sábado, 28 de fevereiro de 2009

Primeiro amor de Gisele Bündchen vira evangélico


O grandalhão Tom Brady levou Gisele ao altar. Mas nem o marido – nem os namorados anteriores, os atores Chris Evans, Leonardo DiCaprio e Josh Hartnett –, tiram do gaúcho Alessandro Bogado o que só ele pode ter, a lembrança da primeira ficada, do primeiro beijo, da primeira paixão. Bogadinho, hoje com 30 anos, gerencia a fábrica de implementos agrícolas Vidella, de Palmas (TO). Em 2000, quando chegou ao topo como número 1 do mundo, Gisele contou a Zero Hora o que guardava de Bogado:

– Aquele beijo foi a coisa mais especial da minha vida. Fiquei um ano sonhando com ele. Aquele guri lindo, maravilhoso, charmoso, maldoso, que eu amava tanto, que me esnobava.

Foi no verão de 1995. Gisele tinha 15 anos, já morava em São Paulo e voltara a Horizontina. Bogadinho tinha 17. Ficaram, mas o guri – ex-colega de aula da Escola Frederico Jorge Logemann – só queria ficar. Gaiteiro, motoqueiro, atrevido, era o galã do colégio. Gisele era desengonçada, a magrela, a saracura. Nunca mais se viram. Gisele foi morar em Nova York, e a família de Bogado se mudou para Palmas. Bogadinho a procurou, por carta, quando Gisele começou a fazer sucesso. Foi a vez da guria esnobar o bacana.

Bogado ficou sabendo que Gisele teria se casado ao receber o telefonema de ZH ontem à tarde. Contou que em 2003 passou a frequentar uma célula – um grupo religioso de estudos e reflexões – do Ministério Grão de Mostarda. Ali conheceu a mulher, a professora Ana Luísa, com quem teve o filho David, com um ano e oito meses.

Virou evangélico. O Bogadinho de Horizontina, cuja fama de galã se propagou pela internet, não existe há tempo. Bogado dá palestras para jovens e participa, como facilitador, de cursos do grupo. Diz o que prega nas palestras para a juventude:

– Falo da postura que eles devem ter, de condutas, princípios, família.

Nos cursos, inspirados no Ministério Veredas Antigas, são abordadas questões pessoais, de trabalho, familiares. Bogadinho exibe vídeos que ajudam a orientar quem busca ajuda:

– Muitos têm problemas porque não foram criados pelo pai ou pela mãe, ou o pai é ausente. Essa pessoa, em vez de crescer com a identidade da vitória, tem sua identidade alterada. No curso, passam a ver suas situações com outros olhos.

Grão de Mostarda, diz Bogado, tem o sentido bíblico da grandeza que está nas pequenas coisas:

– É a menor semente do mundo. Quando plantada, dá uma árvore grande, onde os passarinhos fazem o ninho.

ZH pediu que Bogadinho, agora como pregador, falasse por telefone, para ser publicado, o que gostaria de dizer pessoalmente a Gisele. Ele então disse:

– Desejo que ela siga seu caminho, que seja bem-sucedida como foi até hoje. Fico feliz. Nesse meio em que ela vive, que é difícil, em que um suga o outro, onde casam e logo se separam, eu espero que com ela não seja assim.

Fonte: Zero Hora

FONTE: www.overbo.com.br

Semam reúne com pastores evangélicos para orientar sobre volume de som nas igrejas


O Secretário de Meio Ambiente de Macapá, Eraldo Trindade, reúne amanhã, 28, com pastores e lideranças evangélicas para iniciar a ação de educação e orientação sobre legislação ambiental. O objetivo da reunião é prevenir para evitar que mais denúncias sejam feitas quanto ao volume do som que são usados nos cultos e encontros evangélicos. A Semam foi informada pelo Ministério Público de que muitas ações provenientes de denuncias estão em trâmite no MP por causa de volume de som acima do permitido.

De acordo com a legislação ambiental, o volume máximo permitido é de 75 decibéis. “O número de igrejas evangélicas é muito grande, então há muitas denúncias, precisamos orientar as lideranças e pastores para que passem a cumprir a lei mais rigorosamente, eles estão agindo fora da Legislação por ainda não terem conhecimento, o Ministério Público solicitou que a Semam faça cumprir a Lei e estaremos agindo da forma legal”, fala o secretário. A reunião será amanhã, às 09:00, na Assembléia de Deus-Templo Central, na avenida Tiradentes esquina com Presidente Vargas.

Fonte: Corrêa Neto

FONTE: www.overbo.com.br

Cristãos indígenas sofrem perseguição no Vietnã

VIETNÃ - Os cristãos de Degar Montagnard e outros convertidos em diversas áreas do Vietnã enfrentaram grande perseguição após a morte de um camponês cristão.

Siu Krot, 65, foi morto em sua fazenda, depois de recusar vender sua terra. As autoridades locais pressionam os cristãos indígenas a vender suas terras abaixo do preço de mercado. A lei vietnamita foi cuidadosamente preparada para matar os cristãos indígenas, mas proteger os vietnamitas nativos.

No caso de Krot, um grupo da polícia e alguns civis esperaram por ele e pediram para que vendesse sua fazenda para eles. Quando Krot se recusou, o sequestraram e o mataram, açoitando Krot na cabeça, testa, nariz e queixo, até ele morrer.

Alguns missionários sugerem que o incidente é parte de algo maior, que tem como alvo os cristãos das áreas rurais. Em algumas províncias, os convertidos são perseguidos não só pelo governo, como também por budistas.

Há alguns anos, mais de 300 pastores tribais foram presos, ou simplesmente desapareceram. Fontes afirmam que milhares de cristãos de Degar Montagnards estão em diversas prisões, a maior parte por realizar atividades cristãs ou tentar sair do país.

Muitas casas foram destruídas e incendiadas, e os cristãos foram presos e torturados.
Diversos pastores foram condenados de três a onze anos de prisão por “pregarem o evangelho”. Muitos deles estão doentes e alguns já faleceram na prisão.

Ainda é muito difícil para as igrejas tribais funcionarem. Para serem “legais”, precisam se registrar no governo e receber uma permissão oficial para atividades cristãs. Isso permite que o governo controle e monitore as igrejas.

Apesar das dificuldades, os missionários notaram uma “mudança repentina” nas atitudes das autoridades em relação aos cristãos.

“Nosso ministério aproveitou esse tempo de ‘liberdade’ para viajar até áreas remotas. Uma das experiências mais impactantes foi a possibilidade de falar em lugares onde antes era proibido cultuar ao Senhor”, afirmou um missionário.

Enquanto o Vietnã passa por algumas reformas, os grupos de ajuda humanitária dizem que as autoridades estão fartas de permitir a propagação do cristianismo.

Tradução: Deborah Stafussi

Fonte: Portas Abertas

FONTE: www.overbo.com.br

Deficiente ganha prótese de sereia na Nova Zelândia


Ter membros amputados nunca significa desistir de sonhos. Uma neozelandesa realizou o seu ao ganhar de uma produtora de cinema uma prótese de sereia.

Nadya Vessey teve suas duas pernas amputadas até o joelho quando era criança. Há dois anos, entrou em contato com a produtora de cinema Weta Workshop, pedindo uma prótese especial para ela.

Supreendentemente, a empresa topou realizar seu sonho, e uma prótese que imita uma sereia foi fabricada especialmente para Nadya. “Uma prótese é uma prótese, e seu corpo precisa ficar confortável com ela, e você precisa treinar sua mente para que ela faça parte de seu corpo”, declarou Nadya ao site Stuff.

A cauda artificial é feita de tecido especial para mergulho e alguns moldes de plástico, e foi pintada especialmente para a neozelandesa. Richard Taylor, diretor da Weta Workshop e responsável pelos efeitos visuais de filmes como Senhor dos Anéis, disse ter ficado extasiado com a idéia de tornar o sonho de Nadya uma realidade.

“Ela foi muito paciente. Não pudemos preencher todos os requisitos. Nos engajamos rapidamente no projeto porque era um desafio”, disse Taylor. “Queríamos que Nadya ficasse bonita e sexy. Foi realmente incrível. É lindo vê-la nadar e ver um sonho realizado e ser parte disso. Me sinto abençoada”, emocionou-se Lee Williams, figurinista da produtora.

Nadya ficou tão empolgada que disse ser a Pequena Sereia a um garoto que a questionou a respeito de suas condições e de sua nova prótese, noticiou o site MAKE.

Fonte: Geek

FONTE: www.overbo.com.br

Assim foi o Acústico Nívea Soares


Na noite do dia 18 de fevereiro, no tradicional espaço de shows Citibank Hall, em Moema, São Paulo, realizou-se gravação ao vivo do mais novo álbum de Nívea Soares, o Nívea Soares Acústico. De casa cheia – com público estimado de cerca de 2800 pessoas – e com muitos ministros e músicos convidados presentes como PG (ex Oficina G3), Rafael Bernardo (finalista do concurso Ídolos), Helena Tannure (Diante do Trono) e Leonardo Gonçalves (só pra citar alguns entre tantos outros que lotaram o camarote só para conferir de perto esse novo trabalho de Nívea), Nívea Soares Acústico foi mesmo memorável.

