sexta-feira, 21 de maio de 2010

Evangélicos convocam jejum em protesto à violência política

Evangélicos de diversas igrejas, incluindo católica, preocupados com a violência política na busca de cargos e poder, convocaram jejum espiritual, de 40 dias.
A proposta partiu do pastor Augusto Cesar Marenco, do Ministério Apostolar Centro Cristão, e tem por propósito colocar o destino do país nas mãos de Deus. "A Nicarágua vive os piores momentos de sua história e a única forma de procurar solução é indo a Cristo para sanar a terra", disse Marenco.
O pastor agregou que a crise política, que afeta a institucionalidade, traduz-se em falta de valores morais e éticos, em famílias desempregadas, numa juventude assediada pelas drogas. Esses são assuntos que mais preocupam as igrejas evangélicas, comentou.
"A história do país se evidência pelos constantes abusos de quem nos têm mal administrado e os resultados são catastróficos: pobreza e anti-valores", disse.
O pastor Marcelino Baset, da Igreja Batista Internacional, também se expressou muito preocupado com a insegurança no país. A congregação intercede pela cidadania em suas orações, contra a violência que é provocada, entre outros males, pelo consumo de álcool, avaliou.
Jovens da Pastoral Juvenil da Igreja Católica se preparam para assistir, no sábado, 29 de maio, no Estádio de Masaya, localidade a 32 quilômetros da capital, PA 19ª. Vigília de Pentecostes, quando elevarão suas orações para que a juventude não caia na tentação do consumo de drogas, o qual se converteu num flagelo para a sociedade.

ALC/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.