sábado, 10 de outubro de 2009

Após aprovação do acordo entre Brasil e Vaticano, está na fila a Lei Geral das Religiões


Depois da aprovação do acordo entre o Brasil e o Vaticano, ontem, no Senado Federal, favorecendo a Igreja Católica, agora é a vez da Lei Geral das Religiões, liderada por grupos protestantes com vistas a zerar o jogo. O projeto já foi aprovado na Câmara e segue para votação no Senado.

Reforma e Contrarreforma. Desta vez eles inverteram os papéis, mas o jogo é o mesmo: tentar deter o avanço de uma religião reproduzindo com modificações os passos da rival.

Ontem foi a vez de os senadores darem a aprovação final à Concordata Brasil-Vaticano. Está agora na fila a Lei Geral das Religiões, capitaneada por grupos protestantes com vistas a zerar o jogo. Ela já passou pela Câmara dos Deputados e aguarda o aval dos senadores. O diploma busca estender para todas as religiões alguns dos dispositivos da Concordata.

Na Câmara, a Lei Geral foi aprovada após acordo entre congressistas católicos e evangélicos. Não deixa de ser um pequeno milagre membros de fés frequentemente em pé de guerra se entenderem.

Como a Concordata, a Lei Geral das Religiões foi redigida de forma esperta. Formalmente, não faz muito mais que reafirmar direitos que a Carta e a legislação ordinária já conferem aos cultos. Na prática, porém, é provável que aquele pouquinho que se avança acabe fazendo grande diferença.

Um exemplo são os artigos que tratam do patrimônio das instituições religiosas. Há quem afirme que a redação dada abre as portas para que o poder público subvencione a preservação dessas propriedades.

Cabe aqui o mesmo questionamento que se faz à Concordata: se o projeto só reproduz o que as leis vigentes garantem, ele é desnecessário; se avança em relação ao "statu quo", então viola o princípio da separação entre Estado e igreja.

A julgar pelas propostas de católicos e protestantes, parece que as autoridades perseguem fiéis de todos os credos com o mesmo furor inquisitorial de seus congêneres chineses. Mas, se há algo que o Estado brasileiro não faz, é pôr obstáculos ao livre exercício das religiões. É um desafio à lógica que essas igrejas peçam para baixar normas que alteram o que não tem necessidade de ser alterado.

Apelidado de "Lei Geral das Religiões", o projeto, de autoria do deputado George Hilton (PRB-MG), da bancada evangélica, tem o texto bastante semelhante ao do acordo entre Brasil e Vaticano, aprovado ontem no Senado, mas o estende para todas as crenças. O projeto foi aprovado na Câmara junto com a Concordata da Santa Sé, em agosto, e segue para votação no Senado. Ainda não foi definido um relator.

Fonte: Folha de São Paulo/MUNDO CRISTÃO

PM prende pastores evangélicos com drogas em BH

Três homens foram presos com drogas na tarde de quinta-feira (8/10) no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, eles são pastores evangélicos.
Com o trio, foram apreendidos aparelhos de , R$ 1 mil em dinheiro, seis porções de cocaína e um veículo 206. Segundo informações obtidas no site do Detran-MG, o automóvel tem uma autuação e nove multas a serem pagas.
Segundo as primeiras informações da PM, os envolvidos faziam parte de uma ONG de combate às drogas. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Seccional Noroeste.

Braziliense/Notícias cristãs

Record produz minissérie inspirada na Bíblia “


“A História de Ester” estreia em dezembro com a atriz Gabriela Durlo, de "Vidas Opostas", como protagonista.
Depois de investir em novelas, a resolveu se aventurar na produção de minisséries. Sua primeira empreitada no gê é “A História de Ester”, que estreia em dezembro.
A produção de 10 capítulos terá direção de João Camargo e texto adaptado por Vivian Oliveira. A trama é inspirada no “ de Ester”, um dos históricos do Antigo Testamento. O roteiro da minissérie será focado principalmente na história de amor da personagem.
Até agora, a única confirmada para o elenco é Gabriela Durlo, que será a protagonista. A atriz já atuou nas novelas Amor e Intrigas”, “Vidas Opostas” e no seriado “A Lei e o Crime”.

Abril/Notícias Cristãs

Joelma diz que um milagre a curou de fratura na coluna


A cantora da banda Calypso, que é evangélica, revela alguns dos milagres que experimentou.
A loira faz questão de ler a bíblia e meditar todos os dias.
Depois de passar a tarde desta quarta-feira (7) gravando o programa Tudo é Possível, da , que vai ao ar domingo (11), Joelma, vocalista da banda Calypso, falou sobre sua religiosidade. A loira é freqüentadora da igreja Assembleia de Deus desde criança. A leitura de um trecho da Bíblia todos os dias e a meditação sobre ele faz parte de sua rotina pessoal diária.
Segundo Joelma, a proximidade com Deus resultou em muitos milagres em sua vida. Um deles aconteceu há dois anos, época em que vinha uma imagem com freqüência em sua mente: Joelma estava no centro de sua , em Belém, no Pará, com um grupo de pessoas orando em volta dela. A cantora comentou com uma pessoa com quem costumava fazer orações e foi aconselhada a fazer "o que Deus pedia".
Assim, ela marcou uma reunião para a terça-feira seguinte. No sábado anterior ao encontro, Joelma caiu dentro do ônibus do grupo, quando o motorista fez uma manobra complicada.
- Fui jogada da para a parede e bati minhas costas em uma saliência na do . Não consegui levantar o tronco. Meus movimentos foram parando e, na terça-feira, não andava mais. Nós nos reunimos mesmo assim e, no dia seguinte, um milagre me curou. Fui a um programa de , onde me apresentei e fiz tudo o que costumo fazer no palco.
Depois de passar a tarde desta quarta-feira (7) gravando o programa Tudo é Possível, da Record, que vai ao ar domingo (11), Joelma, vocalista da banda Calypso, falou sobre sua religiosidade. A loira é freqüentadora da igreja Assembleia de Deus desde criança. A leitura de um trecho da Bíblia todos os dias e a meditação sobre ele faz parte de sua rotina pessoal diária.
Segundo Joelma, a proximidade com Deus resultou em muitos milagres em sua vida. Um deles aconteceu há dois anos, época em que vinha uma imagem com freqüência em sua mente: Joelma estava no centro de sua casa, em Belém, no Pará, com um grupo de pessoas orando em volta dela. A cantora comentou com uma pessoa com quem costumava fazer orações e foi aconselhada a fazer "o que Deus pedia".
Assim, ela marcou uma reunião para a terça-feira seguinte. No sábado anterior ao encontro, Joelma caiu dentro do ônibus do grupo, quando o motorista fez uma manobra complicada.
- Fui jogada da cama para a parede e bati minhas costas em uma saliência na porta do banheiro. Não consegui levantar o tronco. Meus movimentos foram parando e, na terça-feira, não andava mais. Nós nos reunimos mesmo assim e, no dia seguinte, um milagre me curou. Fui a um programa de TV, onde me apresentei e fiz tudo o que costumo fazer no palco.