Previsto para iniciar-se às 20h30, o público que se formava em fila que dobrava o quarteirão já nas primeiras horas da tarde para conferir de perto a gravação mal cabia em si de expectativa e felicidade não só por ver e ouvir ao vivo Nívea Soares, como também estar bem próximo dela em razão do seu carinho, carisma, bem como sua graça e unção, marcas inconfundíveis dessa que em sido mais que uma ministra de louvor, mas uma voz profética à Nação. E o tempo de espera na fila teve sua recompensa. Ao fim da gravação, Nívea desceu do palanque para estar junto da galera para fotos e autógrafos.

A gravação iniciou-se por volta das 21h30, e só foi terminar por volta da meia noite e meia. Foram quase três horas de louvor, adoração, lágrimas, quebrantamento, festa e júbilo. Uma vez que a proposta desse novo trabalho era o de ser algo bem intimista, a julgar pela participação de todos os presentes, por sua interação e quase cumplicidade em resposta ao carisma, à graça e à unção que Nívea sempre esboçou, dá pra se afirmar, sem sombra de dúvida, que Nívea Soares Acústico foi mesmo feito em casa no sentido mais íntimo e aconchegante que o trocadilho permite. Um detalhe chama a atenção: uma vez que Nívea Soares Acústico traz na bagagem canções não só consagradas, mas conhecidas do público, todo os quase 3 mil presentes cantaram em tom de coro com Nívea, salvo talvez pelas canções inéditas dela, que todos também faziam questão de mergulhar fundo ao que estava sendo cantado.

Delicada essa tarefa de traduzir em palavras tudo o que aconteceu na gravação, pois ainda que tenhamos de ser neutros em razão do profissionalismo requerido nessas horas, manter-se incólume e discreto a tudo que acontecia parecia missão impossível. Aquilo que nossas câmeras não puderam registrar em imagens tudo o que rolava (por não ter sido permitidos fotos e filmagens por motivos óbvios), tentamos agora registrar em palavras, fatos e relatos toda a magnitude de Nívea Soares Acústico.

Se tivesse de escolher uma única palavra que traduzisse toda essa memorável noite que diz respeito à gravação, essa palavra seria exatamente essa: memorável. Ou para ser mais exato, fazendo jus à todo o mover e toda unção divinos que marcaram a gravação, eu diria, sem medo de errar, que Nívea Soares Acústico fora profético. Quem foi não só ouviu, mas viu.

Por Marcelo Ferreira
marcelo.ferreira@lagoinha.com

Bispo R.R. Soares manifesta intenção de fundar faculdade de Jornalismo


No programa "Show da ", transmitido pela Rede Bandeirantes, o bispo R.R. Soares anunciou o início das atividades da Faculdade do Povo, que contará, em princípio, com os cursos de Propaganda e Marketing, Jornalismo e Rádio e TV.
Fontes informaram ao Portal IMPRENSA que, de fato, no última dia 29 de janeiro, o MEC (Ministério da Educação) credenciou uma faculdade de comunicação social, com as habilitações de Jornalismo, Propaganda e Rádio e TV para a Igreja Internacional da Graça.
Segundo apuração da reportagem de IMPRENSA, ainda não há data oficial para a inauguração da Faculdade do Povo, tampouco qual será sua localização.

Portal Imprensa

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Católicos e islâmicos querem rever livros escolares para evitar ofensas

A comissão mista para o Diálogo entre Catolicismo e Islamismo, que atualmente se encontra reunida no Vaticano, recomendou, em nota conjunta, que os livros escolares sejam revisados para eliminar possíveis ofensas às duas religiões. O encontro anual da comissão, formada pelo comitê permanente da Universidade Al-Azhar para o Diálogo com as Religiões Monoteístas, do Egito, e pelo Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, defendeu a "promoção de uma pedagogia e de uma cultura de paz".
Na declaração final, publicada hoje pela assessoria de comunicação do Vaticano, a comissão destaca a necessidade de "proteger a juventude do fanatismo e da violência".
Para isso, propõe que os líderes religiosos sejam "promotores da cultura da paz, especialmente quando ensinam ou pregam".
Além disso, pedem a revisão dos livros escolares "para eliminar qualquer tipo de material que possa ofender os sentimentos de qualquer crente ou que apresente interpretações errôneas de dogmas, princípios morais ou a história de outras religiões".
Os religiosos pedem aos veículos de comunicação para "terem um maior papel e responsabilidade na promoção e respeito das relações entre as diferentes confissões".
O comunicado inclui uma referência ao "sofrimento" da população no Oriente Médio, devido aos conflitos, e pede aos líderes desta região para "que utilizem, através do diálogo, os recursos do direito internacional para resolver os problemas no nome da verdade e da Justiça".

EFE

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

«A ordenação de mulheres é uma ideia muito boa»

O sociólogo Moisés Espírito Santo defendeu esta sexta-feira que a ordenação de duas mulheres da Igreja Evangélica Presbiteriana, anunciada para o próximo fim-de-semana, «pode trazer problemas à Igreja Católica Portuguesa», refere a Lusa. «A ordenação de mulheres é uma ideia muito boa, que parte de uma igreja liberal bastante aberta, uma igreja protestante. E os protestantes há muito tempo que dão igualdade de oportunidades aos homens e às mulheres», disse Moisés Espírito Santo.
O sociólogo, que falava em Sesimbra, sublinhou que, ao contrário dos protestantes, a Igreja Católica se «recusa terminantemente» a aceitar a ordenação de mulheres.
«Segundo parece, até vai pôr isso como um dogma», frisou, lembrando que, «enquanto doutrina, a Igreja Católica tem cada vez menos adesão, embora continue a ter muito poder do ponto de vista social».
«E enquanto instituição de poder social não pode mudar muito relativamente às suas tradições. Tem de se estabelecer como é desde o Império Romano. É daí que vem a sua força, como factor de coesão do ocidente», justificou.
Moisés Espírito Santo lembrou ainda que a Igreja Católica Portuguesa tem vindo a perder fiéis nas últimas décadas.
«Há 30 anos, 60 a 80 por cento dos portugueses eram praticantes do catolicismo; hoje são apenas 20 por cento. A Igreja está a perder vertiginosamente o seu público», concluiu Moisés Espírito Santo.
Estas duas novas pastoras são as primeiras da Igreja Evangélica Presbiteriana em Portugal mas esta função sacerdotal já é desempenhada no nosso país por mulheres noutros cultos como os metodistas.
Os protestantes, um dos ramos principais do cristianismo, têm sido dos cultos mais abertos à participação das mulheres nas cerimónias religiosas, uma decisão que tem causado polémica junto de outras igrejas.
A igreja Católica tem recusado terminantemente às mulheres o papel de sacerdotes embora possam assumir, como qualquer outro leigo, a distribuição da Comunhão ou presidir a cerimónias de Liturgia da Palavra.

IOL

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Imunidade tributária e os templos de qualquer culto

Carlos Eduardo Manjacomo*

Muito embora a Imunidade Tributária para os templos de qualquer culto seja uma garantia prevista na Constituição Federal, a maioria dessas entidades que poderiam se beneficiar da previsão constitucional em comento, tem grande receio em questionar perante o Fisco e o Poder Judiciário, quando for o caso, o direito de não ser tributado.
Corriqueiramente, porém de forma equivocada, algumas entidades religiosas associam a Imunidade Tributária prevista no art. 150, inciso VI, alínea "b" da Constituição Federal somente em relação ao IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e ao IR (Imposto sobre a Renda). Contudo, ao nosso ver, esta garantia constitucional também abrange o ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias e serviços) incidente sobre todo produto adquirido pela entidade, seja consumo de energia elétrica, telecomunicação, etc., o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis), IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), além do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado), IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte), ISS (Imposto sobre serviços) e todos aqueles que, de acordo com a nossa Carta Magna, não podem incidir sobre os templos de qualquer culto.
Nas palavras de IVES GRANDRA MARTINS, "(...) A mesma constituição que institui a possibilidade de incidência do tributo, determina quem é imune a ele. A imunidade tributária é regulada pela Constituição Federal em seu artigo 150 e, ocorre quando não se pode atribuir qualquer cobrança imposta a certo tipo de pessoa. (...) Ser imune de impostos é estar a salvo de qualquer cobrança. É estar seguro de que nada lhe será imposto, não poderá ser criado qualquer imposto que incida sobre as atividades e patrimônio de sua instituição."
A Constituição Federal, em seu artigo 150 deixa muito claro que a Imunidade Tributária para templos de qualquer culto está diretamente relacionada ao seu patrimônio, a renda e os serviços e, neste sentido, o patrimônio destas entidades compreende todas as suas propriedades, edifícios, templos, veículos, computadores, equipamentos de som, maquinários diversos e móveis, desde que os mesmos sejam necessários e utilizados na atividade religiosa.
Em relação a renda dos templos de qualquer culto estão os dízimos, as ofertas, as contribuições e doações recebidas e, ainda, pela venda de produtos (DVD's, CD's, etc.) e qualquer outro objeto cujo resultado da venda seja utilizado para as atividades essenciais ao culto religioso.
Já os serviços prestados pelos templos de qualquer culto, compreendem as atividades pelas quais as entidades em análise são remuneradas e que podem ser: casamentos, batizados ou, ainda, qualquer outra atividade de serviço prestada pela entidade religiosa. Ademais, ao nosso ver, os templos de qualquer culto são imunes aos impostos tanto na prestação de serviços como na contratação de prestadores de serviços para atender as mais diversas necessidades.
Por outro lado, a União, os Estados e os Municípios, como não poderia deixar de ser, não informam e nem disponibilizam informações mais específicas quanto a abrangência da Imunidade Tributária e, na maioria dos casos, ao serem questionados no âmbito administrativo, rechaçam de plano os argumentos apresentados pelas entidades religiosas, alegando que a aplicação é limitada e restrita à apenas alguns impostos. Entretanto o Artigo 150 da Constituição Federal não deixa dúvidas quanto a abrangência do benefício e, não obstante, os Tribunais vem reconhecendo a amplitude deste benefício, em especial o Supremo Tribunal Federal, ao entender que o imóvel de propriedade de entidade religiosa, ainda que locado para terceiros, faz jus a Imunidade Tributária prevista no art. 150, VI "b" da CF. Vejamos:
"EMENTA: Recurso extraordinário. 2. Imunidade tributária de templos de qualquer culto. Vedação de instituição de impostos sobre o patrimônio, renda e serviços relacionados com as finalidades essenciais das entidades. Artigo 150, VI, "b" e § 4º, da Constituição. 3. Instituição religiosa. IPTU sobre imóveis de sua propriedade que se encontram alugados. 4. A imunidade prevista no art. 150, VI, "b", CF, deve abranger não somente os prédios destinados ao culto, mas, também, o patrimônio, a renda e os serviços "relacionados com as finalidades essenciais das entidades nelas mencionadas". 5. O § 4º do dispositivo constitucional serve de vetor interpretativo das alíneas "b" e "c" do inciso VI do art. 150 da Constituição Federal. Equiparação entre as hipóteses das alíneas referidas. 6. Recurso extraordinário provido".
Desta forma, concluímos que tudo o que for necessário e essencial ao desenvolvimento das atividades religiosas e, desde que integre efetivamente o patrimônio, renda e serviços dos templos de qualquer culto, enquadra-se no texto Constitucional quanto a Imunidade Tributária.

