sábado, 3 de abril de 2010

VÍDEO DO DIA - DEUS ABENÇOE

Meninos da Vila se defendem de preconceito religioso


Santos, SP – Os “Meninos da Vila” deram uma enorme pisada de bola, na quinta-feira, quando a delegação passou numa entidade espírita, de Santos, O Lar Espírita Mensageiros da Luz, que cuida de crianças com paralisia cerebral. Apenas alguns jogadores entraram para a entrega dos “Ovos de Páscoa”, gerando mal estar e dando a impressão de que seria uma atitude preconceituosa religiosa. A maioria dos jogadores santistas é evangélica.
A Imprensa, que acompanhava a visita, não poupou críticas ao ato. À tarde, no programa de José Luis Datena, na TV Bandeirantes, alguns jogadores se retrataram – Paulo Henrique Ganso e Neymar ao vivo e Robinho, por telefone.
“Nós pedimos perdão pela nossa falha e vamos voltar lá”, avisou Paulo Ganso, visivelmente chateado. O mesmo parecia o garoto Neymar. “Nós erramos, mas vamos corrigir isso. Estou aqui pedindo desculpas”. E confirmou ter sido aconselhado por seus pais de reconhecer o erro publicamente.

Robinho "explica"
Para Robinho, “tudo foi um grande mal entendido e nenhum tipo de preconceito”. Ele reconheceu a opção religiosa e não se mostrou arrependido por sua atitude, defendendo a posição de cada um.
Robinho acha que faltou mais informações para os jogadores, que não sabiam que poderiam ou deveriam entrar na entidade, onde eram ansiosamente aguardados pelas crianças e acompanhados pela Imprensa que acompanha o dia-a-dia do clube.

O repórter da TV Bandeirantes, Luis Ceará, não concordou com as explicações de Robinho.

"Eu estava lá e os jogadores não desceram do ônibus porque não quiseram, agora não adianta ficar enrolando. Eu acho você, Robinho, um baita cara, mas dessa vez fisou na bola e feio. Muitas das pessoas que trabalham nesta casa espírita são evangélicos", confirmou o experiente repórter.

Roberto Brum ausente
Os jogadores também defenderam o volante Roberto Brum, que lidera um grupo de atletas evangélicos, e que não participou da visita. Mas ele não estava no ônibus e não teria incitado os demais a descer do veículo.
O fato, porém, gerou um mal-estar geral que só poderá ser desfeito com uma nova visita dos "Meninos da Vila" à entidade.
Apenas 11 atletas jogadores participaram da ação beneficente. Felipe, Wladimir, Edu Dracena, Zé Eduardo, Arouca, Pará, Gil, Maikon Leite, Breitner, Zezinho e Wesley foram os responsáveis pela entrega dos ovos. O técnico Dorival Júnior e alguns diretores também estiveram presentes.

AFI/Notícias Cristãs

Especialista faz balanço de A História de Ester


A minissérie A História de Ester (Record), que terminou na noite da última quarta (31), contou a trajetória da Rainha Ester, que salvou o povo judeu da morte. Com uma audiência de 12 pontos na média de todos os episódios, garantiu o segundo lugar na audiência.
O R7 conversou com o pesquisador de teledramaturgia da USP (Universidade de São Paulo) Claudino Mayer, que fez uma breve avaliação de como a emissora se saiu nessa produção.
Para o pesquisador, a minissérie teve um bom resultado na audiência por causa do ritmo em que a história é contada. Ele diz também que a trama conseguiu prendeu os telespectadores porque era boa e foi bem contada.
- A série foi bastante interessante, com um ritmo acelerado que deixava um gancho em cada capitulo e prendia o público.
Mayer também ressaltou que o clima de tensão das cenas aguçava a curiosidade do público, que esperava o desfecho do capítulo seguinte. Isso, segundo ele, é o formato que melhor funciona, "o bom e velho folhetim".
Outro ponto que acaba chamando atenção na produção é se a história foi fiel ao que está escrito na Bíblia, mas o pesquisador comenta que isso é o menos importante. Geralmente, o autor não se preocupa em fazer um retrato de uma história, mesmo que tenha sido real. A ideia é montar uma história baseando-se no que já existe.
- Não importa se foi fiel à Bíblia. A história precisa se adaptar ao veículo em que será transmitida. O autor tem plena liberdade para isso.
Por outro lado, Claudino apontou que a minissérie utilizou a linguagem teatral, um artifício muito usado na TV de vanguarda, na década de 60, por exemplo. De acordo com ele, isso foi um dos pontos negativos da trama.
Mesmo assim, ele afirma que o resultado final da produção é positivo e destaca a atuação do ator Ewerton de Castro, que interpretou o judeu Mordecai, primo de Ester.
- O grande destaque foi o Ewerton de Castro. Na minha opinião, ele vestiu mesmo o personagem bíblico e deu ritmo à história.

R7/Notícias Cristãs

Católicos e evangélicos divergem na comemoração da Semana Santa

A Semana Santa é o feriado mais importante do calendário cristão. O feriado santo é carregado de simbologias e significados que são interpretados de maneiras diferentes por católicos e protestantes.
De acordo com o diácono Nelson Alves, da Assembléia de Deus Missões, para os protestantes a semana santa significa saída do pecado e a libertação. “Nos cultos durante a semana santa relembramos a ressurreição de Jesus cristo que se sacrificou na cruz para salvar o mundo do pecado, para nós Cristo não morreu, ressuscitou e vive eternamente, é nisso que acreditamos”.
Outra diferença está na alimentação. Os evangélicos comem carne vermelha nos dias santos, enquanto na tradição católica a orientação é para comer pratos a base peixe, pelo fato do peixe ser considerado um alimento puro e já ter sido símbolo do cristianismo.
Nelson Alves explica que a ingestão de carne vermelha pelos evangélicos no período da semana santa se justifica em um fato histórico. “No livro bíblico de Êxodos capítulo 12, Jesus orienta os servos aprisionados no Egito que comam carne de cordeiro assado”, exemplifica.
Segundo a estudante Amanda Vilela, durante a semana santa os católicos procuram compensar o sofrimento de Jesus. “Na semana santa fui orientada pela minha família e até mesmo na época das aulas de catecismo a ficar um dia de jejum, orar e compensar o sacrifício que cristo fez por nós ao sacrificar-se, que é deixar de comer a carne vermelha no período da semana santa que simboliza para os católicos o sofrimento de Jesus, a semana santa para os católicos é um momento de penintência”.

Canal 13/Notícias Cristãs

Marinha abre 357 vagas para cargo de primeiro tenente

É preciso ter nível superior. Há vagas para engenheiros e área da saúde, entre outros.
A Marinha do Brasil lançou concurso para 357 vagas de nível superior para o cargo de primeiro tenente nos quadros de engenharia, saúde, capelães navais, técnico de oficiais e áreas complementares do órgão (leia aqui os editais).

Engenheiros
Para o corpo de engenheiros são 96 vagas para as áreas cartográfica, civil, de materiais, de produção, sistemas de computação, de telecomunicações, elétrica, eletrônica, mecânica, naval e química. As provas para esses cargos acontecerão nos dias 12 e 13 de junho.

Saúde
Para o corpo de saúde são 91 vagas, sendo 66 para médicos de diversas especialidades, 13 para cirurgiões dentistas e 12 em profissões de apoio (enfermagem, farmácia, fisioterapia, nutrição e psicologia). A prova está marcada para o dia 1º de agosto.

Capelões navais
Para o quadro de capelões navais do corpo auxiliar são duas vagas, uma para sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana uma para pastor da Igreja Assembleia de Deus. A prova está marcada para o dia 12 de junho.

Quadro técnico
Para o quadro de técnico de oficiais da marinha são 26 vagas nas áreas de comunicação social, direito, educação física, informática, oceanografia, pedagogia, psicologia, serviço social, segurança do tráfego aquaviário. A prova está marcada para o dia 4 de julho.

Quadros complementares
Para os quadros complementares são 142 vagas para as áreas de ciências náuticas (máquinas e náutica), engenharia mecânica, engenharia elétrica (ênfase em telecomunicações), engenharia eletrônica, administração, ciências contábeis e economia. As provas estão marcadas para o dia 4 de julho.

