sábado, 14 de novembro de 2009

“Pastores homossexuais”, fundadores da “Igreja Gay”, irão se casar no Rio de Janeiro


O conteúdo aqui exibido não representa a opinião do Gospel+ e demais sites afiliados, o mesmo foi republicado aqui unicamente para fins de informação.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No próximo dia 20 de novembro, dois pastores evangélicos irão assinar um contrato de união estávél. O casal que está junto desde 2006 tem o objetivo de adotar uma criança. A cerimônia acontece no Rio de Janeiro.

O sonho de casar e ter filhos está próximo de se tornar realidade para dois pastores evangélicos. Juntos há três anos, Fábio Inácio de Souza, 30, e Marcos Gladstone, 33, assinam contrato de união estável no próximo dia 20, no Rio. A data, Dia de Zumbi dos Palmares, foi escolhida porque, segundo eles, representa a luta contra o preconceito.

Dois dias após começarem o namoro, em 2006, eles fundaram a Igreja Cristã Contemporânea, hoje com três sedes e mais de 500 seguidores. A denominação tem como objetivo acolher o público gay que, segundo eles, não se sentia bem em outras igrejas.

Antes de conhecer Gladstone, Souza foi pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e, por quatro anos, noivo de uma mulher. “Íamos nos casar, mas chegou um momento em que não pude mais me enganar. Eu nasci gay. Quando resolvi assumir minha homossexualidade, tive que me afastar da igreja porque aquilo era visto como um pecado.”

Os dois, que passarão a lua de mel na Costa do Sauípe, na Bahia, planejam adotar uma criança. “Queremos todos os direitos que os casais heterossexuais têm. Estamos construindo um patrimônio juntos”, afirma Souza.

Os dois esperam abrir caminho para novas uniões entre pastores evangélicos.

Fonte: Agência AIDS / Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.