* Advogado em São Paulo, Sócio da Manjacomo & Souza Advocacia Empresarial, Especialista em Direito Tributário e Empresarial, Pós-graduando em Direito Penal Econômico.


FISCOSoft

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Pegadas revelam que hominídeos andavam como os homens

Pegadas de homínidos no Quênia que datam de 1,5 milhão de anos revelam que nossos antepassados distantes caminhavam como os humanos de hoje, sobre dois pés anatomicamente similares, destaca um estudo publicado nos Estados Unidos nesta quinta-feira.
As pegadas foram encontradas entre duas camadas de sedimentos, que datam de 1,5 milhão de anos, na zona de Ileret, no norte do Quênia.
Esta é a mais antiga indicação de que a anatomia dos pés dos hominídeos era idêntica a dos homens atuais, destacam os autores do estudo, publicado na revista Science de 27 de fevereiro.
As pegadas trazem informações sobre o tecido e a estrutura dos pés, algo que geralmente não é acessível em ossos fossilizados, destaca o professor Matthew Bennett, da Universidade de Bournemouth, na Grã-Bretanha, principal autor do estudo.

Veja

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Padre católico condenado a 25 anos de prisão por genocídio em Ruanda

O abade católico Emmanuel Rukundo foi condenado nesta sexta-feira a 25 anos de prisão pelo Tribunal Penal Internacional para Ruanda (TPIR), que o declarou culpado de genocídio, assassinato e extermínio.
Segundo o veredito, o padre participou, em abril de 1994, em colaboração com os militares e milicianos extremistas hutus, no sequestro de tutsis que haviam se refugiado no pequeno seminário de San León Gitarama (centro de Ruanda). Vários tutsis foram assassinados no episódio.
O genocídio ruandês causou, segundo a ONU, cerca de 800.000 mortos entre abril e julho de 1994, entre a minoria tutsi e os hutus moderados.
O papel da Igreja católica no genocídio continua sendo alvo de controvérsias.

Veja

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Grupos religiosos alemães não aceitam as desculpas de bispo negacionista

Os principais grupos religiosos alemães rejeitaram de forma contundente as desculpas do bispo britânico Richard Williamson, que negou o Holocausto.
"Em seu comunicado o bispo Richard Williamson infelizmente não retira nada do que disse", afirma Dieter Graumann, vice-presidente do Conselho Central para os Judeus na Alemanha, em entrevista ao jornal Handelsblatt.
O vice-presidente do Conselho Central dos Católicos Alemãe, Hans Joachim Meyer, também não aceitou o "mea culpa" de Williamson, afirmando que o mesmo não é satisfatório.
O bispo britânico Richard Williamson, do movimento ultraconservador de Marcel Lefebvre que teve a excomunhão suspensa pelo Papa Bento XVI em janeiro, pediu "perdão" por ter negado o Holocausto, para aliviar as tensões que gerou dentro e fora da Igreja católica.
Em uma carta, escrita ao Vaticano e publicada pela agência católica de notícias Zenit.org após sua volta à Inglaterra - Williamson foi considerado 'persona non grata na Argentina -, o bispo pede perdão às vítimas do Holocausto e à própria Igreja.
"Peço perdão diante de Deus a todas as almas que ficaram sinceramente escandalizadas com o que disse", afirmou, alegando "ter se limitado a expressar a opinião de uma pessoa que não é historiadora".
A agência Zenit especificou que a carta lhe foi transmitida pela comissão Ecclesia Dei, presidida pelo cardeal Dario Castrillon Hoyos e encarregada pelo Vaticano das negociações com os fundamentalistas.
"O Santo Padre e meu superior, o bispo Bernard Fellay, pediram que eu reconsiderasse as declarações que fiz em um canal de televisão da Suécia há quatro meses, pois suas consciências são muito fortes", explicou Williamson.
"Ao observar estas consequências, posso dizer que lamento verdadeiramente ter feito estas declarações, e que, se soubesse de antemão todo o dano e as feridas que provocaria, em primeiro lugar à Igreja, mas também aos sobreviventes e entes queridos das vítimas da injustiça sob o Terceiro Reich, eu não as teria feito", acrescentou.
As declarações negacionistas do bispo, de 68 anos, provocaram revolta na comunidade judaica em todo o mundo, além de uma dura reação por parte da chanceler alemã, Angela Merkel.
Na véspera da suspensão de sua excomunhão, Williamson disse à TV sueca: "Creio que não houve câmaras de gás (...). Creio que entre 200.000 e 300.000 judeus morreram nos campos de concentração, mas nenhum em câmaras de gás".
"Era uma opinião formada há 20 anos em virtude dos dados que então estavam disponíveis, e que desde então eu raramente expressei em público", justificou na carta.
"Os eventos das últimas semanas e o conselho dados por membros da Fraternidade de São Pio X (fundada por Lefebvre) me convenceram de minha responsabilidade por tanta angústia causada", reconheceu o bispo.
"Como disse o Santo Padre, todo ato de injusta violência contra um homem fere todo o gênero humano".

Veja

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

CNBB vai ao Supremo e reforça posição contrária à interrupção da gravidez de anencéfalo

Representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reforçaram ontem (26), durante encontro com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, argumentos contra a permissão de interrupção de gravidez em casos de anencefalia (ausência parcial ou total do cérebro) do feto. O grupo entregou um memorial com os argumentos apresentados pela entidade durante audiências públicas realizadas pelo STF em 2008.
O Tribunal deve julgar ainda este ano uma ação apresentada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS) com o objetivo de isentar de pena a gestante que fizer aborto quando for comprovada a anencefalia do feto.
O padre Luiz Antônio Bento, da Comissão de Bioética da CNBB, defendeu o início da vida na concepção e o direito à dignidade do feto anencéfalo. “A criança, mesmo com anencefalia, não perde a sua dignidade, é um ser humano, é como se fosse um paciente que precisa de cuidados”, comparou.
O padre afirmou que a defesa da continuidade da gestação não significa que a CNBB seja insensível ao sofrimento da mãe. “Mas o sofrimento de um não pode ser motivo para a eliminação da vida de outro. A grande responsabilidade, sobretudo da política sanitária, é dar à mãe e à criança as condições médicas, sanitárias, psicológicas e sociais para que essa criança possa ter o direito de vir ao mundo e viver por quanto tempo de vida lhe for concedido”, argumentou.
A professora Lenise Garcia, do Instituto de Biologia da Universidade de Brasília (UnB), que também foi recebida pela ministra Cármen Lúcia, citou o caso da menina Marcela Ferreira, diagnosticada com anencefalia e que viveu 1 ano e 8 meses, para reforçar a argumentação da CNBB.
“Não faz sentido nenhum a comparação entre um anencéfalo e uma pessoa em morte cerebral, porque a criança anencéfala respira espontaneamente, e temos casos de sobrevida, como o caso da menina Marcela”.
Na avaliação da professora, a sociedade tem a obrigação de proteger “aqueles que são mais limitados”. A CNBB pretende apresentar o documento a todos os ministros do STF, inclusive ao relator do caso, ministro Marco Aurélio Mello.
De acordo com a professora Lenise Garcia, uma ação movida por parlamentares pode modificar o andamento do processo.
“Houve uma representação por parte de alguns deputados à PGR [Procuradoria Geral da República] pedindo a impugnação do ministro Marco Aurélio Mello como relator desse processo porque ele adiantou seu voto, já se declarou a favor [da interrupção da gravidez]”, comentou.

