terça-feira, 29 de setembro de 2009

Religioso adverte igrejas absterem-se da política partidária

Namibe - O presidente da Acção de Desenvolvimento Cristã (ADC), evangelista Nelson Manassa, disse sábado, nesta cidade, que a igreja deve abster-se de fazer política devido ao seu compromisso missionário de levar a palavra de Cristo às populações dentro do plano de salvação e elevação dos valores morais.
Na sua transmitida durante a cerimónia de confraternização dos 10 anos da fundação da ADC, Nelson Manassa lembrou que o papel de qualquer líder religioso é representar o reino de Deus e não envolver-se em política.
Acrescentou que o papel da igreja é educar a população, combater a corrupção dentro da própria congregação de modo a influenciar a sociedade para uma boa governação do país.
O missionário afirmou que os cristãos devem orar a favor da liderança de Angola para que Deus venha sempre a abençoar a Nação, precisando que fazendo isso, o país será mais próspero do que se espera.
Assistiram ao acto, representantes das províncias de Luanda, Huíla, Kunene e do Namibe, bem como convidados dos distintos sectores governamentais, sociais, ong e de associações profissionais.
A ADC foi fundada em 1999, na cidade de Menongue, província do Kuando Kubango por um grupo de crentes das igrejas evangélicas, com o objectivo de disseminar o evangelho de Cristo, formar missionários e desenvolver acções de carácter social.
Está implantada nas províncias de Kuando Kubango, Huíla, Kunene, Luanda, Benguela, Huambo, Uíge e Moxico, e tem representações no , Canadá, Alemanha, Bolívia. Nos próximos tempos serão instalados escritórios na Namíbia e Swazilândia.

Angola Press/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.