Inscrições
As inscrições devem ser feitas de 12 a 26 de abril, com exceção das vagas para o quadro de saúde, pelo site www.ensino.mar.mil.br, no link "Concursos". Para o quadro de saúde as inscrições devem ser feitas de 27 de abril a 17 de maio.
As inscrições também poderão ser feitas nos postos de inscrições relacionados no anexo I dos editais (leia aqui), no mesmo período das inscrições pela internet, nos dias úteis, das 8h30 às 16h30. A taxa é de R$ 62.
O processo seletivo é constituído de seleção inicial, Curso de Formação de Oficiais (composto período de adaptação, verificação de documentos, verificação de dados biográficos, fase final e o curso propriamente dito) e Estágio de Aplicação. O curso e o estágio, juntos, terão a duração de 39 semanas.
A seleção inicial terá prova escrita de conhecimentos profissionais, prova de expressão escrita, seleção psicofísica, teste de suficiência física, verificação de dados biográficos e exame psicológico.

G1/Notícias Cristãs

Jogadores do Prudente distribuem chocolates para crianças

Tadeu e Paulo César estiveram na Associação Betesda “Bola no Pé Bíblia Na Mão”.
Nesta quinta-feira dois jogadores do Grêmio Prudente deram um exemplo de solidariedade. Paulo César e Tadeu estiveram na Associação Betesda “Bola no Pé Bíblia na mão” e distribuíram chocolates para as crianças da instituição em homenagem à Páscoa.
Os jogadores comentaram sobre a atitude e se emocionaram. O atacante Tadeu, que faz aniversário nesta quinta-feira, lembrou da sua infância. “É uma alegria para nós poder proporcionar este momento para estas crianças. Quando era pequeno muitas vezes não ganhei um chocolate porque não tinha condições”, disse o jogador.
Paulo César conversou bastante com as crianças e deu conselhos a elas. “Aproveitem a chance que vocês estão tendo aqui na Associação. Deem valor a tudo isso. Quando éramos criança não tivemos esta oportunidade. Estudem, pratiquem esportes e valorizem seus pais”, afirmou o lateral.
O presidente da entidade, Guilherme José Simões da Siqueira, falou da atitude dos jogadores e agradeceu o carinho de ambos. “Para nós é um orgulho receber vocês. Agradecemos a Deus pela oportunidade e desejamos que Ele os abençoe por estar proporcionando esta alegria para as crianças”, disse o mandatário.
Além do chocolate, os jogadores distribuíram refrigerantes, cachorro quente e algodão doce para as crianças, que na instituição fazem atividades esportivas, reforço escolar, aulas de informática, entre outras coisas.

Fanáticos por Futebol/Notícias Cristãs

Datafolha: 59% dos brasileiros creem em evolução guiada por Deus

A maior parte dos brasileiros acredita que o ser humano é fruto de uma evolução guiada por Deus, segundo pesquisa Datafolha publicada no jornal Folha de S.Paulo nesta sexta-feira. De acordo com a pesquisa, 59% acreditam nessa tese, contra 25% que acreditam no criacionismo (tese que afirma que o homem foi criado por Deus há menos de 10 mil anos) e 8% de evolucionistas (que não acreditam em interferência divina na criação do homem). A pesquisa entrevistou 4.158 pessoas com mais de 16 anos, com margem de erro de 2%.
De acordo com a pesquisa, a crença na criacionismo é maior entre os entrevistados com menor renda e escolaridade. O número de evolucionistas, que acreditam apenas na teoria da evolução proposta por Charles Darwin, aumenta na proporção inversa, sendo maior entre aqueles com maior renda e escolaridade. De acordo com o jornal, os dados são próximos àqueles adquiridas nas nações europeias, pois uma pesquisa de 2005 do instituto Eurobarômetro mostra que o número de criacionistas é próximo dos 20%. Nos Estados Unidos, uma pesquisa apurada pelo instituto Gallup e citada pelo jornal mostra que o número de criacionistas puros é de 44%, enquanto os que acreditam em uma evolução guiada por Deus são 36% e os evolucionistas são 14%. A adesão ao criacionismo bíblico é maior entre os umbandistas (33% e evangélicos pentecostais (30%), de acordo com a pesquisa, ainda que o número de devotos das religiões que pregam essa teoria não passe de 25%, segundo o jornal.

Folha Notícias Cristãs

Um em cada 4 brasileiros crê em Adão e Eva

Um de cada quatro brasileiros acredita em algo parecido com o mito de Adão e Eva. Para eles, o homem foi criado por Deus há menos de 10 mil anos. Esse dado consta da primeira pesquisa Datafolha que investigou as convicções da população sobre a origem e o desenvolvimento da espécie humana.
A maioria das pessoas crê em Deus e Darwin. Para 59%, o ser humano é o resultado de milhões de anos de evolução, mas em processo guiado por um ente supremo. Apenas 8% consideram que a evolução ocorre sem interferência divina.
A crença no mito de Adão e Eva despenca à medida que aumentam renda e escolaridade. Quando se acrescentam dinheiro e instrução, a proporção dos darwinistas puros mais do que dobra do menor para o maior estrato. Entre os que acatam a evolução sob gerência divina, o aumento é mais modesto: fica entre 15% (renda) e 20% (escolaridade).
O Datafolha ouviu 4.158 pessoas com mais de 16 anos. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.
Os 25% de criacionistas da Terra jovem (que atribuem menos de 10 mil anos a nosso planeta de 4,6 bilhões de anos) surpreendem porque o fundamentalismo bíblico, em que as Escrituras são interpretadas literalmente, não faz parte das tradições religiosas do Brasil.
A Igreja Católica, ainda a mais influente no país, jamais condenou a evolução. Pelo contrário até, o Vaticano vem já há algumas décadas flertando discretamente com o autor de "Origem das Espécies".
Em 1950, o papa Pio 12, na encíclica "Humani generis", classificou o darwinismo como "hipótese séria" e afirmou que a igreja não deveria rejeitá-la, embora tenha advertido para o mau uso que os comunistas poderiam fazer dessa teoria. Em 1996 foi a vez de João Paulo 2º declarar que a evolução era "mais do que uma hipótese".
Também entre evangélicos, a literalidade do Gênesis, o livro da Bíblia que relata a criação do mundo e do homem, está longe de unânime. Na verdade, só algumas poucas denominações como adventistas e Testemunhas de Jeová pregam abertamente contra a evolução.
Boa parte das demais se limita a apontar "problemas" no neodarwinismo, tentando reservar algum espaço para Deus, que pode ter papel mais ou menos ativo. Ele pode ser desde o demiurgo, que se limitou a criar o mundo com todas as suas leis (incluindo a seleção natural), e retirou-se até o "Deus ex machina" que interfere o tempo todo, projetando bichos, atendendo a preces etc.
Em tese, qualquer uma dessas posições se encaixa na afirmação de que Deus e evolução atuam juntos. Ela funciona como um guarda-sol que abriga desde católicos estritos a deístas, passando por entusiastas do "design inteligente", que nada mais é do que criacionismo com pretensões científicas.

Teologia intuitiva
Como os adeptos de religiões que defendem a literalidade do Gênesis não chegam nem perto de 25% da população, é forçoso reconhecer que a boa parte das pessoas que abraçaram a hipótese de Adão e Eva o fez seguindo suas próprias intuições, sem prestar muita atenção ao que afirmam suas respectivas lideranças espirituais.
Essa impressão é reforçada quando se considera que a adesão ao criacionismo bíblico se distribui de forma generosa entre todos os credos. Umbandistas (33%) e evangélicos pentecostais (30%) ficam um pouco acima da média nacional, mas católicos comparecem com 24% e evangélicos não pentecostais, com 25%.

