sexta-feira, 2 de abril de 2010

Modelo condenada a chicotadas por ter bebido cerveja recebe perdão na Malásia

Sultão comutou a pena para três semanas de serviços comunitários. Condenação havia indignado defensores dos direitos humanos.

O sultão do estado malaio de Pahang comutou as chicotadas a que havia sido condenada uma modelo de 33 anos por ter bebido cerveja por três semanas de trabalho comunitário, anunciou o pai da ré.

Kartika Sari Dewi Shukarno, que tem dois filhos, foi condenada em agosto de 2009 a receber seis chicotadas e a pagar uma multa de 5.000 ringits (US$ 1.400), de acordo com a lei islâmica aplicada neste país muçulmano, considerado moderado.

A condenação, a primeira com castigo corporal para uma mulher, provocou a indignação das organizações de defesa dos direitos humanos.

O pai da modelo, Shukarno Mutalib, afirmou que o sultão do estado de Pahang, onde aconteceu o delito, informou a comutação da pena em uma carta enviada esta semana à família.

A modelo terá que cumprir o serviço comunitário em uma instituição infantil a partir de 2 de abril, destacou Shukarno.

O sultão é responsável pelos assuntos religiosos em cada estado malaio.

Kartika Sari Dewi Shukarno, que mora há 15 anos em Cingapura, foi detida temporariamente em julho de 2009 por ter sido vista bebendo cerveja na discoteca de um hotel, o que é proibido pela lei islâmica.


A modelo muçulmana Kartika Sari Dewi Shukarno durante entrevista em 22 de agosto de 2009 em Kuala Lumpur. (Foto: AFP)

Fonte: G1/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.