sábado, 6 de março de 2010

Igreja é condenada a pagar R$ 20 mil por sumiço de criança em berçário

Indenização foi fixada em 2ª instância; cabe recurso.
Criança de 3 anos foi levada da sede da instituição em MG.
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou uma igreja a pagar indenização de R$ 20 mil pelo sequestro de uma criança de 3 anos, no berçário mantido pela instituição em sua sede, em Belo Horizonte. O fato aconteceu em março de 2006. A decisão foi tomada em 2ª instância. Cabe recurso.
De acordo com o TJ, duas mulheres retiraram a criança do berçário sem dificuldade. Depois do culto, a mãe foi buscar a filha no local e não a encontrou. A criança foi localizada horas depois, graças à ajuda de uma fiel, que viu a menina ser levada e conhecia a suspeita. Integrantes da igreja acompanharam a mãe até o endereço indicado pela testemunha e encontraram a criança.
Segundo o desembargador Wagner Wilson, relator do processo, houve uma conduta omissiva por parte da igreja, que assumiu o dever de guarda sobre a menor ao disponibilizar o berçário. Em sua defesa, a igreja alegou que não teve culpa pelo sequestro e que tomou todas as providências necessárias para a solução do caso.
Em 1ª instância, a Justiça condenou a Igreja a pagar R$ 10 mil à menor por danos morais. A menor foi representada pelo pai no processo. Ambas as partes recorreram. A igreja pediu a reforma da decisão ou a diminuição do valor para R$ 5 mil, sob argumento de que a indenização promoveria enriquecimento ilícito da família da vítima. A família pediu o aumento da indenização.
Em 2ª instância, os desembargadores do TJMG concluíram que o fato de a criança não ter sofrido danos físicos e ter sido encontrada poucas horas após o evento, não anula o dano moral. A Justiça também considerou a igreja negligente e, portanto, determinou o valor de R$ 20 mil para a indenização.

G1/Notícias Cristãs

Ajoelhava-se na igreja e rezava antes de furtar

Um homem, de 40 anos, entrava nas igrejas com discrição, ajoelhava-se, fingia estar a rezar e aguardava o momento certo para furtar peças de arte sacra.
Ao todo, nos últimos três meses, o indivíduo terá conseguido furtar 23 peças religiosas, em assaltos que perpetrou a 16 igrejas na cidade de Lisboa. Foi detido anteontem pela Polícia Judiciária (PJ), depois de, no dia anterior, ter realizado mais um furto, desta feita, na Igreja de São Paulo, no centro da cidade.
Os assaltos eram levados a cabo durante o dia, aproveitando as alturas em que as igrejas se encontravam com menos fiéis e escolhendo também aquelas que não possuíam qualquer sistema de segurança. No entanto, ao que foi possível apurar, chegou também a furtar peças de arte sacra na mais vigiada Basílica da Estrela.
Fingindo ser devoto o suspeito esperava a ocasião ideal para se apoderar das peças sem ser visto e depois, rapidamente, colocava-as num saco que levava sempre consigo. A escolha das peças era aleatória, mas nos últimos assaltos tinha furtado imagens de vários cristos, retirando-os da cruz. Santos, coroas, cálices e objectos em prata foram algumas das peças furtadas e que, posteriormente, eram vendidas em lojas de antiguidades.
A Polícia Judiciária constituiu arguidos dois outros indivíduos, comerciantes, por suspeita da prática do crime de receptação. "Ao que tudo indica tinham conhecimento de que eram artigos furtados", explicou fonte da PJ.
O alegado autor dos furtos tinha já antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime e foi ontem presente a juiz.
Até ao momento a PJ já recuperou 22 das 23 peças furtadas.

JN/Notícias Cristãs

Imprensa polonesa questiona milagre atribuído a João Paulo II

Freira foi inexplicavelmente curada do Mal de Parkinson após rezar para papa; Vaticano rebate questionamento.
Processo de beatificação de João Paulo II pode ser concluído ainda neste ano.

CIDADE DO VATICANO - Um jornal polonês questionou nesta quinta-feira, 4, a veracidade do milagre atribuído a João Paulo II, ressaltando assim que o processo de beatificação do pontífice, em andamento no Vaticano, poderia sofrer atrasos, o que foi negado por autoridades da Santa Sé.
Os trâmites para a beatificação de Karol Wojtyla foram iniciados em 2005, um mês depois de sua morte. Uma das fases finais do processo é a assinatura do Decreto dos Milagres, para o qual foi escolhido o caso da freira francesa que inexplicavelmente foi curada do Mal de Parkinson após rezar por dois meses para João Paulo II.
De acordo com o jornal Rzeczpospolita, a religiosa teria "uma doença com sintomas semelhantes ao do Mal de Parkinson", diferentemente do que se afirma. "Trata-se do parkinsonismo, que é curável com medicamentos específicos, já o Mal de Parkinson não é curável", teria explicado o neurologista Grzegorz Opala, citado pela publicação.
Contudo, fontes do Vaticano desconstruíram tal hipótese, enfatizando que esta é uma informação "totalmente privada de fundamento".
Em dezembro do último ano, o papa Bento XVI assinou o Decreto das Virtudes de seu antecessor, o que o elevou ao título de "venerável". Esta fase é anterior à comprovação do milagre.
O processo, que fugiu à tradição ao ser iniciado logo após o falecimento do sumo pontífice, poderia ainda ser concluído rapidamente. Especula-se que a Santa Sé tenha a intenção de santificá-lo em outubro, no aniversário do início de seu pontificado.
João Paulo II foi eleito pontífice em 16 de outubro de 1978, após a repentina morte de João Paulo I. Ele permaneceu no posto por cerca de 27 anos, exercendo um dos maiores pontificados da Igreja Católica.

ANSA/notícias Cristãs

Igreja sugere teste na casa de fiel que diz ter imagem que chora mel em SP


Sugestão é a de lacrar a peça em caixa para tentar comprovar milagre.
Missionário diz aceitar que experiência seja realizada.
A Arquidiocese de São Paulo ainda não obteve autorização para realizar exames em uma pequena imagem de Jesus Cristo cuja dona, a aposentada Doralice da Silva Carvalho, de 67 anos, afirma que começou a verter mel em meados de fevereiro passado. A peça está pendurada na parede da casa dela, em Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, e tem despertado a curiosidade de muitos fiéis. A peça, segundo a dona, foi adquirida há um ano e meio em Sorocaba, a 93 km de São Paulo.
De acordo com o padre Juarez de Castro, secretário de Comunicação da arquidiocese, o procedimento nestes casos é o de submeter a peça a uma análise científica. A Igreja Católica, desta forma, não deverá se pronunciar sobre este assunto sem qualquer laudo em mãos.
“Em casos como esses, são três as linhas de investigação a serem seguidas: paranormalidade, sobrenaturalidade e fraude. Só se considera milagre se for confirmada uma intervenção divina. Ou seja, para a Igreja é milagre só se for algo sobrenatural”, diz o padre Juarez.
A dona da imagem
A dona da imagem, no entanto, não admite que a peça seja retirada da casa onde mora. O padre Juarez de Castro, diante da relutância da aposentada, sugeriu então que a imagem seja lacrada em uma caixa, para saber se esta continuaria a verter mel, mesmo isolada. A caixa permaneceria na residência de Doralice o tempo suficiente para a realização da experiência, segundo o padre Juarez.
O missionário Anderson Freitas, de 22 anos, “filho de coração” da aposentada, como a própria Doralice o definiu ao G1 anteriormente, concorda em realizar a experiência. “Eu nunca disse que não concordo com os exames. A Igreja que venha até a residência e realize os exames que considerar necessários. Podem montar um acampamento para acompanhar tudo”, afirmou.

Polêmica
Durante este processo de investigação, o padre Juarez de Castro informou ao G1 que recebeu o contato do frei Ednalro Silva Sales, de Pindobaçu, na Bahia, cidade onde Anderson Freitas morou de 1999 a 2006, tendo sido inclusive coroinha da igreja matriz da cidade. “Ele (frei Ednalro) me disse que o Anderson acompanhava um outro rapaz, de nome Joel e que se dizia vidente, que ele via Nossa Senhora. O frei disse também que eles causaram muitos problemas na cidade”, contou o padre Juarez.
O G1 entrou em contato com o frei Ednalro em Pindobaçu, que assumiu a Paróquia do Senhor Bom Jesus em julho de 2009. “Ele (Joel) dizia que ele via Nossa Senhora e que ela chorava um líquido azul. O Anderson era seguidor deste Joel. Depois ele foi desmascarado. Descobriram que era um tipo de mato aqui da região que deixava a água azul. Isso foi em 2000”, relatou o frei.
Segundo ele, Anderson e Doralice, acompanhados de outras 14 pessoas de Sorocaba, estiveram de volta a Pindobaçu em agosto de 2009. “Ele (Anderson) esteve aqui em agosto querendo trazer um movimento, falou que era vidente. Ele veio com um grupo de Sorocaba”, disse. “Fui muito enfático. Disse para ele: ‘Eu não acredito em você’”, contou o frei.
Ele disse que assim que soube da história da imagem de Cristo que chora mel e de quem estava envolvido decidiu entrar em contato com a Arquidiocese de São Paulo. “Tenho plena convicção de que se trata de uma fraude”, declarou.
Ao G1, Anderson Freitas, que se diz missionário por viajar muito, mas que se considera um confidente por ver Nossa Senhora, confirmou que esteve na cidade na ocasião citada pelo frei. “Estive lá com um grupo de 15 pessoas para me apresentar a ele, para falar das aparições de Nossa Senhora, para ter um espaço de orações na cidade”, disse.
Além disso, ele confirmou que morou em Pindobaçu, mas negou seu envolvimento com o rapaz chamado Joel. “Nasci em Guarulhos, mas meus pais nasceram lá. Morei em Pindobaçu de 1999 a 2006. Mas não podem ficar misturando a minha história com a do Joel. Ele foi desmascarado pela população. Eu acompanhei os fatos. Joel dizia que via Nossa Senhora. Primeiro, ele se afastou da Igreja Católica e fundou a Igreja Jesmari, a junção das palavras Jesus e Maria, na qual ele era o padre e realizava a missa. Ele dividiu a igreja de Pindobaçu, que nunca aprovou o movimento dele. Eu era coroinha da igreja matriz. O frei Ednalro escuta e relata o que os moradores passaram para ele. Mas o Joel não tem nenhuma ligação com a minha pessoa”, garantiu Anderson.
Sobre as aparições de Nossa Senhora, Anderson esclareceu que estas surgem em momentos de oração. “É quando estamos reunidos em família, em um cenáculo com os sacerdotes que me acompanham, dos integrantes do grupo Chama do Amor”, finalizou.