R7/Notícias Cristãs

Polícia apreende animais usados em ritual religioso

SANTOS - Dezenas de , e objetos utilizados em cultos de religiões com matrizes africanas foram encontrados na orla da Grande, na Baixada Santista, na madrugada desta sexta-feira. De acordo com a Guarda Civil Ambiental, um grupo de pessoas que estava com os objetos na praia Ocian fugiu após avistar a equipe que fazia o patrulhamento na orla, deixando tudo no local, inclusive os animais.
O proprietário tem até 48 horas para retirar os objetos na Secretaria de Finanças (Sefin) mediante pagamento de multa de R$ 341,55, mais taxa de R$ 2,28 por unidade. O inspetor da Guarda Civil Ambiental, Elizeu Alves de Melo, explica que o município não proíbe a prática de cultos de qualquer religião, mas que existe uma lei que disciplina esses eventos e que praticar crueldade contra animais é crime. Porém como os animais não foram maltratados ou sacrificados, a ocorrência não foi criminal.
O Presidente da Federação Nacional da Religião Orixá (Fenorixa), Gladston Bispo, entidade que reúne 1007 terreiros de Candomblé e Umbanda da Baixada Santista e da Grande São Paulo, acredita que a ação tenha sido praticada por pessoas "desprovidas de conhecimento" que vivem em outros Estados ou ainda por pessoas de outras religião que tiveram a intenção de denegrir a imagem das religiões africanas.

AE/Notícias Cristãs

Convertido, ex ídolo pop faz pregações em Lucas do Rio Verde

Em testemunho, atual pastor e cantor gospel, revela que já levantou público de mais de 120 mil pessoas em shows.
Quem já não ouviu falar em Chris Duran? O cantor de origem francesa, que já gravou ’S por importantes gravadoras e fez shows por países de diversos lugares do mundo, esteve em Lucas do Rio Verde, em uma noite de louvor, promovida por uma igreja evangélica, na noite de ontem (7).
A igreja localizada na avenida Mato Grosso, lotou de fiéis de curiosos, e em grande demonstração de fé e evangelização Chris Duran pregou a palavra de Deus. “É possível ser feliz”, ressaltou, falando sobre a importância de crer em algo superior, que transforma e liberta, Jesus Cristo.
Em sua fala, o atual pastor, que nasceu na França, e de família rica, falou sobre depressão, o acidente de sofreu após um show, e que acabou deixando-o fora dos holofotes por algum . E a sua descoberta em Deus, até tornar-se pastor e cantor gospel.
“Tudo passa, o corpo, essa carcaça passará, mas Jesus jamais passará, observou Duran, que citou Michael Jackon, como um exemplo de uma pessoa que nunca foi feliz. Jackon buscou em bens materiais a , construindo inclusive Neverland – a terra do nunca, dos contos de fadas, segundo o pastor.
Para Duran, Jackon assim como várias celebridades, ganhou milhares de dólares, mas nunca realmente foi feliz.
Famoso, com dinheiro, limozines, viajens, melhores hotéis, Chris Duran trocou tudo para seguir algo maior. Em seu depoimento, o cantor gospel conta sobre os milagres que fez, curando cegos, e surdos, e tirando dores.
O cantor reconhecido internacionalmente, fez shows na Europa, e vários lugares, conta que já levou platéias de mais de 120 mil pessoas, mas hoje vive em maior comunhão.
“Eu troquei milhares de CD’S vendidos, milhões de fãs, mas hoje eu tenho uma família em Cristo”, finalizou o pastor que tem viajado por vários lugares do e do mundo, a convite de igrejas e ministérios, realizando celebrações de louvor.

Expresso MT/Notícias Cristãs

Igreja Universal realiza distribuição de preservativos na África


Ao contrário das outras igrejas, a Igreja Universal do Reino de Deus nunca condenou o uso de camisinha. Mas em Moçambique, a Universal deu um passo à frente e está incentivando o uso e distribuindo camisinhas para a população. Seus obreiros podem ser vistos distribuindo camisinhas nas ruas na cidade portuária de Beira, a segunda maior de Moçambique, nos finais de semana.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

Os obreiros se revezam em locais populares entre prostitutas, caminhoneiros, pescadores e crianças de rua, onde distribuem os preservativos, colam cartazes de prevenção do HIV e falam com o povo sobre discriminação, testes e adesão a tratamento antiretroviral.

Controvertida, a igreja pentecostal de origem brasileira está presente em mais de 170 países e é dona de uma das maiores rede de TV do Brasil, a Record. A igreja, que tem forte presença na África, responde a processos na justiça brasileira, onde é acusada de estelionato, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Aborto e Bíblia

Em 2007, o bispo Macedo, fundador da igreja, se declarou a favor do aborto. Agora, pelo menos em Moçambique, sua igreja apóia abertamento o uso de preservativos: “Quem condena o uso de preservativo não é um cristão, mas sim um religioso que não tem consciência do que a AIDS está causando nas famílias ”, disse Mussate Mateus, diretor da Associação Benificiente Cristã (ABC), uma instituição de caridade ligada à igreja Universal.

Mateus foi além: “ Um pastor religioso lê a biblia como fosse um manual profissional, obrigando os fiéis a praticarem o que ele diz”.

Uma mudança drástica de posição comparada à declaração do pastor Pedro Garcia, da Universal em Maputo, ao PlusNews em Setembro de 2007, de que a igreja não incentivava e nem condenava o uso de preservativos: “Só achamos que a fidelidade e a abstinência são mais eficazes”.

Na época, o trabalho de prevenção de HIV da Universal e de outras igrejas evangélicas era financiado pela USAID, a agência de ajuda humanitária e desenvolvimento dos Estados Unidos, dentro de um projeto que estimula abstinência e fidelidade. O projeto ABY (abstinência, fidelidade e juventude, em inglês), que financia ações de várias entidadades religiosas, será descontinuado este ano, de acordo com a representação da USAID em Moçambique.

Beira, na Baía de Sofala, é o maior porto do país e integra as principais rotas de navegação do oceano Índico. A cidade também abriga o maior aeroporto de Moçambique e recebe um grande número de caminhoneiros e turistas. Ela é a mais afetada pela AIDS na província de Sofala: com uma população estimada em pouco mais de 432 mil habitantes, a cidade tem uma soroprevalência de 35 por cento, superior à média provincial de 21 por cento – que por sua vez está muito acima da prevalência oficial nacional de 16 por cento.

Neste cenário propício à propagação de doenças sexualmente transmissíveis, a ABC organiza marchas de conscientização sobre o HIV dentro da campanha “Moçambique sem HIV/SIDA”. Além do foco na discriminação, as marchas têm como objetivo sensibilizar populações de risco, como a de pessoas que vivem nas ruas.

Nos cultos anteriores às marchas, os pastores da Universal têm falado sobre o HIV. O trabalho foi iniciado dentro do programa da USAID com igrejas evangélicas e inclui ainda a distribuição de cestas básicas a soropositivos.

Fonte: Plus News / Gospel+
Via: O Verbo

Bíblia em braile é doada para universidade carioca


Durante 30 dias, entre agosto e setembro, três exposições bíblicas fizeram sucesso na biblioteca do campus da universidade Unigranrio, em Duque de Caxias (RJ). No período, as mostras “A Bíblia e a Origem do Universo”, “O Mundo da Bíblia” e “Os perfumes da Bíblia” receberam mais de 1.100 jovens visitantes. No espaço expositivo, o público conferiu de perto objetos bíblicos raros e importantes, como pergaminhos, papiros, livros antigos, traduções da Bíblia para o braile e para dialeto indígena, aromas da época de Cristo, entre outras atrações.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

O evento foi uma corealização entre a SBB e o Seminário Teológico Batista de Duque de Caxias, que funciona na universidade fluminense. Como parte da parceria, a SBB também doou a Bíblia em Braile à biblioteca da Unigranrio, que se tornou a primeira universidade do país a ter em seu acervo o material bíblico integral no sistema de leitura e escrita para cegos.

