quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Cristãos são presos por se alimentar durante o Ramadã


PAQUISTÃO - No dia 25 de agosto, na cidade de Silanwali, a polícia paquistanesa prendeu dois cristãos por comerem durante o jejum do Ramadã.

Gull Masih e Ashir Sohail estavam viajando para Lahore quando o ônibus parou no hotel Bismillah para deixar alguns passageiros. Depois que o garçom serviu chá e um aperitivo, diversos policiais começaram a questionar os dois homens, como se eles estivessem profanando o Ramadã por comer durante o período de jejum. Os dois homens disseram que, como eram cristãos, não precisavam jejuar durante o Ramadã.

Os policiais os colocaram dentro de uma van e os levaram até a delegacia de Silanwali, onde abriram uma ocorrência contra eles, alegando que os cristãos profanaram o mês de jejum islâmico. A polícia transferiu os cristãos para a prisão em Sargodha. Agora o caso está esperando julgamento.

Azzaq Bhatti, pai de Gull Masih, e tio de Ashir Sohail, disseram em uma entrevista para o ICC: “Durante a quaresma, todos os muçulmanos comem, bebem e fumam publicamente, e nem a polícia, nem o governo dão atenção. E nenhum muçulmano é preso por profanar o período de jejum cristão”.

Fonte: Portas Abertas

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.