quarta-feira, 24 de março de 2010

Templo evangélico é profanado em Oberá

Buenos Aires - Ao abrirem o templo da Igreja Evangélica do Rio da Prata (IERP) na cidade de Oberá, mulheres que participariam, na terça-feira, 16, do encontro de damas ficaram chocadas com a profanação do local. Delinquentes urinaram e defecaram na igreja, a metros do altar, sem nada tirarem do local.
Perplexo, o pastor local, Eugenio Albrecht, espera que isso não passe de uma travessura. “O fato desnuda, porém, a mais baixa e arteira necessidade de denegrir o outro. Quem defeca deliberadamente, o faz porque quer machucar”, disse.
Albrecht chegou a essa conclusão porque não levaram nada do templo. Em duas outras ocasiões, foram furtados aparelhos de som da igreja. O secretário-geral da IERP, Juan Abelardo Schvindt, informou o ataque à diretora de Cultos do país, Andrea de Vita, e o secretário de Culto, embaixador Guillermo Oliveri.
O pastor presidente da Igreja Evangélica Luterana Unida (IELU), Alan Eldrid, da Argentina, lamentou o episódio e solidarizou-se com evangélicos de Oberá, cidade a 1.118 quilômetros ao norte da capital.
“Nesse evento, todas as pessoas de boa vontade foram agravadas com um ato detestável de profanação”, escreveu Eldrid ao pastor presidente da IERP, Federico Schafer.
Eldrid agradeceu a hospitalidade da comunidade da IERP de Oberá, que recebeu em seu templo fiéis da IELU.

ALC/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.