quarta-feira, 14 de outubro de 2009

"Marcha para Jesus" reune 30 mil em Cuiabá adversários políticos

Mesmo com uma hora e meia de atraso, devido à forte chuva que caiu na Capital, a 16º edição da "Marcha para Jesus", realizada nesta segunda-feira, dia 12, reuniu mais de 30 mil pessoas. Entre elas, dezenas de políticos e até futuros adversários eleitorais, como Wilson Santos, prefeito de Cuiabá, e Silval Barbosa, vice-governador, ambos pré-candidatos ao Governo do Estado. No palco, montado na Praça das Bandeiras, shows regionais e a principal atração do dia, a Banda gospel 4/1.
A concentração foi marcada para às 15h, na Avenida Mato Grosso, seguindo à pé até a Praça das Bandeiras, na Avenida do CPA a caminhada durou mais de uma hora embaixo da chuva. Ainda assim, jovens das mais variadas denominações religiosas cantavam e dançavam músicas evangélicas, ao do trio elétrico Jerodun.
O presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos de Mato Grosso (Comec), Oscemário Daltro, organizador do evento, se mostrou satisfeito com a multidão que reuniu em Cuiabá. “As pessoas que amam a Deus não veem impecilho para glorificá-lo. Nem mesmo a chuva atrapalhou nossa caminhada para Jesus”, afirmou.
Várias orações foram realizadas durante o evento, abençoando a cidade, o Estado e as autoridades presentes. Bem como as caravanas de outros estados, havia pessoas até do Distrito Federal.
Além de Wilson e Silval, também estiveram na "Marcha para Jesus" o deputado federal Eliene Lima(PP), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Riva (PP), os deputados estaduais João Malheiros (PR), Pastor Antonio Brito (PMDB) e o suplente Carlos Brito (PDT).
A Marcha é realizada em 170 países. O primeiro evento desta ocorreu em 1987, em Londres, pelo pastor Roger Forster. Porém, só chegou ao no ano de 1993, em São Paulo, organizada por líderes da Igreja Renascer.
Em Cuiabá, o evento já faz parte do calendário oficial do município. E ganhou respaldo do governo federal que instituiu o Dia da Marcha para Jesus, através de projeto de lei do senador Marcelo Crivela (PRB).

24HorasNews/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.