Outros países
Uma nota curiosa vai para os que se declaram ateus. Entre eles, 7% também se classificam como criacionistas da Terra jovem e 23% como partidários da evolução comandada por Deus.
Os resultados obtidos no Brasil contrastam com os colhidos nos EUA, mas se aproximam com os de nações europeias. Entre os norte-americanos, a proporção de criacionistas bíblicos chega a 44%. Os evolucionistas com Deus são 36%, e os neodarwinistas puros, 14%. Esses números foram apurados em 2008 pelo Gallup, numa pesquisa que vem sendo aplicada naquele país desde 1982 e que serviu de modelo para a sondagem do Datafolha.
Em relação à Europa, o Brasil se encontra mais ou menos na média. De acordo com uma pesquisa de 2005 do Eurobarômetro, que aferiu o número de pessoas que rejeita a evolução, os criacionistas por ali variam de 7% (Islândia) a 51% (na islâmica Turquia), com a maioria dos países apresentando algum número na casa dos 20%.

Folha/Notícias Cristãs

Líderes e fiéis tentam alimentar a fé na web


"Deveria haver um equilíbrio entre avanços materiais e espirituais, um equilíbrio obtido por meio de princípios baseados no amor e compaixão." Reflexão ou pregação, essas palavras, escritas pelo Dalai Lama na última sexta-feira, podem ter alcançado instantaneamente 200.000 pessoas - 209.356, na verdade, número de seguidores do perfil do líder espiritual do Tibete no Twitter àquela altura.
A fé persiste apesar dos avanços tecnológicos e científico.
Budistas ou cristãos, judeus ou muçulmanos, praticantes de várias religiões abraçaram a rede. Confira no quadro abaixo depoimentos de líderes e fiéis sobre o assunto.
Eles tentam ampliar os caminhos da fé utilizando ferramentas como YouTube, Orkut e Facebook. E a pregação eletrônica suscita também discussões e dúvidas em relação ao credo.
Em 2009, o Vaticano lançou seu canal próprio no YouTube, que desde então divulga atividades da Igreja Católica. O conteúdo se concentra nos discursos do Papa Bento XVI, em vídeos produzidos pela TV oficial do Vaticano. Embora ainda não tenha lá arrebanhado muitos simpatizantes, são cerca de 22.000, suas pregações já foram assistidas mais de 2 milhões de vezes. O curioso: quem coordena o serviço não é um jovem aficionado em tecnologia, mas sim uma freira sexagenária, a americana Judith Zoebelein. Ela foi responsável também pelo site do Vaticano - considerado um sucesso para o gênero, somando mais de 1 milhão de pageviews ao mês.
Os religiosos querem, é claro, arrebanhar fiéis. Contudo, antes da evangelização, é preciso algumas vezes ensiná-los a ler - ou melhor, utilizar as ferramentas da rede. Pastores da evangélica Westwinds Community Church, do estado americano de Michigan, investiram duas semanas ensinando integrantes de sua congregação a usar o Twitter. Todos levaram laptops, iPhones e BlackBerrys à oficina para aprender a criar perfis e a atualizá-los com suas próprias mensagens. Os fiéis, então, foram orientados e elaborar perguntas relativas aos sermões da igreja. Os pastores aceitaram até uma prática em tese temerária: a postagem durante o culto. Grandes telas foram instaladas nos locais de encontro, os tweets (textos publicados via Twitter) podem, inclusive, ser lidos por todos ali reunidos em tempo real.
Em outros locais, as igrejas tentam combater com a tecnologia os obstáculos à prática da fé. Para os religiosos declarados que não frequentam a igreja, por exemplo, a Northland Church, de Chicago, lançou um aplicativo para o iPhone que permite que os sermões de seus pastores cheguem aos telefones de seus seguidores. Se o fiel não vai à igreja.... o pastor vai até o fiel.

Veja/Notícias Cristãs

TV Católica em 3D


Avatares e Chapeleiros Malucos já estão fazendo suas apresentações para a audiência americana em 3D, e Shrek virá em breve. Agora, a rede de televisão nacional católica dos Estados Unidos está lançando padres na tecnologia.
A CatholicTV estreou programas em 3D, num esforço para atingir pessoas jovens, e fazer com que a mensagem de fé se torne mais vívida. A rede colocou muitos programas com a tecnologia na internet, lançou uma revista mensal com óculos adicionais e disse que vai transmitir alguns programas televisivos em 3D.
CatholicTV estreou programas em 3D, num esforço para atingir pessoas, e fazer com que a mensagem de fé se torne mais vívida.

Folha/Notícias Cristãs

Vaticano compara a antissemitismo pressões acerca de pedofilia na igreja


Declaração foi dada pelo pregador de Bento XVI em missa nesta sexta. Segundo Raniero Cantalamessa, analogia partiu de um amigo judeu.

O pregador oficial do papa Bento XVI comparou nesta sexta-feira (2) as acusações contra o pontífice e a igreja católica em casos de escândalos de pedofilia à “violência coletiva” sofrida pelos judeus.

As reações de grupos judaicos e vítimas de abuso sexual por parte de padres à comparação variaram do ceticismo à fúria.

A declaração do reverendo Raniero Cantalamessa foi dada durante a missa da Sexta Feira Santa, celebrada diante do papa, na Basílica de São Pedro. Cantalamessa, figura influente no Vaticano e único autorizado a pregar para o papa, afirmou que um amigo judeu lhe escreveu dizendo que as acusações se assemelhavam “aos aspectos mais vergonhosos do antissemitismo”.

Milhares de fiéis estavam na Praça São Pedro e viram a igreja católica se defender contra as acusações de que Bento XVI teria agido para acobertar casos de abuso sexual cometidos por padres.

A rara coincidência de datas entre a Páscoa Católica – que marca a ressurreição de Cristo – e a Páscoa Judaica – a travessia do povo judeu pelo deserto rumo à Terra Santa – teria incentivado Cantalamessa a refletir sobre o povo judeu, afirmou.

“Eles sabem por experiência própria o que significa ser vítima da violência coletiva, e também por causa disso eles sabem reconhecer rapidamente os sintomas recorrentes disso”, disse o assessor do papa.

Reações

Stephan Kramer, secretário geral do Conselho Central de Judeus da Alemanha, disse que as afirmações de Cantalamessa são de “uma insolência jamais vista”.

“É repulsivo, obsceno e sobretudo ofensivo a todas as vítimas de abuso, bem como a todas as vítimas do Holocausto”, declarou Kramer. “Até o momento eu nunca vi São Pedro pegar fogo, e também não houve explosões de violência contra padres católicos. Estou sem palavras. O Vaticano agora tenta transformar algozes em vítimas.”

O rabino Gary Greenebaum, diretor de relações inter-religiosas para o Comitê Americano-Judaico, se referiu aos comentários de Cantalamessa como “um uso infeliz de palavras”. “A violência coletiva contra os judeus resultou na morte de 6 milhões de pessoas, enquanto a violência coletiva citada por ele não levou a assassinatos nem destruição, mas talvez ataque ao caráter”, ponderou Greenebaum.

Citando a carta do amigo judeu, que não foi identificado por Cantalamessa, o padre afirmou que seu interlocutor estaria acompanhando “com indignação os ataques violentos e concêntricos contra a igreja, o papa e todos os fiéis do mundo inteiro”. “O uso de estereótipos, a transferência de responsabilidades pessoais à culpa coletiva me lembram os aspectos mais vergonhosos do antissemitismo”, Cantalamessa afirmou que seu amigo teria escrito.

Durante o sermão, ele se referiu aos abusos sexuais contra crianças cometidos por padres, alegando que “infelizmente, não poucos elementos do clérigo estão manchados” pela violência. Mas Cantalamessa afirmou que não gostaria de discutir os casos de pedofilia, já que “há discussões suficientes fora daqui”.

Peter Isely, diretor de uma associação de vítimas de abusos de padres com base em Milwaukee, nos EUA, classificou a analogia com o antissemitismo de “inconsequente e irresponsável”. “Eles estão sentados no palácio papal, experimentando um certo desconforto, e se comparam a estarem cercados como gado e enviados a Auschwitz?”, questionou. “Não pode ser sério.”

Bento XVI não falou depois da cerimônia, mas, em uma voz aparentemente cansada, conduziu orações. Ele se curvou para remover um pano vermelho que cobria um crucifixo, que foi passado a ele por um auxiliar. Tirou os sapatos, ajoelhou-se e rezou diante da cruz.