G1/Notícias Cristãs

Suspeito de pedofilia se passava por pastor

Para se aproximar das crianças, o aposentado suspeito de pedofilia se apresentava como pastor de uma igreja evangélica e ganhava a confiança dos pais. São famílias carentes, que o homem auxiliava financeiramente. Ele ajudava com roupas e comidas, por isso muitos nem desconfiavam dele.
O padrasto da vítima que registrou BO chegou a trabalhar como pedreiro para o aposentado em troca de dinheiro. Depois de garantir que era querido pelas pessoas, ele perguntava se poderia levar as crianças para a igreja Maranata, no Centro de Itapoá.
Ele colocava mais de dez crianças na caminhonete e levava para a igreja quatro vezes por semana. Fiéis confirmam que ele ia pra a igreja com as crianças. Mas garantem que ele não era pastor e nunca desconfiaram do suspeito. “Ele passava aqui sempre às 19 horas e pegava a menina e o irmão dela”, disse o padrasto de uma vítima.
Os dois iam para a igreja com outras crianças da mesma faixa etária – entre 9 e 11 anos. Na volta, ele deixava todos em casa, inclusive o irmão da vítima, e algumas vezes levava apenas a menina para a casa dele. “Ele dizia que ela ia ajudar ele em casa”, disse o irmão da vítima, com 12 anos.
Sempre que saía com o aposentado para outros lugares que não fosse a igreja, a menina voltava com R$ 10. A justificativa era de que ela o ajudava a limpar a casa.
Segundo a denúncia da vítima, os abusos aconteciam na casa do suspeito quando a mulher dele estava fora ou em um dos apartamentos que ele tem em Itapoá. O homem tem imóveis em Itapoá, mas mora em Curitiba. A suspeita é que ele esteja no Paraná.

A Notícia/Notícias Cristãs

Textos bíblicos trocados por textos pornográficos

Um grupo de estudantes da Universidade Santo António, no estado norte-americano do Texas, organizam anualmente um evento onde trocam textos religiosos por outros pornográficos.
O evento sob o slogan ‘Smut for Smut’ ('Porcaria por Porcaria') tem o apoio do Movimento Ateu cujo presidente, Carlos Morales, afirma que não quer viver sob o conceito de moralidade que é defendido na bíblia porque o documento sagrado condena tanto os maus tratos como a pornografia.
A edição deste ano do ‘Smut for Smut’ decorreu esta semana e começou com protestos contra os métodos utilizados pelo Movimento Ateu. Os estudantes que se juntaram para protestar o evento utilizaram cartazes onde se podia ler “Jesus salva” ou “Jesus ama o Movimento Ateu”, tendo mesmo a juntar-se um terceiro grupo agnóstico que pedia simplesmente a paz´, segundo informações avançadas pelo 'Huffington Post'.
O evento começou na universidade do Texas em 2005 e teve uma grande cobertura mediática nos meios de comunicação locais e nacionais.

CM/Notícias Cristãs

Polícia estoura duas rádios piratas em Diadema

Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Diadema estouraram duas rádios piratas durante operação realizada ontem. Quatro pessoas foram detidas.
Após receberem denúncias anônimas, os investigadores pediram ajuda à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para identificar os locais de origem das transmissões.
"A dificuldade normalmente encontrada é a localização das antenas de retransmissão. Por isso, pedimos apoio dos agentes da Anatel", contou o delegado Denis Saito, titular do SIG.
Uma das emissoras clandestinas funcionava no Jardim Canhema, mesmo bairro onde está situada a Delegacia Seccional e o 3º Distrito Policial da cidade. A rádio funcionava há cerca de 20 dias e estava instalada em uma oficina mecânica. "O proprietário informou que locava o espaço para um pastor evangélico, que também compareceu para prestar esclarecimentos." A outra rádio foi flagrada funcionando em uma casa no Jardim Marilene, região do bairro Piraporinha. A emissora estaria funcionando desde julho de 2008 com programação musical variada. A inquilina e o proprietário da residência foram levados à delegacia.
Os quatro detidos foram ouvidos, mas responderão em liberdade. Se condenados, poderão pegar até seis anos de prisão. Foi estipulada multa de R$ 1.800 para cada rádio. Os equipamentos foram apreendidos e passaram por perícia. O caso será encaminhado à Polícia Federal.

Diário do Grande ABC/Notícias Cristãs

Marcha para Jesus 2010 será sobre o tema Copa do Mundo


Em ano de Copa do Mundo, quando o patriotismo do brasileiro fica mais intenso, o tema da Marcha para Jesus 2010 terá as cores da torcida brasileira. O logotipo oficial, usado nos anos anteriores, saiu para dar lugar às cores da bandeira nacional.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Aprovado pelos líderes da Igreja Renascer, responsáveis pela organização do evento, o novo logotipo será usado em todas as peças publicitárias, como TV, material impresso e camiseta oficial, por exemplo. A ideia do tema é focar todas as ações para transformar essa alegria popular que é o futebol em fator agregador.

A Marcha para Jesus, em São Paulo, será no dia 03 de junho e a concentração será na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira.

Fonte: Renascer / Gospel+

Benny Hinn fala sobre o divórcio: “Eu não vou deixar nada me impedir”


Benny Hinn enviou uma declaração de três páginas de seus membros, explicando que seu ministério não tem fundamentos bíblicos para sua esposa Suzanne Hinn pedir o divórcio.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Hinn disse que sua esposa estava sob grande pressão, mas nem ele nem os seus filhos “nunca teria esperado que isso acontecesse.”

Na sua declaração diz: “Eu também espero que você, meu parceiro querido, sei que não havia absolutamente nenhuma imoralidade envolvidas na minha vida ou a de Suzanne, nunca”, diz Hinn seus parceiros no comunicado. “Nós dois mativemos nossas vidas limpas e completamente devotados um ao outro por 30 anos de casamento.”

Suzanne Hinn apresentou papéis do divórcio no tribunal de Orange County, Califórnia, 1 de fevereiro citando diferenças irreconciliáveis. Nos documentos mencionados os dois haviam se separado desde 26 de janeiro. Hinn insistiu em que a ação de sua esposa era um impacto sobre a família.

Suzanne nunca deu sequer um indício de que isto estava em sua mente”, disse ele. “Até agora, as crianças e eu não sabemos porque ela fez isso.”

O evangelista continua a exortar os seus seguidores a orar pela cura de sua família. Ele diz que o divórcio irá impedí-lo de cumprir o seu chamado ao ministério.

“Eu quero vocês como meus parceiros neste ministério, sei que vou continuar pregando o Evangelho e orar pelos doentes como tenho feito há 36 anos. Eu não vou deixar nada me impedir “, disse ele.

Fonte: Entre Cristianos / Gospel+
Via: O Verbo

Escândalo de prostituição gay atinge o Vaticano


Um assessor do papa Bento XVI foi afastado nesta semana por causa de um escândalo sexual envolvendo prostituição gay que sacudiu o Vaticano. As informações são da BBC.

Angelo Balducci, um dos Cavalheiros de Sua Santidade, uma espécie de assistente de elite para o papa quando recebe visitas importantes, foi flagrado em gravações feitas pela polícia dando instruções a um interlocutor sobre detalhes físicos de homens que gostaria que fossem levados a ele.

Segundo a imprensa italiana, o interlocutor era Thomas Ehiem, 29 anos, integrante do famoso coral do Vaticano, que também foi afastado. A polícia italiana havia grampeado o telefone de Balducci durante uma investigação de corrupção separada e não relacionada ao Vaticano.

Em uma das transcrições que vazaram para a mídia, Ehiem descreve um homem como tendo “dois metros, 97 kg, 33 anos e diz que é “completamente ativo”. Em outra, Balducci pergunta a Ehiem se ele já “falou com o seminarista”, ao que ele responde “ele provavelmente está na missa, ou algo assim”.

Um representante do Vaticano disse que o Bento 16 está ciente do escândalo. A transcrição das gravações sugere que Ehiem procurou pelo menos dez homens para Balducci, entre eles, modelos e um jogador de rúgbi.

Fonte: O Dia/overbo

sexta-feira, 5 de março de 2010

VÍDEO DO DIA - DEUS ABENÇÕE

Gideoes Internacional 2010 – Missionários: Ainda há povos, tribos e nações para conquistarmos.



Gideões Missionários da Última Hora, com sede em Camboriú, SC, tem por objetivo principal, à divulgação do evangelho de Cristo no Brasil e no mundo. Para tanto, prepara e envia missionários em busca das almas. O Gideões está com aproximadamente mil duzentas e duas famílias sendo sustentadas no campo missionário, o que equivale a mais de três mil pessoas trabalhando em prol do Reino de Deus!

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Com apoio de contribuintes e voluntários, já estão em mais de vinte nações. O Gideões Missionários da Última Hora não se preocupam somente com a alma; também se preocupam com a ajuda humanitária para as pessoas carentes das comunidades atendidas pelos missionários, como, por exemplo, as 22 embarcações que mantem na região amazônica, com destaque para o barco clínica-odontológica Gideão VI; foram construídos abrigos para crianças no Nordeste, e mantidas escolas primárias no Haiti e Peru; foram abertos também poços em regiões desérticas da África e do nordeste brasileiro; mantiveram um ambulatório médico na base dos Gideões, o qual dispõe de cardiologista, odontologista e clínico-geral, além de enfermeiras e ambulância, tudo com recursos próprios para atendimento gratuito à parcela carente de da comunidade.

