quarta-feira, 10 de março de 2010

Rabinos avisam contra “desastre” de homossexualidade assumida no exército


O Rabino Yehuda Levin, porta-voz da Aliança Rabínica dos Estados Unidos, preveniu contra a política “não pergunte e não fale” que proíbe homossexuais assumidos no serviço militar.

“Quando os americanos estão sofrendo economicamente e milhões precisam de empregos, é chocante que o governo de Obama tenha como foco em sua agenda ultra-liberal militantemente homossexualista forçar que os homossexuais e a homossexualidade fiquem em destaque no exército, que não quer aceitar isso”, disse Levin numa declaração na terça-feira.

“Isso equivale ao estupro espiritual do nosso exército para satisfazer a um grupo muito extremista e egocêntrico na coalizão maluca do presidente Obama”, disse o rabino.

Ele concordou com Eileen Donnelly do Centro para a Prontidão Militar em concluir que permitir homossexuais assumidos no serviço militar “prejudicará a coesão do exército, fará com que muitos deixem o exército e reduzirá dramaticamente o número de recrutas, talvez levando ao restabelecimento de um alistamento obrigatório”.

Levin prosseguiu: “Treze meses antes do ataque terrorista contra os EUA em 11 de setembro de 2001, no dia em que a Cidade de Nova Iorque aprovou uma lei de parceria doméstica homossexual, eu me uni a um grupo de rabinos numa reunião de oração na prefeitura, suplicando com Deus para que a cidade de Nova Iorque não fosse visitada com desastre.

“Temos visto terremotos subterrâneos, o tsunami, o furação Katrina e agora o Haiti. Tudo isso está em sintonia com dois mil anos de ensino no Talmude de que a prática da homossexualidade é uma causa espiritual de terremotos”, disse o rabino. “Quando um desastre é liberado, os inocentes também são vítimas, exatamente como em Chernobyl.

“Rogamos às as mentes mais equilibradas do Congresso e do Pentágono para que detenham a sodomização de nosso exército e de nossa sociedade. Já basta!”

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.