Assim, dois docentes universitários com deficiência visual passaram ter acesso às Sagradas Escrituras. “O deficiente visual enfrenta inúmeros obstáculos em seu processo de inclusão na sociedade, principalmente aos meios de informação, educação, cultura e ao mercado de trabalho. Sou deficiente visual, mas sou reconhecido em minha profissão, aqui nessa universidade. Quero ser o primeiro a ler trechos dessa maravilhosa obra de Deus”, comemorou o professor de matemática, Krilof Ivan de Souza Silva, durante cerimônia de inauguração das exposições e de entrega da Bíblia em Braile.

Ao mesmo tempo, a Unigranrio adquiriu os 38 volumes que compõem a Bíblia em Braile para doar à prefeitura de Duque de Caxias.

Fonte: Sbb / Gospel+

Paulo Rogério retorna ao cenário gospel e grava CD e DVD


Paulo Rogério interrompe hiato de cinco anos e grava CD e DVD ao vivo em Outubro
Depois de cinco anos, ele está de volta. Paulo Rogério, que desde o começo de sua trajetória musical conquistou admiradores pela sua dedicação, decidiu dar uma pausa para estudar, amadurecer e crescer. O resultado desse período sabático será visto em breve, uma vez que, sessenta meses depois de gravar seu último trabalho, o cantor felizmente retorna aos estúdios.
Como era de se esperar, o novo álbum de Paulo Rogério é um dos mais aguardados pelo cenário gospel. Com pique total, o artista gravará o disco ao vivo no dia 17 de outubro, na Igreja Avivamento da Fé, em Osasco. As novidades, porém, não param por aí: o trabalho também gerará um DVD, que registrará a emocionada volta dele aos palcos.

Intitulado “Mais que Vencedor”, o álbum representará o momento feliz que Paulo Rogério vive, retomando sua carreira e comemorando os frutos do cotidiano. No período em que se afastou dos estúdios – mas não da música, o que ele faz questão de frisar – o cantor se dedicou aos estudos, foi ungido pastor e atualmente também auxilia novos artistas, desempenhando com grande destaque funções na área de produção musical.

“O nome do disco é ideal para mostrar a quem gosta da nossa música a excelente fase que vivo. Mesmo com lutas difíceis e grandes adversidades, é sempre possível encontrar o caminho da vitória”, explica o cantor.

Ainda em fase de produção dos arranjos e seleção das faixas, o novo trabalho deve ser composto por 15 faixas escolhidas a dedo. Como é característico de Paulo Rogério, as canções trarão uma pegada pop, mas sempre de congregação – ou seja, músicas para a igreja toda cantar.

Mais que animado com o retorno, o cantor guarda a sete chaves uma série de surpresas, para o grande dia. “Estamos preparando algumas novidades super agradáveis para o público que vai acompanhar a nossa gravação”, adianta Paulo Rogério. Além disso, ele estará acompanhado de um time todo especial de vocais: Rodrigo Mozart, Queila Martins, Gustavo Mariano, Paloma Possi, Ellis Negres e Jéssica Augusto.

A alegria em voltar a gravar é tão grande que o cantor faz questão de dividir o momento com amigos, familiares e fãs. A gravação será uma grande festa. “Não faltará, é claro, louvor e adoração. Compartilharemos nossa felicidade com o grande público, que já está mais que convidado”, conta. Para participar da celebração, os fãs terão somente que levar um quilo de alimento não perecível.

Grande Família

Conhecido como exemplar homem de família, grande amigo na igreja e fiel à vontade de Deus, o artista comenta que a atual formação da sua banda reflete essas características. “O grupo surgiu de grandes amizades e de muito companheirismo. Um dos integrantes é meu amigo há mais de 8 anos”, diz.

Paulo Rogério é bastante querido no cenário musical. Na Igreja Renascer, participou de diversos projetos musicais, inclusive de gravações de discos. “Foi um tempo muito especial para minha vida, estive envolvido com o Ministério Renascer em Cristo por mais de quatro anos. Aprendi muito e foi lá que tive grandes oportunidades”, lembra.

Com um currículo musical invejável, o artista também emprestou sua bela voz em álbuns de grandes artistas do meio gospel. Entre eles, Soraya Moraes, Priscila Maciel, Priscila Angel, Maurílio Santos, Cristina Mel, entre outros. Esses convites especiais refletem um talento lapidado desde a infância. Paulo Rogério começou desde pequeno, tanto por vontade de aprender como por influência familiar – já que ele acompanhava sua mãe em ensaios de coral.

Dedicação, é claro, faz parte de sua trajetória. Depois de enveredar pelo canto erudito, estudou violão e ingressou na Faculdade Paulista de Artes. “A música sempre fez parte da minha vida. Mesmo enquanto estive fora dos palcos, estudei diariamente pelo menos umas duas horas”, conta. O resultado de tanta disciplina, segundo ele, estará na gravação do CD e do DVD ao vivo. Os fãs não perdem por esperar.

Fonte: Gospel Music Café / Gospel+

Ex-padre é condenado a dez anos por pedofilia em Minas Gerais

A Justiça condenou o ex-padre Cléber Domingos Gonçalves a dez anos de prisão por pedofilia. A decisão foi tomada pelo juiz Frederico Bittencourt Fonseca, da comarca de Oliveira (MG). Cabe recurso.

Gonçalves foi preso em maio de 2007, em Belo Horizonte, quando estava em um apartamento acompanhado por um garoto. De acordo com a denúncia, o ex-padre havia se encontrado no mesmo local com uma adolescente. A garota confirmou à Justiça que manteve relações sexuais com ele.

Ele era ex-pároco do município de Carmo da Mata (MG). Moradores da cidade, que tem cerca de 12 mil habitantes, ficaram surpresos com a decisão da Justiça.

O advogado do ex-padre informou que vai recorrer da decisão. Gonçalves aguarda o recurso em liberdade.

Fonte: G1/OVERBO

Após culto evangélico, Dilma Rousseff toma “banho de axé” na Bahia


Depois de participar, na segunda-feira, de um culto evangélico na igreja Assembleia de Deus, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil, PT), tomou, hoje, um “banho de axé” e participou da missa na igreja do Senhor do Bonfim. A pré-candidata do PT tem procurado se aproximar dos religiosos.

Vestida de branco, como manda a tradição, Dilma Rousseff chegou à igreja às 7h15. Antes de subir as escadarias do templo, tomou um “banho de axé” – folhas de aroeira e pingos de água foram jogados em seu corpo.

Em seguida, ganhou dez fitinhas do Senhor do Bonfim (todas na cor branca). Ao lado do governador Jaques Wagner (PT), a ministra foi muito aplaudida ao entrar na igreja e permaneceu durante toda a cerimônia ao lado do altar.

Ela cantou parte do hino em homenagem ao Senhor do Bonfim e comungou. Poucos minutos depois do início, o padre Edson Menezes pediu uma “saudação especial pela saúde” da ministra, quando os cerca de 500 fiéis que lotaram as dependências do templo bateram palmas.

Faixas colocadas na praça em frente à igreja e nas principais ruas do bairro diziam que o Senhor do Bonfim ajudou a ministra a curar um câncer. A doença foi divulgada em abril. Após se submeter a quimioterapia e radioterapia, os médicos responsáveis pelo tratamento anunciaram, no final de setembro, que a ministra está livre da doença.