Agência Brasil

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Como construir lares sem levantar paredes


Homem trabalhando em projeto da Habitat for Humanity.

No início do ano, a Network Associates Inc., fabricante do software McAfee, anunciou que se uniu a uma estação de notícias 24 horas de São Francisco, a KCBS, em uma boa promoção: cada produto adquirido da McAfee resultaria numa doação ao Bay Area Habitat. Liguei para o diretor de marketing da estação, Noel Wax, para perguntar se ele sabia que o Habitat for Humanity era uma organização cristã. Afinal, a KCBS apelou para o mais amplo mercado possível, e São Franscisco não está no cinturão da Bíblia.
“Isso faz alguma diferença pra você?”, perguntei. “Não”, Wax disse. “Diferença nenhuma.”
A estação ofereceu sua parceria com o Habitat como um incentivo para potenciais anunciantes, os quais estão mais do que dispostos a pagar para uma sociedade com o nome Habitat. Cisco Systens, Whirlpool, General Motors, Bank of America e Home Depot são algumas companhias que têm parceria com a organização.
Nascido de uma crise espiritual da vida de seus fundadores - Millard e Linda Fuller - em uma fazenda comum e cristã com raízes nos batistas do sudeste, Habitat cresceu no solo evangélico e sustenta uma vital identidade cristã. Seu testamento de missão menciona Deus três vezes, e seus quatro propósitos oficiais incluem “testemunhar o evangelho de Jesus Cristo pelo mundo” e exemplificar “o evangelho de Jesus Cristo através de atos de amor a palavra escrita e falada”.
Depois de 26 anos crescendo na maior nação de construtores, os dois mil afiliados pelo mundo e receitas de 550 milhões de dólares a faz uma das principais organizações de caridade da América. Já construiu mais de 120 mil casas para pessoas pobres tanto nos Estados Unidos quanto além dos mares.
Habitat é uma das poucas organizações populares tanto entre estudantes (com 600 filiais em campi) como na América corporativa. A popularidade, entretanto, ameaça diluir sua identidade.
“Nós sentimos diariamente a pressão para secularizar”, diz Fuller. A política corporativa de parcerias gerou dinheiro e atenção da mídia, mas também levou a organização a ignorar sua fé. Por exemplo, Habitat geralmente presenteia com uma Bíblia além das chaves da casa para os proprietários. Alguns patrocinadores omitiriam essa parte da cerimônia.
Mas Habitat não é o único a sofrer essa pressão. Outras organizações cristãs amplamente respeitadas, como Visão Mundial e Exército da Salvação (entre outros), também lutam para permanecerem cristãs enquanto fazem parcerias com não-cristãos. Assim, a luta da Habitat ilustra apenas mais um grande desafio.
Também são estabelecidas parcerias com pessoas de outra fé – e não é incomum ver uma sinagoga patrocinando uma casa sua. Com cada afiliado agindo numa corporação diferente, Habitat é mais um movimento do que uma organização. Não obstante, Fuller deseja expandir tanto o papel do Habitat na sociedade quanto sustentar sua identidade. Aliás, uma identidade inconfundível para qualquer um que já tenha conhecido seu fundador.
“Sou um ativista social forte”, diz Fuller, “mas, de várias maneiras, sou muito fundamentalista. Acredito que Jesus é o que ele diz ser. Acredito que Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Que é o caminho para o Pai. Mas sou liberal no sentido de não julgar quem é diferente de mim”.
Fuller não faz apologia da base de fé do Habitat, sendo igualmente claro ao dizer que sua organização não é uma igreja, não tem uma declaração de fé, e trabalha com igual parceria com pessoas de todas as religiões, mesmo com quem não é religioso. Esse caminho de guardar a identidade do Habitat Cristão é para “tentar manter a chama viva” através da fala e da escrita com uma forte mensagem de Cristo.
Fuller tem construído uma organização que invoca a inspiração e motivação pessoal. Ele não pode dar ordens, porque cada um de seus dois mil afiliados é uma corporação independente. E Habitat depende de voluntários que somente façam o que ela quer.
É uma extraordinária estrutura indefinida para uma organização tão grande, mais isso convém a Fuller e ao modo que ele vê o mundo. Como Deus o tem movido em tantas direções improváveis, ele pode contar com Ele para preservar a inspiração de que precisa. Ou, colocando de outra forma, talvez ele espere que os cristãos do Habitat sejam fortes o bastante para espalhar sua fé ao invés de se entregar.
Nos últimos 100 anos, a secularização têm parecido como uma força contínua nas instituições americanas. Capturando tantas escolas, hospitais e instituições de caridade, como uma gravidade inevitável.
Secularização não é inevitável para Habitat. Embora não desenhe linhas ou teste parceiros na base da religião, a organização parece ter liberado as forças de fé ao invés de ser espremida por ela. Habitat levantou a reputação de todos os cristãos através da sua irrepreensível popularidade, e, como Fuller diz, a influência corre em todas as direções.
Otimista que é, Fuller acredita que a influência da organização vai continuar a correr por fora, o que é a chave de sua esperança em cumprir as grandes metas da Habitat.

Cristianismo Hoje

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Uganda: cristãos jejuam para que acabem sacrifícios de crianças

Cristãos de todas as confissões da Uganda se uniram para dedicar o jejum e a oração quaresmais ao fim da prática do sacrifício humano, especialmente de crianças, segundo informa a agência católica africana CISA. A campanha de oração começou na Quarta-Feira de Cinzas e durará até a Semana Santa.
A proposta partiu do arcebispo anglicano Henri Orombi, representante da confissão majoritária do país, que em uma carta publicada pelo jornal Monitor, advertia que o aumento destes macabros rituais está semeando o terror.
O último caso, que comoveu o país, aconteceu há poucos dias, com o descobrimento do cadáver de uma menor brutalmente mutilada, no distrito de Kibaale.
«Há um grito em nossa terra – afirma o arcebispo Orombi. Este grito é tão forte, que as Igrejas – independentemente de sua denominação – declararam conjuntamente uma campanha nacional contra o mal da bruxaria e dos sacrifícios humanos.»
Os cristãos, agrega o prelado, condenam «fortemente e de forma inequívoca esta prática depravada, que não só profana a santidade da vida humana, mas que revela também o grau de degeneração ao qual nossa sociedade está chegando pela avareza, pelo ateísmo e pela corrupção moral».
O prelado faz um convite aos fiéis de todas as Igrejas do país ao arrependimento da falta de moral que «precipitou a maldade do sacrifício humano, que os que praticam a bruxaria ou equivocadamente confiam nela utilizam para atrair riquezas rapidamente».
«O sacrifício humano é mau e demoníaco. Trata-se claramente de um problema espiritual, que precisa de uma solução espiritual. Os demônios que exigem o sangue do inocente de nossa terra devem ser silenciados, expulsos e destruídos, para que nosso querido país fique limpo e curado deste mal», conclui.

Zenit

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Recessão aumenta o número de divórcios, inclusive entre os imigrantes brasileiros nos EUA