Onda internacional de protestos

Uma onda de escândalos, envolvendo acusaões de pedofilia contra padres, tem abalado a Igreja Católica em vários países da Europa, entre eles a Alemanha, terra natal do papa, assim como os Estados Unidos, onde foram denunciados milhares de casos na primeira década de 2000.

Na semana passada, o jornal “The New York Times” publicou reportagem que revelava que o futuro Papa Bento XVI havia acobertado abusos sexuais de um padre americano, acusado de ter abusado de 200 crianças surdas de uma escola do Wisconsin (norte dos Estados Unidos).

Em resposta à reportagem, o Vaticano saiu em defesa do Papa afirmando que ele só teve conhecimento dos fatos quando era tarde, quando o idoso sacerdote já estava muito doente.

Ainda nos Estados Unidos, um advogado apresentou em uma corte do Kentucky (centro-leste) uma petição para que o papa Bento XVI testemunhe sob juramento no âmbito dos processos contra os padres pedófilos.

Walsh disse que que “atualmente a credibilidade do Vaticano está abaixo de zero por tudo o que fizeram para encobrir tudo isso durante séculos e intimidar suas próprias vítimas. Queremos justiça e queremos a verdade”.

No último sábado, o cardeal de Westminster, Vincent Nichols, saiu em defesa do papa Bento XVI. Segundo ele, “ninguém fez tanto contra os abusos sexuais contra menores por parte dos sacerdotes do que o papa Bento XVI”.

Papa pede desculpas

Ainda na semana passada, após aceitar a renúncia do bispo irlandês John Magee, criticado pela maneira como lidou com escândalos de pedofilia que atingiram a igreja na República da Irlanda, o papa Bento XVI divulgou uma carta para ser lida nas missas de domingo, pedindo desculpas pelos abusos cometidos por membros da igreja no país.

Na carta enviada aos fieis na última sexta, o papa reconheceu que as vítimas e suas famílias se sentem traídas pela Igreja. “Vocês sofreram dolorosamente e eu verdadeiramente sinto muito”, disse Bento XVI, acrescentando que houve “erros sérios” entre bispos na forma como lidaram com as alegações de pedofilia.

Quanto a casos semelhantes em outros países, o papa disse que aqueles culpados de abusos devem “responder perante a Deus e aos tribunais propriamente constituídos pelas ações pecadoras e criminais que cometeram”.

Numa iniciativa da inédita da igreja co relação ao tema, Bento XIV afirmou ainda que espera que o momento “ajude no processo de arrependimento, cura e renovação” do clero.

Ainda assim, algumas vítimas acreditam que o papa deveria ter ido mais longe, esperando uma admissão de que o abuso foi acobertado.

Fonte: G1/OVERBO

EUA elaboram perfil de passageiros que entram no país através de raça e religião


Os Estados Unidos vão elaborar perfis dos passageiros que entram no país. Essa relação vai levar em conta a religião, raça, e, assim determinar quais pessoas pessoas vão passar pela triagem extra. O governo anunciou as medidas nesta sexta-feira, mas não disse que haveria um perfil tão refinado dos passageiros.

Um alto funcionário do governo em Washington afirmou que as características raciais e religiosas podem ser usada para escolher quais passageiros devem passar por controle mais abrangente. Porém, ele negou que o sistema implique em discriminação racial. Todos os voos que chegam aos Estados Unidos devem se sujeitar à regra, que vale tanto para estrangeiros quanto para americanos.

Fonte: ERZD/overbo

sexta-feira, 2 de abril de 2010

VÍDEO DO DIA - JESUS ESTÁ GERANDO A SUA VITÓRIA, OH GLÓRIAAAA

Padre embriagado é acusado de agredir paroquiano durante funeral na França

Burquinense de 46 anos foi preso em Toulouse.
Arcebispo afirmou que a atitude do padre foi 'atrevida e indigna'.
Um padre embriagado é acusado de ter dado um soco em um paroquiano que assistia a um funeral em uma igreja próxima a Toulouse (França), provocando a indignação da família e a consternação do arcebispo.
"O padre cambaleava e disseram a ele que não podia trabalhar em tais condições. Então, voltou ao seu automóvel. Como foi impedido de dirigir, saiu correndo e caiu. Um amigo de meu sobrinho quis ajudá-lo a se levantar, e o padre deu um soco na cara dele", afirmou Gerar Tillier, irmão da falecida.
"Um padre que bate em seus paroquianos é algo nunca visto, e que apareça bêbado, melhor nem falar", disse Tillier, escandalizado.
A família chamou as autoridades, que prenderam o padre, um burquinense de 46 anos.
Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, o arcebispo de Toulouse, Robert Le Gall, classificou a atitude do padre de "atrevida e claramente indigna na circunstância que envolve todos nós".
"O padre Bonaventure, apesar de ser respeitado e apreciado nas paróquias de Muret, se apresentou para um funeral em um estado incompatível com esse trabalho. Mais uma vez apresento minhas desculpas à família", declarou o arcebispo.

AFP/Notícias Cristãs

Igreja teve de ser demolida

om 12 quadras, o São Paulo é também um dos menores bairros de Ijuí. As mudanças atingirão um terço desse espaço, ou seja, 4 mil metros quadrados – o equivalente a quase meio campo de futebol. Para dar seguimento ao projeto de revitalização, parte da igreja da Assembleia de Deus foi demolida. A ação revoltou fiéis, que construíram o prédio há nove anos, com dinheiro arrecadado na comunidade.
Algumas paredes do templo continuam de pé. Mesmo assim, Clarisse da Silva, 51 anos, prefere não ir mais ao local. A tristeza não permite. Seu marido, Mariano da Silva, 54 anos, orgulha-se em dizer que colaborou com a construção. Mostra com dó o que sobrou das churrasqueiras, inauguradas no ano passado.
Agora, a comunidade frequenta cultos em um bairro próximo. Igreja e prefeitura estão negociando uma solução para o problema.

ZH/Notícias Cristãs

Cristãos devem apoiar Marina Silva, diz evangélico

Saudada como "nossa irmã Marina", a senadora Marina Silva (PV-AC) selou ontem o primeiro apoio de uma igreja evangélica na corrida presidencial. Em visita a Garanhuns (PE), ela foi recebida com festa num colégio presbiteriano, onde se reuniu com 20 pastores e fez um discurso de forte teor religioso.
Após o evento, o reverendo Silas Menezes, número dois da hierarquia da igreja, disse à Folha que os "cristãos sérios" devem apoiar sua candidatura ao Planalto.
"Ela é a candidata mais indicada para nos representar. A parte séria dos cristãos vai se inclinar para Marina", afirmou Menezes, vice-presidente do Supremo Concílio presbiteriano. "Ela terá mais votos do que as pesquisas dizem. Só precisa se tornar mais conhecida."
"Não devemos declarar apoio oficial, mas recomendamos que nossos fiéis olhem para os domésticos da fé", disse o pastor Marcos André Marques. Marina será convidada para um encontro com a cúpula da igreja nas próximas semanas.
Em 2002, a denominação sustentou a candidatura presidencial do ex-governador do Rio Anthony Garotinho, que é presbiteriano. A igreja contabiliza 1 milhão de fiéis no país e exerce forte influência sobre outros ramos evangélicos.
Marina se converteu à Assembleia de Deus há 13 anos e é a única evangélica na disputa para suceder o presidente Lula.
O bispo católico de Garanhuns, dom Fernando Guimarães, também foi convidado para o ato de ontem. No entanto, ele não discursou.
Marina reclamou de preconceito contra evangélicos: "Vejo pessoas tentando associar fé cristã a conservadorismo. Quem quiser ser dogmático e conservador não use a Bíblia como referência. Quem quiser ser machista ou discriminar, que o faça por sua conta".
Em outras ocasiões, ela já se queixou de uma suposta tentativa de rotulá-la como conservadora e defensora do criacionismo. Marina diverge do PV em questões sensíveis aos evangélicos, como descriminalização do aborto. Anteontem, prometeu não fazer uso político da religião. "Não vou usar o púlpito como palanque e não vou satanizar ninguém. O amor que Deus tem por mim, Ele tem por Dilma, Serra e Ciro."
Na cidade natal de Lula, a senadora deixou de lado as críticas para elogiar o presidente. "Quando vinha do aeroporto, pensei: "Puxa vida, aqui nasceu o menino Lula". Ele já foi uma criancinha e virou presidente. Para mim, é uma emoção muito grande estar aqui", discursou. À noite, Marina assistiu à encenação da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém (PE).

