terça-feira, 20 de outubro de 2009

Regis Danese rompe barreira do gospel e vira sucesso popular

Cantor conquistou as rádios brasileiras com o hit “Faz um milagre em mim” e sonha em cantar na Globo.
Regis Danese foi indicado ao Grammy LatinoDe ex-pagodeiro a uma unanimidade entre os fãs de música gospel. Assim pode-se resumir a carreira de Regis Danese, cantor que rompeu a barreira religiosa e emplacou o hit “Faz um milagre em mim” nas rádios populares brasileiras. Depois de derrubar o preconceito do grande público, o cantor agora sonha em se apresentar na TV Globo, principal concorrente da Record, que detém a gravadora por onde lança seus discos.
Fã do cantor norte-americano Lionel Richie, Danese começou a carreira cantando música sertaneja em 1991, quando chegou a gravar um CD. Em 1995, começou a trabalhar com o grupo Só Pra Contrariar, onde era compositor e segunda voz, até mudar totalmente de estilo. “Não escolhi cantar música gospel, mas o senhor Jesus me escolheu para cumprir o seu propósito em minha vida”, conta o cantor, que relutou em seguir carreira na música gospel. “Eu não queria. Me converti no final de 1999 e só depois de três anos na igreja é que fui gravar o primeiro CD”.
Em meio a uma apertada agenda de shows, Regis Danese conversou com o Abril.com, onde revelou seu desejo de se apresentar da TV Globo, além de comentar o sucesso de “Faz um milagre em mim”, que lhe rendeu uma indicação ao Grammy Latino.

Abril.com: Você já compôs canções pra artistas como Alcione, Leandro & Leonardo, Daniel, Belo, entre outros e belo. Quais são seus maiores sucessos como compositor? Você acha que dá pra ganhar a vida apenas com composições no ?
Regis Danese: O Ecad [Escritório Central de Arrecadação e Distribuição] é uma mentira e nunca funcionou aqui no Brasil. Fora do país um compositor com uma música de sucesso vive muito bem para o resto da vida, mas no Brasil o compositor para sobreviver tem que ter no mínimo quatro músicas tocando e vendendo coisa que não acontece mais na música popular brasileira. Graças a Deus que no gospel o público é fiel, não só nas igrejas evangélicas, o que eu tenho notado é que até mesmo os católicos e espíritas estão adquirindo o meu CD e DVD original. Agradeço a Deus todos os dias, porque Deus é fiel!

Você imaginava que a canção “Faz um milagre em mim” fosse fazer tanto sucesso? Quantas cópias o CD e DVD já vendeu?
Imaginava que ela fosse um grande sucesso dentro das igrejas evangélicas, porque Deus falou ao meu coração que esta música seria a música que selaria meu ministério, mas nem passou pela minha cabeça este sucesso sobrenatural, só deus mesmo para fazer acontecer. Porque nem o CD para as rádios a gente enviou, e automaticamente surgiram os convites para programas de TV, revistas, jornais, sites, etc. que não são do seguimento gospel. O CD vendeu mais de um milhão de cópias em menos de um ano e o novo CD e DVD que saiu agora, inclusive tem a musica “Faz um milagre em mim” no CD e DVD ao vivo, já saiu com uma tiragem mínima de 200 mil cópias de CD e 100 mil cópias de DVD que já esgotou.

Sua canção está com repercussão internacional. Já tocou em outros países? Tem planos de uma carreira internacional?
Fui para Portugal, tenho recebido muitos convites de boa parte do mundo, mas minha agenda aqui no Brasil está bem cheia para viajar para outros países. Creio que no certo Deus vai preparar tudo, mas já estou me preparando para lançar um álbum em espanhol que deve sair no ano que vem.

A indicação ao Grammy, na categoria melhor álbum cristão em língua portuguesa, te pegou de surpresa? Qual sua expectativa pra premiação?
Uma benção. Eu já estou na estrada há alguns anos, ralei demais para chegar até aqui. Sou muito pé no chão, não me deslumbro, a vida tem seus altos e baixos, tudo é vaidade, tudo passa, mas a palavra do senhor permanece para sempre. Se eu andar correto no do senhor com certeza terei mais durabilidade no que chamam de mercado, que para mim tem outro nome, ministério.

O fato de você estar numa gravadora ligada a Record ajuda a vender mais discos?
Este disco iria vender de qualquer jeito. Na Line Records ou independente, porque Deus já tinha um plano. Mas é que Deus coloca pessoas certas ao nosso lado para nos ajudar e minha gravadora tem pessoas capacitadas para isto, pessoas de Deus.

Esta ligação com a Record atrapalha na hora de se apresentar em outras emissoras brasileiras?
Não. Vou muito ao SBT, já fui na Band. Só acho estranho porque ainda não fui chamado para ir na Rede Globo. Tenho certeza que ainda vou na Globo, quando Deus quer fazer algo, ele quebranta corações. Deus move o sobrenatural. Quando eu começo a cantar nas , sempre o Ibope sobe dois, quatro pontos e teve um dia que dobrou, estava seis, foi para doze e deu um pico de quinze, como se explica isto? Só Deus para fazer isto.

Você vai participar do Teleton 2009 (que acontece nos dias 23 e 24 de outubro). Como rolou o convite?
Eles entraram em contato com meu escritório, assim como a Pestalozzi da Record que foi uma benção. Participar é o mínimo que podemos fazer, não basta só pregar a palavra de Jesus, temos que viver a palavra, ajudar o próximo, e eu estou muito feliz.

Você acha que existe preconceito por parte do meio musical com artistas que se dedicam ao gospel?
Já existiu até comigo, mas aquelas pessoas que me criticaram quando eu larguei tudo não estão entendendo nada do que Deus está fazendo na minha vida.

O que você acha do trabalho de artistas como Padre Marcelo Rossi e Padre Fábio de Melo? Eles te influenciaram de alguma forma?
É um estilo diferente do meu. A minha influência musical sempre foi Lionel Richie, hoje ouço Marcos Witt e muitos cantores internacionais da música gospel. Aprendo muito com eles, já falei com o Padre Marcelo duas vezes por e gostei muito de sua pessoa. Temos que amar as pessoas independentes de religião, não prego religião, sou da Igreja Assembléia de Deus, mas não prego placa de igreja.

Abril/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.