Os Gideões Missionários contam com contribuintes voluntários, apaixonados por missões. Segundo o Gideoes, missão se faz de três maneiras: “com os pés dos que vão, os joelhos dos que oram e as mãos dos que contribuem”.

Gideões 2010

Entre os dias 24 de abril e 04 de maio de 2010, acontecerá o Congresso Gideões 2010, em seu 28º Encontro Internacional de Missões. O local escolhido pelo ministério Gideões Missionários da Última Hora foi o Ginásio Irineu Bornhausen, em Camboriú – SC.

Com a presença de pregadores e preletores renomados do Brasil e exterior, o Congresso Gideões promete expandir a visão missionária nas pessoas que estarão presente no evento.

O tema do 28º Encontro Internacional de Missões será:

Gideões Internacional: Ainda há povos, tribos e nações para conquistarmos.

Fonte: Gideões e Blogando Gospel / Gospel+

Igreja lança promoção: Aceite a Jesus e ganhe um Playstation 3!


Essa é a mais nova “promoção” da Igreja Batista Landover, que usa um Playstation 3 como chantagem pra que crianças venham a aceitar Jesus. Mas isso não passa de mais um golpe pra enganar as crianças indefesas.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O site da denominação tem a seguinte chamada no topo: “Crianças! Aceitem Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador e ganhe um PS3 de graça!”. Isso seria um grande incentivo por si só, mas você pensa que para por ai? Não, eles também incentivam a criança a pegar um cartão de crédito, ou cheque em branco, de seus pais e a seguirem suas instruções para “ganhar” o Playstation 3.

A “igreja” também afirmam que você deve proclamar as boas novas do plano da salvação usando os jogos que você acabou de “ganhar” e se eles não aceitarem, você deve matá-los por isso (no jogo). Completando com a seguinte declaração: “O que é mais legal!”

A landover se diz igreja batista, porém não fazem parte da convenção batista americana e são extremamente radicais.

Para os que pensam que para ganhar o PS3 é só chegar ao pastor e dizer “aceito a Jesus”, está muito engado. Segue os passos descritos pela denominação para receber seu “prêmio”:

  1. Diga a Jesus que você odeia seus pais, e que prefere tê-lo como seu pai. Peça a Ele para perdoar seus pecados, e cobri-lo com o Seu sangue (você verá muito sangue respingado em toda a sua TV quando você jogar o jogo de cortesia GTA 3!).
  2. Encontre um cartão de crédito da sua mãe ou de seu pai (um cheque em branco é ainda melhor!)
  3. Ligue para o nosso escritório da igreja e iremos fornecer-lhe simples instruções sobre como usar o cartão de crédito de seus pais para cobrar uma oferta de amor ao telefone. Não se preocupe se você não consegue encontrar um cartão de crédito. Podemos ensinar-lhe como utilizar a conta de seu pai para fazer uma retirada automática (e você ainda ganhará frete grátis e um disco de jogo extra!)
  4. Se os seus pais lhe perguntarem onde você adquiriu o seu novo PlayStation 3, basta dizer-lhes que o seu Senhor e Salvador, Jesus Cristo, entregou-o a você através do Serviço Postal norte-americano em troca de sua alma.

Autor de um famoso blog nerd cristão, Presb. Gleyber, conhecido na internet como Pastor Claybom, comentou sobre a atitude da igreja: “O site em questão mostra que o mandamento que Deus nos deu Exôdo 20:12 – Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá – não é válido e sugere que se desobedaçamos, já é meio caminho andado para ser cristão. COMO ASSIM? Desde quando passamos a exercer o contrário do que a bíblia fala?”. O Pastor Claybom realiza trabalho de evangelismo entre os nerds e gamers brasileiros. Conheça a opinião dele sobre o caso e seu blog no Gospel+.

Algumas pessoas afirmam que a Landover não existe, sendo apenas um site falso para denegrir os cristãos, outras já atestam a veracidade da mesma. Sendo verdade ou não, as duas opções que temos são consederavelmente lamentáveis.

Fonte: Gospel+

Aprender com o pecado de Sodoma

por Nicholas Kristof

As grandes pragas da humanidade, o analfabetismo, o tráfico de pessoas e a falta de cuidados médicos, entre outras, só podem ser combatidas se todos derem as mãos, sem preconceitos.

Uma grande parte dos grupos religiosos oferece ajuda desinteressadamente.

Durante a maior parte do século passado, quem tinha a postura de salvador do mundo eram sobretudo os democratas e os liberais. Em contrapartida, muitos republicanos e conservadores religiosos criticavam os programas governamentais de ajuda, a que o senador Jesse Helms chamava "dinheiro pelo cano abaixo".
Porém, ao longo da última década, essa divisão clara esbateu-se, de maneiras nem sempre perceptíveis ou compreensíveis para muita gente nos EUA. Os evangélicos tornaram-se os novos internacionalistas; promovem sucessivamente novos programas dos EUA contra a sida e a malária e fazem um trabalho louvável em sectores como o tráfico humano na Índia ou as violações em massa no Congo.
Questionário rápido: qual é a maior organização de auxílio e desenvolvimento internacionais sedeada nos EUA?
Não é a Save the Children nem a CARE, ambas excelentes organizações seculares. É a World Vision, uma organização cristã (com fortes bases evangélicas) sedeada em Seattle. Tem hoje 40 mil pessoas a trabalhar em quase 100 países. É mais gente do que tem a CARE, a Save the Children e a U. S. Agency for International Development todas juntas.
Um número crescente de cristãos conservadores tem vindo a reconhecer explicitamente e em forma de autocrítica que ser "pró-vida" tem de querer dizer mais do que condenar o aborto. O chefe da World Vision nos EUA, Richard Stearns, começa o seu fascinante livro "The Hole in Our Gospel" com um o relato de uma visita que fez há uma década ao Uganda, onde encontrou um órfão de 13 anos, com sida, que tinha a seu cargo a educação dos irmãos mais novos.
"O que mais me revoltou foi a resposta à pergunta: onde estava a igreja?", escreveu ele. "Naquele local, palco do que é talvez a maior crise humanitária dos nossos dias, onde estavam os seguidores de Jesus Cristo? Não havia dúvida que a Igreja devia estar a cuidar desses 'órfãos e viúvas nas suas tribulações' (Tiago 1:27). Não deveriam os púlpitos de todo o país ter-se inflamado com as exortações para se acorrer à linha da frente da compaixão? Como falhámos nós tão tragicamente, quando até as estrelas de rock e os actores de Hollywood parecem perceber?"
Stearns defende que os evangélicos andavam tão preocupados com a moralidade sexual e a relação pessoal com Deus que ignoraram os necessitados. E escreve dilacerantemente sobre ''uma igreja que tinha riqueza para construir santuários grandiosos, mas à qual faltava a vontade de construir escolas, hospitais e clínicas."
Numa passagem notável, Stearns cita o profeta Ezequiel, que diz que o grande pecado das gentes de Sodoma não era tanto serem promíscuas ou homossexuais como serem "arrogantes, comerem de mais e descuidados na sua riqueza; não ajudavam os pobres e os necessitados" (Ezequiel 16:49).
Imagine-se se as leis contra a sodomia podiam ser utilizadas para castigar os ricos avarentos e descuidados!
Nos EUA há quem parta do princípio de que os grupos religiosos oferecem auxílio para conseguirem converter novos fiéis. Isso não é verdade. Hoje em dia, grupos como a World Vision proíbem que a ajuda seja utilizada para atrair seja quem for para uma confissão religiosa.
Alguns liberais estão a lutar para pôr termo à prática já antiga (é um mito que tinha começado com o presidente George W. Bush) de canalizar a ajuda dos EUA através de organizações religiosas. Essa mudança seria uma catástrofe. No Haiti, mais de metade da distribuição de alimentos passa por grupos religiosos como a World Vision, que têm montadas no terreno as indispensáveis redes de assistência. Não podemos transformar os haitianos em danos colaterais das nossas guerras culturais.
O problema de raiz está num preconceito liberal contra as organizações religiosas. Os que mais as criticam dão em geral muito menos dinheiro que os evangélicos. Também é menos provável que os vejamos a passar férias a fazer voluntariado, por exemplo numa escola ou numa clínica do Ruanda.
Se os liberais seculares conseguirem descartar alguma da sua sobranceria e se os evangélicos conseguirem eliminar alguma da sua beatice hipócrita, talvez seja possível que consigamos combater com mais eficácia os inimigos da humanidade, como o analfabetismo, o tráfico de pessoas e as mortes por parto.

i/The New York Times/Notícias Cristãs

Sem saber nadar, mulher escapa milagrosamente de tsunami

CONSTITUCIÓN, Chile - Bernardita Vives Cornejo despertou para um inferno na madrugada de sábado, depois que o violento terremoto no Chile atirou os tijolos da sua casa sobre ela, fraturando sua perna direita.
Era só o começo. Enquanto seus vizinhos corriam para os morros próximos a Constitución, Vives ficou com a perna presa e só lhe restava chorar e pedir socorro quando viu se aproximando a onda gigante do tsunami.
Milagrosamente, a mulher de 43 anos, que não sabe nadar, sobreviveu ao ser arrastada pelo mar até um morro distante do que restou da sua casa.
"Sobrevivi porque saí com a onda, me encomendei a Deus e saí. Estava tranquila porque pensei que ia morrer", disse Vives num leito de hospital. Ela sofreu fratura de fêmur e clavícula, além de pancadas diversas e um grande hematoma no braço esquerdo.
"Num momento me agarrei em dois cabos de eletricidade, e funcionou por um tempo, até que senti que era arrastada. Nesse momento, realmente pensei que isso era tudo."
Vives, vendedora de artesanatos, disse que aproveitou para se agarrar a destroços que flutuavam na onda, mas que vez por outra voltava a ficar submersa. Ela disse que a onda era mais alta que ela, mas afirma não saber quanto tempo permaneceu à deriva ou se ficou consciente o tempo inteiro.
"Eu tinha hipotermia quando me encontraram na manhã seguinte. Estava chorando por ajuda em um morro. É surpreendente estar viva", disse ela.
Estima-se que pelo menos 350 pessoas tenham morrido em Constitución por causa do terremoto de magnitude 8,8 e dos tsunamis subsequentes. Mas o número deve subir, pois ainda há entre 100 e 500 desaparecidos na cidade.
As equipes de resgate dizem que Vives é até agora a única pessoa a ter sobrevivido depois de ser arrastada pela água.
Quatro dias depois do desastre que matou mais de 800 pessoas no centro e sul do Chile, os especialistas ainda têm esperanças de encontrar mais sobreviventes. No dia do terremoto, Constitución estava cheia de turistas que participavam de uma festa anual que marca o final do verão.

