sábado, 27 de novembro de 2010

Ator que decaptou mãe com espada samurai diz que Deus surgiu e mandou matar o demônio

O ator Michael L. Brea, 31, deu uma entrevista de dentro do hospital psiquiátrico onde está internado explicando o motivo de ter matado a própria mãe.

“Eu não matei ela. Eu matei o demônio que morava dentro dela”, afirmou ao jornal americano “NY Daily News”.

Segundo ele, Deus apareceu para ele durante um sonho e disse para ele que aquele seria seu último dia na Terra.

No dia do assassinato, ele disse que se sentiu como o personagem Neo de “Matrix”.

“Comecei a ouvir vozes e a me sentir poderoso”, contou.

Ao chegar em casa, ele diz que já sabia que iria matar a própria mãe e a atacou, achando que o “demônio” havia se apoderado do corpo dela.

“Eu estava cortando a minha mãe e escutei a polícia batendo na porta, mas sabia que eles não conseguiriam entrar porque os espíritos estavam me protegendo. Continuei cortando ela”, contou. “Ninguém poderia me deter. Eu estava fazendo o trabalho de Deus.”

Brea foi preso na terça-feira (23) após a mãe dele, Yannick, de 55 anos, ser encontrada decapitada e com diversas perfurações no corpo.

Praticante de artes marciais, o ator usou uma espada de samurai para cometer o crime.

O ator apareceu em alguns episódios do seriado “Ugly Betty” e no filme “Step-Up 3D”, além de ter participado de comerciais.

Fonte: Folha / Gospel+
Via: O Verbo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.