sábado, 7 de novembro de 2009

Após ouvir oração, polícia prende fiel por suspeita de assassinato

Um homem britânico foi condenado após ter confessado o assassinato da mãe de sua namorada grávida durante uma prece captada por um grampo montado pela polícia em seu carro.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

George Maben, de 45 anos, estrangulou Maureen Cosgrove, de 65 anos, em sua casa no sul de Londres em março deste ano.

Ele foi preso após a polícia ter instalado um grampo em seu carro e ouvi-lo dizer: “Deus, me perdoe pelo que eu fiz”. Segundo a acusação, Maben teria matado Cosgrove após uma discussão.

Ele teria morado por alguns meses com a filha da vítima, Lucy Rees, de 34 anos, na casa de Cosgrove, mas na época do crime não estaria mais vivendo no local.

Suspeitas
Maben foi filmado por câmeras de circuito interno tomando um ônibus, no dia do crime, da casa de sua mãe para a casa de Cosgrove, colocando luvas durante o trajeto.

No mesmo dia, ele encontrou a namorada e os dois foram à casa de Cosgrove, onde encontraram o corpo. Fibras das roupas da mãe da namorada foram encontradas nas roupas que Maben havia usado.

As suspeitas contra Maben levaram a polícia a instalar um grampo em seu carro, e no dia 9 de abril o dispositivo gravou-o dizendo: “Por favor, Deus, me ajude… para que eu e a Lucy sejamos retirados das investigações policiais e que tudo fique bem”.

“Eu simplesmente não podia mais aguentar. Todo dia, ela estava me destruindo. Por favor, Deus, você me perdoa? Por favor, Deus, me desculpe”, disse ele ainda.

As declarações foram consideradas uma confissão do crime pela Justiça. Ele foi condenado por assassinato na quinta-feira e deverá receber a sentença nesta sexta.

Fonte: UOL / Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.