Em um sinal do que será a disputa com a senadora Marina Silva (PV-AC), sua provável adversária na sucessão presidencial de 2010, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil, PT) disse nesta sexta-feira que a ex-ministra do Meio Ambiente não representa o projeto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Ela tem um projeto alternativo que não podemos desconsiderar, que merece o nosso respeito. Mas é preciso deixar claro que a ex-ministra não representa o projeto do presidente Lula”, afirmou Dilma Rousseff a jornalistas, após participar de missa na mais famosa igreja da Bahia, a de Nosso Senhor do Bonfim.

Dilma não quis confirmar se vai deixar o governo em fevereiro para se dedicar à campanha, como disse à Reuters o presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP).

“Para sair, tenho de ser indicada candidata, o que não aconteceu até agora.”

Beijo negado

No final da cerimônia, quando deixava as dependências da igreja, a ministra se aproximou de uma criança, Rian Santos, de um ano e oito meses, e pediu um beijo. A criança, que estava no colo da mãe, respondeu: “Não”. Mesmo assim, a ministra teve jogo de cintura para contornar a situação e beijou a criança.

Do lado de fora da igreja, a ministra colocou uma fitinha no pulso e elogiou a religiosidade do povo baiano. “Quem chega à igreja do Bonfim entende perfeitamente os motivos de os baianos serem tão religiosos. Aqui (na igreja), sinto o coração, a alma e a imensa generosidade dos baianos.”

A pré-candidata tem se aproximado de religiosos. Na segunda-feira, esteve em culto da Assembléia de Deus em São Paulo e há cerca de um mês participou de evento em Brasília que contou com a participação de representantes das principais igrejas evangélicas do país. Em março, compareceu à missa do padre Marcelo, membro da Renovação Carismática Católica.

Dilma, que cumpre agenda na Bahia desde quinta-feira à noite, admitiu que haverá uma polarização entre o PT e o PSDB na campanha do ano que vem à Presidência da República.

“Queremos confrontar o que aconteceu após 2003 (quando o presidente Lula chegou ao poder pela primeira vez) e como era o Brasil antes. A polarização é inevitável”, declarou.

Ainda sobre sucessão, ela e recusou a comentar a possibilidade de ter dois palanques na Bahia -o do governador Jaques Wagner, que deve concorrer à reeleição, e o do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que também pretende estar na disputa pelo PMDB. “Não falo em dois palanques porque a eleição não começou.”

No sábado, a ministra continua na Bahia. Ao lado de Jaques Wagner, visita obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), depois da previsão de cinco cerimônias nesta sexta.

Fonte: O Globo / Gospel prime/OVERBO

Pastor Israel Belo participa da série Sagrado, da Rede Globo


Nessa semana, o Canal Futura e a TV Globo iniciaram uma série que apresenta temas contemporâneos sob a perspectiva de representantes de diferentes tradições religiosas. A série vai discutir um tema atual por semana, mostrando a visão e o entendimento de cada religião a respeito de assuntos como: violência urbana, liberdade de expressão, sexualidade, novas famílias, entre outros.

Entre os convidados está o pastor Israel Belo de Azevedo, da Igreja Batista Itacuruçá. O pastor possui graduação em Comunicacao pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, graduação em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, especialização em Historia pela Universidade Federal Fluminense, mestrado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, doutorado em Filosofia pela Universidade Gama Filho. Atualmente, é professor titular da Faculdade Batista do Rio de Janeiro.

Todos os programas têm a duração de dois minutos e serão exibidos na TV Globo e no Canal Futura, em diferentes horários. No caso do pastor Israel, sua participação inicialmente será veiculada nos dias 9, 19 e 27 de outubro e 4 de novembro, sempre às 6h05 minutos (da manhã), conforme horário de Brasília.

Fonte: Guia-me/OVERBO

Atriz americana diz que prostituição é modalidade esportiva no Brasil


Em entrevista ao programa ‘Jay Leno Show’ da Rede norte americana NBC, a humorista e atriz Wanda Sykes criticou a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

A atriz indagou se o Comitê Olímpico, que fez a escolha, havia incluído ‘prostituição’ em suas modalidades esportivas e que talvez, no Rio de Janeiro, haveria uma competição para escolha da bunda mais bonita.

Segundo o blog da jornalista Leila Cordeiro, durante a entrevista, Wanda Sykes elogiou a participação do presidente norte americano Barack Obama na campanha de Chicago.

O Rio de Janeiro também concorreu com Madri, na Espanha, e Tóquio, no Japão. O anúncio oficial foi feito pelo Comitê Olímpico Internacional em Copenhague, na Dinamarca, no dia 2 deste mês.

Fonte: Correio 24 Horas/OVERBO

As andanças religiosas de Dilma Rousseff

Um dia, com o casal Hernandes, Crivella, Rodovalho e outros líderes evangélicos. Veja aqui:


Outro dia — mais precisamente, no dia 5 de outubro de 2009 —, ocupando o púlpito da Assembleia de Deus de São Paulo para homenagear o aniversariante Pr. José Wellington Costa e o não aniversariante Lula, “o defensor dos valores cristãos”. Veja aqui:


E mais outro dia — exatamente no dia 9 de outubro —, Dilma aparece com “outros” religiosos. Veja aqui:


Se pudesse, ela faria campanha no céu e no inferno. Embora provavelmente ela deva se considerar, como Lula, “defensora dos valores cristãos”, será que o céu estaria aberto para a propaganda dela? Será que o inferno estaria fechado para a propaganda dela?

Mas fica uma pergunta importante: se Lula e Dilma é que estão defendendo os valores cristãos, que tipo de valores a Bíblia está defendendo então?

Fonte: www.juliosevero.com

Veja também:

Assembleia de Deus empresta púlpito para Dilma Rousseff, a provável sucessora de Lula

Lula, Dilma, Crivella, a “bispa” Sônia e o “apóstolo” Hernandez juntos! Meu Deus!!!

Bolsa Família: Lula contra Lula

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Senado aprova acordo com o Vaticano

BRASÍLIA - O Senado aprovou ontem o acordo entre o Brasil e o Vaticano, reconhecendo o estatuto jurídico da Igreja Católica no país. Sem polêmicas nem divergências, senadores votaram simbolicamente a favor do projeto. O texto segue à promulgação.

A aprovação do acordo simboliza a aproximação do Estado com a Igreja, mas, na prática, pouco altera a relação entre o governo e a instituição. O acordo ratifica normas já cumpridas sobre ensino religioso, casamento e prestação de assistência espiritual em presídios e hospitais. No Congresso, o projeto foi alvo de críticas de parlamentares que questionaram o fim do Estado laico com a aprovação do acordo.

O acordo garante imunidade tributária à igreja e reconhece às instituições assistenciais religiosas igual tratamento tributário e previdenciário previsto a entidades civis semelhantes. O texto também assegura assistência espiritual aos fiéis e protege o patrimônio da igreja e dos locais de culto, os símbolos, imagens e objetos culturais. Um ponto que gerou polêmica é o que garante o ensino religioso facultativo nas escolas públicas de ensino fundamental. O texto, no entanto, assegura o ensino de outras crenças. A Constituição já prevê o ensino religioso, mas não cita especificamente nenhuma crença.

