terça-feira, 1 de setembro de 2009

Igreja Anglicana cria coral gay em São Paulo

A Paróquia da Santíssima Trindade, filiada à Igreja Episcopal Anglicana do (IEAB), iniciou no último dia 21 de agosto os ensaios do Coral Masculino Gay de São Paulo. No mundo, corais gays são uma realidade em cidades como Los Angeles, San Francisco, Nova York e Londres.
A sede do coral está localizada no Centro da capital paulista. O grupo será dirigido pelo maestro Walter Fajardo (), graduado em Composição e Regência, que já comandou o Coral do Carmo do Recife, um dos corais de vozes masculinas mais tradicionais do país. De acordo com o reitor da Paróquia da Santíssima Trindade, reverendo Arthur Cavalcante, 36, o repertório pretende abranger "a música popular brasileira, a latino-americana, incluindo a sacra e a gospel, sem deixar de percorrer o universo erudito tradicional da música coral". "O trabalho agregará performances, coreografia e criação coletiva que expressem a caminhada e os avanços do movimento LGBT", explica o pároco.
A participação no grupo é aberta a todos, independente da orientação sexual, religião, raça ou classe social. A agenda do coral já está sendo planejada e um dos objetivos é que ele se apresente em eventos ligados ao público LGBT. "Estamos também organizando um concerto para as festividades de fim de ano e para o Dia Internacional de Luta contra o HIV/Aids, em 1º de dezembro, acontecimento que já faz parte da agenda de compromisso social da Santíssima Trindade", adianta Cavalcante.
Para o reverendo, a criação do coral é um exercício de cidadania e amplia o diálogo com a sociedade na luta contra a homofobia. "O coral se propõe a ser um espaço de resistência e acolhida às pessoas que buscam romper preconceitos. Através da música, o grupo. de uma forma lúdica possibilitará voz e vez, dando visibilidade aos gays em vários setores da sociedade como o meio cultural e o religioso", diz Cavalcante.
No começo do mês, a paróquia anglicana recebeu do Governo do Estado de São Paulo o Selo Paulista da Diversidade, certificação inédita no país que tem como objetivo promover a prática da diversidade no mercado de trabalho. Foi a primeira vez que uma entidade religiosa recebeu esse tipo de reconhecimento.
Os interessados em participar do Coral Masculino Gay de São Paulo devem entrar em contato com a secretaria da Paróquia da Santíssima Trindade pelo (11) 3667-8161 ou e-mail trindade@trindade.org.

Coral gay no Rio
No , o norte-americano James Paul Telles lançou a ideia de reunir gays para formar um coral semelhante na cidade.

A Capa/NC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.