sexta-feira, 19 de março de 2010

Bispo propõe "jejum de Big Brother" na Paraíba

O bispo José Assis Pereira, administrador da paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Campina Grande (PB), recomendou um jejum fora do comum para seus fiéis nesta Quaresma: evitar assistir ao programa Big Brother Brasil. Segundo o religioso, o reality show não oferece "nenhum elemento à formação moral e ética dos jovens cristãos e ao respeito da dignidade humana".
A recomendação faz parte de uma tradição da paróquia, que se mobiliza anualmente para propor jejuns adaptados ao cotidiano dos fiéis. O bispo sugeriu há duas semanas o "jejum dos olhos", que consiste, em suas próprias palavras, em "evitar o acesso à programação de televisão que vá contra a moral, a tradição e os valores cristãos".
"O Big Brother Brasil faz apologia ao sucesso, às drogas, ao sexo e à competitividade", afirma Pereira, citando valores que iriam de encontro aos ensinamentos católicos. O religioso também condenou os sites pornográficos.
Os jejuns propostos nas missas são relacionados aos sentidos. Entre os mais inusitados estão o jejum dos ouvidos ("ouvir boa música, não as coisas ruins que se costuma ouvir por aí, e, principalmente, ouvir mais os outros") e o jejum da língua ("não falar mal dos outros por aí").
A Quaresma é o período de 40 dias que antecede a Páscoa, considerada a data da ressureição de Jesus Cristo para os católicos, e se inicia na quarta-feira de cinzas. A época é destinada à meditação, oração, jejum e esmola, visando à renovação espiritual e reforço da fé cristã.

Terra/Notícias cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.