Reuters/Notícias cristãs

Acreditar em Deus melhora resposta ao tratamento para depressão

Fé contra a depressão
Pesquisas têm sugerido que a crença religiosa pode ajudar a proteger as pessoas contra os sintomas da depressão.
Mas um estudo, feito na Universidade Rush, nos Estados Unidos, vai um passo além.
Em pacientes já com o diagnóstico de depressão clínica, a crença em um Deus que se importa com as pessoas pode melhorar a resposta ao tratamento médico, conforme relata um artigo publicado no Journal of Clinical Psychology.

Medidores de sentimentos e espiritualidade
Participaram do estudo um total de 136 adultos diagnosticados com depressão grave ou depressão bipolar, atendidos tanto em ambiente hospitalar quanto ambulatorial, voltados para cuidados psiquiátricos.
Os pacientes foram examinados logo após a internação para tratamento e oito semanas depois, utilizando o Inventário Beck de Depressão, a Escala de Desesperança de Beck, e a Escala do Bem-Estar Religioso - todos instrumentos padrão das ciências sociais para avaliar a intensidade, a profundidade e a gravidade da doença e os sentimentos de desesperança e de satisfação espiritual, respectivamente.

Fé salvadora
A resposta à medicação, definida como uma redução de 50 por cento nos sintomas, pode variar em pacientes psiquiátricos. Alguns podem não responder de forma alguma.
Mas o estudo descobriu que aqueles com fortes crenças em um Deus pessoal e que se preocupa com as pessoas tinham maiores chances de responder à medicação e experimentar melhoras.
Especificamente, os participantes que ficaram no terço superior da Escala de Bem-Estar Religioso tinham 75 por cento mais probabilidades de melhorarem com o tratamento médico para a depressão clínica.
O resultado é semelhante a um estudo feito no Brasil, que demonstrou a importância da religião para lidar com o câncer.

Importância da esperança
Os pesquisadores avaliaram se a explicação para a melhoria da resposta aos medicamentos estaria ligada ao sentimento de esperança, que normalmente é uma característica da crença religiosa.
Mas o grau de esperança, medido pelos sentimentos e expectativas quanto ao futuro, e o grau de motivação, não conseguem prever se um paciente se sentirá melhor com o uso dos antidepressivos.
"Em nosso estudo, a resposta positiva à medicação teve pouco a ver com o sentimento de esperança que normalmente acompanha a crença espiritual," afirma Patricia Murphy, professora de religião, saúde e valores humanos da Universidade Rush. "Ela esteve ligada especificamente à crença em um Ser Supremo que se importa com as pessoas."

Importância da religião para os pacientes
"Para as pessoas diagnosticadas com depressão clínica, a medicação certamente desempenha um papel importante na redução dos sintomas," disse Murphy. "Mas quando se trata de pessoas diagnosticadas com depressão, os médicos precisam estar cientes do papel da religião na vida de seus pacientes. É um recurso importante no planejamento do tratamento."
Um outro estudo sobre religião e medicina mostrou que, apesar da importância da religião na recuperação dos pacientes, a maioria dos médicos tende a ver a fé como um empecilho às suas decisões.

Antropocentrismo
A crença em um Deus pessoal e que cuida diretamente de cada pessoa é chamada pelos estudiosos de antropomorfização de Deus - conceber Deus como sendo uma espécie de humano super poderoso.
Esta é uma marca de todas as religiões ocidentais tradicionais, mas está ausente nas religiões orientais, como o budismo e o hinduísmo, bem como em diversas outras igrejas de fundação mais recente, como o espiritismo e a Fé Bahai.
A quase totalidade dos teólogos vê essa crença com uma espécie de interpretação infantil da divindade. Mas essa compreensão não chega às liturgias pregadas nas igrejas, o que tem colaborado para a permanência dessa concepção de Deus ao longo de milênio.

DS/Notícias Cristãs

Proposta que permite união civil entre gays em igrejas é aprovada

A Câmara dos Lordes (a câmara alta do Parlamento britânico) aprovou, nesta quarta-feira, uma emenda em um projeto de lei que suspende a proibição da realização de cerimônias de união civil entre homossexuais em igrejas.
A emenda na chamada Equality Bill, que está sendo discutida pelos parlamentares britânicos, permitiria, mas não obrigaria organizações religiosas a realizarem esse tipo de cerimônia.
A emenda, que não foi apoiada pelo governo, ainda precisa da aprovação da Câmara dos Comuns (a câmara baixa), onde é pouco provável que o texto sofra alterações significativas.
A aprovação foi comemorada por ativistas dos direitos dos homossexuais.
"Existem muitos casais de gays e lésbicas que querem celebrar suas uniões civis com as congregações que eles participam e são devotos", disse o lorde Alli, que propôs a medida.
Segundo ele, se trata de uma questão de "liberdade religiosa".
"A liberdade religiosa requer que deixamos os outros fazerem coisas que nós não faríamos. Essa liberdade não pode começar ou terminar com o desejo de apenas uma religião", afirmou.

Críticas
Apesar do apoio, alguns membros da Câmara se manifestaram contra a emenda e decidiram não votar sobre a medida.
Segundo o bispo de Bradford, o reverendo David James, que votou contra a proposta, a medida tem "conseqüências despropositais".
"Quando consideramos mudanças na lei, precisamos ser claros sobre o que queremos atingir com elas e o que, na prática, elas atingem", afirmou.
Segundo ele, a dificuldade fundamental que muitas igrejas e doutrinas enfrentarão, caso a medida seja aprovada, é que "nós, como o governo e os tribunais, fomos claros desde quando as uniões civis foram introduzidas, que elas não representavam o mesmo que o casamento".
As uniões civis entre casais do mesmo sexo foram aprovadas na Grã-Bretanha em 2004. A lei entrou em vigor no ano seguinte.
Apesar das discussões entre membros da Câmara dos Lordes, o diretor executivo da ONG Stonewall, que defende os direitos dos homossexuais, Bem Summerskill, comemorou a aprovação inicial da medida.
"Estamos absolutamente satisfeitos com esse voto pela liberdade de religião", disse.

BBCBrasil/Notícias Cristãs

Professor de religião e 26 alunos vão parar na delegacia após festa durante horário de aula em Goiás

BRASÍLIA - Um professor de religião, dois adultos e 26 estudantes com idades entre 12 e 16 anos foram levados para a delegacia nesta quarta-feira em Águas Lindas, em Goiás. Os estudantes foram liberados da Escola Estadual Olavo Bilac porque um cano se rompeu no início desta tarde. Em vez de voltar para casa, eles decidiram dar uma festa na casa de um dos alunos, no Jardim Barragem 4, em Águas Lindas.
Participavam da festa 15 meninos e 11 meninas, além do professor de religião dos adolescentes, Luciano Rosa, de 24 anos, e outros dois maiores de idade. A polícia encontrou na residência bebidas e camisinhas usadas. Segundo a polícia, uma estudante teve convulsões por causa do excesso de bebidas alcoólicas e foi levada para o hospital.
Todos os jovens foram encaminhados para a delegacia. Os maiores de idade vão responder por corrupção de menores e estupro e podem pegar até vinte anos de cadeia. A mãe de uma das estudantes ficou indignada com o ocorrido.
- As crianças disseram que, quando terminou o ensaio, o professor já tinha bebidas e outras coisas mais aconteceram - disse.

DFTV/Notícias cristãs

Esposa de líder evangélico abre o jogo após o caso homossexual do marido

Confira a entrevista com Gayle Haggard, esposa do famoso Ted Haggard, pastor de uma grande igreja nos EUA que foi pego com um rapaz (gay) e foi um dos maiores escândalos nos EUA depois do Jimmy Swaggart. Haggard era do grupo dos ultraconservadores da direita americana.

Gayle Haggard diz ao Christianity Today (CT) porque ela permaneceu casada com Ted Haggard, mesmo depois que ele sugeriu que ela se divorciasse dele.

Se Ted tivesse contraído alguma doença sexualmente transmissível e me infectasse? Gayle Haggard perguntava pra si mesma, enquanto escovava os dentes em uma manhã de novembro de 2006. Horas antes de um acompanhante masculino alegar que seu marido, Ted Haggard, havia pago por sexo e metanfetamina. Ted, posteriormente, renunciou o cargo de presidente da Associação Nacional de Evangélicos e pastor líder da New Life Church, em Colorado Springs.
Sarah Pulliman Bailey, editora do CT online, falou com Gayle sobre seu livro 'Por que eu fiquei' As escolhas que fiz na minha hora mais escura. (Tyndale).

1-O que aconteceu depois que o seu marido te contou tudo o que aconteceu?
No início eu fiquei arrasada. Quando esta afirmação chegou, vi que tudo aquilo em que nós investimos e acreditávamos estava desmoronando. Eu chorava muito, como você deve imaginar. Naquela primeira noite, deitada na cama pensando no que estava acontecendo conosco, eu só me perguntava: Quem é você? Quem eu serei nesta história? Pra mim estava bem definido quem é Deus, e que eu acreditava na minha família, no meu marido, na força da minha família, e na amizade.

