sábado, 23 de maio de 2009

Preso em Vitória médico que castrava meninos no Pará


Justiça ouve testemunhas de processo contra pagodeiro em Guarulhos

A Justiça de São Paulo ouve, a partir das 13h desta sexta-feira, as testemunhas de acusação e defesa do caso do pagodeiro Evandro Correia, que é acusado de ser o responsável pela morte da mulher, Andréia Cristina Bezerra Nóbrega, de 31 anos, e pela queda do filho do casal do 3º andar do prédio onde viviam, em Guarulhos.
Os depoimentos acontecem no Fórum de Guarulhos e, de acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, o juiz que irá conduzir os trabalhos ainda não foi definido. Como Evandro está foragido desde a época do crime, em novembro de 2008, ele não será ouvido.
A operadora de caixa Andréia e o filho caíram do 3º andar do prédio onde viviam, em Guarulhos, Grande São Paulo. Andréia morreu na queda e Lucas, que bateu no parapeito do edifício, fraturou o maxilar.
Segundo informações do 2º D.P., uma testemunha disse ter visto Correia sair do prédio logo após a queda e entrar num Taurus, que teve a placa identificada. Imagens do circuito de TV de uma agência dos Correios mostram um homem vestido de preto sair pela porta sem prestar atendimento a Andréia, caída na calçada. O caso foi registrado como homicídio qualificado e tentativa de homicídio.
De acordo com a família de Andréia, os dois se conheceram há 14 anos e freqüentavam a mesma igreja evangélica. Correia participou, há alguns anos, do quadro de calouros do "programa Raul Gil" e tem um CD gravado.

Último Segundo
FONTE:
Notícias Cristãs

Alencar diz que cura depende de Deus


sexta-feira, 22 de maio de 2009

128 vagas para o Tribunal de Contas da União

Seleção oferece oportunidades para candidatos de nível médio e superior. Remunerações iniciais chegam a R$ 9.849,38

O Tribunal de Contas da União (TCU) abre concurso público para selecionar 128 novos servidores com formação de nível médio e superior. O órgão tem a responsabilidade de verificar se a aplicação do dinheiro público é realizada com eficiência e de acordo com as leis e a Constituição. O concurso será realizado em parceria com o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

As remunerações são de R$ 9.849,38 para o cargo de Analista de Controle Externo e de R$ R$ 5.668,91 para Técnico de Controle Externo.
As inscrições poderão ser feitas entre 29 de maio e 14 de junho, pelo endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/tcu2009. As taxas de inscrição são de R$ 85,00 para nível superior e de R$ 60,00 para nível médio.

Para os interessados em uma das vagas reservadas para formação em nível superior – cargo de Analista de Controle Externo – as oportunidades estão divididas nas seguintes áreas: Controle Externo, especialidade de Controle Externo, com orientação em Auditoria de Obras Públicas; Apoio Técnico e Administrativo, especialidade de Medicina, com orientação em Clínica Médica; e, Apoio Técnico e Administrativo, especialidade em Tecnologia da Informação. Para os candidatos com formação em nível médio, as vagas são para Técnico de Controle Externo na área de Apoio Técnico e Administrativo, especialidade em Técnica Administrativa.

O concurso terá duas etapas, sendo a primeira composta por aplicação de provas objetivas e de provas discursivas, com data prevista para aplicação em 11 e 12 de julho, e a segunda etapa, constituída de Programa de Formação, com data a ser divulgada posteriormente.

SERVIÇO
Concurso: Tribunal de Contas da União (TCU)
Cargos: Analista de Controle Externo e Técnico de Controle Externo
Vagas: 128
Inscrições: 29 de maio e 14 de junho
Remunerações: de R$ 9.849,38 para nível superior e de R$ R$ 5.668,91 para nível médio
Taxas de inscrição: de R$ 85,00 para Analista e de R$ 60,00 para Técnico
Provas: 11 e 12 de julho

CONTATO
Outras informações no site www.cespe.unb.br/concursos/tcu2009 ou na Central de Atendimento do Cespe/UnB, de segunda a sexta, das 8h às 19h – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe/UnB – pelo telefone (61) 3448 0100.

TCU: saiu edital. 128 vagas. 2º e 3º graus. Até R$10.587


Saiu o edital do concurso para o Tribunal de Contas da União. A seleção destina-se ao preenchimento de 128 vagas imediatas, distribuídas entre os níveis médio e superior. As remunerações atingem R$10.587.

As inscrições serão admitidas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico do CespeUnB, solicitada no período entre 10 horas do dia 29 de maio e 23 horas e 59 minutos do dia 14 de junho. As taxas de inscrição variam entre R$60 e R$85.

Isenções - Estará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que: estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e quem for membro de família de baixa renda. A isenção deverá ser solicitada mediante requerimento do candidato, disponível por meio do aplicativo para a solicitação de inscrição, das 10 horas do dia 29 de maio às 23 horas e 59 minutos do dia 1º de junho.

Serão aplicadas provas objetivas e provas discursivas em todas as capitais do país. Para o Cargo 1, o Cargo 2 e o Cargo 3, a prova objetiva P1 e a prova discursiva P3 de conhecimentos básicos terão a duração de 4 horas e serão aplicadas na data provável de 11 de julho, no turno da tarde.

Para o Cargo 1, o Cargo 2 e o Cargo 3, a prova objetiva P2 e a prova discursiva P4 de conhecimentos específicos terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 12 de julho, no turno da tarde. Para o Cargo 4, as provas objetivas P1 e P2 e as provas discursivas P3 e P4 terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 12 de julho, no turno da manhã.

Os locais e os horários de realização das provas serão aunciados no dia 2 de julho.

Veja o Edital

Bíblia Sagrada de Aparecida

Há várias bíblias à disposição no mercado, algumas melhores, outras piores, outras inaceitáveis. Por exemplo, não deveria um católico ler uma bíblia protestante. Há também especificidades para as bíblias, umas são melhores para o estudo histórico, outras para exegese, outras para catequese e algumas para devoção simples.
Nessas duas últimas categorias eu colocaria a Bíblia Sagrada de Aparecida, da editora Santuário. Escrita em linguagem de fácil acesso, sem com isso perder o decoro ou o respeito, essa bíblia facilita ao máximo o entendimento do fiel sem menosprezar a sua inteligência. Além disso conta com comentários prévios e notas de rodapé em todos os livros, que auxiliam na compreensão ou inserem-nos no contexto da época, facilitando o entendimento de expressões e analogias.
Apesar de partir de uma eclesiologia progressista, com algumas citações de “teólogos da libertação” e raros deslizes esquerdistas em notas prévias, essa bíblia é, a meu ver, perfeitamente ortodoxa. Conta com copiosos trechos da Patrística e comentários apologéticos, ensinando o fiel católico a refutar acusações comuns. Mostra a instituição dos sacramentos, da sucessão apostólica, as bases bíblicas da comunhão e intercessão dos santos e demonstra que a fé católica é perfeitamente coerente com a Sagrada Escritura, a despeito de acusações comuns de protestantes.
Além disso conta com inúmeras referências cruzadas. Não há capítulo da Bíblia que não se relacione com outros, e essas relações são indicadas, fazendo com que o fiel possa aprofundar-se e iniciar um estudo exegético mais minucioso, para o qual precisará, posteriormente, de outra bíblia.
A Bíblia Sagrada de Aparecida é traduzida diretamente dos manuscritos hebraicos e gregos, e comparados com a Vulgata e a Neovulgata pelo padre José Raimundo Vidigal, C.Ss.R., mantendo o mesmo estilo por toda sua extensão. Os versículos suprimidos pela Neovulgata são transcritos em nota de rodapé. O único porém é a numeração hebraica dos salmos, utilizada pelas bíblias protestantes, no lugar da numeração grega, utilizada nas bíblias católicas. A numeração católica, contudo, é indicada em parênteses.
Com um papel de qualidade superior, tipografia clara e moderna, e um preço excelente (R$17,00 a versão média), é uma excelente bíblia para leitura diária. O preço baixo permite o seu uso disseminado para catequese ou distribuição nas paróquias e dioceses, substituindo outras bíblias de qualidade manifestamente inferior.

Veritatis

FONTE:
Notícias Cristãs

Abusos sexuais em orfanatos católicos na Irlanda

Há relatos de violações e de agressões. De medo causado por uma disciplina severa. O relatório sobre o que se passou desde 1936 em instituições católicas irlandesas para acolhimento de crianças era esperado há muito tempo e está a deixar a Irlanda chocada. São 2500 páginas em que se conclui que mais de 2000 crianças sofreram abusos físicos e sexuais e que líderes da Igreja Católica sabiam o que estava a acontecer.
A Comissão de Inquérito sobre o Abuso de Crianças estava há nove anos a investigar as suspeitas em várias instituições de acolhimento de crianças na Irlanda e hoje divulgou as suas conclusões: Houve abusos físicos e emocionais, houve abusos sexuais em grande parte das instituições e sobretudo nas destinadas a rapazes. Houve um regime severo, disciplina opressiva, por vezes fome.
“Os abusos sexuais foram endémicos nas instituições para os rapazes”, lê-se. “A situação nas instituições para raparigas era diferente, não era sistémica”. O documento refere-se a um período que começou em 1936 e acabou no final dos anos 90 e uma das conclusões é que “as autoridades religiosas sabiam que os abusos sexuais eram um problema constante nas instituições masculinas” da Irlanda.
Antes de 1980 viveram em reformatórios e escolas industriais ligadas à Igreja 35000 crianças – mais de 2000 disseram à comissão que tinham sido vítimas de abusos. As conclusões foram apresentadas numa conferência de imprensa para a qual foi pedida a presença da polícia.

