriu espaço para cada convidado dar um recado e perguntou ao pastores heterossexuais se eles aceitariam o fato de ter um filho gay. Ambos os pastores disseram que o amariam de qualquer forma, porém tentariam converter o filho. O pastor Otoni finalizou dizendo que quem julga é Deus.

No twitter, durante o programa, pode ser visto uma vasta reprovação não só ao programa Superpop e sua sede por sensacionalismo, mas ao fato de existirem pastores e igrejas gays.

A apresentadora Luciana Gimenez foi duramente criticada por mesmo sendo a mediadora do debate, ter ficado claramente favorecendo os gays. O debate aconteceu um dia antes de uma passeata pró-gay em Brasília.

Video: Pastores gays no Superpop







Fonte: Gospel+

Fernanda Brum e Emerson Pinheiro completam 14 anos de casados

Pastores, cantores, sucesso da música gospel, abençoados pais de 2 lindos filhos. Esses são Fernanda Brum e Emerson Pinheiro. O casal mais conhecido da música gospel completou ontem, dia 18/05, 14 anos de casados.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

Para comemorar a data tão especial, o casal foi para Itaipava, em Petrópolis (RJ). O dia de comemoração foi comentado através dos seus twitters oficiais, que incluiu inclusive fotos do momento especial.

Para conferir o Twitter oficial de Fernanda Brum, clique aqui.
Para conferir o Twitter oficial de Emerson Pinheiro, clique aqui.

Fonte: Gospel+
Com informações do site oficial da gravadora MK Music

Paquistão bloqueia acesso ao Facebook por caricaturas de Maomé


A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão decretou nesta quarta-feira (19) que provedoras de Internet deverão bloquear o acesso à rede social Facebook por tempo indeterminado, devido a uma competição para desenhar o profeta muçulmano Maomé.

A determinação segue decisão do Tribunal Superior de Lahore, que proibiu temporariamente o acesso ao Facebook no Paquistão após a imprensa noticiar que a competição ocorreria nesta quinta (20).

“O tribunal decretou que o governo bloqueasse o Facebook imediatamente, até 31 de maio, devido a esta competição profana”, disse Azhar Aiddique, um representante do Fórum de Advogados Islâmicos, que abriu o processo no Tribunal Superior, à Reuters.

“O tribunal também determinou que o ministério de relações exteriores investigue por que esta competição está acontecendo.”

Um porta-voz da reguladora de telecomunicações afirmou que o governo decretou que provedores bloqueiem apenas a página em que estavam publicadas as caricaturas. Mas, na quarta, o tribunal ampliou o decreto para incluir o site inteiro.

Representações do profeta Maomé são consideradas blasfêmias e algo anti-islâmico.

Até o final desta tarde, não era possível entrar no Facebook no Paquistão, embora BlackBerries e outros aparelhos ainda parecem conseguir acessar o site.

Fonte: Abril/OVERBO

Milagre: menina à beira da falência dos rins desenvolve dois novos órgãos


Uma menina de Louth (Inglaterra) deixou a comunidade médica de boca aberta. Angel Burton, que estava à beira da falência dos rins, conseguiu algo impensável: dois novos rins cresceram dentro dela.

Aos 5 anos, Angel (nome bem apropriado?) foi submetida a uma cirurgia por causa das infecções renais que a acompanhavam desde o nascimento. Foi quando os médicos de um hospital de Sheffield descobriram que a menina tinha quatro órgãos – os dois novos rins estavam crescendo sobre os falidos. Três anos após, os novos rins assumiram a função dos problemáticos e a Angel foi declarada curada.

Para a família, não há dúvida: Angel, aos 8 anos, foi salva por um “milagre”.

“É um milagre real. É absolutamente incrível que nenhum dos exames tenha detectado os rins extras. Estamos tão gratos por Angel voltar à felicidade e à saúde”, disse Claire Burton, mãe da menina.

