quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Estevam diz que evangélicos devem derrubar "gigantes da discriminação"

O apóstolo Estevam Hernandes, fundador da Igreja Renascer em Cristo, disse nesta segunda-feira que a igreja evangélica no sofre discriminação e incompreensão. Após participar da Marcha para Jesus, em São Paulo, o apóstolo disse que os evangélicos devem marchar para derrubar os "gigantes da discriminação".
"O maior gigante que a igreja brasileira tem de derrubar é o gigante da discriminação, da incompreensão e, principalmente, do estereótipo que lamentavelmente a sociedade como um todo crê naquilo que não é verdadeiro", afirmou Estevam, em entrevista coletiva, após ser questionado sobre o tema do evento neste ano: "Marchando para derrubar gigantes".
Foi a primeira vez que Estevam e sua mulher, Sônia Hernandes, participaram da marcha depois que voltaram dos Estados Unidos, onde cumpriram pena pelos crimes de contrabando de dinheiro e conspiração para contrabando de dinheiro, e após o teto da igreja Renascer desabar, em janeiro deste ano.
Na entrevista, Estevam fez questão de ressaltar que responderia a perguntas somente sobre a marcha. Sônia não participou da coletiva.
erguntado sobre as críticas que alguns evangélicos fizeram, durante a marcha, a emissoras de que divulgaram reportagens sobre às supostas irregularidades da igreja, Estevam disse que "não ouviu nada" e que os "gigantes da igreja são espirituais".
Evangélico da Igreja Universal do Reino de Deus, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) disse que a marcha é um "ato de revogação de todas as injúrias e calúnias" contra o casal Hernandes.
"As pessoas que conhecem o casal [Hernandes] sabem muito bem que a única riqueza que eles têm são os fiéis", afirmou o senador, que também participou da marcha.

Marcha para Jesus
A 17ª edição da Marcha para Jesus começou por volta das 10h, na avenida Tiradentes, na zona norte de São Paulo, com a participação de 250 mil pessoas. A caminhada seguiu pela avenida Santos Dumont, praça Campo de Bagatelle e terminou na praça dos Heróis da Força da Força Expedicionária Brasileira, onde foi montado um palco para a apresentação de diversas bandas.
O apóstolo Estevam a bispa Sônia estavam no primeiro trio elétrico, acompanhados do bispo Julio Savani, coordenador-geral da marcha.
A marcha reúne diversas igrejas evangélicas de várias denominações. O evento acontece anualmente em diversas cidades do mundo, sendo que a de São Paulo é uma das maiores. O objetivo da marcha é expressar a comunhão dos cristãos e também da fé em Jesus Cristo.
Segundo o último levantamento feito pela Polícia Militar, cerca de 1,5 milhão acompanham aos shows na praça dos Heróis da Força da Força Expedicionária Brasileira. A previsão é que o evento termine por volta das 20h, com público total de 5 milhões de pessoas.
Devido ao calor, 88 pessoas passaram mal e foram atendidas no posto médico ao lado do palco mas já foram liberadas. Nenhuma ocorrência grave foi registrada pela PM.

Online/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.