Folha/Notícias Cristãs

Igreja da Cientologia é acusada de incentivar agressões contra fiéis

RIO - Depois de a Igreja Católica ser alvo de denúncias de abusos sexuais e agressões contra centenas de fiéis, a polêmica Igreja da Cientologia também é acusada agora de acobertar e até incentivar práticas agressivas. Marty Rathbun, ex-membro da igreja conhecida por atrair celebridades nos Estados Unidos, disse em entrevista à CNN que costumava bater em outros membros da igreja. Ele diz, no entanto, que era pressionado pelo seu chefe, David Miscavige. Segundo Rathbun, que foi "inspetor-geral" da Cientologia, seus líderes estimulam uma cultura de violência. A igreja nega que Miscavige tenha cometido abusos ou incentivado as agressões.
As denúncias do ex-líder, que rompeu com a igreja em 2004, depois de 27 anos, são confirmadas por outros adeptos que deixaram a cientologia. Eles contam que Miscavige chutava, socava e sufocava integrantes da Sea Organization, uma ordem religiosa que lidera a Igreja da Cientologia. Fundada pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard em 1953, ela prega que os seres humanos são reencarnações de criaturas extra-terrestres e tem ou teve como adeptos atores como Tom Cruise, John Travolta, Juliette Lewis e Nicole Kidman.
Miscavige comanda a Igreja da Cientologia desde a morte de seu fundador, em 1986. De acordo com a igreja, seus únicos integrantes que cometeram abusos são dois dos que hoje acusam seu líder. O porta-voz da instituição, Tommy Davis, disse, segundo a CNN, que foram casos o ex-líder Rathbun foi afastado por ter cometido agressões. Dezenas de cientologistas também saíram em defesa de seu chefe.
- O senhor Miscavige é conhecido, e sempre foi desde o início, por limpar a casa - disse Davis. - Ele é alguém que garante que as pessoas que fazem coisas que não deveriam ser feitas são removidas.
Embora o chefe da Cientologia negue as acusações contra ele, fiéis dos dois lados da polêmica parecem concordar que agressões eram usadas periodicamente pelos seus líderes como forma de intimidação e garantia de disciplina, afirma a CNN. De acordo com Rathburn, o ex-porta-voz da igreja Mike Rinder assumia a responsabilidade pelas agressões.
Outros fiéis confirmam relatos do eex-líder. O próprio Rinder afirma que foi agredido pelo chefe cerca de 50 vezes. Jeff Hawkins, que foi responsável pelo marketing da igreja e se afastou em 2005, e Tom DeVocht, que deixou a instituição no mesmo ano, também acusam o chefe da Cientologia de agredi-los. Os três estão agora divorciados de suas ex-mulheres, que permanecem na Sea Organization e negam as denúncias, segundo a CNN.

Globo/Notícias Cristãs

Vaticano nega que celibato seja causa de casos de pedofilia


Cardeal alemão Walter Kasper defende celibato e nega que seja causa de centenas de casos de pedofilia na Igreja Católica.

O presidente do Conselho Pontifício para a Promoção dos Cristãos, o cardeal alemão Walter Kasper, declarou nesta segunda-feira que o celibato não tem relação com o escândalo de abuso sexual de crianças por padres na Igreja Católica da Europa e Estados Unidos. Há semanas, novos casos são revelados quase diariamente e chegam até mesmo a ameaçar a reputação do papa Bento 16.
A onda de escândalos de pedofilia que afeta a Igreja Católica da Irlanda, Holanda, Alemanha, Áustria, Espanha e Estados Unidos gerou um debate sobre as repercussões do celibato e da abstinência sexual nos sacerdotes, uma tradição milenar que o Vaticano defende de modo ferrenho.
"Todos os especialistas sustentam que a maioria dos abusos acontece dentro da família e não em meios religiosos", afirmou o cardeal alemão, um defensor do celibato, que para ele "não deve ser absolutamente abolido".
Kasper considera que abrir o debate sobre o celibato é "o abuso dos abusos e constitui uma instrumentalização dos casos de pedofilia". "O celibato é respeitado na Igreja desde antes de virar uma regra canônica no século 11", recordou Kasper.
"Não é um dogma, sim uma antiga tradição que conserva intacta sua razão e não é necessária revisar esta legislação, nem modificar as coisas", destacou.
"É inoportuno abrir o tema neste momento, envenenado pelas polêmicas e os escândalos pelos abusos sexuais cometidos por padres e religiosos", acrescentou.

Escândalo
Um escândalo sobre os acobertamentos de abusos sexuais de crianças por parte de padres foi revelado na Igreja Católica da Irlanda e atingiu o Vaticano com intensidade ainda maior que o escândalo semelhante que atingiu os Estados Unidos oito anos atrás.
Desta vez, o escândalo vem chegando perigosamente perto do próprio papa, na medida em que os grupos de vítimas disseram que querem saber como ele tratou desses casos antes de sua eleição a papa, em 2005.
Muitas alegações de acobertamentos de abusos sexuais envolvem Munique, na época em que o papa foi arcebispo da cidade, entre 1977 e 1981. Grupos de vítimas pedem ainda informações sobre as decisões tomadas pelo papa na época em que dirigiu o departamento doutrinal do Vaticano, entre 1981 e 2005.
Os casos de pedofilia atingiram ainda a Holanda, onde a Igreja Católica recebeu 1.100 denúncias de pessoas que afirmam ter sofrido abusos sexuais por parte de membros do clero entre os anos 50, 60 e 70.
Na Alemanha, as denúncias de pedofilia chegam a 120 e teriam ocorrido entre as décadas de 1970 e 1980 em escolas jesuítas locais. O caso envolveu até mesmo o sacerdote Georg Ratzinger, irmão do papa, que liderava os rapazes do coro da catedral de Regensburg. O sacerdote negou saber dos casos de abusos e foi inocentado pelo Vaticano.
Na semana passada, na Áustria, a imprensa local noticiou casos de abusos cometidos em dois institutos religiosos nas décadas de 1970 e 1980.
Na Espanha, o Vaticano disse saber de 14 casos de abuso sexual de crianças, que teriam ocorrido de janeiro de 2001 até março de 2010, na Igreja Católica da Espanha.
De acordo com a imprensa espanhola, entre as suspeitas há pelo menos dez sentenças já emitidas por tribunais civis e quatro processos abertos por abusos similares cometidos por religiosos antes de 2001. No total, são 25 sacerdotes e religiosos espanhóis implicados em pedofilia nos últimos 20 anos.
O jornal "The New York Times" informou nesta quinta-feira em seu site que as maiores autoridades do Vaticano, incluído o então cardeal Joseph Ratzinger, que anos mais tarde se tornaria o papa Bento 16, encobriram um sacerdote americano acusado de abusar sexualmente de 200 crianças surdas.
O jornal teve acesso a documentos que procedem do processo judicial aberta contra o reverendo Lawrence Murphy, que trabalhou durante mais de 20 anos, entre 1950 e 1974, em uma escola para crianças surdas do Estado americano de Wisconsin.
O Vaticano reconheceu ainda os abusos cometidos por dois monsenhores e um padre do município de Arapiraca, a 130 quilômetros de Maceió (AL), depois de terem sido acusados de pedofilia por alunos de um coro e por seus familiares.

