sábado, 13 de março de 2010

Kaká pede perdão ao técnico do Real pelas palavras do seu assessor


Kaká pediu desculpas ao técnico Manuel Pellegrini pelas palavras escritas por seu assessor de imprensa, Diogo Kotscho, no Twitter. O meia afirmou estar envergonhado e garantiu que não compartilha da mesma opinião do seu contratado. As informações são do jornal espanhol “As”.

Chateado com a substituição de Kaká durante o empate por 1 a 1 com o Lyon, que eliminou o time merengue da Liga dos Campeões, na última quarta-feira, Kotscho escreveu:

“Técnico covarde sempre tira um jogador cobrado para tentar desviar o foco de sua própria incompetência”.

O assessor se justificou dizendo, no próprio twitter que emite suas opiniões como torcedor e que por isso não retiraria o que escreveu.

A conversa entre Kaká e Pellegrini aconteceu nesta quinta-feira, um dia após a eliminação. O técnico primeiro reuniu o grupo para dar seu apoio. Utilizou palavras fortes para levantar o moral do elenco e disse que era necessário esquecer a derrota, pois a temporada não acabou. Em seguida, o brasileiro chamou o treinador para o papo reservado.

Kaká, envergonhado, ressaltou que não tem a mesma opinião de Kotscho e que gostaria de manter a boa relação com técnico intacta e saudável, sem que terceiros pudessem prejudicá-la.

Ainda de acordo com o jornal, Kaká disse só ter tomado conhecimento das palavras do assessor depois de deixar o Estádio Santiago Bernabéu e se mostrou indignado com as pessoas que utilizaram a sua substituição para pressionar o contestado treinador.

Fonte: Globo Esporte/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.