sábado, 7 de novembro de 2009

Deputado defende punição mais forte para usuários de crack

O deputado Antonio Jácome (PMN) discursou no dia, 03, no plenário da Assembleia Legislativa, para relatar a indignação de toda a sociedade natalense com relação ao assassinato do pastor evangélico Edmilson Batista de Melo no bairro de Felipe Camarão na madrugada do último domingo, quando realizava uma vigília com outros fiéis num dos morros daquela comunidade da Zona Oeste de Natal. Ele defendeu penas mais duras tanto para os usuários de crack quanto para os traficantes.

“Esse crime contra o pastor Edmilson Melo revoltou a população de Natal e particularmente aos moradores do bairro de Felipe Camarão”, disse Jácome. “Todos nós precisamos nos unir contra esse tipo de violência, que já está ficando comum. Virou moda matar em Natal”, indignou-se o parlamentar, que cobrou ações preventivas do Governo do Estado.

“O problema da violência emanada após o uso dessa droga tem que ser combatida de várias formas, principalmente o tráfico de droga que é a principal causa da violência”, enfatizou. “O crack tem acessibilidade muito fácil e ainda tem pessoas que, na reforma do Código Penal, defende o estabelecimento de punição mais branda para os usuários”, criticou. “É preciso que a punição seja mais forte, tanto para o traficante como para o usuário. Os três assaltantes que humilharam o grupo de evangélicos e mataram friamente o pastor e feriram mais três companheiros, são usuários”, encerrou.

Fonte: Tribuna do Norte/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.