Folha/Notícias Cristãs

Parkour – Entre vídeos, quedas e manobras, jovens evangelizam através desse novo esporte no Brasil


Jovens praticando esportes radicais você encontra em quase todos os lugares, mas o Parkour tenta ser totalmente diferente disso. Saindo do óbvio, o parkour não utiliza nenhum instrumento para ser radical, apenas a concentração, força e habilidade de seus praticantes, que correndo, pulando ou se equilibrando se divertem em qualquer lugar, já que além de ser uma prática com custo zero, o le parkour pode ser feito tanto em zonas urbanas como em áreas rurais, basta um pouco de coragem e alguns “pulinhos”.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O Gospel Parkour surgiu como um projeto evangelístico, atuando nas ruas e em eventos. O grupo é formado por jovens de diversas regiões do Brasil. O projeto começou em julho de 2009 com os tracers (praticantes) Samuel, Thiago Silva e Chamel que iniciaram o projeto e sua divulgação nas ruas. O esporte chama atenção de quem passa e vê os jovens treinando. Normalmente os treinos acontecem em locais públicos como praças, calçadas e parques. Uma das estratégias de evangelismo do grupo é aproximar-se dos expectadores e entregar-lhes um folheto evangelístico. Há muitos casos de jovens que se interessam pelo esporte e passam a participar dos treinos. Após algum tempo integrando o grupo, o jovem é convidado a ir à igreja.

“O Gospel Parkour divulga o esporte entre os cristãos e desmistifica o preconceito contra ele”, diz Samuel Maciel, líder do grupo. “Se você quer conhecer um pouco mais do projeto ou até mesmo agendar uma apresentação ou participar (o ministério Gospel Parkour não aceita somente pessoas que treinam parkour, mas aceita pessoas nos seus ministério internos como consolidação, divulgação e intercessão), entre em contato pelo e-mail: gospelparkour@hotmail.com“, avisa Samuel. O Parkour Gospel possui um site oficial onde interage com os outros praticantes do esporte. No Youtube o grupo tem um famoso canal, nele você pode ver vídeos de parkour.

Vídeo de Parkour Gospel



Apesar de ser feito por jovens, o Parkour Gospel não levado na brincadeira por seus membros, segundo Samuel é pelo fato de “porque do mesmo jeito que o diabo não brinca, nós não brincamos”.

Para que um jovem entre no ministério é precisa aceitar 10 tópicos e fazer de tudo para cumpri-los, segundo o site Parkour Gospel esses tópicos se baseiam em “santidade, consagração, testemunho de vida, obediência, temor a Deus, boa aparência, ir aos cultos, batismo nas águas, amor pelas almas e entregar o parkour para Deus”.

O Gospel Parkour possui integrandes e praticantes do esporte em diversos estados brasileiros e já está fora do Brasil. No total “são 54 jovens, todos com missão de evangelizar e adorar a Deus através do parkour”, segundo o idealizador do grupo que concluiu: “O Gospel Parkour se baseia no versículo de I Coríntios 10:31 ‘Portanto quer comais quer bebais ou façais outra qualquer coisa fazei tudo para a glória de Deus’”.

Fonte: Gospel+

Rayssa e Ravel assinam contrato com a Sony Music


A sony Music apostou no mercado gospel e criou um selo específico para este mercado musicas. Dentre suas contratações já reveladas estão Resgate e Renascer Praise. Hoje foi divulgado os novos contratados para o cast do selo gospel da sony Music: Rayssa e Ravel.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

A dupla de irmãos assinou contrato no dia 31 de março de 2010 na sede da gravadora no Rio de Janeiro – na ocasião estavam Sergio Bittencourt, vice-presidente A&R da Sony Music, de Mauricio Soares, diretor executivo do projeto gospel, Drª Cláudia Boechat, do departamento jurídico e os produtores musicais Zé Henrique e Marcelo Farias.

“Estamos muito felizes com esta oportunidade que Deus está nos concedendo de trabalhar numa empresa como a Sony Music. Cremos que nosso ministério será ainda muito mais divulgado no Brasil e com o apoio da gravadora iremos ampliar o alcance de nossas músicas” falou Rayssa, radiante. Ravel já antevê alguns passos a serem tomados: “Já nos próximos dias, voltaremos à gravadora para apresentar as canções que irão fazer parte do repertório do CD de estréia na Sony Music.” e “Como queremos lançar logo este trabalho, vamos finalizar o repertório nas próximas semanas e imediatamente iniciar a produção”.

O lançamento do primeiro CD de Rayssa e Ravel pela Sony Music é sondado para ser realizado durante a ExpoCristã, em setembro deste ano.

Sobre o estilo musical do novo CD, Ravel adianta: ““Estamos voltando às nossas raízes e neste CD teremos músicas no mais autêntico estilo pentecostal com muita influência da música sertaneja que é o nosso verdadeiro estilo. Em 2010 vamos investir na divulgação deste trabalho pela Sony e no ano que vem vamos gravar o nosso primeiro DVD em grande estilo. Vai ser bom demais!”

Fonte: Gospel+
Com informaçõesde Elisandra Amâncio, Assessoria de Imprensa Sony Music

Ana Paula Valadão profetiza queda da igreja católica e é criticada


Há duas semanas católicos de todo o país estão difamando a cantora Ana Paula Valadão Bessa. Em um show a cantora profetizou a queda da igreja Católica e expressou seu desejo de que padres e seminaristas se convertam. Ela também se referiu ao culto a Maria como “mariolatria”, por isso foi amplamente criticada por católicos via Orkut e twitter. A crítica refere-se à intolerância religiosa.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

Segundo o padre Joãozinho, em seu blog, a reação dos católicos foi impressionante. O padre afirmou que não está correto afirmar que ela profetiza a queda da igreja Católica. “Na verdade ela profetiza uma ‘onda de avivamento’. Fala de conversão de padres e seminaristas que publicamente confessarão os seus pecados. Esperamos que isso aconteça em todas as religiões e Igrejas do mundo, inclusive nas evangélicas. Nosso mundo precisa de paz. Ouvir as profecias que nos incomodam pode ser um bom começo para chegar um dia ao diálogo da unidade”, escreveu padre Joãozinho.

Esta não foi a primeira vez que Ana Paula cria polêmica entre os católicos. Em 2004, Ana Paula havia sido criticada pelo cantor católico Walmir Alencar porque as músicas do ministério Diante do Trono eram tocadas durante a eucaristia. Porém o cantor chegou a pedir perdão para Ana Paula. A cantora aceitou o pedido e declarou que nunca tinha feito menção ofensiva aos católicos, considerando-os como cristãos.

Em 2007 a cantora declarou que há mais convertidos católicos do que evangélicos. Nessa mesma época ela defendeu que imagens de madeira não são ídolos, podendo ser uma referência à Jesus.

Ela havia escrito em seu blog que o leão de madeira que deu ao seu pai “ministra só de olhar”. Porém este post foi apagado, gerando ainda mais polêmica. Com esta fala, católicos compreenderam que Ana Paula possivelmente idolatraria a imagem. Na época, católicos até chegaram a iniciar uma campanha de oração para que Ana Paula se convertesse ao catolicismo.

Em um blog católico foi postado em 2007: “Da Lagoinha para Roma o caminho é longo. É por isso que vamos ajudar os caminheiros – a caminheira – a realizar o desejo oculto de seus corações: conhecer a Deus pela revelação de mais de 2000 anos feita aos apóstolos, príncipes da Igreja de Cristo – que subsiste na Igreja Católica. (…) Publicamente não houve qualquer declaração de Ana Paula no que diz respeito a um suposto desejo de conversão ao catolicismo, mas nunca uma liderança protestante com prestígio semelhante ao da cantora ousou aproximar-se tanto dos católicos. Porque acreditamos que a conversão de Ana Paula Valadão tocaria na experiência cristã de muitos jovens protestantes, o nome dela foi escolhido para o início da campanha de oração por conversões de nossos irmãos separados”

Esse fato mostrou que ao mesmo tempo que católicos rezam pela conversão de Ana Paula, a cantora também ora para que líderes romanos se convertam.

Clique aqui e confira o vídeo que foi a fonta das polêmicas, em que Ana Paula Valadão profetiza a queda da igreja católica.

Fonte: Gospel+

Usuários do Twitter se unem para contar a morte e ressurreição de Jesus de uma forma diferente


A história da morte de Jesus está sendo contada pelo Twitter por meio de um jogo, que acontece em tempo real durante a semana que antecede a páscoa.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A última semana da vida de Jesus está sendo registrada aos poucos em 140 caracteres na Páscoa, que começou domingo passado no Twitter e Facebook. O jogo pode ser seguido em http://twitter.com/easterlive como se os eventos estivessem se desenrolando em tempo real neste ano.