De acordo com os médicos, os rins duplex se fundiram nas suas metades e têm ureteres totalmente independentes.

Fonte: Fernando Moreira / O Globo / O Verbo

Homem é condenado por possuir livros cristãos

ARGÉLIA – Um cristão da Argélia foi condenado a dois anos de prisão e multado em 5 mil dinars. Ele foi acusado de proselitismo.

O advogado deste caso tem dez dias para apelar da sentença.

O cristão estava fazendo negócios em alguns mercados, e a polícia estava fazendo a ronda comum. Eles o abordaram, mas ele tinha deixado seus documentos no carro. A polícia acompanhou o cristão até o veículo, mas, juntamente com seus documentos, dentro do porta-luvas, estavam uns 5 ou 6 livros cristãos que ele havia ganhado de presente.

Isso foi o suficiente para que a polícia o acusasse de proselitismo e para que ele fosse condenado.

Esse irmão precisa de nossas orações. Vamos interceder para que a apelação feita pelo advogado dê resultados.

Fonte: Missão Portas Abertas/OVERBO

Estudantes feridos falam sobre o privilégio de sofrer por Cristo

ÍNDIA – Os missionários em treinamento pela Gospel for Asia falaram sobre o privilégio que sentiram ao sofrer por Cristo após serem atacados em sua faculdade bíblica em Mumbai, Índia, no início do mês.

Sete estudantes ficaram gravemente feridos quando um grupo invadiu o campus da faculdade bíblica na noite de domingo em Mumbai, Índia. Os alunos estavam preparando sua refeição quando os agressores, armados com paus e barras de ferro, entraram no campus e começaram a bater neles. Os cristãos tentaram conversar com seus agressores e perguntar qual era a queixa contra eles, mas não obtiveram resposta.

Hemanti Kashyap ficou ferido quando os agressores o atingiram no estômago com uma barra de ferro. Ele afirma que o incidente deu a oportunidade de colocar em prática todas as lições que ele aprendeu na faculdade.

“Através dessa situação, aprendi o que a Bíblia quer dizer quando afirma: ‘Bem-aventurados os que sofrem por Cristo’. Essa oposição foi o teste para que minha fé siga em frente, e para que eu compartilhe o evangelho. Eles atingiram meu estômago com uma barra de ferro, e me feriram, mas sou grato ao Senhor Jesus, que me guardou, para ser uma testemunha dele.”

Sunil Pattanayap relembra o momento do ataque: “Por um instante fiquei chocado, querendo saber por que aquilo estava acontecendo comigo. Então, eu compreendi que havia chegado o momento de glorificar o nome do Senhor”.

“Foi um privilégio sofrer por Cristo, e estou feliz porque posso testificar que Deus me protegeu e me livrou da morte, para que eu pudesse proclamar sua Palavra e permanecer firme como testemunha viva, com uma grande fé.”

Três dos estudantes feridos ainda estão se recuperando no hospital. Beedram Sena teve que ser submetido a uma cirurgia devido à fratura em sua perna. Sudershan Yadavan precisou ser operado para tratar sua rótula quebrada. Sunil Reedy precisou de tratamento dentário para substituir os dentes arrancados pelos agressores.

Brijeshware Nayan, que teve ferimentos em suas costas, mas não precisou ficar hospitalizado, afirmou que o ataque o ajudou a ver o valor espiritual do sofrimento.

Ele diz: “Eu vim para cá para servir ao Senhor. Se eu ficar com medo dessa oposição, como poderemos aprender a crescer em fé?”.

“Esse tipo de perseguição só prova que as pessoas precisam conhecer o amor de Cristo. É a única forma de eles encontrarem razão em suas vidas e um propósito para transformar o ódio em amor.”

Fonte: Missão Portas Abertas/overbo

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Condenada, missionária americana é libertada no Haiti


A líder do grupo de missionários americanos detida no Haiti acusada de tentar retirar ilegalmente crianças haitianas do país foi libertada nesta segunda-feira, apesar de condenada pela Justiça local.