Responsabilização
Após a divulgação do relatório, o líder da Igreja Católica na Irlanda, cardeal Sean Brady, disse “lamentar profundamente” o que é relatado no documento que denuncia o “silêncio” da Igreja. “Lamento e estou envergonhado com o facto de crianças terem sofrido desta forma terrível”, adiantou. “O relatório torna claro que foi causada muita dor a algumas das crianças mais vulneráveis”.
Também o líder da Igreja Católica na Inglaterra e no País de Gales, arcebispo Vincent Nichols, considerou que os autores da violência e abusos devem ser responsabilizados, “e não importa há quanto tempo aconteceu”.
A maioria das acusações visa instituições da congregação Irmãos Cristãos, embora outras sejam referidas. Em instituições das Irmãs da Misericórdia terão sido muito menos os abusos sexuais mas bastante frequentes os episódios de humilhação.
Ao referir as constantes violações, o relatório sublinha que “os autores dos abusos puderam continuar [a fazê-lo] durante longos períodos sem serem perturbados”. Quanto à violência física, é denunciado “um clima de medo criado por punições arbitrárias, excessivas e frequentes”. Para além disso, “os abusos sexuais por membros de ordens religiosas eram raramente divulgados ao Ministério da Educação pelas autoridades devido a uma cultura de silêncio sobre a questão”.
“Era habitual ser acordado a meio da noite por pessoas que abusavam sexualmente de mim”, recorda Tom Haynes à BBC. Agora com 60 anos, Haynes ficou órfão muito cedo e foi viver para uma escola dos Irmãos Cristãos em Limerick.

A fé às portas da escola
“Quando informávamos os Irmãos Cristãos éramos agredidos e ameaçados”, recorda. No caso de Haynes, os abusos não eram cometidos por membros da congregação, mas por monitores que vigiavam os dormitórios à noite. A sua fé, diz, “ficou às portas da escola industrial”.
Também Sadie O´Meara, agora com cerca de 70 anos, recorda os dias difíceis numa instituição das Irmãs da Caridade, mas o que mais lamenta é nunca lhe terem dito que a mãe tinha morrido, o que só veio a saber quando saiu, já tinham passado quatro anos.
O primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, sublinhou que o Governo pode pôr em prática medidas para proteger as crianças, mas salientou que “todos na sociedade deverem estar alertas, vigilantes em relação ao que se passa e terem a coragem de intervir quando o bem-estar das crianças for posto em risco”.

Publico

FONTE:
Notícias Cristãs

Mãe de menino com câncer recusa tratamento e gera debate nos EUA

Com 13 anos, garoto tem linfoma de Hodgkin, que pode ser curado.
Pais, no entanto, dizem ser contra quimioterapia por razões religiosas.
Um garoto de 13 anos está com câncer e fugindo da polícia com sua mãe, nos Estados Unidos. daniel Hauser teve um linfoma de Hodgkin diagnosticado em janeiro desse ano, depois de sentir dores no peito. O linfoma de Hodgkin é um tumor maligno que tem tratamento conhecido e com bons resultados, quando iniciado a tempo.
O tratamento ideal para esse tipo de tumor são sessões de quimioterapia e eventualmente complementação com radioterapia. Depois das primeiras sessões de quimioterapia a família do jovem interrompeu o tratamento e não retornou mais ao hospital. Os médicos apelaram para a justiça estadual, que realizou uma audiência em 15 de maio para avaliar a situação.
A mãe do garoto declarou ser contra a quimioterapia por razões religiosas. A família faz parte de uma seita que segue orientações indígenas e que não admite medicações que ataquem o corpo humano. O rapaz está sendo tratado com ervas e vitaminas. A mãe diz que a quimioterapia seria um veneno para o filho.
Os médicos por outro lado explicaram que o tumor de Daniel tem mais de 90% de chances de ser curado e ele tem somente 5% de probabilidade de sobreviver sem o tratamento. O juiz ordenou que uma avaliação radiológica fosse feita, e os raios-X mostraram que o tumor de Daniel voltou a crescer após o tratamento inicial e está pior do que em janeiro.
Mãe e filho faltaram à audiência marcada para 19 de maio e o juiz emitiu uma ordem de prisão para a mãe, caracterizando o quadro como negligência médica.
As últimas notícias dão conta de que os dois estariam fugindo em direção ao México.
O caso não é inédito nos Estados Unidos, e curiosamente os outros episódios também aconteceram com linfomas de Hodgkin. O tumor atinge adultos jovens e adolescentes, que por isso são legalmente dependentes dos pais. A discussão é até que ponto a vontade dos pais de um menor pode impedir a um tratamento médico que pode salvar a vida dessa criança. Qual o papel do Estado em proteger as crianças, e qual é o limite para essa proteção?
As dúvidas da sociedade são criadas pelo avanço tecnológico e surgem mais rapidamente do que as leis. Todos nós devemos pensar em que sociedade queremos viver para que esse consenso possa chegar até a Justiça através de novas leis, se for o caso.

G1

FONTE:
Notícias Cristãs

Projeto resgata a autoestima dos dependentes químicos


O trabalho do pastor Marino Soares dos Reis, em Venâncio Aires, ganhou reforço este ano. As atividades desenvolvidas numa pequena igreja na Vila Algayer, no Bairro Coronel Brito, com jovens que buscam reencontrar o caminho sem as drogas foram incrementadas pelo projeto de dois acadêmicos e formandos em Jornalismo pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Rozana Ellwanger e Sancler Ebert se lançaram ao desafio de desenvolver as habilidades deste perfil de público, há dois meses, e já colhem os primeiros resultados da proposta inusitada: a confecção de um jornal a partir de textos e fotos produzidos pelos próprios internos.
Para o pastor, o projeto dos estudantes “caiu do céu”. O religioso abriga no templo da Igreja Assembleia de Deus nove jovens de 12 a 17 anos, em tratamento para a dependência química. Conforme Soares, a terapia ocupacional e o trabalho de autoestima nas terças-feiras são de responsabilidade dos acadêmicos. “Num primeiro momento, fiquei apreensivo. Depois, relaxei. Os meninos logo se familiarizaram com os estudantes”, afirma Soares, que exerce as atividades com os jovens há pouco mais de dois anos, sem abandonar o ofício de pastor.
Orientados pelos professores Jair Giacomini e Veridiana Pivetta de Mello, Rozana e Ebert encontraram no centro de recuperação, ainda que improvisado, o objeto para a execução do projeto experimental Oficinas de Jornalismo Comunitário. “Desde o primeiro instante, focamos no público jovem e adolescente carente”, destaca Ebert. Rozana justifica a escolha com o argumento de que os jovens internados facilitam o desenvolvimento das atividades propostas, além de trabalharem a problemática do crack – vício da maioria dos internos.
A intenção dos estudantes, com a realização do projeto, é levar ao grupo que está sob orientação do pastor Soares noções sobre jornalismo, com a oferta de oficinas de texto e fotografia. Dessa forma, Rozana e Ebert instigam os jovens a desenvolverem um olhar crítico e atento à realidade que os cerca. “A produção desse jornal é a prova de que eles possuem capacidade para fazer o que quiserem”, comenta Rozana. “Trata-se de fazê-los perceber tanto os problemas quanto as belezas e ajudá-los a construir o futuro por meio do jornalismo comunitário”, argumenta Ebert.

OPORTUNIDADES
Além das oficinas, que proporcionaram a elaboração do jornal – que deve estar pronto ainda esta semana –, os acadêmicos levaram os jovens para passeios a lugares até então desconhecidos dos meninos, como o zoológico e os meios de comunicação. Quatro dos cinco integrantes do projeto experimental estiveram na Gazeta Grupo de Comunicações na tade de ontem para acompanhar um pouco do processo de confecção de um jornal diário, a Gazeta do Sul.
Paralelo às oficinas, está sendo gravado um documentário com o objetivo de mostrar a realidade encontrada pelos estudantes ao chegarem no templo, a interação entre os coordenadores do projeto e os jovens e as possíveis mudanças que poderão ocorrer no comportamento e na vida dos internos ao longo da realização do trabalho. O material está em fase de edição, com previsão de ser exibido no segundo semestre deste ano.

Gazeta do Sul

FONTE:
Notícias Cristãs

Acusados de matarem estudante em ritual macabro serão julgados em Ouro Preto

Está marcado para a próxima segunda-feira (25), às 12h, no Tribunal do Júri de Ouro Preto, o julgamento de quatro acusados de matar uma estudante em 2001 durante uma festa conhecida na cidade como "Festa do Doze".
Segundo denúncia feita pelo Ministério Público, os estudantes seriam usuários de drogas e ligados a seitas macabras. Ainda conforme o MP, os princípios da seita estariam relacionados com jogos de RPG (Role Playing Game).
O crime aconteceu em 2001, mas a prisão preventiva dos suspeitos foi decretada em 2006. Atualmente, eles estão em liberdade. Conforme a denúncia, a estudante foi até a cidade para a festa com uma prima, acusada de envolvimento no crime, e uma amiga.
Elas ficaram hospedadas na república Sonata, a convite de um dos moradores, também suspeito de participação no crime. Segundo depoimento de uma turma de hippies convidada a se hospedar na casa, três moradores da casa organizaram uma festa na república no dia 13, mas nem eles e nem as meninas convidadas estavam presentes.
No mesmo dia, o vigia de um cemitério da cidade registrou boletim de ocorrência depois de ter encontrado um túmulo violado no local, com aspecto que estava preparado para um enterro. Na madrugada do dia 14 daquele ano, o corpo da menina foi encontrado no cemitério da Igreja Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia. Ela foi encontrada sem roupas, postada de braços abertos e pés sobrepostos, com 17 lesões.
Conforme observações da polícia, os acusados tentaram eliminar provas na república, cartazes de jogos de RPG foram retirados, roupas foram lavadas e um dos cômodos foi limpado com cloro. Segundo o MP, durante as investigações eles também teriam tentado eliminar provas e ameaçado testemunhas.

