sábado, 7 de novembro de 2009

Milhares devem morrer no Rio até Olímpiadas, diz jornal inglês


O jornal inglês The Guardian publicou nesta quinta-feira uma matéria que faz paralelos com a recente guerra pelo controle de morros cariocas na zona norte do Rio de Janeiro. A matéria assinada pelo correspondente do diário na capital fluminense afirma que se “a violência continuar nos níveis atuais, milhares vão morrer antes do Jogos Olímpicos de 2016″. O periódico britânico afirma que o contato entre os pregadores evangélicos e traficantes “está gerando uma nova geração de traficantes evangélicos”.

“No mês passado, o Rio explodiu em comemorações após ter obtido o Jogos Olímpicos de 2016. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chorou. Copacabana irrompeu em uma chuva de confetes. Mas as celebrações foram de curta duração”, diz o jornal. “Duas semanas depois, a capital foi abalada por uma nova onda de violência após um helicóptero da polícia ser abatido durante uma batalha entre traficantes que matou três policiais. Os confrontos que se seguiram entre a polícia e as gangues de drogas levou a contagem de corpos para quase 50″, continua.

Segundo o jornal, um levantamento feito pela ONG Observatório de Favelas aponta para possíveis 40 mil homicídios no estado do Rio até 2016. Pelo menos 6 mil pessoas, segundo o jornal, deve ser mortos por “resistir à prisão” pela polícia, enquanto mais de 500 policiais também devem morrer em confrontos.

Para o Guardian, esses traficantes evangélicos “pintam suas comunidades com passagens da Bíblia e tatuam salmos em seus corpos, mas que se calam quando são perguntados sobre o Quinto Mandamento (não matarás)”, diz. “Esses homens queimam seus inimigos em cemitérios improvisados ou cortam os seus órgãos com machados”, completa. Um desses traficantes evangélicos Márcio da Silva Lima, o Tola. O jornal conta que “Tola equipou seus homens não apenas com armas, mas com bonés de beisebol pretos com as suas iniciais e a frase: “Deus existe”.

Fonte: Terra/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.