sábado, 15 de maio de 2010

Homem vai preso após atacar menina dentro de templo evangélico

Um homem foi preso duas vezes ontem pela Polícia Militar depois que, armado com revólver, tentou estuprar uma menina de 11 anos em um templo evangélico, na Avenida da Amizade, na região do Jardim Europa, em Santa Bárbara d'Oeste. Após de ter sido agarrado pela primeira vez em uma casa, o acusado Marcelo Faria Cardoso, de 33 anos, fugiu de uma viatura da Polícia Militar. Conseguiu correr por três quarteirões, porém, foi preso de novo. Na segunda vez foi algemado até pelos pés.
O templo localizado na Avenida da Amizade foi invadido por volta das 13h30. O homem rendeu uma adolescente de 19 anos, que trabalha no local, e uma menina de 11 anos que é filha de um obreiro e estava participando de uma atividade educacional. O ladrão levou as duas para salas diferentes e pegou uma caixa com R$ 230 em dinheiro do templo e outros R$ 30 de funcionária. Ao ficar diante da menina, tentou arrancar as roupas dela. A chegada de uma mulher afugentou o criminoso que pegou uma bicicleta e fugiu. A garota estava em estado de choque.
Policiais da 2ª Companhia do 19º Batalhão fizeram buscas e por meio de informações localizaram Cardoso na residência de número 210 da Rua Aldemar Semmler, no Jardim Santa Rosa 2. O acusado foi reconhecido pelas vítimas e recebeu voz de prisão. Ele foi colocado em um carro da PM. Os policiais passaram a vasculhar um terreno baldio em busca da arma. Nesse momento, Cardoso conseguiu abrir o vidro da viatura e fugiu pulando a janela.
Ele foi perseguido e localizado a três quarteirões, na região do Parque Planalto. Tentou reagir e foi contido pelos policiais que utilizaram gás de pimenta e algemas nas mãos e pés de Cardoso. Segundo os policiais, foi necessário o uso de força física moderada para contê-lo. "Ele estava muito alterado. Ao voltar para a viatura ainda deu cabeçadas no vidro", comentou um policial. O acusado foi levado para o 2º Distrito Policial onde foi autuado em flagrante por roubo e estupro a vulnerável.
A arma não foi encontrada. A bicicleta que ele retirou do templo pertence ao filho de um pastor e foi achada na casa do Jardim Santa Rosa 2. Cardoso tem antecedentes criminais por roubo e furto. Ontem, ele foi levado para uma unidade prisional.

O Liberal/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.