A crise financeira não está quebrando apenas os bancos. As turbulências e as incertezas da economia têm, do mesmo modo, causado profundo impacto na vida pessoal dos casais, que sem motivação para lutar pela reconstrução da vida a dois acabam optando pelo caminho curto do divórcio. Estudos mostram que a recessão aumenta o número de separações e no caso dos imigrantes – brasileiros, inclusive – isso é sentido de forma ainda mais acentuada, devido a um conjunto de fatores. Afinal, problemas como desemprego e falta de recursos costumam afetar primeiro os estrangeiros, que normalmente vivem num país estranho sem parentes e amigos.
“Quando muitas pessoas estão perdendo suas casas, seus carros e seus empregos, a sensação de abatimento e desesperança é latente, gerando uma série de problemas para a vida familiar. As relações estão também em crise”, confirma Márcia da Silva, da Winner Women Association, que tem experimentado este drama através das mulheres que participam da entidade. Ela conta que ainda existe um certo tabu em falar da influência negativa da falta de dinheiro nos casamentos e percebeu, num recente encontro do grupo, que as participantes contaram sobre filhos, dieta e sexo, mas sequer tocaram no tema financeiro. Márcia destaca que, com a economia atual, muitos homens (imigrantes, principalmente) perderam seus empregos e a mulher passou a ser o arrimo da família, o que gera ainda mais conflitos em virtude da visão da sociedade de que o macho é sempre o provedor.
A psicóloga Karina Lapa tem percebido que, especialmente nos últimos 18 meses, muitos casamentos têm agonizado em decorrência da recessão. Pelo menos 60% dos clientes que ela atende em seu consultório, o South Florida Counseling Agency, chegam com este problema – e, na grande maioria, são mulheres insatisfeitas porque se tornaram o bode expiatório da insatisfação masculina com a situação econômica. “É muito difícil compartimentalizar os problemas. Quando apenas um setor de nossas vidas está ruim, a nossa tendência é achar que tudo não presta. E aí a pessoa mais próxima é o alvo principal das frustrações”, analisa Karina, que também detectou um alto número de casos extra-conjugais nos últimos tempos.
Para ela, os brasileiros que vivem nos Estados Unidos estão perdendo o conceito de família e a capacidade de comunicação, que marcam a cultura individualista e imediatista do americano. Nesta situação é que faz diferença ser imigrante. “Torna-se fundamental a presença de alguém neutro, seja um amigo, um parente ou mesmo um profissional da área, para mediar e aconselhar o casal neste momento difícil. Um boa conversa ainda pode reconstruir uma relação”, explica a psicóloga, lamentando que muitas vezes nossa comunidade não tenha a quem recorrer.
Nesse sentido, a Primeira Igreja Batista da Flórida, em Pompano Beach, tem procurado fazer a sua parte na área de assistência. No programa ‘Celebrando a Recuperação’, que ajuda pessoas com problemas que vão desde a dependência química até a depressão, há um grupo específico para lidar com divorciados. Mas para o pastor Silair Almeida, o principal trabalho é o da profilaxia: “Temos realizado com frequência os encontros de casais, onde as relações entre marido e mulher são debatidas abertamente entre pessoas que vivenciam as mesmas experiências e o resultado tem sido fantástico”, enfatiza, lembrando que neste sábado a igreja vai receber mais de 180 casais para mais uma fase do encontro.
Outro serviço colocado à disposição da comunidade é a presença em tempo integral na igreja da conselheira cristã Deborah Almeida, para atendimento terapêutico. Silair ressalta que em recente pesquisa percebeu que 58% dos casais em processo de divórcio alegam que o desgaste foi provocado pela questão financeira. “As pessoas precisam entender que a incerteza do amanhã realmente gera estresse, mas as decisões tomadas de cabeça quente nunca são as melhores. O melhor é procurar ajuda e tentar resgatar o melhor da relação”, disse o pastor.
Esta é, também, a sugestão de Márcia: “Por pior que esteja o relacionamento, o casal deve criar momentos de convivência a dois. Uma simples caminhada ou assistir a um filme pela tevê não custa nada e é um ótimo investimento para a relação”, ensina. Ela acrescenta que a crise, apesar de ruim, pode fortalecer ainda mais um casamento, desde os problemas que foram gerados pela recessão dos que já existiam antes. “Assim, fica fácil refletir e perceber se o amor ainda existe”, finaliza.

AcheiUSA

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Governo Lula barra novos canais de TV e impedi a locação de canais digitais para televendas e igrejas


O Ministério das Comunicações publicou nesta quinta-feira (26), no Diário Oficial da União, novas normas técnicas para a regularização da TV digital pública no Brasil. A novidade é o bloqueio à multiprogramação com o uso do sinal digital.

Isso quer dizer que as emissoras comerciais, públicas e estaduais estão impedidas de dividir um canal em quatro, sem perda de qualidade nos sinais, tecnologia considerada como uma das vantagens da TV digital. O ato foi assinado por Hélio Costa, ministro das Comunicações.

Segundo informa Daniel Castro, do jornal Folha de S.Paulo, a medida atende ao interesse das grandes redes comerciais, que rejeitam concorrência com a abertura de novos canais. Porém, atrapalha os planos de grupos como a Abril — que pretendia expandir a atuação dos canais Fiz e ideal, atualmente transmitidos apenas na TV paga e frequências abertas da MTV.

A norma 001/2009 também impede que a TV Cultura leve adiante projeto de uma universidade virtual paulista. Segundo o documento ”a multiprogramação somente poderá ser realizada nos canais [...] consignados a órgãos e entidades integrantes dos poderes da União”. Apenas as TVs do governo poderão transmitir em multiprogramação as sessões de comissões do plenário.

Segundo Marcelo Bechara, consultor jurídico do Ministério das Comunicações, a norma visa a impedir a locação de canais digitais para televendas e igrejas. ”Tem gente que não é séria. Com a TV digital, iria transmitir a programação dela em um canal e alugar os outros três”, justificou Bechara, em declaração à Folha.

Lula no Projac?

Já tendo seu fiel escudeiro Hélio Costa no ministério, a Globo vai agora atrás de Lula. Com as obras do novo Centro de Pós-Produção do Projac quase concluídas, a emissora começa a agendar uma visita do presidente para a cerimônia de inauguração.

O convite já teria sido feito, e a emissora estaria aguardando uma resposta de Brasília. Caso aceite, não será a primeira vez que o presidente participa de um evento do gênero. A inauguração da Record News, em 2007, também teve o aval presidencial, mesmo após tentativas fracassadas de intervenção da Globo.

Fonte: Vermelho

FONTE: www.overbo.com.br

Música italiana que fala de vitória sobre a homossexualidade atinge mais de 14 milhões de pessoas no Festival de Sanremo


ITÁLIA — Enfrentando protestos e controvérsia, o astro italiano Giuseppe Povia executou sua nova música sobre a conversão do estilo de vida homossexual no prestigioso Festival de Sanremo na Itália.

A música foi cantada durante a abertura do festival em 18 de fevereiro, diante de uma audiência estimada de 14 milhões de telespectadores, e mostrou Povia com uma cantora, guitarristas, uma orquestra sinfônica e a letra projetada em cortinas no fundo. A audiência ao vivo deu fortes aplausos à música em sua conclusão, apesar da controvérsia cercando seu tema.

“Luca era gay” conta a libertação de um homem psicologicamente machucado pelo estilo de vida homossexual. “Luca”, que se crê é baseado no italiano Luca di Tolvi, desenvolve atrações homossexuais depois que seu pai parte e sua mãe o trata como um substituto, criando confusão acerca de sua identidade sexual.

Apresentada como uma música rap leve que se reveza entre um relato contado e cantado, Povia se torna a boca de “Luca”, que começa dizendo: “Antes de falar sobre a mudança na minha sexualidade, gostaria de esclarecer que se creio em Deus não posso depender de seres humanos para obter respostas para meus questionamentos pessoais. As opiniões humanas se dividem nessa questão. Por isso, não fui a psicólogos, psiquiatras, clérigos ou cientistas. Minha busca me levou ao meu próprio passado, e quando escavei fundo, achei respostas às questões sobre mim mesmo”.

Os pais de Luca se separam, e seu pai se torna alcoólatra. Sua mãe fica “obcecada” com ele, o “sufoca” e lhe diz “faça o que quiser, mas não se case”.

“Ela tinha ciúme doentio de minhas namoradas e eu estava ficando confuso sobre quem eu era”, canta Povia, no nome de Luca.

Luca acaba descobrindo em si atrações homossexuais enquanto busca a afirmação que ele nunca recebeu de seu pai, enquanto ao mesmo tempo evita desapontar sua mãe com uma rival feminina. Ele entra em relacionamentos sexuais com homens mais velhos.

“Eu procurava nos homens quem era meu pai e eu costumava andar com os homens para não trair a minha mãe”, canta Povia. Ele também faz alusão à superficialidade dos relacionamentos homossexuais, quando Luca diz: “Por quatro anos estive com um homem durante momentos de amor e decepção. Muitas vezes nos traíamos”.

Contudo, Luca finalmente encontra uma mulher com quem ele consegue conversar sobre seu sofrimento. “Procurava ainda a minha verdade, aquele grande eterno amor. Então numa festa, no meio de tanta gente, eu a conheci. Ela não se intrometia, me escutava, me desnudava, me entendia. Lembro apenas que, no dia seguinte, eu senti falta dela”.

Luca resolve seus problemas e deixa o estilo de vida homossexual em troca de seu novo amor, e agora tem filhos. Ele diz que perdoa seus pais.

“Papai, perdoei você muito embora você nos tenha deixado para sempre”, canta Povia. “Mamãe, penso muitas vezes em você e amo você. Às vezes ainda vejo seu reflexo. Mas me tornei pai agora, e meu coração pertence à única mulher que verdadeiramente amei na vida”.

As estrofes são entrelaçadas com o coro: “Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente”.

O sucesso da música, que agora foi vista por mais de 100 mil vezes no site do canal de TV RAI, foi realizado apesar de protestos de grupos homossexualistas italianos, dirigidos pelo grupo Arcigay, cujo líder denunciou Povia por promover a “homofobia”.

O comediante italiano Roberto Benigni, que fez a abertura do Festival de Sanremo com um monólogo, também zombou de Povia, afirmando que “a homossexualidade não é pecado” e que os homossexuais são historicamente perseguidos “porque amam alguém”. Ele também recebeu aplauso da audiência.

Contudo, Paolo Bonolis, diretor artístico e apresentador da edição deste ano do Festival de Sanremo, defendeu a música, declarando que ela não “toma lado algum”, mas apenas “conta uma história”.

O Festival de Sanremo é realizado anualmente em Sanremo, Itália, desde 1951.

Povia, que tem 36 anos, ganhou o Festival de Sanremo em 2006 com sua música “Queria ter a conta“ e já ganhou vários prêmios. Ele disse ao jornal católico Il Giornale que quando era mais jovem ele próprio “brincou” com a conduta homossexual, mas depois “saiu”. Ele defende os direitos das crianças e participa muitas vezes em eventos de caridade, conforme seu site.