2-Você disse que tinha uma boa vida sexual. Você tem alguma ideia do porque seu marido tinha atração por pessoas do mesmo sexo?
Ele havia me dito no início que as lutas em pensamentos surgiam de tempos em tempos. Ele chegou a falar com alguém sobre isso, e tentou entender melhor, mas no fim não conseguiu a ajuda que precisava. Eu apenas pensei que isto era uma tentação, e não entendia a força disso em sua vida. Pensava que ele sabia lidar com a situação, mas quando isso veio à tona, me chocou. Nosso casamento era forte. Eu sei que a Oprah Winfrey e outros disseram que ele deveria aceitar que aquela era de fato a sua identidade. Honestamente, nossas identidades são constituídas por aquilo em que acreditamos, e como escolhemos viver nossas vidas. Essa não é a identidade que ele queria para si próprio. Ele descreveu isso como algo contraditório em relação a tudo o que ele acreditou e construiu em sua vida.

3- Você disse que ainda há boatos por aí, sobre o que seu marido fez ou deixou de fazer. Você gostaria de esclarecer isso?
A Escritura diz em Efésios 5, que não devemos falar sobre o que o desobediente faz em segredo. Isso é algo que eu e meu marido discutimos exaustiva e abertamente um com o outro e com o nosso conselheiro. Não sinto que algo, além disso, precise ser discutido.

4-Você escreveu sobre a sua preocupação de que Ted pode ter contraído doenças sexualmente transmissíveis e infectado você. Como você foi capaz de perdoá-lo após admitir isso?
Eu tive que lidar com o fato de que Ted estava de fato passando por essa luta e que tinha caído nela. Havia todos os tipos de implicações.
Será que pegou alguma doença e a passou pra mim? Claro que foi terrível lidar com essa situação. Foi doloroso saber que ele tinha me colocado nesta situação. Perdoá-lo fazia parte de todo o processo. Eu precisava entender o que o tinha levado aquele lugar. Quando entendi, ficou mais fácil de perdoá-lo por todas as dificuldades.

5- Você gasta uma parte significativa do livro que explica a forma como os superintendentes tinham tratado sua família, pedindo-lhe para romper os laços com a "Nova Vida" e sair do estado. Como é que a comunidade cristã agiu após o que aconteceu?
Fiquei desapontada, porque eu acreditava muito na igreja. Fiquei desapontada com as pessoas que começaram a pensar o pior a respeito do Ted, fomos cortados de nossa igreja, por pessoas que não eram representantes como um corpo num todo. Nós tínhamos uma família, uma igreja relacional, mas outras pessoas fizeram a decisão e nos separou dela. Isso foi devastador pra mim. Eu sentia que estava sendo dilacerada não só no meu relacionamento com meu marido, mas poucos dias depois, foi dito que eu já não pertencia à igreja, então eu senti que estava sendo rasgada e destruída também pela igreja, ou por certos dirigentes. Isso foi tão devastador pra mim quanto o que estava acontecendo em meu casamento. Eu investi muito em meu casamento e na minha igreja. Isso tudo me abalou, foi um período negro pra mim, enquanto eu tentava compreender. Mas Deus, o gentil restaurador, me fez caminhar através de toda essa situação. Eu não perdi a minha paixão pela igreja, mas eu quero que a igreja seja igreja, e pare de negar o poder do Evangelho na vida das pessoas.

6- O que você aprendeu sobre a disciplina da igreja e da restauração?

Eu acredito que a Escritura diz que quando um irmão peca, aqueles que são espirituais deverão restaurá-los gentilmente. E eu acho que restaurar, significa restaurar a saúde, de modo que a pessoa possa cumprir os seus dons e vocações em Deus. Gostaria de compará-lo com a história do filho pródigo, mesmo que ele pensasse que merecesse o status de segunda classe, o pai não respondeu de tal forma. O pai jogou um manto em torno dele e restaurou-o como seu filho.

7- O que você quer que as pessoas e igrejas aprendam com isso?

Eu realmente quero que a nossa história possa oferecer esperança para as pessoas que se encontram em uma crise de qualquer tipo. Os ensinamentos de Jesus irão nos guiar. Eu também quero encorajar a igreja de que nós existimos para trazer prazer e cura para as vidas das pessoas, e não aumentar os encargos com o julgamento e escrutínio.

8- O que você diria mulheres que descobrem que seus maridos estão tendo um caso ou algo semelhante?

Gostaria de incentivá-las a definir a sua trajetória na direção do perdão. É um processo que deve ser encarado com a cabeça erguida, deixando Deus guiá-los a cura de seus corações. Eu não posso dizer que outras histórias serão como a minha, porque o Ted decidiu lutar por nosso casamento. Ele decidiu se arrepender e se agarrar na sua fé em Deus, e passar por tudo isso ao meu lado. Nem todos os maridos fazem isso. Eu diria a todas as mulheres que perdoem e amem.

9- Se alguma esposa deixar o marido para proteger suas crianças. Você acha esse procedimento correto?
Honrar o marido, ainda que ele os tenha feito algum mal, é importante para a criança que a mãe mostre a eles como encontrar uma maneira de honrar o pai delas. O amor da mãe pelo pai passa confiança para as crianças. Amar o pai não quer dizer necessariamente que o casamento venha ser salvo. Talvez ele não responda de uma forma gentil. Talvez ele saia de casa e ela não poderá fazer nada a respeito.

10-Você escreveu que queria saber todos os detalhes de Ted. As mulheres devem saber os detalhes da infidelidade do seu marido?

Acho que isso depende de cada pessoa. Eu era o tipo de pessoa que realmente queria saber a verdade. Eu queria conhecer o meu marido, eu queria saber o que tinha acontecido. Nem todas as mulheres são assim, e alguns conselheiros dizem que é melhor para elas não saberem. Eu precisava saber, e assim fiz, e o resultado foi esse. Falo por saber, pelo menos eu estava lidando com a verdade e não com a minha imaginação

11- Ted sugeriu que você tinha se divorcisse dele. Você considerou o divórcio?

Não. Eu conhecia meu marido, e eu sabia que eu acreditava. Senti que poderíamos lutar. Eu acredito no poder da confissão. Isto trouxe meu marido para o local onde ele teve de enfrentar seus pecados e confessá-los. Depois que ele fez isso, ele desfez o poder de sigilo. O segredo é o que habilita o pecado. Fomos capazes de curar juntos. Senti-me encorajada pelo fato de que meu marido foi capaz de confessar abertamente o que tinha sido a sua luta.

12- Em poucas palavras, por que ficar?

Eu fiquei porque acredito nos ensinamentos de Jesus, que se nós escolhermos o perdão e o amor, nossos relacionamentos podem ser curados. Eu fiquei porque meu marido é digno. Eu não iria deixar que a luta que ele estava passando desqualificasse ou anulasse os 30 anos de vida que construímos juntos, o lindo casamento que temos, a família e a igreja que construímos. Eu não iria deixar isso negar tudo o que gastamos ou investimos em nossas vidas. Se eu fosse embora, eu seria a negação de tudo isso.

13- Você tinha sido líder do ministério de mulheres em um contexto de igreja. Você vê o seu papel de forma diferente agora?
Eu enxergo as pessoas com mais compaixão. Eu não sabia o que era ser uma pessoa que desesperadamente necessitava de compaixão. Eu vivo para compartilhar a graça de Deus com as pessoas que realmente precisam.
A mensagem que quero transmitir é que as pessoas não estão sozinhas quando elas passam por seus respectivos momentos de escuridão. Elas podem confiar em Deus, Ele não as abandonará no meio de suas horas de dor. Com Ele, elas nunca estarão a sós. O amor dEle cobre uma multidão de pecados.

Adaptação/Tradução: O GalileO

Cristianity Today/Notícias cristãs

Religiosos querem apedrejar orca assassina


O grupo religioso American Family Association defende o apedrejamento até à morte da orca 'Tillikum', atracção do parque aquático Sea World Orlando que provocou a morte por afogamento de uma tratadora na semana passada.
A American Family Association cita passagens da Bíblia que indicam a morte por apedrejamento como castigo para animais que matem humanos, sem que a sua carne não deveria ser ingerida por ninguém.
No entanto, o grupo religioso estende a pena capital ao coordenador dos animais do Sea World Orlando, Chuck Thompson, visto que se lê nas Escrituras que uma segunda morte de humanos provocada por um animal estende a culpa ao seu proprietário.
A tratadora Dawn Brancheau, de 42 anos, foi a terceira pessoa cuja morte está associada ao animal de cinco toneladas. A primeira vítima foi um treinador, afogado noutro parque aquático em 1991, mas oito anos mais tarde um intruso que entrou despido no tanque do Sea World Orlando e foi encontrado sem vida teve o óbito explicado por hipotermia.

CM/Notícias Cristãs

Um quarto dos alemães aceitam implantar chip no corpo

Pesquisa feita pela Associação Alemã das Empresas de Informação, Telecomunicação e Novas Mídias (Bitkom) revela que 23% dos moradores do país topam ter um microchip inserido no próprio corpo, contanto que isso traga benefícios concretos a eles.
O levantamento, realizado com cerca de mil pessoas de várias cidades, foi divulgado na feira de tecnologia Cebit, que vai até o próximo sábado (7), em Hannover.
A pesquisa tem como objetivo mostrar que a divisão entre vida real e vida digital é cada vez mais estreita. O tema da Cebit neste ano é "Connected Worlds" (mundos conectados).
Autoridades reunidas tocam globo durante cerimônia de abertura da feira Cebit, em Hannover, Alemanha


"Esse é um grande exemplo de quão longe as pessoas querem que as redes cheguem", disse o presidente da Bitkom, August-Wilhelm Scheer.
Pesquisa semelhante feita no final de 2006, na Inglaterra, mostrava que um em cada vinte adultos se dizia disposto a usar um microchip no corpo para evitar o uso de cartões de crédito ou dinheiro vivo nas compras.
O estudo, promovido pelo Instituto Britânico para o Estudo do Setor da Alimentação (IGD), mostrava ainda que a proporção aumentava para um em dez quando o público entrevistado era composto por adolescentes.

