segunda-feira, 5 de outubro de 2009

É oficial! Ex-atacante da Seleção se filia a partido político


São Paulo, SP – O ex-atacante Muller, que atuou por São Paulo, Palmeiras, Santos e também Seleção Brasileira, se filiou ao PC do B. O ex-jogador aceitou convite do Ministro dos Esportes, Orlando Silva Júnior. Dessa forma, Muller, que também atuou como dirigente em clubes como Santo André e Paraná, deve concorrer às próximas eleições como Deputado Estadual.

Com predominância nos meios sindicais e estudantis, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), fundado em 25 de março 1922, continua tentando fazer uma aproximação com o mundo esportivo. O PC do B resolveu virar fã da popularidade dos jogadores de futebol e está vendo no esporte uma forma de se popularizar.

A cada eleição que passa, o partido se parece mais com os boleiros do que sua verdadeira ideologia de princípios do marxismo-leninismo. Após encerrar a carreira, Muller se tornou comentarista de TV, Pastor Evangélico e dirigente. Mas não se sustentou nas profissões e resolveu a política.

“Eu estou estudando as propostas. Ainda não tenho nada certo, mas na semana que vem devo ter uma decisão”, disse o ex-jogador em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior. Muller acredita que o apoio dos evangélicos, sua religião, pode ajudar nas eleições.

Além disto, o PC do B tem aparelhado Prefeituras Municipais com a indicação de Secretários de Esportes. E o resultado não tem sido dos mais positivos. Em Campinas, por exemplo, Gustavo Petta, que foi derrotado para vereador em São Paulo, é o Secretário de Esportes e sua única ligação com o esporte é ser cunhado do Ministro Orlando Silva.

Sem falar que em 2004, o PC do B elegeu o ex-jogador do Palmeiras e Seleção Brasileira, Ademir da Guia. Mas assim que tomou posse, o eterno ídolo palmeirense traiu o partida e se foi para o falecido Partido Liberal.

Marcelinho tem mais chances
Enquanto isso, a cidade de Santo André tem uma dobradinha que tem tudo para dar certo. Ídolo do Corinthians e agora fazendo história no Ramalhão, o meia Marcelinho Carioca irá se candidatar a Deputado Federal em 2010.

Ele irá disputar o Campeonato Paulista do ano que vem pelo time do ABC e depois encerrar sua carreira. Antes de pendurar as chuteiras, Marcelinho vai fazer um jogo festivo com a camisa do Timão.

Além do pé-de-anjo, o vice do Santo André, Romulado Magro Junior, sairá como Deputado Estadual. A dupla tem a simpatia de todos na cidade e tem tudo para conquistarem estas eleições.

Mais boleiros pedindo votos
Mas Marcelinho Carioca não é o único a pendurar as chuteiras e entrar no campo da política. Atualmente, o atacante Túlio Maravilha é vereador de Goiânia. Dinei, ex-atacante do Corinthians, também já se aventurou em campanhas políticas. João Leite, ex-goleiro do Atlético Mineiro e da Seleção, é Deputado Estadual em Minas Gerais. E assim vai pelo Brasil inteiro.

O médico e supervisor de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, é vereador em São Paulo e também deverá ser candidato a Deputado Estadual.

Fonte: Futebol Interior/OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.