Letra completa da música “Luca era gay”

Introdução:

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Primeiro verso:

Luca diz: Antes de falar sobre a mudança na minha sexualidade, gostaria de esclarecer que se creio em Deus não posso depender de seres humanos para obter respostas para meus questionamentos pessoais. As opiniões humanas se dividem nessa questão. Por isso, não fui a psicólogos, psiquiatras, clérigos ou cientistas.

Minha busca me levou ao meu próprio passado, e quando escavei fundo, descobri muitas coisas sobre mim mesmo.

Minha mãe tinha amor exagerado por mim, o amor dela virou obsessão total com suas convicções. A atenção dela não me deixava respirar.

Meu pai costumava não assumir decisões e eu nunca conseguia conversar com ele. Ele estava longe trabalhando o dia inteiro, mas eu sentia que essa não era a verdade. É por isso que mamãe pediu divórcio. Eu tinha 12 anos e não entendia realmente meu pai. Ele disse que era a decisão certa e começou a beber por algum tempo.

Mamãe sempre falava mal de papai para mim e costuma dizer “pelo amor de Deus, nunca se case”.

Ela tinha ciúme doentio de minhas namoradas e eu estava ficando confuso sobre quem eu era.

Coro:

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Segundo verso:

Hoje sou um homem diferente, mas naquele tempo em que eu estava procurando respostas, de vergonha procurei respostas escondido. Alguns diziam que [a homossexualidade] é natural.

Eu estudei Freud e ele não pensava o mesmo. Depois terminei o colégio, mas eu não sabia o que era a felicidade. Um homem muito mais velho me fez tremer o coração. Foi aí que descobri que eu era homossexual

Com ele, não havia inibição. Ele me cortejava e eu achava que era amor. Sim, com ele, fui capaz de ser eu mesmo. Mas depois se tornou uma competição de quem era o melhor de cama

Eu me sentia culpado. Cedo ou tarde o prenderão, mas se as provas desaparecerem, ele será absolvido.

Eu procurava nos homens quem era meu pai e eu costumava andar com os homens para não trair a minha mãe

Segundo coro:

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.
Especial:

Luca diz: Por quatro anos estive com um homem durante momentos de amor e decepção. Muitas vezes nos traíamos.

Procurava ainda a minha verdade, aquele grande eterno amor. Então numa festa, no meio de tanta gente, eu a conheci. Ela não se intrometia, me escutava, me desnudava, me entendia. Lembro apenas que, no dia seguinte, eu senti falta dela.

Esta é a minha história, apenas minha história. Nenhuma doença, nenhuma recuperação.

Papai, perdoei você muito embora você nos tenha deixado para sempre.

Mamãe, penso muitas vezes em você e amo você. Às vezes ainda vejo seu reflexo.

Mas me tornei pai agora, e meu coração pertence à única mulher que verdadeiramente amei na vida.

Coro final:

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Luca era gay, mas agora ele está junto com ela. Luca fala do coração. Luca diz: Hoje sou um homem diferente.

Tradução e adaptação: www.juliosevero.com

Fonte: WthRockMorton

FONTE: www.overbo.com.br

Vaticano considera desculpas de Williamson insuficientes


O Vaticano considerou insuficiente a retratação do bispo lefebvriano Richard Williamson sobre seus comentários nos quais negava a existência do Holocausto. Nesta sexta-feira, 27, o porta-voz da Santa Sé Federico Lombardi exigiu que o religioso se distancie de forma inequívoca e pública de suas posições sobre o genocídio de judeus na Segunda Guerra Mundial. Williansom recuou em seus comentários ontem, após ter sido expulso da Argentina e voltar para o Reino Unido.

Segundo o porta-voz, a retratação de Williamson é genérica e equívoca. Williamson disse ontem em comunicado divulgado pela agência católica “Zenit” que pede “perdão perante Deus a todas as almas que ficaram honestamente escandalizadas pelo que disse”.

“Posso dizer verdadeiramente que lamento ter dado estas declarações. Além disso, se soubesse com antecipação todo o dano e os ferimentos que provocariam, especialmente à Igreja, mas também aos sobreviventes e entes queridos das vítimas de injustiça sob o Terceiro Reich, não as teria feito”, completou o bispo.

Há quatro meses, a emissora sueca”Svt” divulgou uma entrevista, gravada em novembro na Alemanha, na qual Williamson negava que as câmaras de gás nazistas tivessem sido usadas para exterminar os judeus e disse que no Holocausto não morreram 6 milhões de pessoas, mas entre 300 mil e 400 mil.

Esta entrevista foi divulgada no mesmo dia em que o papa Bento XVI assinava o decreto de levantamento das excomunhões contra ele e outros quatro bispos seguidores de Marcel Lefebvre.

Fonte: G1

FONTE: www.overbo.com.br

Primeira candidata portuguesa ao pastorado ordenada sábado

“Nunca pensei ser pastora (…) Mas foi um processo, pouco a pouco senti a necessidade de trabalhar para Deus e ser a minha vida”, disse à agência Lusa Maria Eduarda.

Nascida no seio de uma família protestante, em Lisboa, há 42 anos, deu aulas de Português a estrangeiros, antes de optar por dedicar a vida à Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal (IEPP).

Terminados os estudos de Teologia, em Madrid, o estágio foi realizado na povoação de Bebedouro, Montemor-o-Velho, uma pequena aldeia onde existe uma numerosa comunidade protestante.

«A igreja do Bebedouro já tem muitos anos, as pessoas conhecem muito bem a igreja e aceitam muito bem [a presença de uma pastora]. Dentro de uma aldeia pequenina é uma grande percentagem de pessoas que são protestantes», frisou.

Fonte: Diário Digital

Aos 14 anos, mulher se torna divorciada mais jovem de Israel


Uma menina de 14 anos que acaba de se divorciar de seu marido, três anos mais velho que ela, tornou-se a divorciada mais jovem de Israel, depois que um tribunal rabínico considerou válido o casamento que realizaram entre amigos.

A Corte Rabínica de Jerusalém expediu o processo de divórcio após comprovar que a cerimônia matrimonial dos jovens foi na lei religiosa judaica, que dita a legislação marital em Israel. O marido fez os votos frente a alguns amigos, que serviram de testemunhas, e também entregou um anel à esposa.

Os jovens pertencem a famílias tradicionalistas judaicas da área de Jerusalém e, segundo o “Yedioth Ahronoth”, consumaram o casamento.

Quando os pais do menino souberam, insistiram em que obtivessem o divórcio religioso judaico, para que pudessem voltar a se casar no futuro.

A menina rejeitou inicialmente a ideia e insistiu em que queria viver com o jovem como sua esposa e que pensava em voltar a casar-se oficialmente com ele após atingida a maioridade legal. No entanto, destaca o jornal “Ha’aretz”, a menor voltou atrás após receber uma oferta dos pais do marido de 10 mil shekels (cerca de 2 mil euros).

Fonte: G1

FONTE: www.overbo.com.br

Ingleses afirmam ter gravado imagens de fantasma em bar


Um grupo de amigos afirma ter gravado imagens de um fantasma que assombraria um bar na cidade de Tunstall, no condado de Staffordshire, no norte da Inglaterra. As imagens, que podem ser vistas no site do jornal britânico “The Sun” (veja o vídeo), supostamente mostram o fantasma passeando dentro do pub.

“Só pode ser um fantasma. Não há outra explicação”, acredita Vince Bundy, 43 anos, que estava na mesa enquanto seu amigo, Andy Willett, gravava as imagens para testar a câmera de um aparelho celular. Só depois, ao abrirem o vídeo, é que os dois perceberam a suposta assombração.

De acordo com Bundy, um proprietário antigo do pub afirmou que o local seria “habitado” pela alma de um velho vaqueiro. “O filho do dono dizia que o caubói circulava por ali, procurando suas meias”, conta.

Fonte: G1

FONTE: www.overbo.com.br

CD “Ame mesmo assim” marca o retorno de Cristina Mel para a MK MUSIC


Acaba de chegar da fábrica o novo CD de Cristina Mel pela MK Music, Ame Mesmo Assim. Com produção musical de Rogério Vieira e concepção de arte de Sérgio Menezes (capa e encarte Digital Design), Ame Mesmo Assim é o quarto trabalho da cantora pela gravadora. Quem já ouviu garante que é um dos mais lindos do ministério de Cristina Mel.

O CD conta com duas composições da cantora, sendo uma em parceria com o marido Isaías Costa. O álbum traz várias composições de Anderson Freire, uma delas é co-assinada por Pedro Braconnot, e também composições da Banda Giom e de Junior Maciel.

Cristina Mel não poderia estar mais feliz com o novo álbum. “Sou suspeita para falar, mas estou muito feliz com o resultado. Estou tão realizada com todo o carinho, o cuidado, o amor com que tenho sido tratada na MK, que sei que tudo isso foi refletido nesse trabalho e por isso, esse CD chegará a cada lar com muito amor, muito carinho, muito mel para cada coraçãozinho que ele alcançar”, afirmou a cantora.