O texto ratifica que o casamento celebrado conforme as leis canônicas produz os efeitos civis, desde que haja registro próprio. Outro item deixa clara a inexistência de vínculo empregatício entre religiosos e instituições católicas. É uma medida para a igreja se proteger de pedidos de indenização de padres que deixaram o sacerdócio. " Nada se acrescenta de leis ou benefícios " , disse o relator do projeto, Fernando Collor de Mello (PTB-AL). " Apenas concede mais clareza às relações. " É um acordo entre dois Estados " , disse, citando que o Vaticano tem status de observador na ONU e OEA.

A aprovação do acordo no Senado foi bem mais tranquila do que na Câmara. Os deputados da bancada evangélica irritaram-se com a proposta, acusaram o governo de privilegiar os católicos e ferir a condição de país laico e apresentaram um projeto semelhante para garantir o mesmo tratamento dado à Igreja Católica às outras religiões. O texto, de George Hilton (PRB-MG), ficou conhecido como a Lei Geral das Religiões e tramitou concomitantemente ao acordo da Santa Sé com o Brasil. Ambos foram votados e aprovados ao mesmo tempo na Câmara, em agosto. No Senado, a Lei Geral das Religiões não prosperou ainda: está parada na Comissão de Educação e ainda não foi designado relator.

Já o acordo do Vaticano com o Brasil foi votado rapidamente. Em questão de horas, passou na Comissão de Relações Exteriores e, em seguida, no plenário. Collor apresentou parecer favorável e foi amplamente elogiado por senadores de diferentes partidos, como os líderes do PSDB, do DEM e do PT. Em consenso, disseram que " é um acordo entre dois Estados, que ratifica as relações já existentes " .

Não houve manifestações dos evangélicos e até mesmo Marcelo Crivella (PRB-RJ), da Igreja Universal do Reino de Deus, disse que " não havia motivo para preocupação " . " Os juristas que consultei me disseram que o acordo firmado entre Brasil e Vaticano é o mesmo que já existe em mais de 100 países. Não acredito que o governo e a Constituição permitam privilégio a qualquer crença " , disse.

A única crítica foi feita por Geraldo Mesquita Jr. (PMDB-AC), que considerou o acordo um privilégio à Igreja Católica. " Será a palavra não mais da igreja, mas sim de um ente que tem acordo com o Estado " , disse. O P-SOL, único partido a se posicionar contra o projeto na Câmara, não teve a mesma posição no Senado. O senador José Nery (PA), disse ser a favor do acordo. O líder da sigla na Câmara, Ivan Valente (SP), reclamou. " O P-SOL defende o Estado laico e o que está sendo firmado é um acordo religioso, não de natureza comercial " , disse ontem Valente. O deputado bispo Rodovalho (PP-DF), um dos articuladores da Lei Geral das Religiões, disse não ser contrário ao acordo, mas defendeu que " os mesmos critérios devem valer para todas religiões " .

(Cristiane Agostine | Valor)/ O GLOBO

Casal que rezou em vez de procurar médico para filha ganha condicional

Os americanos Dale e Leilani Neumman foram condenados pela morte da menina de 11 anos.
O casal americano que foi condenado por ter feito orações pela filha doente em vez de levá-la ao médico, resultando na morte da menina, foi sentenciado a dez anos de liberdade condicional.
Dale e Leilani Neumann também terão que passar um mês na prisão a cada ano, nos próximos seis anos.
A filha deles, Madeline, de 11 anos, morreu em março do ano passado, vítima de diabetes, em sua na zona rural do Estado de Wisconsin, cercada de pessoas que oravam por sua recuperação.
No julgamento, o pai, de 47 anos, disse que acreditava que Deus poderia curar sua filha.
Neumann, que chegou a estudar para ser pastor pentecostal, disse ao júri que, caso chamasse ajuda médica para a filha, "estaria colocando o médico à frente de Deus".
O juiz do caso afirmou que os Neumann são "pessoas boas que tomaram uma decisão errada".

Tratamento
Dale Neumman disse ainda que pensava que sua filha tivesse uma gripe ou febre e não sabia da gravidade da doença.
Madelaine não conseguia caminhar, falar, comer ou beber. Ela permaneceu deitada no chão enquanto os pais e outras pessoas faziam orações à sua volta.
Somente quando a menina parou de respirar, a família chamou uma ambulância.
Especialistas médicos presentes ao julgamento disseram que a menina poderia ter sobrevivido se tivesse recebido tratamento adequado.

BBC/Notícias Cristãs

Deus segundo Crumb


Mestre do underground lança versão surpreendentemente fiel do bíblico do Gênesis.

E Robert Crumb – Deus subversivo dos quadrinhos, papa da cultura underground dos comics americanos, cartunista cult e iconoclasta de Mr. Natural e Fritz the Cat – decidiu criar os céus, a terra, as plantas, os e o homem.
Depois de quatro anos dedicado ao que definiu como seu magnum opus (pelo menos no volume), sua aguardada versão ilustrada dos 50 capítulos do Gênesis bíblico terá lançamento simultâneo neste mês em 12 países, incluindo o – um livrão de 216 páginas, com capa dura, na edição da Conrad, em pré-venda no site oficial da editora (www.lojaconrad.com.br) por R$ 49,90.
O sarcástico e sexualmente obcecado Crumb, ex-consumidor de LSD e de anfetaminas, agora numa parceria com Deus na história da criação do Universo, da expulsão de Adão e Eva do Paraíso, passando pela Arca de Noé, a destruição de Sodoma e Gomorra, até a morte de José no Egito? Seus seguidores que esperarem por uma adaptação livre do Gênesis, com cenas de explícito e legendas trash e escrachadas ficarão certamente decepcionados.
http://michaelmaurer.net/images/rcrumb.jpgA singularidade artística – e a subversão – de sua obra está exatamente em sua completa submissão ao texto antigo e original, sucessivamente reescrito, modificado e modernizado ao longo dos tempos. O autor mergulhou numa profunda pesquisa histórica e pictórica do cenário antes de começar a rabiscar os traços do livro. Suas principais fontes escritas foram a Versão da Bíblia do Rei James (do século 17) e a recente tradução The Five Books of Moses (2004), de Robert Alter, crítico literário americano e professor da Universidade Berkeley (EUA). Crumb leu também várias adaptações já feitas da Bíblia para o formato de HQ e se decepcionou.
– São todas ruins. Algumas são bem desenhadas, mas os diálogos são inventados. É ficção, não o texto original – disse na entrevista coletiva à imprensa internacional organizada na semana passada, no Centro Georges Pompidou, em Paris, da qual participou Zero Hora.
Seu editor francês, Jean-Luc Fromental, acrescentou:
– Todos aqueles que amam a HQ vão se dar conta de que pela primeira vez todo comentário, interpretação e exegese passa pelo . É um trabalho mudo. É subversivo porque nos remete à Bíblia de uma forma nunca feita, não religiosa, mas como um texto fundamental, de nossas origens.
Sentado ao seu lado, o autor concordou com a entusiasta explicação do editor:
– That’s beautiful! (Isso é lindo) – exclamou, provocando risos na sala.
Crumb diz não ter pretendido satirizar a Bíblia nem torná-la engraçada.
– Minha intenção foi a de iluminar o texto, lhe dar outra dimensão, ilustrando tudo o que está nele, cada pequeno detalhe, para que as pessoas realmente saibam o que contém. O mais importante para mim foi ser fiel ao texto. Muitas pessoas ficarão surpresas com as histórias do Gênesis.