O Tempo

FONTE:
Notícias Cristãs

Igrejas vivem novos desafios em Cuba

As mudanças na América Latina, nos Estados Unidos e em Cuba estão criando um momento novo com desafios inéditos às igrejas, disse, nesta cidade, o moderador do Sínodo da Igreja Presbiteriana Reformada de Cuba e reitor do Seminário Evangélico de Matanzas, Reinerio Arce.
Uma grande maioria de países latino-americanos está exigindo mudanças na política dos Estados Unidos para com Cuba, algo muito evidente na mais recente Cúpula das América, apontou o líder reformado.
Recentemente, medidas da administração Obama, como o fim das restrições para com os cubanos residentes nos Estados Unidos, que agora podem viajar ou enviar remessas de dinheiro à Ilha, são apreciadas com otimismo.
O novo inquilino da Casa Branca também manifestou a disposição de estabelecer conversação com Cuba sobre um amplo leque de temas.
Nesta quarta, o subsecretário de Estado, James Steinberg, reiterou a vontade dos Estados Unidos de “buscar um novo começo”, enquanto pedia aos países do continente que promovam liberdade, igualdade e os direitos humanos na Ilha.
A União Européia (UE) poderia acelerar o processo de normalização das relações com Cuba. Na segunda-feira, o encarregado para assuntos de Desenvolvimento da UE, Louis Michel, declarou que chegou o momento de estabelecer vínculos diplomáticos oficiais com Havana.
“Creio que se a UE não consolidar a normalização das relações com Cuba, Estados Unidos não se adiantará”, declarou Michel.
Nesse contexto, as igrejas enfrentam o desafio de incrementar e fortalecer o seu trabalho diaconal e de ser espaço para o ensinamento e a prática de valores, disse o moderador do Sínodo presbiteriano.
“Nossa população está envelhecendo, um fenômeno similar ao dos países altamente desenvolvidos, e o Estado não tem a capacidade para atender todas as suas necessidades”, afirmou.
Por isso, muitas igrejas criaram programas de assistência a pessoas da terceira idade, de modo especial nas áreas da alimentação e do acompanhamento pastoral.
Mesmo que muitos cubanos não seja cristãos, eles veem na religião um espaço para a formação ética e moral, e enviam seus filhos às igrejas. Isso se reflete nas congregações muito dinâmicas, com uma presença importante de crianças e jovens, agregou Arce.
As conseqüências de que o governo estadunidense elimine as restrições para que seus cidadãos viajem a Ilha é outro tema que está sendo considerado pelas igrejas.
Calcula-se que um milhão de estadunidenses poderiam viajar anualmente a Cuba, gerando um sério impacto econômico, cultural e social na sociedade cubana.
“Com essa onda de visitantes virão também missionários com a pretensão de nos ensinar como evangelizar nosso povo”, disse Arce.
Ele fez menção ao bom estado das relações Igreja-Estado e lamentou que os meios internacionais dêem uma visão parcial ou distorcida da situação das igrejas e da religião em geral em Cuba.
“Quem nos visita pode apreciar a vitalidade e entusiasmo de nossas congregações e a liberdade com que realizam suas atividades”, enfatizou.

ALC

FONTE: Notícias Cristãs

Estudiosos judeus e cristãos realizam simpósio sobre "Paulo em sua matriz judaica"

Alguns dos maiores estudiosos judeus e cristãos estão participando, desde ontem, quarta-feira, no Pontifício Instituto Bíblico, em Roma, do Simpósio "Paulo na sua matriz judaica". Inserindo-se no âmbito das inúmeras iniciativas que celebram o Ano Paulino em andamento, esse simpósio é único, de certo modo.
De fato, pela primeira vez, a universidade judaica de Jerusalém colabora com instituições católicas na realização de um simpósio internacional sobre um autor do Novo Testamento: Paulo, judeu e apóstolo dos pagãos.
O simpósio está desenvolvendo sua reflexão e debate a partir de duas abordagens: o encontro, no pensamento de Paulo, do mundo grego com o mundo judaico; e as relações entre Cristianismo e Judaísmo, do nascimento da Igreja até hoje.
"Estamos fazendo diálogo judaico-cristão, abrindo-nos a uma aventura: a aventura de analisarmos os mesmos textos, mas a partir de pontos de vista muito diferentes. Trata-se da expressão madura de uma colaboração iniciada há muitos anos" – foi o que disse o professor diretor do Centro Cardeal Bea para os estudos judaicos, e organizador do simpósio, Pe. Joseph Sievers.
A esse propósito, eis o que nos disse o sacerdote jesuíta, entrevistado pela Rádio Vaticano:
Pe. Joseph Sievers:- "Estamos buscando abordar algumas questões complexas. Por exemplo, Paulo e a lei, Paulo e a sua relação com a Torá, que muitas vezes é vista somente em chave de contraste, ao passo em que, certamente, a sua relação era problemática, mas isso não significava para ele renegar a Torá."

RV

FONTE: Notícias Cristãs

Netanyahu diz que "Jerusalém sempre foi e será" de Israel


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou hoje que "Jerusalém sempre foi e será" dos judeus, motivo pelo qual "nunca será partida ou dividida de novo".
"Jerusalém unida é a capital de Israel", disse o premiê ao discursar num ato em comemoração à "reunificação" da cidade após a tomada da parte oriental na Guerra dos Seis Dias, em 1967.
No início de seu discurso, Netanyahu, líder do partido Likud (direita), disse que esta semana transmitiu essa mensagem aos Estados Unidos, onde se reuniu com o presidente Barack Obama e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.
"Só com uma Jerusalém unida será possível manter a liberdade de culto para as três (grandes) religiões" monoteístas - o judaísmo, o islamismo e o cristianismo -, disse o premiê na Colina da Munição, um dos lugares mais simbólicos da disputa travada há 42 anos.
O chefe de Governo israelense afirmou ainda que "nunca houve tanta liberdade de culto em Jerusalém como agora".
Segundo Netanyahu, em 1967, "um sonho de longa data" foi realizado com a vitória das tropas israelenses sobre a Jordânia no lado oriental de Jerusalém, onde os palestinos querem estabelecer a capital de seu futuro Estado.
Mais tarde, em 1981, Israel anexou para si a parte leste da cidade, por meio de uma lei parlamentar que declarou toda Jerusalém "capital eterna e indivisível do povo e do Estado judeu", o que foi rejeitado pela comunidade internacional.
O ato de hoje, do qual participaram os principais líderes políticos e militares de Israel, deu início às comemorações do Dia de Jerusalém.
De manhã, sob o lema "Acordem da fantasia: Jerusalém está unificada?", centenas de ativistas israelenses e palestinos se reuniram em frente ao histórico Portão de Damasco da Cidade Antiga de Jerusalém em protesto contra as comemorações dos judeus.

EFE

FONTE: Notícias Cristãs

'Primeiro Impacto de Conscientização Anti-Drogas'

O “Primeiro Impacto de Conscientização Anti-Drogas” acontece no dia 30 de maio, na Quadra de Esportes do bairro Campinho, às 19h. O evento é organizado pelo Centro de Recuperação Evangélico Maanaim Porto Seguro, que é uma extensão da instituição de Itabuna, de onde virão 45 alunos para apresentar Rap, Hip Hop e Pagode para conscientizar. Aberto ao público, é gratuito e toda a população está convidada, várias igrejas evangélicas já manifestaram apoio. O presidente do centro de recuperação, Pastor Manoel Vieira conta que a instituição foi fundada em 1999, em Itabuna e como 40% dos pacientes tratados lá são de origem de Porto Seguro, resolveu se mudar para o município e abrir um módulo para atender a demanda.
O tratamento é feito com terapias, arte marcial taekondo, filmes, palestras, futebol e artesanato, para dependentes de drogas e álcool. A terapia usa a palavra de Deus e auto-estima. “Deixamos claro que a pessoa não precisa e converter, nem entrar na igreja. Entendemos que essas pessoas estão lá pela deficiência de caráter, é só porque falta algo dentro deles, aquele vazio, que acabam tentando preencher com as drogas ou com o álcool”, explica o presidente do centro de recuperação.
Cerca de 200 pessoas são atendidas em Itabuna, em Porto Seguro são 70 vagas para homens. As próximas metas são fundar o centro para atendimento para mulheres com dependência química e para menores, mas para isso precisam do apoio da sociedade. O interessado só precisa procurar a entidade, não precisa ser ligado à religião. “Não deixamos de atender. Quem não pode pagar, mandamos para Itabuna”, resume o Pastor Manoel. Atualmente 90% das pessoas que trabalham no centro foram curados e foram ajudar. A diferença entre o Centro Maanaim e o Alcoólatras Anônimos (Instituição internacional de grande respeito) é que no AA, acreditam que os dependentes químicos são doentes e que não vão ser curados apenas vão evitar o primeiro gole ou o contato com a droga (no caso do NA, Narcóticos Anônimos), mas no Maanaim, acreditam em cura pela palavra de Deus. “Por isso não evitamos o primeiro gole, não queremos o primeiro gole porque nos curamos”, explica Vieira. Eles realizam palestras, apresentação de teatro, entre outras de conscientizaçaõ em escolas e cursos, é só agendar antecipadamente. Isso faz parte do projeto “Adeus às drogas ‘há’ Deus!”.
Em Porto Seguro, o centro foi inaugurado em 1º de maio e em 20 dias, já estavam com 28 alunos, como são chamados os pacientes em recuperação. Instalado na Rua da Linha, 460, no bairro Cambolo, o centro se mantém de doações, chaveirinhos que são vendidos nas praias, carnê de contribuição e as famílias dos alunos que ajudam. Interessados em fazer doações podem depositar no Banco do Brasil, conta corrente 5205-1 Agência 3175-5 ou no Bradesco, conta corrente 87820-0, agência 239-9 – Centro Maanaim Porto Seguro. Mais informações pelos telefones: (73) 9961 4767/9963 2449 – Pastor Manoel e 9985 4358 – Elma – diretora de ação social.

