quinta-feira, 27 de maio de 2010

Curandeiros sacrificam boi em estádio da final para abençoar a Copa


Objetivo do ritual teria sido dizer aos antepassados que o mundo está indo para a África do Sul;
A Organização de Curandeiros Tradicionais sul-africanos (THO, sigla em inglês) sacrificou nesta terça-feira um boi a facadas em frente ao estádio Soccer City, em Joanesburgo, que receberá a abertura e a final da Copa do Mundo da África do Sul, para abençoar o torneio, informou a imprensa local. O propósito do ritual era "dizer aos antepassados que o mundo está vindo à África do Sul", disse ao diário "The Star" Mandla Qeleqele, um membro da organização.
O encarregado de cravar a faca entre os chifres do animal, perante cerca de dois mil curandeiros especializados em medicina tradicional sul-africana, foi o guerreiro septuagenário da etnia xhosa Zakhele Sigcawu, que pertence ao clã Tshawe e viajou a Soweto desde a província do Cabo Oriental.
Segundo Zolani Mkiva, presidente e diretor-geral do Instituto da Realeza Africana, cerca de 300 bruxos ou "sangomas" invocaram os antepassados para que fornecessem sua energia e queimaram "impepho", uma erva tradicional, para pedir a Deus e aos antepassados que deem à África do Sul um bom Mundial.
Os bruxos tradicionais disseram que escolheram o Soccer City por ser o estádio onde começará e terminará o torneio, e afirmaram que o processo de comunicação espiritual é sagrado. Após sacrifício, os bruxos mais antigos entraram no estádio e cantaram e dançaram com suas vestimentas tradicionais para abençoar também o interior do recinto.
- Nossos estádios estão agora oficialmente benzidos para o torneio de acordo a nossa cultura - concluiu Mkhiva após a cerimônia.

GloboEsporte/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.