“Para mim, não é um texto sagrado. É um mito” - Ex-católico, Crumb se define como gnóstico

Silhueta delgada, barba grisalha e espessos óculos de grau, Robert Crumb apareceu na sala subterrânea do Centro Georges Pompidou, em Paris, para o encontro marcado com mais de uma centena de jornalistas internacionais vestindo um colete de lã, paletó e sandálias de couro e meias. Normalmente avesso a entrevistas, disparou logo de início:
– Já não basta ter passado todo esse trabalhando na Bíblia, agora vou ter de seguir falando dela – disse, já prevendo a turnê de lançamento de sua versão ilustrada do Gênesis nos Estados Unidos, ao longo deste mês.
http://www.granadablogs.com/pateandoelmundo/wp-content/uploads/2009/07/12.jpgDiferentemente de seus tempos da juventude, em que, como ele mesmo diz, sob o efeito das drogas podia produzir um álbum de HQ em um mês, Crumb, hoje aos 66 anos, é um cartunista compulsivo pelo detalhe do desenho. Para finalizar as mais de 200 páginas de seu Gênesis, muitas vezes repetiu o mesmo desenho três ou quatro vezes até alcançar a imagem desejada.
– Me tornei obsessivo nos detalhes. Quando comecei o livro, não sabia que seria tão longo. Ao cabo de 30 páginas, comecei a me perguntar se o texto valia todo esse trabalho. Mas hoje posso desenhar um camelo com a maior facilidade – contou, rindo.
Mesmo que tenha cogitado representar Deus como uma mulher negra, acabou desenhando o Todo-Poderoso em sua imagem tradicional de “velho patriarca de barba branca”.
– Decidi fazer nessa imagem familiar, porque tive um sonho muito forte em que vi Deus, e ele aparecia assim no meu sonho. Foi um dos mais fortes que já tive – confessou.
Educado no cristianismo, Crumb, no entanto, não é crente. Hoje, se define como “gnóstico”.
– Acredito que há uma força superior, mas que é um mistério. É óbvio que há algo maior do que nós, gente – disse à atenta audiência.
Sobre o texto bíblico, revela seu espanto pelo fato de pessoas acreditarem se tratar da “palavra de Deus” e não um produto do homem.
– É incrível que milhares de pessoas levem esse texto a sério. Para mim, não é um texto sagrado, mas um mito com muitas histórias e imagens vigorosas – definiu.
Repleto de violência, estupros, assassinatos, incestos, traições, o Gênesis, segundo Crumb, não pode ser considerado um guia moral.
– Há uma moralidade primitiva. E em certas partes não se vê nenhuma moral.
Se a sexualidade explícita está ausente de sua obra, não faltam mulheres voluptuosas de seios fartos, mas, sobretudo, expostas em papéis relevantes no enredo. Crumb, frequentemente atacado e repreendido pelas mulheres, teria se tornado feminista?
– As histórias matriarcais no livro são marcantes. Há fortes personagens femininos. Eu fiquei surpreso ao descobrir isso. Foi algo bastante interessante.

Zero Hora/Notícias Cristãs

Comissão do Senado inclui eventos gospel na Lei Rouanet

BRASÍLIA – A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou há pouco, sem alteração, projeto de lei da Câmara que reconhece a música e eventos gospels como beneficiários pela isenção fiscal prevista na Lei Rouanet.
Se aprovada na Comissão de Educação e no plenário do Senado, sem mudanças, a matéria seguirá para sanção do presidente Lula.
Neste caso, empresas poderão deduzir do 4% do total a ser recolhido à e para pessoas físicas, 6%.

Agência /Notícias Cristãs

Famosos contam história fantástica de missionária em filme


Pela primeira vez na história da Igreja Evangélica no país, a experiência espetacular de uma missionária que criou como filhos, e continua criando, 50 crianças, várias abandonadas em circunstâncias precárias, será mostrada nas salas de . O documentário, “Flor de Lis – Basta uma palavra para mudar”, terá um elenco repleto de atores respeitados e famosos. Só pra citar alguns: Reynaldo Gianecchini, Alinne Moraes, Fernanda Lima, Cauã Reymond, Giselle Itiê, Isabel Fillardis, Fernanda Machado, Ana Furtado, Thiago Rodrigues, Rodrigo Hilbert, Marcello Antony e Letícia Spiller. Flor de Lis entra em cartaz na próxima sexta-feira, 9 de outubro. Com direção de Anderson Correa, o filme vai para circuito comercial em 17 salas espalhadas pelo .
Flor de Lis é ex-moradora da favela do Jacarezinho e sempre fez trabalhos com crianças da sua comunidade. Quando houve uma chacina na Central do Brasil, em 1994, uma dessas crianças sabia do trabalho dela e foi procurá-la com mais 36 sobreviventes. Flor acabou adotando todas, muitas delas já viciadas em drogas e acostumadas a pequenos furtos. A trilha sonora é toda da gravadora MK Music. O documentário foi gravado em preto e branco e produzido por Marco Antonio Ferraz.

Veja a seguir o trailer do filme.


Soma/Notícias Cristãs

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Testemunho: Sylvester Stallone, de Rocky e Rambo, se entrega novamente a Cristo


Sylvester Stallone, famoso pelos filmes “Rocky” e “Rambo”, voltou a suas raízes cristãs, numa experiência de conversão que ele diz o libertou das pressões do mundo.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

“Quanto mais vou à igreja”, disse Stallone, de acordo com o boletim CitizenLink de Focus on the Family, “e quanto mais me entrego ao processo de crer em Jesus e escutar Sua Palavra e deixá-Lo me guiar no que faço, mais sinto como se as pressões sumissem de cima de mim”.

No filme de Stallone, Rocky Balboa, o último na série de filmes “Rocky”, ele reflete sobre seguir Cristo e não sobre enfrentar batalhas sozinho.

“É como se [Rocky] estivesse sendo escolhido, como se Jesus estivesse sobre ele, e como se ele fosse o cara que viveria sempre o exemplo de Cristo”, Stallone disse numa conferência com pastores e líderes religiosos no ano passado. “[Rocky agora] é muito, muito perdoador. Não há amargura nele. Ele sempre vira a outra face. É como se sua vida inteira fosse sobre servir”.

“Fui criado num lar cristão, e aprendi a fé cristã e fui até onde consegui”, disse Stallone. “Até que um dia, sabe, entrei no tão chamado mundo real e conheci a tentação. Praticamente me desviei do caminho e fiz uma porção de escolhas erradas”.

Stallone disse que ele quer comunicar para as audiências a importância de freqüentar a igreja e receber apoio no compromisso de viver a fé cristã.

“Precisamos ter a experiência e a orientação de outra pessoa”, disse ele. “Não podemos treinar a nós mesmos. Sinto do mesmo jeito acerca do Cristianismo e acerca do que a igreja é: A igreja é a academia de ginástica da alma”.

A estória de um Rocky que sente culpa espiritual e lê a Bíblia antes de cada luta foi escrita pela própria experiência de vida do ator, disse Stallone.

“A maior parte dos meus filmes anteriores era cheia de sangue”, ele declarou para o jornal San Francisco Chronicle. “Eles eram os resultados criativos de minha juventude, quando meu casamento não estava indo bem e me sentia seduzido pelas tentações de Hollywood”.

“Precisei realmente passar por meus testes e tribulações”, ele disse, “antes que eu pudesse ser homem o suficiente para saber escrever o tipo de estória que ‘Rocky Balboa’ é”.

