quinta-feira, 1 de abril de 2010

O Mensageiro de Deus – Primeiro filme evangélico brasileiro terá a direção do palhaço Bozo


Arlindo Barreto ficou conhecido por interpretar na década de 80 o maior palhaço do mundo, o Bozo. Ator de novelas da Globo, atuou em “Sítio do Pica-Pau Amerelo”, fez 25 longa-metragens no cinema e dirigiu o circo Vostok. Como Bozo, ganhou cinco troféus Imprensa, três discos de ouro, a medalha da paz da UNESCO como Embaixador da Boa Vontade, o Colar da Caridade da Polônia e várias premiações concedidas por feitos às comunidades carentes.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Durante dois anos, Barreto também conviveu com a dependência química, que culminou em um tombo no banheiro de casa que levou-o a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Hoje pastor, líder do ministério dos Artistas de Cristo, Arlindo Barreto vai dirigir o primeiro longa metragem evangélico no Brasil. O pastor conta que a produção pretende indicar aos papeis principais, atores cristãos, como Caique de Oliveira, da Cia. de Teatro Jeová Nissi; Lan Breves, que atuou nas novelas As Pupilas do Senhor Reitor e em A moreninha, na TV Globo; Sara Sheeva, filha de Baby do Brasil; e a própria Baby. Para papeis secundários, atores globais. O pastor conta ainda que o filme será lançado no circuito de cinemas seculares e que pretende colocá-lo na lista de indicados ao Kikito de Ouro (Festival de Gramado), Urso de Prata (Berlim), Festival de Cannes e Veneza, e Festival de Toronto, no Canadá.

Confira a entrevista que o pastor deu ao Guia-me sobre a nova produção:

O senhor planeja dirigir o primeiro longa metragem evangélico brasileiro. De quem foi a ideia? Quem está investindo nela?

Pr. Arlindo Barreto: Fui convidado pelo roteirista e escritor do Livro “O Mensageiro de Deus “, Luis Carlos Schroder, que também assume a responsabilidade da produção do filme de mesmo nome.

Luis Carlos Schroder e sua esposa montaram um núcleo de cinema em Recife, através do Instituto Pernambucano de Cinema, entidade que está sendo criada para o desenvolvimento de projetos culturais e uma produtora 100% Cristã, que é a Gospel Line Films, com o objetivo é produzir filmes com conteúdo para a familia evangélica brasileira.

A Gospel Line Films fez parcerias com as melhores empresas de pós-produção da América Latina, como a Casablanca Teleimage, Quanta e Dolby, que farão a finalização do áudio já na Banda Internacional.A produção total do filme foi orçada em oito milhões de reais.

Sobre o que o filme trata?

Pr. Arlindo Barreto: Conta a estória de um pastor evangélico, ungido, e tremendamente usado por Deus em sua obra evangelística por todo o mundo e também em seu ministério local. Satanás, furioso com os resultados obtidos por este mensageiro de Deus em suas cruzadas, resolve fazer uma conspiração tenebrosa para destruir o ministério deste pastor, assim como a sua família. Este filme denuncia algumas das estratégias do inferno para destruir um homem de Deus, através de ciladas, instigando sua igreja contra ele, acusando-o injustamente diante da opinião pública, enfim, o filme é rico na exposição dos ardís do inimigo de nossa alma para eliminar aqueles que são levantados por Deus para cumprirem o Seu propósito.

Onde serão gravadas as imagens?

Pr. Arlindo Barreto: Na verdade, esta produção está orçada para uma trilogia, cujas cenas serão gravadas aqui em São Paulo, em Recife, na África e na Argentina.

Em que fase estão na produção do filme?

Pr. Arlindo Barreto: Os estúdios Quanta e Casablanca Teleimage em São Paulo nesta nova etapa de negociação abaixaram o custo em quase um milhão. É que chegou para a Quanta uma câmera digital panavisada para cinema dos EUA, semelhante às câmeras usada no filme Avatar. Com isso, não teremos os custos de laboratórios e todo aquele processo de montagem via moviola, e neste processo Digital não precisaremos revelar copiões para vermos o resultados filmados na semana. A produção fez a pesquisa das trilhas sonoras que usaremos e vai ser simplesmente uma declaração do nosso grande amor ao Senhor Deus. Aliás, este trabalho será para a honra e Glória do nosso Deus. Digo mais, muitas coisas já aconteceram com a produtora para a desestabilização deste projeto, mas o sucesso não será nosso e sim Dele, a razão de acreditarmos que Ele é a nossa grande inspiração da realização.

A princípio a produção queria atores renomados – globais – para os papeis principais, mas argumentei que hoje nós temos ministérios de atores cristãos. Eu mesmo sou Presidente do Ministério dos Artistas de Cristo do Brasil e conheço atores de altíssima qualidade e comprometimento como, por exemplo, Caique de Oliveira – Jardim do Inimigo, Lan Breves – Pupilas do Senhor Reitor, A moreninha, na TV Globo-, Sara Sheeva, filha de Baby do Brasil, e a própria Baby.

Pretendo usar os atores globais renomados para os segundos papeis, apenas para atraírem bilheteria.

Este filme será lançado no circuito de cinemas seculares e pretendo colocá-lo na lista dos filmes indicados para o Kikito de Ouro (Festival de Gramado), Urso de Prata (Berlim), Festival de Cannes e Veneza, além do Festival de Toronto (CA).

Quando o senhor estará em visita ao Brasil?

Pr. Arlindo Barreto: Já estou no Brasil e assumi o pastoreio de Jovens em minha Igreja, onde utilizo o altar como forma de expressão artística para adoração e louvor ao nosso Senhor, numa Quinta Feira Nobre, onde bailarinos, poetas, pintores, escultores e atores expressam com liberdade o seu amor por Ele.

Corrigido pelo Gospel+ do Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.