O juiz do caso considerou que os três meses e meio que Laura Silsby passou presa foram punição suficiente.

Silby era a líder de um grupo de dez integrantes da Igreja Batista que foram detidos na fronteira do Haiti com a República Dominicana em 29 de janeiro com as crianças, supostamente órfãos.

Os missionários alegaram acreditar que as crianças fossem órfãs embora muitas autoridades no Haiti contestassem isso.

A Justiça do Haiti determinou que as 33 crianças fossem devolvidas a seus pais.

Oito dos dez missionários foram libertados em fevereiro e o nono, em março. Silby permaneceu o tempo restante em uma prisão de Porto Príncipe.

Inicialmente acusada de tráfico infantil, as acusações contra Silby foram posteriormente mudadas para “viagem irregular”.

Fonte: BBC Brasil/OVERBO

Em sinal do crescimento do Cristianismo na China, Bíblia vira artigo raro no país

A igreja está crescendo na China e, com isso a demanda por Bíblias. Segundo o chefe do programa em Parceria com a Sociedade Bíblica chinesa, Kua Wee Seng, a Amity Printing Press, a única editora chinesa autorizada a imprimir Bíblias, está lutando para manter a demanda.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Embora o número de Bíblias impressas tenha aumentado quatro milhões desde o ano passado, ainda não é suficiente para o número de pedidos. A cada ano cerca de 500 mil pessoas se convertem ao cristianismo no país.

Seng exortou aos cristãos do Ocidente a apoiar a Campanha da Sociedade Bíblica 2010 para levantar fundos para a compra de uma nova impressora. A pretensão é que sejam impressas mais 12 milhões de Bíblias na China.

A ajuda financeira dos cristãos ocidentais permitiu que Bíblias fossem impressas na China, pois foram doadas toneladas de papel. Somente agora a China conseguiu produzir seu próprio papel para a impressão do Livro Sagrado.

Traduzido pelo Gospel+ do Christian Today

Testemunho do filho de fundador do Hamas: de líder extremista a cristão evangélico


A vida do palestino Mosab Hassan Yousef, de 32 anos, desafia a lógica do conflito árabe-israelense, em que as rivalidades são quase sempre hereditárias. Filho mais velho do xeque palestino Hassan Yousef, um dos sete fundadores do Hamas, grupo terrorista transformado em partido, o jovem foi criado para ser um líder extremista. Contra todas as possibilidades, traiu o pai, colaborou com o inimigo, denunciou os companheiros e converteu-se ao cristianismo. Após dez anos de bons serviços prestados como agente duplo do Shin Bet, o serviço secreto militar de Israel, hoje Mosab Yousef vive na Califórnia, nos Estados Unidos, onde divide o seu tempo entre o surfe e os cultos em uma igreja evangélica de San Diego. Em entrevista concedida a VEJA por telefone, ele definiu o Corão como “um livro doente que deveria ser banido das escolas, das bibliotecas, das mesquitas”. Em sua biografia, Filho do Hamas (Sextante), lançado no Brasil na semana passada, a vocação de Yousef para fazer proselitismo religioso ganha, felizmente, menos espaço do que as histórias de espionagem e traição que envolvem sua trajetória.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A desilusão com o Islã e com o Hamas começou no período em que Yousef esteve preso em Megiddo, uma penitenciária israelense a 5 quilômetros da fronteira com a Cisjordânia. Detido por porte de armas em 1996, quando tinha 18 anos, Yousef permaneceu em uma área exclusiva para integrantes do Hamas. Durante os dezoito meses em que esteve preso, testemunhou membros do grupo torturando os próprios colegas. Qualquer um que demorasse um pouco mais no banho ou tivesse um sotaque diferente podia ser acusado de agente duplo e receber uma punição.