O Sollo

FONTE:
Notícias Cristãs

Escândalo sexual na alta cúpula de Uganda envolve pastor

A presidência ugandesa quebrou hoje (quinta-feira) o silêncio para se defender da interferência num escândalo sexual que envolve um dos seus próximos, o pastor Robert Kayanja, acusado de ter seduzido dois adolescentes.
O rico pastor evangelista, Robert Kayanja, que afirma ter convertido o presidente Yoweri Museveni e sua esposa, foi acusado de ter abusado sexualmente dois rapazes.
Hoje (quinta-feira, o gabinete de imprensa da presidência convocou os jornalistas para desmentir toda a implicação presidencial nesse assunto que fez manchete nesses últimos dias na imprensa local acentuada critica contra o regime.
"O presidente não aprovou alguma ingerência nos processos judiciário e ordenou a todos os membros do governo não implicados no inquérito ou nas acusações de se absterem-se", declarou o porta-voz presidencial, Tamale Mirundi.

Angop

FONTE:
Notícias Cristãs

Pastor pede retirada de imagens sacras de prédios públicos do Piauí

Evangélicos e outros grupos sociais querem espaços ecumênicos.
Promotor disse que vai fazer audiência pública para tomar decisão.
O pastor Robson da Silva, presidente da Associação Evangélica Piauiense, entrou com uma representação na Promotoria de Justiça do Piauí para que sejam retiradas as imagens sacras dos prédios públicos do estado.
O documento foi entregue ao promotor Edilson Farias, na segunda-feira (17), e tem a assinatura de integrantes de outras noves entidades sociais. "Queremos a retirada de imagens de santos, pois elas representam apenas uma religião, e transformar os espaços públicos em templos ecumênicos", disse o pastor.
O promotor afirmou que vai fazer uma audiência pública para avaliar o pedido, mas entende que a representação é coerente. "O símbolo da Justiça é uma deusa cega, portanto, todos devem ser iguais e ter os mesmos direitos. Todos esperam que o Estado seja laico. Se há figura representativas de apenas uma religião nos espaços públicos, entendo que isso não ocorre com objetivo de agredir uma ou outra religião", disse Farias.
Para ele, a presença das imagens sacras, principalmente em prédios da Justiça, faz parte da cultura do país. "Estamos em um dos países com o maior número de católicos no mundo. É até natural que existam essas imagens de santos nos plenários, nos tribunais e nos fóruns. Vamos analisar a representação e ver o é possível ser feito para oferecer um espaço que contemple todas as religiões", disse o promotor.

G1

FONTE:
Notícias Cristãs

Depois de 16 anos, acusado de matar menores vai a júri

O subsecretário de Trânsito Transportes Urbanos de Várzea Grande, Willian Tadeu Rodrigues Dias, de 45 anos, sentou-se no banco dos réus ontem para responder por homicídio qualificado após terem se passado 16 anos do crime que vitimou dois menores em Várzea Grande. O episódio o rebaixou a tenente reserva da Polícia Militar em 1993.
A previsão era de que o julgamento pelo Tribunal do Júri no Fórum de Várzea Grande se encerrasse por volta das 23h de ontem. A sessão teve início às 13h. Durante depoimento, Dias declarou-se inocente, mas mesmo assim pediu perdão à sociedade, a parentes das vítimas em nome da Polícia Militar e também a seus familiares. O tenente reserva chorou e disse que na época foi julgado pela imprensa.
O tenente reserva comandava em 1993 o 3º Pelotão do Cristo Rei, em Várzea Grande. Com outros três policiais, Aleixo Antônio de Campos, José Valentinho de Souza e Antônio Getúlio Vieira, ele teria executado dois jovens que supostamente praticaram roubos na região do Parque do Lago. Em frente aos jurados, ele disse que apesar do lapso temporal, recordava-se apenas de ter atendido no dia a um telefonema na unidade com a denúncia de que uma dupla estava organizando um assalto.
“Fomos lá e os dois foram detidos e levados para a delegacia. Como não tinham passagem anterior foram liberados e foram embora”. Os familiares do réu estavam convictos de que ele seria absolvido. A única testemunha do crime mudou a versão e disse não ter certeza de ter visto três rapazes entrando no carro da PM no dia.
Os jovens assassinados e com os corpos jogados em uma lagoa foram Hemisfério Peres Ferreira e Marcos José do Espírito Santo. Um terceiro teria sobrevivido. Além do cargo público, Dias hoje prepara-se para tornar-se pastor evangélico e lançar livro e DVD com sua história.

Diário de Cuiabá

FONTE: Notícias Cristãs

Pastor da Assembleia de Deus foi vítima de sequestro-relâmpago

Pastor da Assembleia de Deus foi vítima de sequestro-relâmpago na manhã de quarta-feira (20), quando chegava para trabalhar. Ao estacionar seu veículo, um GM Celta, cor branca, placas HAD-6873, em frente da igreja, localizada na avenida Guilherme Ferreira, o pastor José Raimundo Rodrigues, 49 anos, foi abordado por dois indivíduos – ambos armados de revólver –, que anunciaram o sequestro.
Os bandidos obrigaram a vítima a entrar novamente no carro e dirigir rumo à BR-262. Segundo José Raimundo, durante o trajeto até a rodovia, os autores o ameaçavam de morte e chegaram a apontar a arma em sua direção. Quando já estavam distantes 8km de Uberaba, o pastor foi obrigado a entrar em uma estrada vicinal.
No meio de um canavial, os bandidos tomaram da vítima o relógio, a carteira, com documentos e pouca quantia em dinheiro, um perfume, óculos de sol e a chave do carro. O pastor foi abandonado no local e a dupla fugiu no Celta.
Rodrigues voltou a pé até as margens da rodovia, onde pediu socorro a um automóvel que passava no trecho e conseguiu acionar a polícia. Empenhados na investigação do caso, os agentes da Polícia Civil Andréia Vicente e Rodrigo Peixinho iniciaram levantamentos a partir das informações relatadas pela vítima e conseguiram recuperar, na tarde de ontem, o carro roubado.
Conforme o pastor, os assaltantes agiram de cara limpa e em nenhum momento tomaram a precaução de não revelar o rosto. Um dos autores, de acordo com a polícia, se trata de Ricardo Donizetti de Oliveira, 27 anos, que já possui passagem por roubo. O outro envolvido ainda não foi identificado.
O Celta foi abandonado em uma área perto de uma fazenda na comunidade de Cerraria, ao final da avenida Filomena Cartafina. O autor Ricardo seria funcionário de uma fazenda e desde o crime permanece desaparecido. As buscas aos autores continuam.

Jornal da Manhã

FONTE:
Notícias Cristãs

Câmara aprova proposta que acelera divórcio


Na teoria, um casal poderá conseguir o divórcio no dia seguinte da separação.

Projeto da Câmara prevê divórcio mais rápido, sem advogado, com menos burocracia. Seria o fim da espera de um processo que pode levar até dois anos.

Na teoria, um casal poderá conseguir o divórcio no dia seguinte da separação. O divorciado já pode casar novamente. Os separados, por lei, ficam impedidos de se casar no civil.

Segundo o presidente da Câmara, deputado Michel Temer, a proposta que acelera o divórcio interessa a pelo menos 800 mil brasileiros.

Clima de romance. É para sempre? Às vezes a relação muda, para pior.

“Acho que a indiferença é uma das coisas mais complicadas, né? A pessoa começa a se distanciar, a se afastar, já é sinal de que a coisa não está bem”, opina o pedagogo Eduardo Oliveira.

Quando o casal decide que não dá mais para viver juntos…

“Casar é fácil, agora para separar é difícil”, diz uma jovem.

Hoje, para acabar com o casamento civil é preciso entrar com um pedido de separação judicial. Ou o casal tem que comprovar com testemunhas que já não está junto há dois anos. O processo de separação não leva menos que um ano, mesmo que seja consensual. Demora e dá trabalho. O ex-casal tem que enfrentar audiências em tribunais só para discutir a relação.