Folha/Notícias Cristãs

Paróquia inova: estudo da Bíblia regado a cerveja


Bíblia e cerveja combinam? Para uma paróquia de Merthyr Tydfil (País de Gales), sim! Tanto que os ministros Tony Graham e Gareth Lloyd lançaram sessões de estudo do livro sagrado para os cristãos regados a cerveja. O evento noturno em Hope Chapel é um clube do Bolinha religioso: aberto apenas para homens.
"Estamos colocando sofás e bancos no porão para ter uma noite relaxante e aprender sobre a Bíblia", explicou Lloyd, da Sovereign Grace Church.
O pároco continuou:
"Beber não é pecado, mas pessoas de outras gerações pensam que sim por causa do abuso do álcool e das más consequências disso. Quarenta ou 50 caras estarão aqui, estudando a Bíblia com uma garrafa de cerveja na mão".

Page Not Found/Notícias cristãs

Supremo arquiva ação de associação de evangélicos contra acordo Brasil-Vaticano

O ministro Joaquim Barbosa, do STF (Supremo Tribunal Federal), arquivou uma Adin (Ação direta de inconstitucionalidade) ajuizada pela Comaduec (Convenção de Ministros das Assembleias de Deus Unidas do Estado do Ceará) contra o Estatuto Jurídico da Igreja Católica do Brasil. A justificativa do ministro para negar o seguimento da ação foi a falta de legitimidade da entidade para propô-la.
A Comaduec pediu ao Supremo a declaração de inconstitucionalidade do Estatuto Jurídico da Igreja Católica do Brasil, aprovado pelo Congresso no ano passado e proveniente do Acordo entre Brasil e Santa Sé, assinado em novembro de 2008.
Segundo a organização evangélica, o acordo fere a laicidade do Estado brasileiro e privilegia a Igreja Católica em detrimento das demais religiões, o que seria uma afronta ao princípio constitucional da igualdade das religiões.
Ao avaliar se a convenção dos ministros evangélicos preenchia os requisitos para ser proponente de Adin, conforme especificado no artigo 103, inciso IX da Constituição Federal, Joaquim Barbosa constatou que a Comaduec não é uma “entidade de classe”, porque seus membros não representam interesses profissionais definidos. Ele lembrou que o inciso IX confere legitimação às confederações sindicais ou entidades de classe de âmbito nacional para propor Adin.
“Essa corte, por diversas vezes, estabeleceu o alcance da expressão entidade de classe como aquela em que seus membros estão vinculados por relação econômica ou profissional”, explicou o ministro Joaquim Barbosa. “Como se vê, o liame que une os membros da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus Unidas do Ceará (Comaduec) é de natureza estritamente religiosa, não havendo qualquer vínculo de natureza profissional ou econômica entre eles”, completou.

Última Instância/Notícias cristãs

“Desafio da Música Gospel” estreia este sábado na Rede TV!


O reality show ‘Desafio da Música Gospel’ estreia neste sábado, dia 06 de março, na Rede TV!, às 13h30. O programa será o palco para aspirantes a cantores mostrarem seu talento. Ao final de cinco meses (22 programas), o Brasil terá um grande vencedor, ou melhor, um novo nome da música gospel.

As inscrições ainda podem ser feitas pelo site www.desafiodamusicagospel.com.br. O vencedor ganhará um contrato com a Sony Music, que desde o início do ano atua no segmento gospel.


OVERBO

Nova minissérie da Record “A História de Ester”


A História de Ester, a nova minissérie da Record, mostra a trajetória de uma jovem órfã judia, de grande fibra e beleza. Ao despertar o interesse do rei Assuero e tornar-se Rainha da Pérsia, Ester (Gabriela Durlo) influencia decisivamente o futuro de seu povo.

Coragem, determinação e fé fizeram de Ester uma das grandes referências da cultura judaica e uma das mulheres mais notáveis de toda a História.

Com direção geral de João Camargo e adaptação de Vivian de Oliveira, a trama de A História de Ester se passa por volta de 400 a.C., na antiga Pérsia, onde hoje é o Irã.

A trama

Hadassa (Gabriela Durlo), ainda criança, é resgatada por Mordecai (Ewerton de Castro) depois que seus pais, Abiail (Juan Alba) e Lia (Cássia Linhares), são mortos em uma grande perseguição dos amalequitas aos judeus. Mordecai, também judeu, consegue fugir e criar Hadassa, que mais tarde adota o nome de Ester, como sua própria filha.

***

Depois de vencer uma difícil batalha contra os gregos, Assuero (Marcos Pitombo) e seu exército desfilam pelas ruas de Susã, capital persa, onde são aclamados pelo povo. Em meio à multidão, a linda Hadassa chama a atenção de Assuero. Os dois trocam um olhar de encantamento. Em seguida, Assuero segue para o palácio onde oferece uma grande festa para demonstrar a glória e riqueza da Pérsia. Enquanto isso, a rainha Vasti (Daniela Galli), mulher de Assuero, oferece outra festa apenas para as mulheres. Tudo segue muito bem até que os nobres pedem a presença de Vasti no banquete real. Assuero pede que Memucã (Paulo Figueiredo) traga a rainha para a festa. Vasti, no entanto, se recusa e causa a ira de Assuero, que a expulsa do reino.

Hamã (Paulo Gorgulho), conselheiro do rei, convence Assuero a convocar todas as virgens do reino para escolher a nova rainha. Mordecai, que trabalha no palácio de Assuero, escuta a conversa e tenta esconder Hadassa, mas soldados invadem sua casa e a levam. Hadassa troca o nome para Ester (Gabriela Durlo), já que Mordecai teme represálias por ela ser judia.

Sob os cuidados do eunuco Hegai (André di Mauro), todas as virgens passam por rituais de beleza e aprendem como se portar diante do Imperador. Assuero passa a noite com diversas mulheres, mas nenhuma o encanta. Até que chega a vez de Ester. O rei a reconhece e fica impressionado com sua beleza e sabedoria, já que mesmo atraída por Assuero, ela se mostra indignada por ser obrigada a ficar com ele. Ester declara que sempre imaginou um amor para a vida toda e que este deveria ser conquistado, não imposto.

A coragem com que Ester enfrenta o rei, o deixa ainda mais apaixonado. Assuero decide conquistar o seu amor. Ao voltar para o harém sem ter sido tocada pelo rei, Ester surpreende Hegai e os dois acabam se tornando amigos. Assuero passa a solicitar unicamente a presença de Ester para cortejá-la e, assim, conquistar seu coração.

Aos poucos Ester se rende ao amor do rei, mas nunca revela que é judia. No reino, todos comentam a mudança de comportamento do Imperador, que antes era sério e compenetrado e agora é um homem mais feliz e acessível. Assim, Ester é a eleita de Assuero e coroada rainha de todo o império persa.

A felicidade de Ester dura pouco, pois ao assumir o cargo de Primeiro Ministro do Imperador, Hamã, que é amalequita, exige que todos se curvem diante dele. No entanto, Mordecai se recusa, por acreditar, como os judeus, que deve se curvar somente a Deus. Hamã, enfurecido, planeja destruir os judeus que não se curvarem a ele e constrói uma forca para matar Mordecai. Instigado pela mulher Zeres (Vanessa Gerbelli), Hamã convence Assuero de que os judeus são um povo rebelde, com hábitos, leis e cultura muito diferentes e que por isso não deveriam ser tolerados na Pérsia. Dessa forma, Assuero decreta que o povo judeu deve ser aniquilado no dia 13 de Adar . Os judeus lamentam o decreto real.

Ester descobre que seu povo está sendo ameaçado. Paralelamente, Hamã trama contra a vida de Assuero a fim de ocupar o trono real. Ele organiza um complô com alguns eunucos para matar o rei. Mordecai ouve a conversa e revela à Ester, que conta para o rei que Hamã quer matá-lo. Assuero manda investigar a história. Diante da ameaça ao povo judeu, Mordecai pede que Ester interceda. Ela fica temorosa e pede que o povo judeu reze e jejue por ela por três dias e três noites.

Após os três dias, Ester se enche de fé e vai à presença do rei sem ser chamada, o que poderia levá-la à morte. Assuero a trata com gentileza. Ester perde a coragem e, como desculpa, convida o rei e Hamã para um banquete.

Pouco tempo depois, ao ler o livro de feitos memoráveis, Assuero se dá conta de que Mordecai realizou grandes serviços e não foi recompensado por isso. No dia seguinte, Assuero ordena que Hamã homenageie Mordecai em praça pública. Tal humilhação aumenta ainda mais a ira de Hamã contra Mordecai.

Ester convida o rei para um segundo banquete onde revela sua origem judaica, implora por seu povo e pede que ele não lhe tire a vida. Hamã e Assuero ficam surpresos. A rainha relata o ódio de Hamã contra os judeus e deixa Assuero transtornado. Hamã se ajoelha diante de Ester e pede perdão. Quando Assuero vê a cena, acredita que Hamã esteja assediando a rainha e manda enforcá-lo na mesma forca onde o primeiro ministro pretendia matar Mordecai.

Comovido com o pedido de Ester, Assuero lança um novo decreto permitindo que os judeus preparem sua defesa. No dia 13 de Adar ocorre o grande duelo. Depois de dois dias de batalha, os judeus saem vitoriosos e comemoram com a festa de Purim, celebrada até os dias de hoje pelos judeus de todo o mundo.

Perfil dos personagens:

REI ASSUERO – Marcos Pitombo

Rei poderoso do Império Persa, temido por todos e venerado como um deus por seus súditos. Às vezes é impulsivo, tem um temperamento forte, mas é generoso. É exímio lutador de espadas. Sério e compenetrado, sabe ser charmoso com as mulheres. Apaixona-se perdidamente por Ester.

HADASSA/ESTER – Gabriela Durlo

Moça judia, simples, humilde. Encanta a todos que a conhecem com seu jeito doce, alegre e gentil. É também muito sábia, inteligente, corajosa e tem pulso firme. Será coroada rainha da Pérsia e reinará ao lado de Assuero. Hadassa é seu nome hebraico. Vai adotar o nome de Ester para que a sua origem não seja descoberta.