A história é contada a partir da perspectiva de algumas pessoas que estavam em Jerusalém naquela semana de Páscoa. É o testemunho dos últimos dias antes da morte de Jesus na cruz. Centuriões, membros da alta corte judaica, peregrinos e os seguidores de Jesus são os personagens e contam sob seu ponto de vista a morte do Messias durante essa semana de páscoa. Para contar a história os personagens escrevem recados em 140 caracteres.

Os personagens também têm seus próprios perfis no Facebook. Seguidores podem interagir com o jogo no Twitter através de retweets ou discuti-lo na posição #EasterLIVE, ou no Facebook, respondendo aos posts.

O evento usa personagens da história da época de Jesus para dar uma nova perspectiva e ajudar os seguidores a se identificar com as experiências relatadas. Assim, as pessoas poderão ter conhecimento sobre os fatos que aconteceram durante a morte de Jesus. Cada personagem tem sido desenvolvido por um membro diferente do público – com e sem fé – que se identificam com o seu homólogo antigo.

Andrew Horton, diretor executivo de produção multimídia e diretor criativo do jogo, disse que “a Páscoa é uma poderosa história de escândalos, traição e tortura que cativou pessoas durante séculos. Porém, como há poucas pessoas freqüentando a igreja ultimamente, ninguém mais tem informação dessa história. A mídia social é uma oportunidade maravilhosa para reintroduzir as pessoas na história, escondida por trás do chocolate, coelhos e da televisão”.

O EasterLive (Páscoa Ao Vivo) é uma iniciativa do Cliff College, Creative Compartilhe e da Aliança Evangélica, como parte do movimento Biblefresh de igrejas e agências, que visa ajudar as pessoas a se envolver com a Bíblia.

Krish Kandiah, presidente da Biblefresh, disse que “esta é uma oportunidade para uma nova geração ouvir a história que tem fascinado as pessoas ao longo dos séculos. Esteja preparado para ser chocado, inspirado, surpreso e animado de ver como pessoas de fé e ateus entraram na história da morte e ressurreição de Jesus”.

O jogo gerou um questionamento, em que os seguidores do Facebook e Twitter foram convidados a responder à pergunta “O que a Páscoa significa para você?”

Para saber sobre esse jogo no Twitter e Facebook, acesse a página www.eauk.org/EasterLIVE, que também dispõe de um feed do jogo para pessoas que não estão no Facebook ou Twitter.

Traduzido pelo Gospel+ do Christian Today

Você pode também seguir o perfil do Gospel+ no Twitter. Se você ainda não tem uma conta no microblog, não perca tempo! www.twitter.com/gospelmais

Especialistas recriam ‘rosto de Jesus’ a partir da relíquia católica Santo Sudário

Rosto foi recriado em 3D por cientistas e especialistas em computação gráfica nos EUA.

Especialistas em computação gráfica usaram técnicas modernas de criação de imagens de 3D para recompor a imagem da face retratada no Santo Sudário, que muitos acreditam ser o rosto de Jesus Cristo.


A projeção tridimensional do rosto do Sudário. (Foto: History Channel/cortesia)

A experiência foi feita especialmente para o documentário de TV “The Real Face of Jesus?” (“O rosto real de Jesus?”), do History Channel, que vai ao ar no próximo sábado.

Os artistas tiveram acesso ao Santo Sudário, uma peça de linho que muitos católicos acreditam ter sido usada para cobrir o corpo de Jesus após a crucificação. Sua autenticidade é debatida há anos por cientistas. O tecido traz uma imagem fantasmagórica do corpo de um homem que foi crucificado.

O artista de computação gráfica Ray Downing, que participou do projeto, é o mesmo que recriou em 3D o rosto do ex-presidente americano Abraham Lincoln, usando mais de cem fotos.

De acordo com Downing e com John Jackson, físico da universidade americana do Colorado que estuda o Santo Sudário desde 1978, a relíquia é singular, pois ela contém dados em três dimensões sobre o corpo da pessoa que foi enterrada.

Isso acontece porque o Santo Sudário foi enrolado em todo o corpo, em vez de apenas cobrir a face.

“A presença de dados em três dimensões é bastante inesperada e também é única”, diz Downing. “É como se a imagem contivesse um manual de instruções sobre como se construir uma escultura.”

O Santo Sudário, que pertence ao Vaticano, fica guardado na Cappella della Sacra Sindone do Palácio Real de Turim, na Itália.

Entre os dias 10 de abril e 23 de maio, a Catedral de São João Batista, em Turim, fará uma rara exibição pública da relíquia, que, acredita-se, deve atrair milhões de pessoas.

O papa Bento XVI fará uma visita ao local no dia 2 de maio. A última exibição pública do Santo Sudário foi há dez anos.


Projeção virtual do corpo marcado no Sudário. (Foto: History Channel/cortesia)

Fonte: G1/OVERBO

Modelo condenada a chicotadas por ter bebido cerveja recebe perdão na Malásia

Sultão comutou a pena para três semanas de serviços comunitários. Condenação havia indignado defensores dos direitos humanos.

O sultão do estado malaio de Pahang comutou as chicotadas a que havia sido condenada uma modelo de 33 anos por ter bebido cerveja por três semanas de trabalho comunitário, anunciou o pai da ré.

Kartika Sari Dewi Shukarno, que tem dois filhos, foi condenada em agosto de 2009 a receber seis chicotadas e a pagar uma multa de 5.000 ringits (US$ 1.400), de acordo com a lei islâmica aplicada neste país muçulmano, considerado moderado.

A condenação, a primeira com castigo corporal para uma mulher, provocou a indignação das organizações de defesa dos direitos humanos.

O pai da modelo, Shukarno Mutalib, afirmou que o sultão do estado de Pahang, onde aconteceu o delito, informou a comutação da pena em uma carta enviada esta semana à família.

A modelo terá que cumprir o serviço comunitário em uma instituição infantil a partir de 2 de abril, destacou Shukarno.

O sultão é responsável pelos assuntos religiosos em cada estado malaio.

Kartika Sari Dewi Shukarno, que mora há 15 anos em Cingapura, foi detida temporariamente em julho de 2009 por ter sido vista bebendo cerveja na discoteca de um hotel, o que é proibido pela lei islâmica.


A modelo muçulmana Kartika Sari Dewi Shukarno durante entrevista em 22 de agosto de 2009 em Kuala Lumpur. (Foto: AFP)

Fonte: G1/OVERBO

Em missa, papa condena o aborto, mas não cita acusações de pedofilia no clero

Bento XVI iniciou as celebrações da Páscoa no Vaticano. Ele disse que aborto legalizado é ‘injustiça elevada ao grau de direito’.

O Papa Bento XVI deu início nesta quinta-feira (1º) às celebrações da Páscoa com uma condenação do aborto, mas sem abordar os escândalos de pedofilia na Igreja Católica que abalam vários países europeus, sobretudo a Alemanha, país natal do pontífice, assim como os Estados Unidos.

Durante uma misa na qual foram abençoados os óleos sagrados utilizados durante todo o ano, dedicada em particular à missão dos padres, o papa voltou a condenar o aborto.

“É importante para os cristãos não aceitar uma injustiça elevada ao grau de direito, por exemplo quando se trata do assassinato de crianças inocentes que ainda não nasceram”, declarou na homilia.

“Os cristãos, como bons cidadãos, respeitam o direito e fazem o que é justo e bom, mas se negam a fazer o que, nas disposições jurídicas em vigor, não é um direito, e sim uma injustiça”, destacou Bento XVI.

A nova condenação do papa ao aborto coincide na Itália com a chegada aos hospitais do país dos primeiros lotes da pílula abortiva RU486, que teve a comercialização autorizada em dezembro após um longo debate no Parlamento.

O novo presidente da região de Piamonte, Roberto Cota, um político de direita eleito na segunda-feira, aumentou a polêmica ao afirmar que é a favor da defesa da vida e que a pílula deve ficar nos estoques, sem distribuição em sua região.

Bento XVI pediu ainda aos cristãos que sejam pessoas de paz.

“Como sacerdotes, devemos ser homens de paz, devemos nos opor à violência e ter confiança no poder maior do amor”, afirmou.