Os terroristas enfiavam agulhas sob as unhas dos suspeitos e derretiam embalagens plásticas para queimar sua pele. Para não deixar que os gritos das vítimas chamassem a atenção dos guardas israelenses, ligavam a televisão no volume máximo. “Era um grau de brutalidade que nem mesmo os israelenses tinham conosco”, diz Yousef. Depois de ser libertado, ele encontrou um jovem estrangeiro que lhe apresentou os dogmas evangélicos. Começou, então, a ter aulas noturnas de religião em uma escola católica de Ramallah, na Cisjordânia. O processo de conversão ocorreu às escondidas e durou seis anos. Já na prisão Yousef fora convidado a colaborar com o Shin Bet. Ele acredita que seus colegas palestinos nunca desconfiaram de sua vida dupla simplesmente por ser o filho de quem era: um dos mais influentes líderes do Hamas. O parentesco dava ao jovem acesso à elite política palestina, como Yasser Arafat, e aos bastidores dos planos terroristas de grupos como o Hamas e a Brigada dos Mártires de Al Aqsa, ligada ao partido secular Fatah.

Foi graças a informações passadas por Yousef que alguns dos homens mais perigosos dos territórios ocupados puderam ser presos. Em 2001, Yousef telefonou de seu carro para o Shin Bet e deu as coordenadas para a localização do veículo em que se encontrava Muhaned Abu Halawa, um traficante de armas de 23 anos procurado por dar apoio logístico aos atentados da Brigada dos Mártires de Al Aqsa. Em seguida, do alto de uma colina, um tanque israelense fez disparos precisos em direção ao carro de Halawa, estacionado em uma rua de Ramallah. “Um dos projéteis atravessou o para-brisa, mas Halawa deve ter percebido o ataque, porque abriu a porta a tempo e pulou para fora, em chamas”, diz Yousef, que se encontrava a poucos metros do alvo.

O informante, acompanhado do pai, ainda visitou o terrorista chamuscado no hospital. Meses depois, os israelenses eliminaram Halawa com mísseis lançados de dois helicópteros, dessa vez sem a ajuda de Yousef. “Posso dizer que, durante toda a minha colaboração com o Shin Bet, sempre me preocupei em apenas participar de operações que não atentassem contra a vida humana”, diz o ex-agente duplo.

Nem sempre esse princípio funcionou. Em 2002, Yousef recebeu cinco homens pedindo ajuda em sua casa, em Ramallah. Eles estavam com um automóvel cheio de explosivos e precisavam de um lugar seguro para se esconder antes de realizar um atentado em Israel. Yousef deu dinheiro a eles e recomendou que encontrassem um hotel nas proximidades. Em seguida, ligou para o Shin Bet, que, discretamente, recolheu o carro-bomba. O informante palestino pediu para poupar os militantes. A condição foi aceita. Durante a noite, os militares israelenses invadiram o quarto dos terroristas para prendê-los. Um deles tentou escapar pela janela, mas foi abatido a tiros antes de alcançar a rua. Yousef garante que nunca colaborou com os israelenses por dinheiro.

Em pelo menos três ocasiões, contudo, ele recebeu uma espécie de ajuda de custo de Tel-Aviv. Em uma delas, ganhou algumas centenas de dólares para “comprar algumas roupas, cuidar de mim mesmo e curtir a vida”, como ele descreve no livro. Em 2005, seu pai, Hassan Yousef, estava sendo procurado pelos israelenses, e ele resolveu ajudá-lo, escondendo-o. Yousef, o filho, enfrentava um dilema: se continuasse escondido com o pai, poderia ser morto junto com ele; se o delatasse, temia que sua identidade como informante fosse descoberta pelo Hamas. Resolveu telefonar para o Shin Bet, pedindo para ser preso junto com o pai. O líder do Hamas está até hoje na cadeia. Seu filho ficou apenas três meses preso. Na sua avaliação, o pai, por ser da ala política do Hamas, não pode ser considerado um terrorista. Ainda assim, Mosab Yousef acha que fez a coisa certa.

