terça-feira, 22 de setembro de 2009

Guia sexual da Unesco ganhará versão em português

educativo que causou polêmica entre os conservadores por todo o mundo terá uma edição brasileira até o fim do ano.

Obra para ensinar às crianças terá versão em português.

O guia sexual da Unesco que gerou polêmica pelas partes conservadoras no mundo todo também terá sua versão para o . A instituição informou que a obra será traduzida para o português e lançada ainda este ano. No entanto, a utilização nas escolas ficará condicionada a liberação dos ministérios da Educação e da Saúde.
“O guia é feito para que as crianças sejam adultos conscientes. Ela é voltada para o futuro da nossa população mundial. Para que as pessoas com vida sexual ativa não cometam mais erros como não usar camisinha, ou então usar a mesma mais de uma vez. É preciso que os educadores passem a ideia que temos que conhecer nosso corpo para nos respeitarmos mais. Afinal, sexo com responsabilidade é sexo sem vítimas”, disse Maria Rebeca Otero Gomes, oficial do Programa de Educação Preventiva da Unesco e responsável pela tradução para o português.
A intenção da instituição é diminuir a disseminação do vírus HIV por todo o mundo, mas temas como homossexualidade, indesejada e masturbação provocaram protestos por parte dos conservadores.
Uma das integrantes de uma reunião no México para avaliar se o guia era compatível com a América Latina, a óloga Maria Helena Matarazzo, afirmou que o livro é necessário no Brasil por haver muitos “analfabetos sexuais” no país que não sabem o que é menstruação, masturbação, entre outros temas relacionados ao assunto.
A Unesco considera o guia como uma das saídas para deter a disseminação do vírus HIV, pois a Aids é uma doença que não possui vacina, sendo a educação sobre o assunto fundamental.

Abril/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.