Fonte: MK

FONTE: www.overbo.com.br

“Eu Tenho a Promessa” é o quarto trabalho solo de Jozyanne pela MK Music


Debaixo de muita expectativa, chega às lojas o mais novo CD da cantora Jozyanne: Eu Tenho a Promessa. Lançado pela MK Music e produzido por Josué Lopes e Rafael Castilhol, o álbum conquistou o público quando ainda estava na fábrica. A música de trabalho, “Abra Os Meus Olhos”, está desde dezembro entre as mais pedidas em diversas rádios. O álbum foi gravado ao vivo na Assembléia de Deus da Penha no Méier (RJ), pastoreada por seu marido Odilton Ângelo.

“Eu estou realizada porque verdadeiramente o Senhor se fez presente. O povo compareceu (à gravação) e foi um culto. Nós louvamos com liberdade em adoração. Estou muito grata ao Senhor. O repertório tem abençoado a minha vida, e eu tenho certeza que vai impactar muitas vidas também”, declara a cantora.

O CD traz ao todo 12 faixas. Várias delas de Anderson Freire (banda Giom), que é amigo pessoal da cantora e também participa do álbum cantando com Jozyanne “Pedido de Oração”. “Foi muito emocionante. É uma música em parceria com o Júnior Maciel, um grande amigo. Foi lindo! Não vou esquecer essa cena na minha vida!”, decretou Anderson, durante a gravação ao vivo. Outro dueto no CD acontece na música “Seus Sonhos”, que tem a participação de Jozyelle, irmã de Jozyanne.

Eu Tenho a Promessa - o quarto trabalho solo da cantora pela MK - pode ser definido como uma bênção de Deus para a família da cantora. Seu irmão, Josué Lopes, assina a produção musical em parceria com Rafael Castilhol. “Desde o início foi um desafio. Eu sempre acompanhei seus trabalhos, e fiquei muito feliz quando ela me convidou. Eu chamei o Rafael para me ajudar e nós fomos muito fiéis ao estilo dela. Foi mais um sonho realizado”, revelou o produtor.

“Esse CD foi gerado com muita oração, ele é um milagre. Quando vocês ouvirem esse álbum vão entender o que eu estou falando. No repertório têm várias músicas que falam de milagre, porque eu gravei o que eu vivi no momento. Tenho certeza que é um CD que vai chegar pra trazer cura, transformação e libertação pra vida das pessoas. É um trabalho que arrepia, não é porque é meu não, mas pelo mover que aconteceu no dia da gravação, tenho certeza que ficou registrado”, contou Jozyanne.

Fonte: MK

FONTE: www.overbo.com.br

Roupas espalham mensagens de fé


Roupas com mensagens religiosas. Essa é a definição que mais se encaixa na moda produzida pela Vestir Cristão, empresa de Criciúma, que, em 2007, descobriu um nicho de mercado pouco explorado na região. Apesar do pouco tempo, a empresa tem notado um crescimento na procura pelos produtos, que não lembram as tradicionais modelagens usadas, na maioria das vezes, nesse tipo de roupa. E as vestimentas coloridas e da chamada modinha talvez tenham se transformado no principal atrativo da marca, sobretudo para o público mais jovem, que nem sempre costumava usá-las com mensagens relacionadas à fé.

A história da empresa, que possui duas lojas em Criciúma e gera oito empregos diretos e mais de 300 indiretos, é um tanto peculiar. A ideia de utilizar o vestuário para disseminar mensagens positivas surgiu após um período crítico na vida de Amilton Euclides do Canto Júnior, 36 anos. Nascido em uma família evangélica, aos 16 anos, começou a se afastar da vida religiosa, o que ocasionou, segundo ele, seu envolvimento, anos depois, em negócios escusos. “A possibilidade de ganhar muito dinheiro de maneira fácil seduz”, diz. No entanto, ele afirma que voltou a incluir a religião em sua vida e decidiu investir em um negócio no qual pudesse passar mensagens de fé para o grande público. “Visitei um amigo que trabalhava com confecções e ele contou que era um bom negócio. Foi aí que me deu um estalo. Vendi as coisas do outro negócio e comprei as máquinas de costura e equipamentos para montar minha confecção”, conta.

Maioria do trabalho é terceirizada

O pequeno negócio começou a crescer e Júnior precisou arrumar outro lugar para a empresa, além de buscar mais mão-de-obra. Hoje a maioria do trabalho é terceirizada e, além das lojas próprias, a Vestir Cristão chega até os municípios gaúchos e à maioria dos catarinenses por meio de vendedoras externas. São pessoas que, segundo Júnior, estavam desempregadas em sua maioria. “É uma oportunidade de dar trabalho para quem precisa e levar a mensagem cristã para mais pessoas”. Entre os consumidores da moda religiosa estão evangélicos e católicos, com destaque para frequentadores do movimento carismático. “A aceitação do público está sendo maravilhosa”.

A marca já prepara a coleção de inverno e o fôlego para enfrentar o trabalho maior típico do período que antecede uma nova estação. “Em média produzimos de 3 mil a 4 mil peças por mês, mas no início da coleção chegamos a fabricar 10 mil peças mensais”, conta. Júnior afirma que está satisfeito com o resultado da Vestir Cristão e admite ter como desafio manter o foco na religião. “Muitas empresas começaram como a gente, mas acabaram se desviando do foco de evangelizar. Não queremos isso”. Pensando nisso, ele já planeja a expansão da marca.

Fonte: A Tribuna

FONTE: www.overbo.com.br

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Ministério da Fazenda - Abertas 2 mil vagas de nível médio: R$ 2.792

Foi divulgado hoje (27) o tão esperado edital do Ministério da Fazenda que rege o concurso para preenchimento de 2 mil oportunidades de assistente técnico-administrativo, distribuídas entre todos os estados brasileiros.

O assistente técnico-administrativo é responsável pela execução de atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento relativas ao Ministério da Fazenda, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades, além de outras atividades de mesmo nível de complexidade em sua área de atuação. Para tanto, é exigido nível médio completo e a remuneração oferecida é de R$ 2.792,42.

Os candidatos serão submetidos a provas de conhecimentos gerais, com 40 questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Quantitativo e Informática Básica; e conhecimentos específicos, com 40 questões de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Tributário e Direito Previdenciário.

As provas serão aplicadas em todas as capitais, na data provável de 26 de abril, em horário e locais divulgados, oportunamente, pela comissão de organizadores do processo seletivo.

Inscrições

Os interessados poderão garantir participação entre 10h do dia 9 e 18h do dia 20 de março, exclusivamente pela internet, através do site da Escola de Administração Fazendária (www.esaf.fazenda.gov.br ), mediante pagamento da taxa de participação (R$ 62).

A isenção da taxa de inscrição será concedida aos candidatos que estiverem inscritos do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e, cumulativamente, forem membros de família de baixa renda. Para isso, os interessados deverão acessar o site da ESAF entre 10h do dia 9 e 18h do dia 10 de março e preencher a declaração específica.

Fonte: http://jcconcursos.uol.com.br/

Edital:http://www.esaf.fazenda.gov.br/concursos/concursos_selecoes/ATA-MF/Editais/Edital-Assistente_Tec_Administrativo-2009.pdf

Postura pró-vida de menina de 12 anos comove professora pró-aborto

A menina “Lia” de 12 anos, que vive em Toronto, Canadá, virou estrela na sua escola e no Youtube com seu discurso pró-vida de cinco minutos, feito para uma competição escolar. Apesar do desânimo e oposição total, a apresentação de Lia tão bem feita que ela ganhou a competição, embora ela tivesse sido avisada que ela seria desqualificada, devido à mensagem “polêmica” de seu discurso.

O discurso está disponível no Youtube onde já foi visto mais de 100 mil vezes e produziu discussões acaloradas.

“E se eu lhe dissesse que neste exato momento, alguém está escolhendo se você deveria viver ou morrer?” começa a menina charmosa no seu discurso que está gravado no Youtube. “E se eu lhe dissesse que essa escolha não foi baseada no que você poderia ou não fazer, no que você fez no passado, ou no que você faria no futuro? E se eu lhe dissesse que você nada poderia fazer para impedir isso? Colegas alunos e professores, milhares de crianças estão neste exato momento nessa situação. Alguém está escolhendo o destino de bebês sem mesmo conhecê-los. Estão escolhendo se eles irão viver ou morrer. Esse alguém é a própria mãe. E essa escolha é o aborto”.

Lia, falando facilmente e com entusiasmo radiante, dispara respostas a várias objeções comuns no breve discurso.

“Por que pensamos que só porque um feto não pode falar ou fazer o que fazemos, ele não é ainda um ser humano?” pergunta ela. “Alguns bebês nascem depois de cinco meses. Será que esse bebê não é humano?

“Jamais diríamos isso. Contudo, abortos são realizados em fetos de cinco meses todos os dias. Será que só os chamamos de seres humanos se alguém os quiser?

“Pense nos direitos da criança, que nunca lhe foram dados. Não importa quais direitos sua mãe tenha, não significa que podemos negar os direitos do feto”, disse ela. “Precisamos nos lembrar de que com nossos direitos e nossas escolhas vêm responsabilidades, e não podemos arrancar direitos dos outros para evitar nossas responsabilidades”.

A mãe de Lia diz que o assunto foi escolhido pela própria filha, e que ela estava determinada a não ceder, até mesmo depois que os professores lhe disseram que sua apresentação era “adulta demais” e “polêmica demais”.