“É um duplo gasto e às vezes até um sofrimento para aquelas pessoas que já decidiram não estarem mais juntas”, comenta a diretora do Instituto Brasileiro da Família Eliene Bastos.

Foi o que aconteceu com a advogada Vera de Castro: “Não conseguia mais conviver e queria me sentir livre, solteira, divorciada”.

Já pensou pular todas as etapas e entrar direto com um pedido de divórcio? É o que prevê uma proposta aprovada na Câmara: acabar com a exigência da fase de separação.

“Muitas pessoas casam por impulso, estão iludidas com alguma coisa e muitas vezes se decepcionam com a pessoa. Eu acho que todo aquele trâmite com burocracia não tem necessidade”, diz o vendedor Tiago Felipe.

Tão rápido assim. Existe o risco de acabar com o casamento sem nem pensar direito e se arrepender?

“A pessoa pode sentir falta de não ter mais aquela pessoa perto”, aponta a vendedora Eliane Albuquerque.

A proposta pode acelerar também decisões como guarda dos filhos, pensão e permitir que as pessoas se casem de novo quando bem entenderem. Mas enfrenta resistência de quem defende o casamento para vida toda.

“É bom que seja até que a morte os separe”, aponta uma jovem.

A proposta ainda precisa passar por outra votação na Câmara e depois segue para o Senado.

G1

FONTE: www.overbo.com.br

Descoberta inscrição hebraica de 3 mil anos em Jerusalém


JERUSALÉM - Arqueólogos em escavação no Monte das Oliveiras, em Jerusalém, descobriram uma asa de jarro de quase 3.000 anos que traz uma antiga inscrição hebraica, um achado significantemente mais antigo que a maioria dos artefatos descobertos na cidade antiga, disse um arqueólogo. A asa, da Idade do Ferro, está inscrita com o nome hebreu Menachem, que foi o nome de um rei israelita e ainda hoje é comum entre judeus.

A inscrição inclui ainda uma letra parcialmente intacta, o caractere hebraico lamed, que significa “para”. Isso sugere que a jarra foi um presente para alguém chamado Menachem, disse Ron Beeri, que dirige a escavação para a Autoridade de Antiguidades de Israel. Não há indício de que a inscrição se refira ao rei.

Esse mesmo nome e versões variantes já foi encontrado em cerâmica egípcia de até 3.500 anos atrás, e a Bíblia menciona Menachem Ben Gadi como um antigo rei de Israel. Mas esta é a primeira vez que um artefato com o nome é descoberto em Jerusalém, disse Beeri.

“É importante porque mostra que eles realmente usavam o nome Menachem durante o período”, disse Beeri. “Não é só da Bíblia, é do registro arqueológico”.

Com base no estilo da inscrição, ele datou a asa de cerca de 900 a.C., no período do primeiro templo de Jerusalém.

O vasilhame a que a asa pertencia não foi resgatado, então é impossível dizer para que era usado, disse Beeri. Vasilhames semelhantes podiam conter produtos como óleo ou trigo.

Estadão

FONTE: www.overbo.com.br

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Último dia de inscrição em concursos que oferecem mais de 1,5 mil vagas nas regiões sul e sudeste

Concurseiros paulistas, paranaenses e gaúchos não podem mais perder tempo. Santana de Parnaíba, Glicério e Igaratá, todas cidades do interior de São Paulo, encerram nesta quarta-feira (20/05) o período de inscrições para vagas em todos os níveis. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e a Secretaria de Saúde do Paraná oferecem oportunidades na área da saúde.

Prefeitura de Santana de Parnaíba (SP)
A Prefeitura de Santana de Parnaíba, município localizado a 42 km da cidade de São Paulo, oferece vagas em dois concursos que preencherão, ao todo, 236 oportunidades, além da formação de cadastro reserva. As chances são para todos os níveis.

As funções de auxiliar de manutenção, merendeira, pedreiro, pintor, serralheiro e vigia são para nível alfabetizado. Os cargos de atendente de consultório dentário, inspetor de alunos e motorista exigem ensino fundamental completo. Quem tem nível técnico ou médio pode concorrer aos postos de auxiliar de desenvolvimento infantil, professor de apoio, professor de educação infantil, recepcionista, técnico em enfermagem, técnico em meio ambiente e técnico em prótese odontológica. No nível superior, há oportunidades para assistente social, engenheiro ambiental, nutricionista, professores de várias áreas e médicos de diversas especialidades. Os salários variam de R$ 485 a R$ 5.900.

Há também 30 oportunidades para guarda municipal masculino. Neste caso, os candidatos devem ter concluído o ensino médio, possuírem carteira de habilitação tipo B, e terem, no mínimo, 1,65m de altura. A remuneração para o cargo é de R$ 1.455,02.

Inscrições
Pela internet, candidatos podem se cadastrar somente até hoje através do www.institutomais.org.br, site da organizadora da seleção. Para aqueles que preferirem se inscrever presencialmente, a prefeitura disponibiliza um posto de inscrição, localizado na Rua Suzana Dias, 433, no Núcleo Cultural Mário de Andrade, Santana de Parnaíba. A taxa de participação é de R$ 24 para nível fundamental, R$ 37 para nível médio e técnico e R$ 50 para nível superior.

Haverá aplicação de provas objetivas para todos os cargos. Candidatos às vagas de professor também passarão por prova de títulos. Já os concorrentes às funções de auxiliar de desenvolvimento infantil, motorista e vigia serão submetidos a avaliações psicológicas. Pretendentes às funções de pedreiro, pintor, serralheiro e técnico em prótese odontológica terão de fazer testes práticos.

Para o cargo de guarda municipal, haverá prova objetiva e de redação. Além disso, os candidatos serão submetidos a testes de aptidão física, medição de altura, prática de direção veicular, exame médico, investigação social, avaliação psicológica e estágio na Guarda Municipal Comunitária.

As provas objetivas serão realizadas na data prevista de 7 de junho. Locais e horários ainda não foram divulgados.

Clique aqui para conferir o edital de abertura.


Prefeitura de Igaratá (SP)
A Prefeitura Municipal de Igaratá, cidade que também faz parte do estado de São Paulo, vai contratar 20 profissionais da área da saúde. Poderão participar da seleção aqueles que possuem graduação em Medicina nas áreas de pronto-socorro, pediatria, ginecologia, generalista e Programa Saúde da Família (PSF). De acordo com o edital, a remuneração varia de R$ 1.560 a R$ 5,2 mil.

Inscrições
As inscrições estarão abertas dos dias 18 a 20 de maio e podem ser feitas na sede da Prefeitura, que fica na avenida Benetido Rodrigues de Freitas, 330, Centro de Igaratá. A taxa é de R$ 120.

Confira aqui o edital completo.


Câmara Municipal de Glicério (SP)
Mais chances para o interior de São Paulo. A Câmara Municipal de Glicério está com inscrições abertas até esta quarta-feira (20/5) para cargos de níveis fundamental e médio. A remuneração mínima indicada no edital é de R$ 511,30 e a máxima é de R$ 965,90.

Concursandos com formação básica poderão se inscrever ao posto de auxiliar de serviços gerais. Já aqueles que possuem formação intermediária completa podem entrar na disputa pelos cargos e recepcionista e técnico legislativo (com carteira de habilitação).
Inscrições
As inscrições estarão podem ser realizadas na sede da Câmara, que fica na avenida Rui Barbosa, ou pelo site www.consesp.com.br. A taxa de participação varia de R$ 30 a R$ 40.

Todos os inscritos serão submetidos a avaliação escritas objetivas, que estão marcadas para o dia 7 de junho. O exame será aplicado na Escola Municipal Joana Morelli da Cunha, que fica na rua Pedro de Toledo, número 34.


Clique aqui para ver o edital completo

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) vai preencher cinco vagas em cargos efetivos - médico judiciário e psicólogo - e nove em cargos de serviços auxiliares - médico psiquiatra e psicólogo. Ao todo, são oferecidas 16 chances para nível superior, com salário inicial que varia entre R$ 5.761,70 e R$ 6.160,14.

Organizada pela Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC), a seleção consistirá em provas objetivas - que serão aplicadas no dia 28 de junho, para os cargos efetivos e em 5 de junho, para as funções de serviços auxiliares - e provas de títulos.

Inscrições
Interessados em participar da seleção devem se apressar. O prazo de cadastro termina nesta quarta-feira (20/5). O candidato deverá se inscrever exclusivamente pela internet por meio dos sites www.tjrs.jus.br e www.fundatec.com.br. A FUNDATEC colocará computadores à disposição dos candidatos que não possuírem acesso à internet na sede, localizada na Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012, Bairro Partenon, Porto Alegre - RS, das 9h às 17h.

Clique aqui para conferir o edital de abertura.


Secretaria de Saúde do Paraná

Hoje também é o último dia para se inscrever nos concursos abertos pela Secretaria de Saúde do Estado do Paraná. Os processo seletivos simplificados vão contratar 1.311 servidores temporários. As seleções serão executadas pelo Núcleo de Concurso da Universidade Federal do Estado (UFPR) e as vagas serão destinadas aos Hospitais Regionais da Lapa e de Francisco Beltrão, Hospital Infantil de Campo Largo e também às Unidades de Suporte Avançado de Vida.