Stallone desenvolveu um kit de recursos grátis para líderes, em associação com Motive Entertainment, para ajudar os pastores e líderes de igreja a utilizar a mensagem cristã do filme. O kit inclui um guia de líderes (grátis por download) que lida com as questões de coragem, integridade, fé, vitória e propósito, relatou o jornal Christian Examiner. O guia tem várias abordagens feitas para suprir as várias necessidades dos pastores, líderes de jovem, líderes de ministérios de leigos e pais.

Fonte: Lifesite / Gospel+
Via: Portal Renascer

Música gospel poderá ser reconhecida como manifestação cultural

A música gospel poderá ser reconhecida como manifestação cultural, bem como os eventos a ela relacionados, exceto aqueles promovidos por igrejas. Foi o que decidiu nesta terça-feira (6) a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) ao aprovar parecer do senador Gim Argello (PTB-DF) a projeto de autoria do deputado Rodovalho (PP-DF).

O objetivo do projeto (PLC 27/09) é fazer com que a música gospel receba também os benefícios previstos na legislação federal de incentivo à cultura (Lei 8. 313/91) conhecida como Lei Roaunet. Um dos principais pontos é possibilitar que pessoas físicas e jurídicas apliquem parte do imposto de renda devido em ações culturais.

O projeto segue agora para votação, em decisão terminativa, da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

Fonte: Agência Senado / ADIBERJ/OVERBO

Milagre: Bebê nasce de mãe morta e sobrevive a 20 minutos sem oxigênio

Uma bebê que nasceu de cesariana de emergência – depois de a mãe ter sofrido um derrame e morrido minutos antes do parto – sobreviveu e não deve ter sequelas, informou a mídia do Estado americano do Arizona.

A menina Chastilin Ramirez chegou ao Phoenix Children’s Hospital (PCH) logo após o traumático nascimento. Ela apresentava poucos sinais de vida e quase não tinha batimentos cardíacos. O pai, Maurilio Rodriguez, não tinha muitas esperanças.

Segundo os médicos, a menina sofria de encefalopatia hipóxico-isquêmica, que ocorre quando o cérebro é privado de oxigênio antes ou durante o nascimento.

A equipe chegou a acreditar que Chastilin havia sofrido morte cerebral, mas decidiram mantê-la ligada ao Cool Cap (ou “touca gelada”, em tradução livre), uma touca que mantém o cérebro a uma baixa temperatura, retardando seu metabolismo, para evitar as sequelas associadas à condição.

‘Milagre’

Segundo os médicos do PCH, a touca é, atualmente, a única ferramenta que permite tratar crianças que sofrem da condição, e há apenas duas delas em hospitais americanos.

O processo é aparentemente simples: tubos de água que passam por dentro da touca a mantêm gelada, diminuindo a temperatura do cérebro para retardar seu metabolismo.

A técnica evita que as toxinas das células danificadas do cérebro se espalhem por outras partes do cérebro.

Chastilin passou 72 horas usando a Cool Cap e respirando com a ajuda de aparelhos sem apresentar melhoras. Os médicos quase haviam perdido as esperanças, mas decidiram mantê-la conectada por mais 24 horas.

A médica, Cristina Carballo, disse à mídia americana que a sobrevivência do bebê foi um “milagre”. Quando a equipe médica realizou novos exames, a menina respondeu aos estímulos, agindo como um bebê normal.

Chastilin é a sexta filha de Maurilio Rodriguez e Dora Ramirez e já foi levada para casa. Ela deverá ser acompanhada para ver se a privação de oxigênio deixou alguma sequela no cérebro, mas os médicos esperam que ela tenha vida normal daqui para a frente.

Fonte: BBC Brasil/OVERBO

Cardeal defende preservativo e diz que Igreja está preparada para papa negro


Cidade do Vaticano – O cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, arcebispo de Cape Coast (Gana) e relator do segundo Sínodo de Bispos para a África, disse ontem que a Igreja Católica está preparada para ter um papa negro e defendeu o uso do preservativo por casais caso um dos cônjuges tenha aids.

Durante o Sínodo, cujos debates começaram ontem no Vaticano, Turkson acrescentou que a Igreja Católica é universal e representa todos os continentes, motivo pelo qual “não se deve excluir a possibilidade” de um papa negro, nem pensar que não há africanos “à altura” do cargo.

“Chances existem”, acrescentou o cardeal em um encontro com a imprensa após apresentar o relatório sobre a Igreja na África e sobre a situação do continente antes de entrar nos debates.

“Tivemos um secretário-geral da ONU que era de Gana (Kofi Annan), agora o presidente dos Estados Unidos (Barack Obama) é negro”, lembrou Turkson.

Atualmente, o Colégio Cardinalício tem 182 cardeais, dos quais 116 podem participar em um eventual Conclave para escolher um novo papa.

Os cardeais africanos são 16, dos quais nove – os que ainda não chegaram aos 80 anos – podem participar de um Conclave.

Além disso, Turkson se mostrou favorável ao uso do preservativo por casais caso um dos dois esteja contaminado pelo vírus da aids, mas bateu na tecla da fidelidade e denunciou que preservativos de baixa qualidade são vendidos na África, “que pioram a situação”.

“Existem preservativos que dão um falso sentido de segurança e fazem aumentar o contágio”, acrescentou o cardeal.

Turkson deu tal opinião depois de ser perguntado em entrevista coletiva sobre o que a Igreja pode fazer para lutar contra a aids em um continente como a África, onde 27 milhões de pessoas são portadoras do vírus HIV.

Segundo o cardeal, a Igreja aposta na fidelidade e em novas formas de conduta. Ele também disse que recomendaria a abstinência sexual para uma pessoa com aids ou o uso do preservativo no caso de um casal.

Turkson ressaltou, além disso, a importância dos novos medicamentos retrovirais na luta contra a aids.
Em março, a caminho de Camarões, o papa Bento XVI disse aos jornalistas que o acompanhavam em seu avião que a aids “não se combate só com dinheiro, nem com a distribuição de preservativos, que, ao contrário, aumentam o problema”.

Fonte: G1/OVERBO

Mortos em chacina, mãe e bebê são enterrados no Paraná

CURITIBA – Um infeliz desvio no caminho de volta para casa resultou na maior tragédia que uma família de Tamarana, Norte do Paraná, poderia passar. Mãe e filho foram vítimas de uma chacina no limite entre as vilas União e Icaraí, no Uberaba, bairro da zona Leste de Curitiba, durante a noite de sábado, em que oito pessoas morreram. Os corpos chegaram ao Norte na madrugada desta segunda-feira para serem velados na casa do pai da vítima. O enterro ocorreu às 18h, no Cemitério Municipal de Tamarana.

“É a coisa mais horrível você chegar ao salão da casa do pai, que encontra filha e neto, lado a lado, cada um em um caixão. A família está chocada. Não há palavras nem explicação”, resumiu Levi Alves dos Santos, tio de Nilza Ribeiro dos Santos, de 29 anos, que morreu junto com o filho de 5 meses, Mateus Alves da Silva, quando passavam pela Rua Helena Piekarski, na vila União, por volta das 22h30m de sábado.

Depois de participar do culto em uma igreja evangélica em Curitiba, Nilza passou na casa do sogro para comer uma pizza. “Ela mora do outro lado da cidade. Depois de passar na casa do sogro, ela voltava para casa. Infelizmente, no caminho de volta, o marido dela saiu um pouco da rota de costume e acabaram ficando no meio do fogo cruzado”, contou Santos. O carro do marido da vítima tinha pelo menos pouco mais de 30 perfurações de tiros. “Graças a Deus ele não sofreu nenhum arranhão.”