“Ela também foi avisada de que se fosse adiante com o assunto, ela não teria permissão de continuar na competição de discurso”, escreveu a mãe de Lia no blog Moral Outcry. “Inicialmente, tentei ajudá-la a achar outros assuntos sobre os quais falar, mas no fim ela estava inflexível. Ela queria continuar com o assunto do aborto. Assim, ela desistiu de sua chance de competir a fim de falar sobre algo que está profundamente em seu coração”.

A mãe disse para LifeSiteNews.com que um das professoras da menina apoiou seu discurso, muito embora a professora fosse pró-aborto. “Depois de ajudar Lia a fazer o discurso ela disse, ‘Isso realmente me fez pensar’”, observou a mãe.

Na competição escolar, a mãe disse que um dos jurados da competição era outra professora pró-aborto que “nem mesmo queria ouvir” o discurso da menina, e saiu de sua cadeira pouco antes de Lia começar. Depois do discurso, que a família de Lia disse que foi bem recebido pelos estudantes e pelos professores, os jurados inicialmente disseram para Lia que ela havia sido realmente desqualificada. Mas uma polêmica entre os jurados acabou levando a uma reversão, e a família de Lia ficou sabendo no dia seguinte que os jurados concordaram que a menina merecia vencer a competição.

Quando perguntada sobre o que inspirou Lia a prosseguir no assunto com tanta insistência, sua mãe disse:

“Ela se envolveu nesse assunto com paixão, e pesquisou muito. Realmente creio que é algo que Deus colocou no coração dela”.

Assista o vídeo (Para ativar a legenda em português, clique no menu do vídeo na seta direita inferior):



FONTE: www.overbo.com.br

Obama pode ser ou Anticristo ou um novo Hitler

Líderes religiosos americanos afirmam que o presidente dos Estados Unidos é o Mal, de diversas formas.

 Reprodução
Para o reverendo Daniel Blair, há indícios de que Obama seja o Anticristo
Na terça-feira (24), o reverendo Daniel Blair, da Igreja Batista do Texas, apareceu no programa de TV americano Daily Show afirmando que "Obama tem mostrado muitas características da Besta". A afirmação se espalhou nas discussões de blogs e sites políticos, onde muitos brincam com os argumentos apresentados por Blair para sustentar sua declaração. Segundo o reverendo, o novo presidente dos Estados Unidos é o Anticristo porque as pessoas o adoram e concordam com a sua mensagem. Além disso, Obama veio do mar – sua terra natal é o Havaí – e é "rápido como um leopardo, tem os pés de um urso e a boca de um leão".

 Reprodução
Já o pastor James Manning comparou o presidente americano a Adolph Hitler
Outro líder religioso americano, o pastor James David Manning, descartou a hipótese de Blair aventando outra acusação ainda mais estapafúrdia: "Barack Hussein Obama não é o Anticristo. Ele é na verdade o próximo Hitler", disse, diante de um jornalista estupefato. Segundo Manning, a crise econômica que vive hoje os Estados Unidos pode ser comparada à da Alemanha pré-Hitler. Além disso, Obama é um orador tão eficiente quando o líder nazista.
Apesar de agora discordar de Blair, Manning, que ficou conhecido durante as eleições americanas por postar no YouTube sermões criticando o então canditado à presidência, afirmou mais de uma vez que Obama, a apresentadora de televisão Oprah Winfrey e o reverendo Jeremiah Wright, da igreja que a família Obama frequentava, formavam a "Trindade do Inferno". Para o religioso, Oprah ficaria com o cargo de "anticristo" e Obama com o de "falso messias".
Nem a comparação de Blair, nem a de Manning, são ideias novas. Existem diversos vídeos na internet atribuindo ao novo presidente dos Estados Unidos papéis pouco ortodoxos. Há inclusive uma reportagem da CNN chamada "Barack Obama é o Anticristo?", e outros vídeos, entre afirmações sérias e piadas.
No começo do ano passado, usuários do Yahoo Respostas nos Estados Unidos já estavam discutindo as diferenças e as semelhanças entre Obama e Adolph Hitler. A polêmica chegou até à versão brasileira do site, onde um internauta explicou, com citações da Bíblia, por que Obama não podia ser a Besta do Apocalipse.
Mais original foi a outra afirmação que Manning fez ao Daily Show: a de que Obama é bissexual. "Bissexual, como uma bicicleta, que anda para os dois lados, só que do espectro sexual", explicou, sem, porém, dar qualquer prova do que estava dizendo. Os blogueiros americanos protestaram o espaço que a TV deu a líderes religiosos tão controversos quanto esses.

Época

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Mundo Cristão reduz preços de seus principais bestsellers

A Editora Mundo Cristão começa o ano reduzindo o preço de seus principais bestsellers. Segundo previsão do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) é provável que haja um aumento no setor de 6% a 12% devido a alta do dólar que influi no custo de papel e dos dissídios dos trabalhadores das gráficas e editoras.
Alguns dos bestseller em promoção: "Amor e Respeito", "As cinco linguagens do amor", "As quatro estações do casamento", "Bíblia Anotada e Expandida marron e azul", "O evangelho maltrapilho", "O poder da esposa que ora". Além desses, há mais 16 livros com preços especiais.
A decisão da Mundo Cristão de reduzir preços faz parte de seu plano de crescimento para 2009, cuja meta é 30%. Além da redução real de preços, a editora traça uma estratégia agressiva de negócios, o que inclui ações promocionais junto a seus distribuidores e livreiros, e lançamentos de peso.
"O mercado deverá ser mais receoso quanto a compras nos próximos meses e um aumento de preços neste momento seria trabalhar para reduzir as vendas ao longo do ano", afirma Claudinei Franzini, Gerente de Marketing da MC. "A idéia é ser mais competitivo no momento da escolha do cliente no PDV", completa ele.

SRZD

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Comunicador Brasileiro é premiado pela NRB nos Estados Unidos


A National Religious Broadcasters NRB), em sua convenção realizada em fevereiro em Nashville, Estados Unidos, escolheu o Reverendo Celsino Gama, diretor executivo de Luz para o Caminho (LPC), para receber o prêmio: “Realização Pessoal em Comunicação Internacional” (Individual Achievement in International Broadcasting).

A NRB é uma associação internacional de comunicadores cristãos com mais de 1400 afiliados, representando milhões de telespectadores, ouvintes e leitores e esse prêmio é dado a um não-residente dos Estados Unidos que tenha demonstrado grande comprometimento individual na proclamação do Evangelho através da mídia eletrônica por pelo menos vinte e cinco anos.

Sob a direção do Rev. Celsino Gama, a LPC — uma organização em parceria entre a Igreja Presbiteriana do Brasil e Back to God Ministries International (o departamento de comunicações da Igreja Cristã Reformada da América do Norte — CRCNA) — coordena ministérios via Internet, produz programas de rádio (Laudate, Coração Caboclo, Momento Saúde, Cada Dia, Palavra Amiga), programas de televisão (Gente que Crê, Cada Dia, Verdade e Vida, Momento Saúde), literatura devocional impressa (Cada Dia), um importante ministério por telefone (Disque Paz / Ligue pra Vida) e o programa semanal “La Vida Ahora”, apresentado pelo Reverendo Guillermo Serrano que é trasmitido em 135 emissoras na América Latina, Espanha e Estados Unidos. Combinados, esses ministérios atingem mensalmente cerca de um milhão de pessoas.

“Recebo este prêmio muito honrado, mas totalmente consciente de que nenhum ministério na Igreja é um trabalho individual.” Disse o Rev. Celsino ao receber seu prêmio. “No meu caso, sempre pude contar com um dedicado grupo de profissionais cristãos e com uma multidão de intercessores e de doadores fiéis ao meu redor. Acima de tudo, porém, dedico este prêmio a Cristo meu Salvador e Senhor.”

“Parabéns ao Celsino por esse prêmio e o maravilhoso ministério que ele com sua equipe de LPC tem realizado. Ele trouxe uma incrível energia ao trabalho de proclamação do Evangelho. Sua abordagem inovadora na mídia cristã tem alcançado milhões de vidas nesses trinta anos.” Disse o Dr. Robert Heerspink, diretor executivo de BTGHMI, parceira da IPB na Luz Para o Caminho.

Para o Rev. Guillermo Serrano, diretor do departamento espanhol do BTGMI, “usar a mídia eletrônica para programas de evangelização em qualquer língua é uma aventura. Nós no BTGMI, por décadas, temos feito isso em nove línguas. É tempo de dar uma parada na estrada e isso é muito melhor quando uma organização de mídia internacional decide reconhecer uma dessas línguas: o português. Somos gratos por isso e gratos porque o Celsino foi premiado como reconhecimento por seu trabalho de trinta anos no uso da mídia como instrumento para levar as Boas Novas aos povos de língua portuguesa.”

O Rev. Celsino trouxe ao Brasil não apenas o importante prêmio, mas também o sonho e o desafio de concluir as obras da nova sede de Luz Para o Caminho. O novo prédio, que deve ser inaugurado em 2010, será uma importante base para o ministério internacional de BTGMI e da Igreja Presbiteriana do Brasil, e ampliará consideravelmente a oportunidade de alcance mundial através da mídia

FONTE: www.overbo.com.br