A primeira seleção oferece 1.012 chances de níveis fundamental, médio e superior. O salário para essas especialidades varia de R$ 629,34 a R$ 2.265,63, acrescido de gratificação no valor de R$ 700. Os candidatos inscritos serão submetidos a provas objetivas. Quem tem formação básica poderá concorrer às funções de motorista, auxiliar administrativo, auxiliar de farmácia, auxiliar de manutenção, auxiliar operacional, telefonista

Aqueles que possuem formação intermediária poderão entrar na disputa pelos cargos de técnico administrativo, técnico de enfermagem, técnico de laboratório e técnico de radiologia. Por fim, quem tem graduação pode se inscrever aos postos de administrador, assistente social, enfermeiro, farmacêutico, farmacêutico bioquímico, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, odontólogo e fonoaudiólogo.

A segunda seleção oferece 299 oportunidades para a área médica. Há chances nas especialidades de clínica médica (geral, pediátrica, do trauma, torácica e cardiovascular) e clínica cirúrgica (anestesiologia, neurocirurgia, neonatologia, pediatria, medicina intensiva e cardiologia). Neste caso, o salário previsto é de R$ 2.265,63, mais gratificação de atividade em saúde no valor de R$ 700. Os candidatos inscritos para a função de médico passarão apenas por avaliação de títulos.

Inscrições
As inscrições para as duas seleções poderão ser feitas até o dia 20 de maio, pelos sites www.nc.ufpr.br e www.saude.pr.gov.br. A taxa de participação varia de R$ 30 a R$ 55.

Clique aqui para conferir o edital de abertura.

MPU nomeia 119 candidatos aprovados na última seleção

O Ministério Público da União (MPU) divulgou, nesta quarta-feira (20/5), a nomeação de 119 candidatos aprovados na última seleção promovida pelo órgão, em 2007. Os novos servidores serão lotados no Ministério Público Federal, no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, no Ministério Público do Trabalho e no Ministério Público Militar.

Serão contemplados aqueles que alcançaram aprovação nos cargos de analista processual, analista pericial, analista administrativo, analista de informática, analista de saúde, analista de engenharia, analista de orçamento, analista de controle interno, técnico administrativo, técnico de informática e técnico de apoio especializado.

A nomeação se encontra na Portaria nº 44 publicada no Diário Oficial da União, na página 43 da segunda seção. A posse deverá ocorrer no prazo de 30 dias, contados a partir da data de publicação da portaria.

Os nomeados devem ter em mãos documentos como comprovante de quitação com as obrigações eleitorais, carteira de identidade, CPF, PIS ou PASEP, declaração de acumulação de cargo ou função pública, diploma ou certificado que comprove a escolaridade exigida para o cargo, três fotografias recentes e atestado de aptidão física e mental, entre outros.

Ministério da Integração abre período de inscrições para 293 vagas

Os interessados em participar do concurso para o Ministério da Integração Nacional (MI) podem se inscrever a partir desta quarta-feira (20/5). A seleção oferece 293 oportunidades para assistente (nível médio) e para analista técnico-administrativo (nível superior).

O concurso será organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e constará apenas de avaliações objetivas, que estão marcadas para o dia 28 de junho.
Os exames, que serão aplicados no Distrito Federal, terão questões sobre conhecimentos básicos e específicos. A remuneração inicial prevista varia de R$ 1.947,07 a R$ 2.525,19, para jornada de 40 horas de trabalho semanais.

As inscrições estarão abertas até o dia 5 de junho, pelo site www.cespe.unb.br/concursos/mi2009. A taxa de participação varia de R$ 35 para candidatos de nível médio a R$ 50 para candidatos de nível superior.

Clique aqui para conferir o edital de abertura da seleção

Bibliografia Recomendada para o concurso AFRF e ATRF


Com o objetivo de auxiliar os candidatos a escolherem a melhor bibliografia para o concurso da Receita Federal nos cargos de AFRF - Auditor Fiscal da Receita Federal e ATRF - Analista da Receita Federal que se aproxima, fiz um apanhado daquilo que é mais indicado para o certame em referência. É lógico que tem este ou aquele candidato que prefere este ou aquele livro, mas no geral, as indicações abaixo vão nortear melhor o concursando na escolha do melhor material.


BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA PARA O CONCURSO - AFRF e ATRF


Português

Direito Constitucional

Direito Tributário

Direito Administrativo

Contabilidade Geral


Inglês

Economia


Informática


Direito Previdenciário

FONTE: concurseirosdobrasil.net

Famosos que "aceitaram Jesus" e viraram evangélicos Quarta

A religião evangélica é a que mais vem crescendo entre os brasileiros - segundo uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no começo dos anos 2000, o número de fiéis no país quase dobrou em relação à década anterior. Entre os convertidos, é claro, muitos são famosos. Não são raras as notícias de que uma celebridade "aceitou Jesus" e se tornou protestante.
Quando o assunto é converter celebridades, a igreja Bola de Neve é campeã. Freqüentada por jovens, em sua maioria, e usando o surf como alavanca, ela trouxe para seu rebanho artistas como Alexandre Frota, Regininha Poltergeist, Rodolfo e Monique Evans - alguns destes até conseguiram conciliar a carreira no mundo erótico com a religião.
Alguns não se contentaram em ficar na platéia e até se lançaram como estrelas do mundo evangélico, como Baby do Brasil e Mara Maravilha.

Veja a lista de famosos que "aceitaram Jesus":

Baby do Brasil
Antiga Baby Consuelo, não só virou evangélica como abriu uma igreja. A sede do Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo ficava em Botafogo, no prédio onde a cantora tinha montado uma gravadora.
Ela cantora chegou ao Protestantismo após circular por várias religiões. Baby prometia protagonizar curas e até reverter homossexualidade em seus cultos.

Rodolfo
Vocalista de uma das maiores bandas de rock dos anos 90, o Raimundos, Rodolfo se converteu ao Protestantismo e deixou seus companheiros. A banda, que ainda curtia a repercussão de sucessos como A Mais Pedida, Me lambe e Mulher de Fases, perdeu o líder, que começou a freqüentar a Bola de Neve.
Ele se converteu por influência da mulher, que fazia cultos evangélicos na sua casa.
Rodolfo voltou aos palcos com bandas gospel, cantando um "rock do senhor", mas não emplacou muitos sucessos.

Mara Maravilha
Mara, desde pequena, apresenta programas para crianças. Porém, a vida da cantora e apresentadora não era perfeita e foi em um momento de angústia e problemas de saúde que ela "conheceu Jesus".
Mara, segundo ela mesma conta, estava doente e, atrás de um alívio, foi à igreja. "Tudo o que o pastor falava coincidia com a minha vida", disse, na época, em seu site pessoal.
Hoje, Mara é famosa cantora gospel e já gravou muitos CDs "para Jesus".

Monique Evans
Monique Evans foi, por muito tempo, a apresentadora do programa erótico Noite Afora, da Rede TV!. O trabalho virou problema, porém, quando ela teve que levá-lo em paralelo com a igreja preferida dos famosos, Bola de Neve.
Em um culto, ela anunciou aos fiéis presentes que estava deixando o programa.

Gretchen
A dançarina Gretchen sempre explorou seu corpo para fazer sucesso. A rainha do rebolado, porém, em certa altura de sua vida, encontrou Jesus. Ela andou nos trilhos nos primeiros anos, mas depois, ainda na igreja, posou nua duas vezes - em uma delas, estava grávida - e fez filme pornô

Regininha Poltergeist
Regininha despontou para fama fazendo o papel de uma santa que curava as pessoas por intermédio do sexo na peça Santa Clara Poltergeist. Após isso, fez vários ensaios sem roupa, um programa erótico, o Puro Êxtase, e alguns filmes pornôs. Mas, no começo de 2009, a Bola de Neve mostrou o caminho para Regininha, que agora é evangélica.

Alexandre Frota
Frota começou a carreira como ator de novelas do Globo na metade dos anos 80. Anos se passaram, até que ele fez seu primeiro ensaio erótico com outro homem e vestido de marinheiro, então um filme pornô, depois um filme com travesti e por aí vai. Depois de incontáveis obras pornográficas, como Invadindo a Retaguarda, ele diz ter se despedido do ramo com A Última F**a de Frota no Pornô e virou seguidor da Bola de Neve.

Xanddy e Carla Perez
Xanddy e Carla Perez ficaram famosos e se conheceram por intermédio do axé. Casados, eles começaram a freqüentar a igreja juntos, em 2006, em Salvador. O casal se aproximou da religião quando o cantor foi convidado para participar da gravação de um DVD de uma cantora gospel.

Marcelinho Carioca
Marcelinho Carioca começou nas categorias de base do Flamengo, mas atingiu a fama no Corinthians. O jogador, no meio de sua carreira, descobriu a palavra do senhor e, a partir daí, é evangélico fervoroso.
O atleta até tentou levar paralelamente a carreira de futebolista e a de cantor gospel, mas acabou desistindo da música no meio do caminho.