HADASSA – Barbara Maia

Interpreta Ester / Hadassa quando jovem. Aparece nos pesadelos de Ester.

RAINHA VASTI – Daniela Galli

Mulher estonteante, famosa por sua beleza. Tem porte de rainha. É prepotente e arrogante. Será destituída de seu posto. * Participação especial no primeiro capítulo.

LIA- Cássia Linhares

Mãe de Ester. Mulher bonita, judia e com semblante sereno. Aparece nos pesadelos da filha. Participação especial.

ABIAIL – Juan Alba

Pai de Ester. Simpático, humilde, homem de caráter. Aparece nos pesadelos da filha. Participação especial.

MORDECAI – Ewerton de Castro

Homem bom, honesto e trabalhador. Primo de Ester, que a criou desde que ela ficou órfã na infância. Judeu fiel às tradições da sua religião e a Deus, não se curva diante de homens. Vai ser perseguido por isso, mas enfrentará a revolta de seus inimigos de forma destemida. Será empossado ministro do Rei e vai ajudar Ester a salvar o povo judeu.

HAMÃ – Paulo Gorgulho

Conselheiro do rei e extremamente ambicioso, Hamã é descendente dos amalequitas e inimigo histórico dos judeus, povo a quem pretende exterminar. É maldoso e tem sede de poder. Trama a morte do rei, mas se faz passar por seu fiel escudeiro. Casado com Zeres com quem teve dez filhos, dos quais conheceremos somente dois.

ZERES – Vanessa Gerbelli

Esposa de Hamã. Maldosa, instiga o marido a tramar contra seus inimigos. Também é ambiciosa e não mede esforços para ver Hamã no poder. Joga a sorte, é meio feiticeira e adora vários deuses.

ARIDAI – Paulo Nigro

É o único filho de Hamã que não é ligado às tramas sórdidas do pai. No fundo, é contra a rivalidade do pai com os judeus, mas também não faz nada para mudar esse quadro. É medroso e não enfrenta a família. Apaixona-se pela judia Ana, com quem vive um romance no estilo ‘Romeu e Julieta’, já que as famílias são contra o relacionamento.

DALFOM – Gabriel Gracindo

Primogênito de Hamã e Zeres. É o braço direito do pai e odeia os judeus. Arrogante, mulherengo, beberrão e mau caráter. Um dos principais guerreiros do rei Assuero. Envolve-se com Tafnes.

MEMUCÃ – Paulo Figueiredo

Nobre persa, homem de confiança e conselheiro do rei Assuero. Não gosta de Hamã e também será vítima de suas maldades.

HARBONA – Rocco Pitanga

É um dos eunucos. Serve ao rei e à rainha no palácio. Homem leal ao rei.

HEGAI – André di Mauro

Eunuco responsável pelo harém do rei. Divertido, levemente efeminado, mas discreto. Ensina às candidatas ao reino como se portar, comer e se vestir diante do rei. Dá aulas de etiqueta real para as virgens do harém. Torna-se um bom amigo de Ester.

QUINLÁ – Maria Ceiça

Serva leal e confidente de Ester no palácio. É como uma mãe para ela.

JOEL – Giuseppe Oristânio

Líder judeu, ranzinza e muito apegado às leis judaicas. Amigo de Mordecai e pai de Ana. Não aceita o envolvimento da filha com o filho de Hamã, inimigo de seu povo. Vai liderar o povo judeu no retorno à Jerusalém.

REBECCA – Eliete Cigaarini

Esposa de Joel. Judia mais moderada. Tenta convencer o marido em favor da filha. É apaziguadora.

ANA – Letícia Colin

Filha de Joel e Rebecca. Amiga de Ester. Bonita, ingênua e sonhadora. Também será raptada para fazer parte do harém do rei. Vive um romance escondido com o filho de Hamã e sofre por conta disso.

RUBEN – Márcio Kieling

Jovem judeu, bonito, de bem com a vida, pastor de ovelhas. É apaixonado por Ester e faz tudo por ela. Será capturado pelos guardas do palácio e será mutilado para se tornar eunuco, o que mexerá com sua honra. Fica revoltado.

SIMION – Maurício Ribeiro

Judeu, amigo de Ruben. Trabalha como copeiro do rei no palácio. É responsável por provar a comida e a bebida antes do rei para ver se não está envenenada. Tem medo de morrer, mas ao mesmo tempo é um homem de fé. Arrisca a vida para salvar o rei.

BIGTÃ – Felipe Martins

Eunuco do palácio. Vai se aliar a Hamã num complô para matar o rei.

TERES – Victor Hugo

Eunuco do palácio. Também está envolvido no complô para matar o rei.

TAFNES – Lana Rodes

Moça egípcia, muito bonita e ambiciosa que sonha em se tornar rainha. Morre de ciúmes de Ester com quem compete no harém. Envolve-se com Dalfom.

Igreja cria curso na Itália para sogra não interferir em vida de casal


Com a finalidade de prevenir crises conjugais, uma arquidiocese italiana decidiu abrir um curso na cidade de Udine, no norte da Itália, para ensinar sogros e sogras a não interferir na vida de casal de seus filhos.

O curso – chamado “Famílias em diálogo, como ser pais eficientes com filhos que vivem a experiência de casal” – é organizado pela arquidiocese da região de Friuli e financiado pela prefeitura de Udine.

Serão três aulas, uma vez por semana, a começar nesta sexta-feira. O curso é gratuito, e sogros e sogras podem participar individualmente ou em casal.

Durante os encontros, psicólogos vão ensinar os sogros a não se intrometer demais na vida familiar de seus filhos e a auxiliar na criação dos netos, respeitando as escolhas dos pais.

De acordo com os organizadores do curso, as intromissões de sogros e sogras desencadeiam discussões entre pais e filhos e sobretudo entre os sogros e os cônjuges de seus filhos, o que muitas vezes leva à dissolução de relações que pareciam sólidas.

A arquidiocese diz que o curso, que ainda será levado para outras cidades italianas, pretende ajudar os sogros a discutir seus problemas e a se colocar em seu devido lugar no âmbito familiar.

Causa de divórcio

Segundo pesquisas citadas pelos organizadores do curso, a intromissão dos pais na vida dos filhos casados é uma das principais causas de divórcio na Itália.

“Estudos evidenciam claramente que ao menos três em cada dez casamentos entram em crise por causa dos sogros. Em algumas regiões, essa proporção chega a 50%”, diz o padre Giuseppe Faccin, responsável pela pastoral da família da arquidiocese de Udine.

Os dados divulgados pelo sacerdote são confirmados pela associação italiana dos advogados especializados em divórcios. A intromissão de sogros seria tão grave quanto a infidelidade conjugal, segundo a entidade.

O organismo calcula que cerca de 30% das separações judiciais ocorrem por causa dos sogros. As relações mais problemáticas seriam com as mães dos maridos, que muitas vezes entram em competição com as noras.

“Educar um sogro, ou mais frequentemente uma sogra, significa antes de mais nada recuperar a relação dele com seu próprio cônjuge”, afirmou Faccin ao jornal Messaggero Veneto, de Udine.

Na avaliação do padre, com o casamento dos filhos, os pais precisam encontrar seu próprio equilíbrio como casal.

Segundo Faccin, após muitos anos dedicando-se à prole, a relação do casal enfraquece e os pais acabam se debruçando novamente sobre os filhos, mesmo quando eles já se casaram e geraram suas próprias crianças.

“(Os sogros) Deveriam aprender a ser avós e a deixar de se intrometer nas escolhas educativas dos filhos”, afirma o sacerdote.

Fonte: BBC Brasil/OVERBO

Gaystapo quer intervenção estatal no BBB da TV Globo


Declaração “ofensiva” atrai patrulhamento da Procuradoria da República.

(Por Julio Severo) – Finalmente, a Rede Globo de Televisão está sob a ameaça da Procuradoria da República. A ameaça veio por causa de um fato ocorrido no Big Brother Brasil (BBB10), no dia 9 de fevereiro.

Tente agora adivinhar qual foi esse fato:

1. Uma cena de nudez e sexo entre um homem e uma mulher.

2. Uma cena de beijo entre dois homens.

3. Uma cena onde um homossexual disse que apenas as pessoas normais contraem o vírus da AIDS.

4. Uma cena onde alguém xingou Jesus Cristo.

5. Uma cena onde um homem opinou que a AIDS é uma doença que afeta principalmente homossexuais.

Será que foi alguma cena de nudez e sexo que incomodou os censores do Estado? Se fosse, há Globo já teria sido punida há milênios, pois não é de hoje que sexo e nudez fazem parte de sua programação, vinte e quatro horas por dia.

Será então que foi uma cena de beijo gay? Apesar da oposição óbvia da maior parte do público a tal ato, os censores do Estado não estão nem aí.

Já sei! Um homossexual acusou a maioria da população de ser responsável pelo vírus da AIDS. Ops, errei de novo! Mesmo que uma multidão de militantes gays recite tal declaração dia e noite em todas as redes de rádio e televisão, a reação máxima dos censores estatais vai ser achar que os gays estão estressados por causa da “homofobia” da sociedade. Além disso, há sempre a defesa pronta do “direito de livre expressão”.

E xingar Jesus Cristo? Isso incomoda os censores estatais? Sem dúvida, eles conseguirão exprimir algum tipo de bocejo. Punição? Só se o Brasil inteiro fizer pressão sistemática durante muito, muito tempo. Mesmo assim, a punição máxima será uma melosa e inócua repreensão.

Contudo, quando o sagrado é profanado, os bocejos vão embora. E vai embora também a liberdade de expressão. E junto, toda indiferença e desatenção. A reação é imediata. Não, o “sagrado” no caso não é Jesus Cristo — pelo menos, não para os censores estatais. O “sagrado” é o homossexualismo!