Fonte: Veja / Gospel+

CGADB afirma que renúncia de Silas Malafaia não está no estatuto do congresso

O secretário adjunto da Convenção Geral das Assembléias de Deus (CGADB), pastor Ciro Melo, disse que uma convenção jurídica avaliará até a próxima semana qual caminho deverá tomar sobre a renúncia do pastor Silas Malafaia que foi anunciada no último sábado, dia 15, em seu programa de TV na Rede Bandeirantes de Televisão.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

De acordo com Ciro, a ação não está prevista em estatuto que deverá discutir o melhor caminho para suprir a vaga antes assumida por Silas Malafaia. Insatisfeito, o pastor carioca abriu mão do cargo, após receber mais de seis mil votos. Na TV, Silas argumentou que a partir de agora seguiria sua visão e que a CGADB é não é uma convenção de igrejas e sim de pastores. “Para ser Assembleia de Deus não precisa estar ligado à convenção nenhuma. Há coisas que a gente não programa, eu nunca achei que seria pastor de igreja”, frisou.

O pastor Mello esclareceu ainda que Silas Malafaia, apesar do anúncio na TV, ainda não apresentou documentos de renúncia e que a entidade não emitirá comunicado oficial sobre o desligamento de pastor da Igreja AD Vitória em Cristo.

G NOTICIAS

Denúncia afirma que líderes da Igreja Universal embolsaram R$200 mil de roubo a banco


O Ministério Público investiga os líderes da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo Bezerra e Romualdo Panceiro, por suspeita de receber R$ 200 mil procedentes de um roubo a banco. A Igreja nega as denúncias.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Segundo as investigações, há indícios de que o dinheiro seja parte dos R$ 164 milhões furtados do Banco Central de Fortaleza, em agosto de 2005. A Polícia Federal recuperou só R$ 12 milhões e indiciou 96 pessoas pelo crime. Entre elas, um homem preso por estelionato e lavagem de dinheiro e que é investigado pela possibilidade de ser o doador ilegal à Universal.

A denúncia foi feita ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) pelo lavador de carros Edilson Cesário Vieira, ex-fiel que diz ter presenciado a entrega em dezembro de 2006.

A doação, segundo a denúncia, ocorreu em uma sala de reuniões no 4º andar do templo central da igreja em São Paulo, na Avenida João Dias, em Santo Amaro, na Zona Sul da capital.

Segundo Edilson Vieira, um homem conhecido como Alexandre, frequentador da igreja, procurou Edir Macedo na noite de uma segunda-feira para entregar R$ 200 mil que havia adquirido de “um roubo ao Banco do Brasil”, porque queria “se redimir pelo crime”.

“O bispo Romualdo mandou um carro blindado pegar o dinheiro na casa do Alexandre, em Ermelino Matarazzo. Duas horas depois, chegaram com duas pastas pretas. O Alexandre jogou o dinheiro na mesa, ainda com lacre”, descreveu o ex-fiel. Ele fez a denúncia porque diz ter sido usado pelos líderes da igreja como “laranja” em lavagens de dinheiro, adquirindo uma dívida de R$ 380 milhões em nome da Universal. A igreja responde atualmente a 64 processos na Justiça paulista.

“O Edir Macedo mandou o Alexandre se ajoelhar e rezar, gritando que todos deviam fazer como ele”, conta Edilson Vieira. “Dinheiro a gente recebe, não importa de onde vem”, teria dito o dirigente da Universal, segundo o relato ao Gaeco.

Apesar de dizer que foi amigo dos bispos e frequentador da igreja entre 1997 e 2006, o lavador afirma desconhecer o destino dado à quantia. Ele diz, contudo, ter ouvido Edir Macedo referir-se a “uma remessa grande de dinheiro ao exterior”.

Fonte: Diário de São Paulo / Gospel+
Via: Creio