segunda-feira, 14 de junho de 2010

Marcha para Jesus Salvador 2010 tem palco ilegal e reune apenas 10% do público esperado


A Marcha para Jesus Salvador 2010 é considerada a segunda maior versão do evento no Brasil, comumente reunindo cerca de 1 milhão de pessoas na capital baiana. A chuva, o “tempo feio” entre os participantes e o não comparecimento dos 14 trios elétricos, como prometido pela organização, transformou a 13ª Marcha para Jesus Salvador no que algumas pessoas chamariam de fracasso total.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Cerca de 100 mil pessoas participaram da Marcha para Jesus em Salvador. O evento teve que começar as 14:30 devido à convenção nacional do PSDB que aconteceu em Ondina onde foi a concentração da marcha. O presidente estadual do PSDB, o ex-prefeito Antonio Imbassahy, revelou que teve de fazer um acordo com os organizadores da marcha para transferir o início do evento das 13h para as 14h30.

Prefeitura de Salvador informou que para as próximas marchas está proibido a montagem no palco em Ondina.

A Igreja Renascer, organizadora da 13ª edição da Marcha para Jesus em Salvador, montou um mega palco em frente ao Farol da Barra sem a autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na Bahia.

O superintendente do Iphan, Carlos Amorim, informou que, sem a autorização do órgão, o palco também não poderia ser autorizado pela Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom). “Espero que a Sucom tome as providências necessárias. O Iphan adotará as medidas legais cabíveis”, afirmou.

Responsável pela produção da marcha em Salvador, Luciane Ferreira informou desconhecer o fato de que a montagem do palco não tem autorização do Iphan. Segundo ela, em café da manhã realizado há cerca de oito dias, na sede da Igreja Renascer, no Costa Azul, o prefeito João Henrique afirmou que participaria da marcha juntamente com a esposa.

Polícia Militar pega pesado com os participantes do evento

Ao contrário da marcha em São Paulo, a polícia militar teve muito trabalho para conter os ânimos dos participantes. Nas músicas de rock, eram formados rodas e o que via eram socos e empurra empurra. A polícia militar entrou na roda e começou a agredir os participantes, levando um detido. O vocalista da banda Katsbarnea teve que parar a música e pedir que os participantes parassem de se bater e que a polícia cessa-se as agressões.

A Polícia Militar de Salvador visivelmente despreparada e diferente da polícia de São Paulo, passava no meio da multidão e a qualquer movimento mais agitado eles agrediam os participantes.

Essa não é a primeira vez que ações da polícia e de alguns participantes acabam em agressões de ambos os lados, em 2009 agressões da polícia foram vistas no meio da multidão no mesmo instante que Katsbarnea tocava.

Líderes da Renascer respondem aos protestos na Marcha para Jesus São Paulo: “Eu acho isso um absurdo”

Na Marcha para Jesus em São paulo que aconteceu dia 3 de junho, cerca de 10 pessoas com bandeiras e camisetas que diziam “Marcha pela ética evangélica brasileira. O $HOW tem que parar”, protestaram contra a marcha.

Pastores ouvidos pela Folha Renascer disseram que tal protesto é válido se for contra algumas denominações que visam dinheiro: “O protesto é válido, não atrapalha. Espero que as faixas sejam lidas pelos que fazem esse tipo de barganha. Que esse grupo aumente e traga mais pessoas para a marcha. Graças a Deus muitos já tem essa maturidade de onde aplicar seu dinheiro e diferenciar o que é para Jesus e o que é para homens. Se a marcha fosse um movimento para homens ou denominações, não viveríamos milágres, respostas de oração etc” disse o pastor Sergio da Igreja Renascer e Pastor Paulo da Igreja Batista de São Paulo.

Na coletiva de imprensa com o Apóstolo Estevam, um reporter disse que os manifestantes estavam protestando contra a marcha para Jesus, que deixou de ser religioso e virou um evento para exaltar o líder da Igreja Renascer. Em resposta Estevam disse: “Eu acho isso um absurdo, porque o que estou carregando aqui no peito é Jesus. Se as pessoas ouviram o que eu falei em todo o trajeto a palavra foi clara, esse evento não é para exaltar homens mais a Jesus Cristo. Agora se o amor e carinho das pessoas pela nossa vida atrapalha meia dúzia, eu não posso fazer nada. Agora, sempre a Marcha para Jesus ela tem um único objetivo: não é religioso no sentido de determinar alguma religião, não é politico, mas é uma manifestação livre daqueles que amam e adoram a Jesus Cristo.” De um modo geral o líder da Igreja Renascer, apóstolo Estevam Hernandes, não se importou com o protesto, segundo ele a mobilização é útil.

Fotos da Marcha para Jesus em Salvador 2010

http://a.yfrog.com/img688/9140/hy9r.jpg

http://desmond.yfrog.com/Himg191/scaled.php?tn=0&server=191&filename=rewe.jpg&xsize=640&ysize=640

http://desmond.yfrog.com/Himg35/scaled.php?tn=0&server=35&filename=di7w.jpg&xsize=640&ysize=640

http://desmond.yfrog.com/Himg175/scaled.php?tn=0&server=175&filename=cdyy.jpg&xsize=640&ysize=640

Fonte: Correio, Gospel+ e Folha Renascer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.