Qualquer coisa que se disser, por mais leve que seja, que traga uma mínima negatividade à homossexualidade é violação imperdoável da sacralidade indiscutível do homossexualismo! Quem cometeu esse “sacrilégio” foi o lutador Marcelo Dourado, participante do BBB10. Apesar de todas as besteiras do programa, que não rendem atenção e patrulhamento da Procuradoria da República, bastou que Dourado dissesse que a responsabilidade da AIDS é dos homossexuais para que a Gaystapo estatal viesse correndo pronta para fuzilar.

Mas quem fuzilou mesmo foi o cantor gay britânico Boy George, que chamou Dourado de “lixo”, dizendo: “Estou cansado de ouvir coisas sobre esse lixo brasileiro. Se ele é homofóbico, ele que se dane. Eu não estou nem aí!”

Esse comentário de George não lhe custou nenhuma condenação, mas ai de Dourado se tivesse insinuado que um homossexual é lixo. Nada neste mundo poderia livrá-lo de um linchamento midiático. No mínimo, ele seria sumariamente expulso do BBB — entrando em seguida para o reality show da paranóia estatal anti-“homofobia”.

Está mais do que na hora de pessoas comuns como Dourado entenderem que poucos têm licença e impunidade de chamar os outros de lixo. Se quiserem essas regalias, que passem para o lado homossexual.

Mesmo não tendo chamado nenhum gay de lixo, nojento ou asqueroso, o que Dourado precisa fazer agora para reparar seu “horrível” pecado no BBB? Procurar urgentemente Luiz Mott ou outro xiita homossexual, lamber-lhe os pés e dizer que ama o homossexualismo. Se ele fizer suficientes declarações de amor, a fúria dos censores estatais poderá diminuir. Se ele se prostrar, com sinceridade, diante da “santíssima” sodomia, talvez haja esperança. Talvez haja perdão estatal.

Apesar das ameaças e patrulhamento, Dourado não precisa beijar os pés de ninguém. O direito de livre expressão não vale também para ele? Além disso, importantes ativistas gays já expuseram sobre a AIDS a mesma opinião expressa por ele.

Em declaração pública no dia 8 de fevereiro de 2008, Matt Foreman, diretor executivo da Força Tarefa Nacional Gay e Lésbica nos EUA, disse: “Gente, com 70 por cento dos portadores do HIV deste país sendo gays ou bissexuais, não podemos negar que o HIV é uma doença gay. Temos de aceitar isso e enfrentar a verdade”.

Em 2006, Lorri Jean, diretora-executiva do Centro Gay e Lésbico com sede em Los Angeles, EUA, de forma semelhante chocou o movimento homossexual ao declarar: “O HIV é uma doença gay. O HIV é nosso. Acabemos com ele”.

Entretanto, até mesmo descarados defensores do homossexualismo reconhecem que Dourado não cometeu nenhum pecado de “homofobia”. Um tal de Catupiry, ao discursar sobre o caso Dourado, inocentou-o, dizendo: “Que eu saiba, homofobia é dizer que homoafetividade é uma aberração, como faz a igreja. Homofobia é não admitir os direitos dos homossexuais de se casarem, de adotarem uma criança, etc. Homofobia é dizer que ser gay não é normal e acreditar que é uma doença que tem cura. Isso é homofobia.”

Dourado não disse que o homossexualismo é aberração, nem se mostrou contrário a “casamentos” gays, nem à adoção de inocentes crianças por gays. Ele também não disse que o homossexualismo é anormal nem que a homossexualidade é curável. Quem é que diz isso? Centenas de milhares de católicos e evangélicos praticantes do Brasil!

Os cristãos fiéis crêem, pregam e repetem o que Deus disse na Bíblia:

“Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus”. (1 Coríntios 6:9-10 NVI)

“Não se deite com um homem como quem se deita com uma mulher; é repugnante”. (Levítico 18:22 NVI)

“Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles”. (Levítico 20:13 ACF)

Imagine se Dourado tivesse meramente repetido o que Deus disse na Bíblia? Por muito menos, ele foi condenado como “lixo” e está na mira da Procuradoria da República.

Na cartilha politicamente correta, se você repete o que está na Bíblia, você é automaticamente classificado como “demônio”. Mas se você for um bonzinho Maria-vai-com-as-outras e repetir mantras anti-“homofobia”, você é um “anjo” defendendo os “anjos” da sodomia.

Suspeito que o ressurgimento de métodos nazistas e soviéticos de perseguição de opinião, no caso de Dourado, é apenas uma amostra para católicos evangélicos, onde a voz ideológica da malícia e insinuação sussurra: “Ei, cristãos! O que estamos fazendo com Dourado é uma mensagem para vocês. Entenderam o recado ou precisam de mais exemplos?”

No jogo sujo do patrulhamento pró-sodomia, Marcelo Dourado virou bode-expiatório, onde a insanidade estatal, aliada à insanidade do ativismo gay, aproveita toda e qualquer oportunidade para intimidar, amedrontar e silenciar a maioria cristã do Brasil.

Fonte: www.juliosevero.com/OVERBO

Ironia: Família Duggar, que tem 19 filhos, aluga casa que pertenceu à líder de maior entidade apoiadora do aborto


(Por Kathleen Gilbert) – Jim Bob e Michelle Duggar, pais que são estrelas de um programa de TV e que recentemente viraram manchete depois do nascimento de seu décimo nono bebê, estão agora alugando uma casa que outrora pertenceu a uma mulher que era promotora da purificação racial e fundadora da Federação de Planejamento Familiar de Little Rock, Ark., noticiou o jornal Examiner.

“É cômico que a casa que estamos alugando realmente pertenceu a uma senhora que começou a primeira clínica da Federação de Planejamento Familiar* em Little Rock. Existe até uma placa no quintal da frente”, Jim Bob disse para o serviço noticioso numa entrevista telefônica.

Ele disse que a maioria dos filhos, com a exceção de Josh e John Duggar, vivem juntos na casa.

Os Duggars são as estrelas do programa de televisão “19 Kids and Counting” (19 Filhos e Contando) — antes “18 Kids and Counting” e “17 Kids and Counting” — que acompanha a vida diária da família batista conservadora.

A família se mudou para a casa em Little Rock para ficar mais perto da Universidade de Arkansas para a Ciência Médica, onde Josie, sua filha que nasceu de uma gestação de 25 semanas em 10 de dezembro, continua a ser monitorada.

A blogueira pró-vida Jill Stanek identificou a líder da Federação de Planejamento Familiar* como Brunhilde Kahlert Cornish, a principal promotora de controle da natalidade e purificação racial em Arkansas na virada do século. Amiga da especialista em purificação racial Margaret Sanger, que fundou a Federação de Planejamento Familiar* dos EUA, Cornish fundou a Associação de Purificação Racial de Arkansas, que mudou seu nome para Associação de Planejamento Familiar* de Arkansas em 1942.

* A Federação de Planejamento Familiar dos EUA é a maior entidade de aborto, planejamento familiar e educação sexual hoje nos EUA.

Fonte: www.juliosevero.com/overbo

quarta-feira, 3 de março de 2010

VÍDEO DO DIA - IRMÃOS LEVANTEM A CABEÇA!!!!!! JESUS AMA VOCÊ

Oração da Propina: Deputado evangélico Junior Brunelli, autor da oração, renuncia ao cargo


O deputado distrital Junior Brunelli (PSC), protagonista do que ficou conhecido como “oração da propina”, renunciou nesta terça-feira (2) ao mandato. Havia contra ele um processo por quebra de decoro parlamentar. Como não foi notificado, Brunelli não perde os direitos políticos com a saída da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Ele é suspeito de participar do suposto esquema de propina que ficou conhecido como mensalão do DEM de Brasília. Outro suposto envolvido – Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM), chamado de “deputado da meia” – entregou a carta de renúncia na sexta (26) e teve o ato oficializado nesta terça. Outra suposta participante do esquema, a deputada Eurides Brito (PMDB), já disse que não renuncia.

A carta de Brunelli estava pronta desde sexta e foi entregue e lida na sessão plenária desta terça. O documento foi lido pela deputada Jaqueline Roriz (PMN). Brunelli aparece em dois vídeos gravados pelo ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal Durval Barbosa, que delatou à Polícia Federal o suposto esquema de corrupçãp no DF. O primeiro vídeo é o mais famoso, no qual Brunelli (de camisa roxa) aparece rezando com Durval (de camisa vermelha) e Prudente (de camisa branca). Em outro vídeo gravado por Barbosa, Brunelli recebe um maço de dinheiro.

A carta de Brunelli

Na carta, com erros de português, Brunelli diz que foi vítima de uma “conspiração política” e que os vídeos são “apócrifos, manipulados e sem origem”. Ele afirma que oração foi para uma pessoa que “vivia grandes conflitos emocionais.” “O que eu fiz, na companhia de um colega parlamentar [Prudente], foi uma oração que desse ao personagem o reconforto espiritual, o equilíbrio emocional.”

Brunelli diz que o dinheiro que recebe em um dos vídeos “era destinado a um evento de campanha. Isso tão somente. Nada mais.” Ele diz que essa é “uma prática comum dos partidos políticos brasileiros.” Segundo Brunelli, esse vídeo foi gravado em 2006; o da oração, em setembro de 2009.

Ele termina a carta dizendo que renuncia para “não ser submetido ao julgamento político previamente decidido” e que vai “provar na Justiça” sua inocência. Brunelli ainda pede perdão e diz que perdoa aqueles que o “crucificaram.”

Mensalão do DEM

O escândalo do mensalão do DEM de Brasília começou no dia 27 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a operação Caixa de Pandora. No inquérito, o governador afastado, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), é apontado como o comandante de um esquema de distribuição de propina a deputados distritais e aliados.

Arruda está preso na Superintendência da Polícia Federal desde o dia 11 de fevereiro por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acusado de tentar subornar uma testemunha do caso. O vice-governador, Paulo Octávio, que assumiu o cargo interinamente, renunciou na tarde de terça-feira (23). Com a renúncia, o cargo de governador interino do Distrito Federal foi assumido pelo presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima (PR).

Fonte: G1 / Gospel+