domingo, 18 de abril de 2010

Igreja Quadrangular processa denominação dissidente para reaver 12 templos


A Igreja do Evangelho Quadrangular e a Igreja Comunidade Evangélica Internacional do Avivamento (Ceia), dissidente da primeira, estão brigando na Justiça pela posse de 12 templos em Manaus (AM). De acordo com os pastores das duas igrejas, a disputa começou há um ano e, na segunda-feira à tarde, 12, um oficial de justiça cumpriu os mandados de reintegração de posse favoráveis à Igreja Quadrangular. A decisão foi tomada pelo juiz da 4ª Vara Cível, Divaldo Martins, segundo o bispo da Ceia, Francisco Salgado.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Salgado informou que, há um ano, os pastores da Ceia e cerca de três mil membros ligados aos 12 templos em disputa começaram a discordar das práticas adotadas pela Igreja Quadrangular e resolveram se afastar da igreja, fundando uma nova denominação.

Ele afirmou, ainda, que os 12 templos não estão sendo utilizados. “Essa é a maior prova que eles não estão interessados na religião e sim na propriedade”, acusou.

De acordo com bispo Francisco Salgado, só a igreja que fica na rua Polivalente, no Japiim, zona Sul de Manaus, arrecada em dízimos cerca de R$ 10 mil, por mês. “E 20% doávamos para a Quadrangular, sem receber nada para o templo. Era praticamente uma franquia”.

Segundo o bispo Francisco Salgado, há outros templos da igreja Ceia instalados em outras cidades do País, como Cuiabá.

O presidente da Igreja Quadrangular do Amazonas, Manoel Martins, afirmou que os 12 templos são reconhecidos como propriedade da Igreja Quadrangular. “É de conhecimento público. A vizinhança reconhece isso. Todos são livres para entrar e sair de uma religião. O errado é tomar posse indevidamente dos templos que pertencem à instituição religiosa e jurídica Igreja Quadrangular. É como se um grupo de fiéis da Igreja Católica resolvesse formar uma nova religião, mas se apropriasse da Igreja da Matriz”, comparou.

Fonte: Portal Amazonia / Gospel+
Via: Creio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.