domingo, 2 de maio de 2010

Paquistão: Violência contra Cristãos

Violências cotidianas no Paquistão contra os cristãos no silêncio geral: é o que denuncia a Agência Fides, citando fontes paquistanesas. Em uma nota divulgada ontem Fides declara: “Quarta-feira, na localidade de Quetta (Baluchistão), um cidadão cristão foi assassinado na rua por pessoas não identificadas, causando horror à comunidade local”. Ainda na quarta-feira, no Punjab foi surrado e violentado um barbeiro de 29 anos acusado por um grupo de muçulmanos tradicionalistas de ter cortado a barba de um jovem muçulmano.
Nos dias passados, sempre no Punjab, foi incendiada pelos denominados “talebãs paquistaneses” a escola feminina “St.Deny’s Girls High School”, administrada pela Igreja protestante do Paquistão. Também na capital Islamabad “outro caso de violência contra uma jovem cristã. Acusada, sem provas, de ter roubado algumas jóias; a jovem foi mantida como refém, surrada e torturada durante 5 dias para obrigá-la a confessar, uma confissão de algo que ela, inocente, não fez. Agora está internada num hospital e corre o perigo de perder o uso das pernas”.
Por causa desses e de outros casos de violência a Comissão “Justiça e Paz” da Conferência Episcopal do Paquistão, pediu mais atenção por parte do governo à situação. Segundo o Diretor do Centro de Pesquisa para os Direitos Humanos, Christian Study Center de Rawalpindi, Francis Mehboob Sada, “a maior parte das violências se verifica no silêncio e na indiferença geral”.

RV/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.