FONTE: Terra/Notícias Cristãs

Campanha de audição da Bíblia evidencia ausência do hábito de leitura entre brasileiros

Concebida para estimular a audição e reflexão sobre a mensagem bíblica, a campanha da Sociedade Bíblica do Brasil “É tempo de ouvir a Palavra de Deus“, que está sendo lançada dias 19 e 20/5 em eventos no Rio de Janeiro e São Paulo, traz dados em sua fundamentação que só confirmam a urgente necessidade de mais educação de qualidade no Brasil.
Um texto de apresentação da campanha, assinado pelo diretor executivo da entidade, Rudi Zimmer, informa: "Pesquisas apontam que 74% dos brasileiros entre 16 e 64 anos não serão alcançados pela Bíblia no formato impresso porque não sabem ler ou porque entendem muito pouco do que leem. Outro dado impressionante, divulgado em 2008 pelo Instituto Pró-Livro, revela que a Bíblia, embora seja o livro preferido dos leitores brasileiros, é lida com frequência por menos de 2,5% da população do país".
A campanha da SBB se estende ao longo do biênio 2009-2010 e pretende atingir cerca de 10 milhões de pessoas, chamando a atenção para a necessidade de se reservar um tempo diário de comunhão com a mensagem bíblica. “O apelo da campanha pode ser resumido em atenção, reflexão e coração aberto. Porque não basta ler ou ouvir a Palavra de Deus, é preciso refletir sobre ela, entender e aplicar seus ensinamentos no dia a dia”, destaca o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. O lançamento nacional da mobilização acontece no Rio, no dia 19 de maio, no Guanabara Palace Hotel, e em São Paulo, no dia 20 de maio, na Fecomércio – Teatro Raul Cortez, das 19 às 22h.
As principais ferramentas da campanha serão as gravações do Novo Testamento, em formato MP3, na Nova Tradução na Linguagem de Hoje e na tradução de Almeida Revista e Atualizada, respeitando as preferências de cada público e dando a oportunidade a quem já ouviu uma versão também ouvir a outra. A SBB incentivará, paralelamente, a formação de grupos de audição da Bíblia nas igrejas, nos seminários teológicos, nas casas das famílias, no trabalho, em hospitais, quartéis, presídios, comunidades terapêuticas, casas de repouso e em ambiente escolar. A meta, em dois anos, é formar 300 mil grupos de audição.
A SBB argumenta que a audição resulta "em benefícios culturais e sociais". Explicam: "Na área cultural, pode-se destacar que ouvir é um estímulo à leitura, favorece o aprendizado, enriquece o repertório cultural e estimula a alfabetização. Promove, ainda, o resgate da arte milenar de se contar e ouvir histórias que, por muitos séculos, foi responsável pela transmissão da cultura e informação e, até hoje, é praticada em todo o mundo. Como benefício social, a audição de um texto em grupo favorece a socialização do indivíduo e estimula a construção de relacionamentos".
Leia mais sobre a fundamentação da campanha “É tempo de ouvir a Palavra de Deus“, da Sociedade Bíblica do Brasil.

Soma/Notícias Cristãs

Pastor evangélico reage a assalto e é baleado no rosto em Moreno

Um pastor evangélico foi baleado no rosto durante assalto na noite dessa terça-feira (19), na cidade de Moreno, Zona da Mata de Pernambuco.
O presbítero da Assembléia de Deus de Barreiros, Alberto Chateubriand da Silva Cunha, 34 anos, estava acompanhado da mulher em uma moto, passando pelas terras do Sítio Linda Flor, quando foi abordado por três homens. Ao esboçar reação, acabou levando o tiro.
Ele está internado no Hospital da Restauração (HR), área central do Recife, mas não corre risco de morte. A mulher não ficou ferida.

JC/Notícias Cristãs

Os Judeus "roubaram" a terra dos palestinos?


Nos dias atuais, o povo judeu está na Terra Prometida graças ao decreto divino e a muito sangue, suor e lágrimas. Apesar da propaganda árabe alegar que os judeus “roubaram” a terra dos palestinos, a verdade dos fatos mostra que os judeus, além de não roubarem a terra, compraram-na legalmente dos proprietários muçulmanos que não davam valor à terra nem a queriam mais. Os turco-otomanos saquearam e pilharam a terra, mas os pioneiros judeus lhe restauraram a vida. A história comprova que aquela terra só floresce e frutifica quando o povo de Deus está de posse dela.
Nos dias atuais, o povo judeu está na Terra Prometida graças ao decreto divino e a muito sangue, suor e lágrimas.

O Império Otomano se estabeleceu no século XIII e sua influência se estendeu sobre a Terra Santa em 1516, quando o Império Turco, sob o comando do sultão Salim al-Yavuz derrotou e expulsou os mamelucos que dominavam aquele território e o Egito desde 1270.[1]
Os otomanos, que apesar de não serem árabes professavam a fé islâmica, dividiram aquele território recentemente anexado ao seu império em quatro sanjaks (termo turco que significa “estandarte” ou “bandeira”).[2] Eram eles: Jerusalém, Gaza, Nablus e Safed. Cada sanjak se constituía numa entidade organizacional, militar, econômica e jurídica.[3] Contudo, aquela terra viveu em estado de miséria sob o governo otomano.
Os primeiros três séculos de domínio otomano isolaram a Palestina da influência externa [...] O sistema tributário otomano foi nocivo e muito contribuiu para que a terra continuasse subdesenvolvida e sua população permanecesse pequena. Quando [o historiador] Alexander W. Kinglake atravessou o rio Jordão nos idos de 1834-1835, utilizou a única ponte que havia sobre o Jordão, uma antiguidade romana que sobreviveu.[4]
No entanto, apesar de toda sorte de privações, um remanescente do povo judeu sempre permaneceu na terra.
Mesmo depois da destruição do Estado judeu pelos romanos, comunidades judaicas continuavam a existir. Vez por outra, todos os governos subseqüentes tentaram eliminar os judeus, porém nenhum deles conseguiu, segundo comprovam vários relatos no decorrer dos séculos. No século XIX, quando iniciaram o atual “retorno” à Eretz Yisrael [N. do T.: do hebraico “Terra de Israel”], os sionistas se juntaram aos judeus que nunca deixaram a terra.[5]
Os judeus foram perseguidos impiedosamente pelos turcos e tiveram que pagar tributos conforme índices que equivaliam à extorsão. Em seu extraordinário livro, intitulado From Time Immemorial [i.e., “Desde Tempos Imemoriais”], Joan Peters citou frases de alguns cristãos que visitaram a importante cidade judaica de Safed no século XVII. Eles declararam: “os judeus pagam pelo próprio ar que respiram”.[6] Contudo, a senhora Peters escreveu: “na virada do século, a população judaica aumentara de 8-10 mil (em 1555) para algo entre 20-30 mil habitantes”.[7]
Mustafá Kemal Ataturk, o herói nacional da Turquia. Ele fundou a atual República Turca a partir das cinzas do Império
Otomano.

Entretanto, a situação deles era trágica pelo fato de que todos os não-muçulmanos eram oficialmente tolerados (num status de segunda classe denominado dhimmi), mas não eram considerados iguais perante a lei. Desse modo, o povo judeu não tinha direitos nem proteção sob a lei islâmica. E mais, eles estavam sujeitos a pagar tributos exorbitantes, a serem humilhados e, até mesmo, mortos – como a maioria deles foi – pelos cruéis muçulmanos.
Em 1660, por exemplo, os judeus de Safed foram massacrados e a cidade foi destruída, apesar das aviltantes taxas e tributos que o povo judeu pagava. A senhora Peters escreveu que em 1674, “os judeus de Jerusalém foram igualmente empobrecidos pela opressão do regime turco-muçulmano”. Ela citou as seguintes palavras do padre jesuíta Michael Naud: “Eles [i.e., os judeus] preferem ser prisioneiros em Jerusalém a desfrutarem da liberdade que poderiam ter em outro lugar [...] O amor dos judeus pela Terra Santa [...] é inacreditável”.[8]
Um judeu que visitou a terra de Israel em 1847 escreveu o seguinte:
Eles [i.e., o povo judeu] não têm nenhuma proteção e estão à mercê de policiais e paxás (título dos governadores de províncias do Império Otomano) que os tratam do jeito que bem entendem [...] as suas propriedades [i.e., dos judeus] não estão à disposição deles e eles não ousam reclamar de algum dano sofrido por temerem a vingança dos árabes. A vida deles é precária e todos os dias correm o risco de morrer.[9]

Uma “Vastidão Deplorável”

