segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ahmadinejad diz que Irã sempre pregará “morte a Israel”


O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou no sábado (11) que “Morte a Israel” será o grito eterno do povo iraniano.

Israel tem como objetivo final “tentar destruir as civilizações da região” e “estabelecer seus pilares sobre essas ruínas”, disse o chefe de Estado.

Por isso, “morte a Israel vai ser para sempre o grito unânime do povo do Irã”, destacou Ahamdinejad, citado pela agência de notícias “Fars”.

O Irã não reconhece Israel, país ao qual costuma se referir como “Estado sionista”.

Nos últimos anos, Ahmadinejad também já manifestou várias vezes suas dúvidas em relação à existência do Holocausto na Alemanha nazista.

Desde que a Revolução Islâmica triunfou em 1980, o Irã comemora o chamado Dia de Jerusalém, incluído no calendário nacional pelo fundador do regime dos aiatolás, Ruhollah Khomeini, com o objetivo declarado de “dar apoio ao povo palestino”.

OVERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.