Por sorte, segundo o tio, a outra filha do casal, que tem 6 anos, não acompanhou a mãe na igreja, porque havia ido brincar com uma amiga. Nilza morava na capital há cerca de dez anos. “Ela se casou e foi para Curitiba construir família.” Atualmente, ela não trabalhava fora de casa. O velório foi aconteceu durante a tarde desta segunda-feira na casa do pai dela. Muitos moradores da cidade compareceram.

Fonte: O Globo Online/OVERBO

Marina Silva nega que esteja em campanha e não quis comentar a visita de Dilma Rousseff em igreja evangélica


Na primeira visita a Minas Gerais depois de se filiar ao Partido Verde e de assumir a possibilidade de disputar a Presidência da Repúblicas, a senadora Marina Silva (AC) até negou que estivesse em campanha, mas a sua passagem por Ipatinga, no Vale do Aço, e o discurso mostraram que a pré-candidata à sucessão presidencial no ano que vem já está na estrada. Na cidade governada por quatro mandatos pelo seu ex-partido, Marina disparou contra possíveis adversários e criticou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o principal nome do PT, a quem acusou de antecipar o processo eleitoral ao lançar a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para sucedê-lo. “Isso tem constituído prejuízo ao Brasil. Termina a disputa pelas prefeituras e já começa a corrida à presidência.”

Para a senadora, a antecipação da discussão em torno da disputa pela sucessão presidencial acaba se sobrepondo ao debate de projetos para desenvolvimento do país. O PT e o PSDB também entraram na mira da ex-ministra do Meio Ambiente. Marina afirmou que o principal desafio da política nacional é fazer com que os dois partidos dialoguem. “Infelizmente, esses partidos, quando Fernando Henrique Cardoso era presidente e nós éramos oposição, não tinham nenhum ponto de contato. E agora acontece o mesmo durante o governo Lula. É fundamental que, naquilo que é essencial para o Brasil, haja possibilidade de diálogo, para que se qualifique uma base de sustentação dentro do Congresso Nacional e não exista o fisiologismo”, argumentou a pré-candidata.

Diálogo

Sobrou também para outro pré-candidato à Presidência da República, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE). Ao ser indagada sobre comentário feito pelo parlamentar de que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), era mais feio por dentro que por fora, a senadora disse que não faz política de forma “destrutiva”. “Não temos problemas em reconhecer os avanços na área econômica graças a Fernando Henrique Cardoso e ao Plano Real, e ao presidente Lula, que aprofundou essas mudanças com ajuste fiscal e distribuição de renda.” Em seguida, no entanto, retomou o discurso de pré-candidata: “A história não para aí. Nós queremos dar continuidade às mudanças e alterar o processo produtivo no país de insustentável para sustentável, na indústria e na agricultura. Nenhum partido colocou isso, mas o PV está colocando”.

Mesmo com todo o discurso, Marina disse que estava em Ipatinga para dar palestra sobre sustentabilidade em uma escola. “É o que faço há 30 anos”, disse. O encontro com estudantes estava marcado para as 21h. A senadora, no entanto, chegou por volta das 16h, em um avião de carreira. Antes da palestra, se encontrou com correligionários em um parque da cidade, onde discursou para crianças e professores.

Com os pastores, contra o preconceito

A agenda da senadora Marina Silva em Ipatinga incluiu ainda participação em encontro com cerca de 800 pastores da Assembleia de Deus, igreja a qual pertence desde 1997, conforme fez questão de frisar. Antes, Marina fazia parte das comunidades eclesiais no Acre, período em que despontou para a política. A senadora foi anunciada pelo pastor Antônio Rosa, que coordenou o encontro, como ex-ministra do Meio Ambiente. O pastor lembrou, durante a reunião, que Marina é pré-candidata à Presidência da República.

A senadora foi saudada com as palavras “sois querida em nome de Jesus”. Ao falar aos fiéis, a senadora citou trechos bíblicos que pregam contra o preconceito e relatou já ter sido empregada doméstica e que só foi alfabetizada aos 16 anos. Marina não quis comentar a visita da ministra Dilma Rousseff a uma igreja evangélica, também na segunda-feira, em São Paulo. Para a senadora, as igrejas não podem ter partidos, mas devem estar abertas a todos os candidatos.

Fonte: Correio Braziliense/OVERBO

Cientistas recriam Santo Sudário. O feito pode ser considerado uma prova de que a relíquia católica é uma farsa


Cientistas italianos afirmaram nesta segunda-feira ter reproduzido o Santo Sudário. Segundo Luigi Garlaschelli, professor de Química Orgânica da Universidade de Pavia e responsável pela recriação do manto que teria envolvido o corpo de Jesus Cristo, o feito pode ser considerado uma prova de que o Sudário é uma farsa.

“Mostramos que é possível reproduzir algo que tem as mesmas características do Sudário”, disse Garlaschelli. O manto, considerado pelos católicos um símbolo do sofrimento de Jesus, tem a imagem de um homem crucificado, com rastros do que seria sangue escorrendo de feridas nas mãos e nos pés. As imagens teriam sido gravadas nas fibras por algum meio sobrenatural, durante a ressurreição de Cristo.

Garlaschelli explicou ao jornal italiano La Repubblica que sua equipe usou linho tecido com as mesmas técnicas utilizadas no sudário e envelhecido artificialmente por aquecimento em um forno. Os cientistas, então, colocaram o pano sobre um estudante que usava uma máscara para reproduzir o rosto, e esfregam o tecido com um pigmento vermelho muito usado na Idade Média. O processo consumiu uma semana, disse o jornal.

O Santo Sudário apareceu ao mundo em 1360, nas mãos de um cavaleiro francês. Ele se tornou propriedade do Vaticano, que o guarda câmara especial da Catedral de Turim. O manto raramente é exibido ao público. A última apresentação foi no ano 2000, quando atraiu mais de 1 milhão de visitantes. A próxima está prevista para 2010.

O grupo afirma, em nota, que se trata de mais uma evidência de que o sudário é uma falsificação produzida na Idade Média. Em 1988, pesquisadores usaram datação por radiocarbono para determinar que a relíquia havia sido produzida no século XIII ou XIV.

Fonte: Veja / O Verbo

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PRA QUEM GOSTA DE MELISSA









Ultragirl + Barbie





Modelos novos da coleção Love Pìrates: 1) Coral, 2) Marine, 3) Bubbles, 4) Treasure, 5) Flor + Isabela Capeto, 6) 3-Straps Elevated




Adanna


Adanna + Pequeno Príncipe


Aquarius


Aranha quadrada


Ashia


Bubbles


Campana Favela


Coral


Corallo


Cute


Flor+284



Flower + Isabela Capeto


Gold



Kali


Lady Dragon + Barbie


Lady Dragon + Vivienne Westwood


Lady Dragon Heart + Vivienne Westwood


Love Fu


Love Fu + Tokidoki for Hello Kitty


Malika


Mashia


Marine


Mermaid


Naillah






Numa



Ocean


Paradise


Quasar ideogram

Seduce + 284




Sin + J. Maskrey


Three-Straps + Vivienne Westwood


Three-Straps Elevated + Vivienne Westwood


Treaure


Ultragirl + J. Maskrey


Ultragirl vazada
Ultragirl+ Vivienne Westwood



FONTE: eumelisso.blogspot.com