Quando Mark Twain, o famoso escritor e humorista americano, visitou aquela terra em 1869, a descrição que fez da terra, então governada pelos muçulmanos turco-otomanos, estava muito distante de uma “terra que mana leite e mel”:
Nós atravessamos algumas milhas de um território abandonado cujo solo é bastante rico, mas que estava completamente entregue às ervas daninhas – uma vastidão deplorável e silenciosa [...] lagartos cinzentos, que se tornaram os herdeiros das ruínas, dos sepulcros e da desolação, entravam e saíam por entre as rochas ou paravam quietos para tomar sol. Onde a prosperidade reinou e sucumbiu; onde a glória resplandeceu e desvaneceu; onde a beleza habitou e foi embora; onde havia alegria e agora há tristeza; onde o esplendor da vida estava presente, onde silêncio e morte jaziam nos lugares altos, lá esse réptil faz a sua morada e zomba da vaidade humana.[10]
Em outro capítulo, Twain escreveu o seguinte:
Não há um único vilarejo em toda a sua extensão – nada num raio de trinta milhas em qualquer direção. Existem dois ou três agrupamentos de tendas de beduínos, mas não há sequer uma habitação permanente. Uma pessoa pode cavalgar dez milhas pelas redondezas sem conseguir ver dez seres humanos.
Uma das profecias se aplica a essa região: “Assolarei a terra, e se espantarão disso os vossos inimigos que nela morarem. Espalhar-vos-ei por entre as nações e desembainharei a espada atrás de vós; a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas” (Lv 26.32-33).
Nenhum ser humano que esteja aqui nas proximidades da deserta Ain Mellahah pode dizer que a profecia não se cumpriu.[11]
A falecida primeira-ministra de Israel,
Golda Meir.
“Já estou muito cansada de ouvir alegações de que os judeus ‘roubaram’ a terra dos árabes na Palestina. A verdade dos fatos é bem diferente. Muito dinheiro de boa procedência foi dado em pagamento pela terra e a realidade é que muitos árabes ficaram riquíssimos. Naturalmente houve outras organizações [além do Jewish National Fund (JNF) – “Fundo Nacional Judaico”] e inúmeros indivíduos que também compraram extensões de terra. Entretanto, no ano de 1947, só o JNF – com o dinheiro arrecadado em milhões das famosas ‘caixas azuis’ que se enchiam – já havia comprado mais da metade de todas as propriedades rurais judaicas naquele país. Portanto, acabem ao menos com essa calúnia”.
– Golda Meir, no livro My Life.
De fato, a desobediência do povo de Israel na Antiguidade trouxe desolação. Porém, a terra nem sempre foi assim. A Bíblia descreve a terra dada a Abraão, Isaque e Jacó como “uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel” (Êx 3.8). Deus prometera a Seu povo que eles seriam abençoados na seguinte condição: “Se atentamente ouvires a voz do Senhor, teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que hoje te ordeno...” (Dt 28.1). Além disso, Deus advertiu que a desobediência deles lhes causaria o afastamento da Terra Prometida e que a própria terra ficaria desolada.
Entretanto, Deus também prometeu uma restauração: “Dias virão em que Jacó lançará raízes, florescerá e brotará Israel, e encherão de fruto o mundo” (Is 27.6). A Palavra de Deus é categórica: a terra de Israel só gerará o fruto recompensador quando o povo que biblicamente lhe faz jus ao título e a quem pertence, estiver de posse dela. Do contrário, ficará sem cultivo, vazia e desolada.
Na realidade, o povo judeu alimenta dentro de si um anseio natural e intenso pela terra de Israel e por Jerusalém, sua amada cidade. O salmista compreendeu esse desejo singular, quase inexplicável, quando escreveu: “Se eu de ti me esquecer, ó Jerusalém, que se resseque a minha mão direita” (Salmo 137.5).
Por outro lado, os conquistadores muçulmanos não tinham nenhum interesse nem amor pela terra que dominavam. A senhora Peters escreveu que embora aquele território tenha se tornado propriedade islâmica, os árabes que lá viviam “não tinham vontade nem experiência no trabalho agrícola; eles não tinham nenhum interesse ‘no trabalho duro’ nem no cultivo do solo”’.[12]
Hal Lindsey, em seu livro intitulado Everlasting Hatred [i.e., “Ódio Perpétuo”], fez a seguinte descrição da Terra Prometida sob o domínio dos turcos-otomanos:
A Terra Santa sofreu mais assolações nos quatrocentos anos de domínio turco-otomano do que nos mil e quinhentos anos anteriores. Por volta do século XIX, o antigo canal e os sistemas de irrigação foram destruídos. A terra estava estéril e cheia de brejos infestados de transmissores de malária. Os morros estavam completamente devastados, sem árvores e sem mata, de modo que toda a camada superior e arável do solo, bem como os terraços, já tinham sofrido erosão, restando somente a camada pedregosa.[13]
As coisas estavam tão ruins que a maioria dos muçulmanos ficou feliz por vender sua terra a qualquer pessoa que pudesse pagar os pesados impostos. Em 1901 foi instituído o Jewish National Fund [i.e., Fundo Nacional Judaico]. Esse fundo começou com a coleta de dinheiro no mundo todo, a fim de comprar a terra que estava nas mãos dos usurpadores muçulmanos e torná-la acessível à população judaica nativa e a muitos imigrantes judeus que quisessem fazer da Palestina – a antiga Terra Prometida – novamente o seu lar.
Golda Meir, que junto com seu marido foi uma das pioneiras a chegar àquela terra em 1921 e que, posteriormente, se tornou primeira-ministra de Israel, escreveu:
As únicas pessoas que talvez pudessem se encarregar do serviço de drenagem da região pantanosa do Emek [i.e., o vale de Jezreel] eram os pioneiros altamente motivados do movimento Sionistas Trabalhistas, que estavam preparados para recuperar a terra a despeito da dificuldade das circunstâncias e apesar do risco para a vida humana. Além do mais, eles estavam prontos a realizar aquela obra por si mesmos, em vez de empreendê-la através da contratação de trabalhadores árabes supervisionados por administradores agrícolas judeus.[14]
À medida que o povo judeu continuou na prática do aliyah (i.e, um termo hebraico que significa “subir”; imigração) a Israel, ficou evidente o seu amor pela terra. Eles adquiriram áreas estéreis assoladas e instalaram sistemas de irrigação; roçaram o terreno, retiraram as pedras e fizeram o plantio do solo. Além disso, drenaram vales pantanosos, brejos infestados de mosquitos, e os transformaram em terra fértil cultivada.
O povo judeu alimenta dentro de si um anseio natural e intenso pela terra de Israel e por Jerusalém, sua amada cidade. O salmista compreendeu esse desejo singular, quase inexplicável, quando
escreveu: “Se eu de ti me esquecer, ó Jerusalém, que se resseque a minha mão direita” (Salmo 137.5).

Há 40 anos atrás, quando os israelenses começaram a se mudar para a região de Gush Katif na Faixa de Gaza, os árabes lhes disseram que a terra era amaldiçoada e que nada podia ser colhido daquele solo. Contudo, recentemente, quando os israelenses foram obrigados a deixar aquele território em virtude da política governamental de retirada da Faixa de Gaza, eles já tinham transformado Gush Katif no celeiro de cereais de Israel. Na realidade, esses judeus conseguiram fazer ali o que sempre fizeram: levar o deserto a florescer.
Os turco-otomanos muçulmanos deixaram um legado de desolação. Porém, Deus prometera que a terra ficaria desolada até que Seu povo – os filhos de Abraão, Isaque e Jacó – retornassem a ela:
“Portanto, profetiza e dize: Assim diz o Senhor Deus: Visto que vos assolaram e procuraram abocar-vos de todos os lados, para que fôsseis possessão do resto das nações e andais em lábios paroleiros e na infâmia do povo [...] Portanto, assim diz o Senhor Deus: Certamente, no fogo do meu zelo, falei contra o resto das nações e contra todo o Edom. Eles se apropriaram da minha terra, com alegria de todo o coração e com menosprezo de alma, para despovoá-la e saqueá-la. Portanto, profetiza sobre a terra de Israel e dize aos montes e aos outeiros, às correntes e aos vales: Assim diz o Senhor Deus: Eis que falei no meu zelo e no meu furor, porque levastes sobre vós o opróbrio das nações. Portanto, assim diz o Senhor Deus: Levantando eu a mão, jurei que as nações que estão ao redor de vós levem o seu opróbrio sobre si mesmas. Mas vós, ó montes de Israel, vós produzireis os vossos ramos e dareis o vosso fruto para o meu povo de Israel, o qual está prestes a vir” (Ez 36.3,5-8).
“Mas vós, ó montes de Israel, vós
produzireis os vossos ramos e dareis o vosso fruto para o meu povo de Israel, o qual está prestes a vir” (Ez 36.8).

Apesar da opinião do mundo acerca de Israel ser predominantemente anti-semita, a Escritura Sagrada é muito clara: o Deus soberano do universo criou os céus e a terra (Gn 1.1). Ele também criou o povo judeu, como uma nação constituída que nunca existira anteriormente. Além disso, Ele prometeu aos judeus um bem imóvel [i.e., um território] que se localiza literalmente no centro do mundo. Israel é uma Terra Prometida a um Povo Escolhido. O relacionamento entre a terra e o povo é simbiótico, ou seja, eles podem existir como entidades distintas, mas somente juntos são capazes de cumprir plenamente tudo o que o Senhor Deus prometeu. (Thomas C. Simcox - Israel My Glory - http://www.beth-shalom.com.br)
Thomas C. Simcox é o diretor de The Friends of Israel no Nordeste dos Estados Unidos.
Notas:
  1. Hal Lindsey, The Everlasting Hatred: The Roots of Jihad, Murrieta, CA: Oracle House, 2002, p. 163.
  2. “Sanjak”, publicado no site http://en.wikipedia.org/wiki/Sanjak
  3. Haim Z’ew Hirschberg, “Israel, Land of: History”, publicado na Encyclopaedia Judaica, edição em CD-ROM, 1997.
  4. “Early History, Palestine History”, publicado no site www.palestinefacts.org
  5. Ibid.
  6. Joan Peters, From Time Immemorial (1984); reimpressão, Chicago: J. Kap Publishing, 1993, p. 178.
  7. Ibid.
  8. Ibid., p. 178-179.
  9. Ibid., p. 190-191.
  10. Mark Twain, Innocents Abroad, Electronic Text Center, Biblioteca da Universidade de Virginia, cap. 47, p. 489.
  11. Twain, cap. 46, p. 485.
  12. Ibid., p. 151.
  13. Lindsey, p. 167.
  14. Golda Meir, My Life, Londres: Futura Publications, 1976, p. 63.
Publicado anteriormente na revista Notícias de Israel, agosto de 2001.
Beth-Shalom/Notícias Cristãs

FONTE: noticiascristas.blogspot.com