Fonte: G1/OVERBO

quinta-feira, 1 de abril de 2010

VÍDEO DO DIA - JESUS ESTÁ PERTO DE TI, NÃO TEMAS!!!

Pai de marine morto deve ressarcir pastor que pregou contra gays nas Forças Armadas

WASHINGTON, EUA — O pai de um marine americano morto no Iraque em 2006 foi obrigado a pagar mais de 16.000 dólares de custos judiciais, num processo contra um pastor batista que realizou uma manifestação contra homossexuais nas Forças Armadas durante os funerais de seu filho, anunciou o advogado da família do militar nesta terça-feira.
No dia da cerimônia pela alma do jovem militar morto em combate, aos 20 anos, em Maryland (leste dos Estados Unidos), em 2006, o pregador Fred Phelps e integrantes de sua igreja organizaram uma barulhenta reunião a poucos passos.
Levavam cartazes com os dizeres "Matt no inferno", "A América está condenada" ou "Os pederatas sempre fiéis", em referência à divisa dos Marines "sempre fiéis".
Morador do Kansas (centro), o reverendo Phelps tem o hábito de se manifestar contra os gays durante funerais de militares, com a justificativa de que suas mortes estão diretamente ligadas à aceitação e à autorização da homossexualidade pelos Estados Unidos.
O pai do jovem militar, Albert Snyder, entrou com uma queixa na justiça contra o pastor, saindo vitorioso em primeira instância. Mas a decisão foi cassada em setembro por uma Corte Federal, estimando que a ação do reverendo Phelps estava garantida pela primeira emenda da Constituição, sobre a liberdade de expressão.
A mais alta jurisdição dos Estados Unidos deverá ouvir as partes no mês de outubro. Mas enquanto espera, o pastor "pode exigir o dinheiro a qualquer momento", lamentou o advogado, precisando que Snyder já desembolsou outros 20.000 dólares para financiar o recurso à Corte Suprema.
"No momento, está pedindo doações num site" dedicado ao jovem Matthew Snyder, contou.

AFP/Notícias Cristãs

Fernanda Brum, PG, Kleber Lucas, Eyshila estarão no Louvorzão 2010


No dia 2 de abril, sexta-feira, o Grupo MK de Comunicação realizará o Louvorzão 2010, grande evento de música gospel. O evento ocorrerá na Quinta da Boa Vista (RJ) e terá a presença de nomes de sucesso da música gospel como Fernanda Brum, PG, Kleber Lucas, Eyshila, Wilian Nascimento.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

O Grupo MK realiza eventos como este há 16 anos e sempre com muito sucesso – o Louvorzão 2009 reunião mais de 150 mil pessoas para adorar a Deus.

Quem for assistir este evento se deparará com músicas de diversos ritmos musicais diferentes, mas todas buscando louvar a Deus.

Confira a lista completa de atrações do Louvorzão 2010:

- Amigas
- Andrea Fontes
- Banda Giom
- Bruna Karla
- Cristina Mel
- Ellas
- Emerson Pinheiro
- Eyshila
- Fernanda Brum
- Filhos do Homem
- Henrique Cerqueira
- Jozyanne
- Kleber Lucas
- Léa Mendonça
- Liz Lanne
- Marina de Oliveira
- Ministério Mãshîah
- Ministério Sarando a Terra Ferida
- Novo Som
- Pamela
- PG
- Wilian Nascimento

Marque na sua agenda:

Louvorzão 2010

Local: Quinta da Boa Vista (RJ)
Endereço: Av. Pedro II e/ Almirante Baltazar y Dom Meinrado – São Cristóvão
Rio de Janeiro
Horário: 15h
Entrada Franca

Fonte: Gospel+
Com informações do Portal Elnet

Livres para Adorar, Tenda de Davi e Perpétua Aliança estarão em evento de auxílio ao Chile


No dia 27 de fevereiro de 2010 o Chile foi devastado por um terremoto de 8.8 graus na Escala Richter. Como uma reação para dar auxílio a este país, a Salles Produções e outras empresas decidiram realizar um evento cristão nos dias 30 de abril e 6 de maio.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

Neste evento estarão grandes nomes da música gospel, como “Livres para Adorar”, “Tenda de Davi”, “Perpétua Aliança”, “Ministério Ipiranga”, “Impacto Soul” e muitos outros.

O ingresso cutará R$ 5,00.

Marque na sua agenda:

Clamor pelo Chile – Evento para auxílio do Chile

Assembleia de Deus Catedral da Fé
Rua Francisco Rodrigues Lobo, 15
V.N. Cachoeirinha – São Paulo (SP)

Horário: 19h30

ais informações acesse o site www.sallesproducoes.com.br ou ligue para (11) 3869-7755.

Fonte: Gospel+
Com informações do Portal Creio

João Gordo, autor de vários ofensas contra a Igreja Universal, é contratado pela Record


O cara do punk. Quem olha para João Gordo tem essa como a primeira impressão, mas, com cinco minutos de conversa, é possível perceber que ele é totalmente diferente do rótulo de grosso e mal educado.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Ao lado de Marcos Mion e outros 12 artistas, João fará parte da nova atração da Record, o “Legendários”. “Quando o convite veio, não pensei duas vezes”, revelou. O apresentador, que ficou 12 anos na MTV, apostou no novo e promete boas risadas para quem irá assistir ao programa.

De acordo com Marcos Mion, diretor do programa, a contratação de João Gordo é, talvez, a mais improvável que a emissora fez até hoje. “Quando citei o nome dele para a diretoria da Record, eles ficaram cinco segundos me olhando, como quem diz ‘você ficou louco?’. Mas, quando contei o que havia pensado para ele dentro do programa, eles assinaram embaixo”, disse.

Sobre a proposta, o apresentador logo soltou: “Eu estava de saco cheio da MTV. Já estava lá há 12 anos e quis provar que eu posso ser alguém e fazer mais fora de lá”.

Apesar de falar da emissora com tom irônico e até com um pouco de frustração, João revelou que não tem mágoa. Pelo contrário, guarda momentos muito bons. “De mil coisas, cem foram ruins. Só tenho que agradecer por esse tempo”, disse. Polêmico, ele também revelou que aceitou trabalhar em TV aberta pelo lado financeiro. “Fui mais comercial. Vim para ganhar dinheiro”, soltou.

Questionado sobre a música que lançou na década de 1990, chamada “Igreja Universal”, ele respondeu: “Essa música virou um ícone, todo mundo canta e faz parte da minha vida. Mas o que eu penso sobre a igreja ou sobre a religião é algo irrelevante”, afirmou e ainda brincou: “Será que eu fiz mal em vir para a Record? Todo mundo achou que eu tinha virado crente!”

No “Legendários” João será uma espécie de “Fiscal do Povo”, que fala sobre corrupção, política e assuntos polêmicos. Além disso, aos sábados, dia em que o programa será exibido, ele participará via internet da própria casa, comentando as matérias e as atrações do programa.

O apresentador já deixou avisado: “Eles não vão economizar nos ‘pis’. Vou falar palavrão como sempre falei. Serei eu mesmo. Eles estão sabendo quem contrataram!”

Fonte: MSN / Gospel+
Via: Guia-me

Letra da música “Igreja Universal” da banda punk Ratos de Porão, composta por João Gordo:

Você acredita em deus, e nos seus milagres?
Em troca de dinheiro, ele te fará feliz!!!
Você chorou de emoção, em nome da verdade
Nas mãos de um charlatão, você é um imbecil!!!
Fanáticos, doentes de lavagem cerebral
Por trás dessa bondade existe sexo e poder,
Promessas do inferno da igreja universal.
Você está curado!!!
O pastor de seu deus está enganando você!
O pastor de seu deus está enganando você!
Aleluia irmão! Aleluia! Aleluia irmão! Aleluia!
O câncer que corrói a sua vida está no fim;
Depois de 20 anos ele voltou a andar;
O demônio foi expulso com a força do amor;
O CEGO AGRADECIDO NÃO PODIA ENXERGAR!!!!!
Histeria coletiva,
Farsa pentecostal,
Hipnose destrutiva,
Atitude anormal!!

GOSPEL MAIS