segunda-feira, 3 de agosto de 2009

População bloqueia estrada em protesto contra omissão do Governo


Morte de evangélico de 71 anos, que teve a mulher torturada por bandido, revoltou a população, que decidiu protestar contra a violência e a omissão do Governo do Estado.
Monte Negro, Rondônia - Revoltados com a onda de violência na cidade, a população de Monte Negro, distante 50 Km de Ariquemes, decidiu fechar na manhã deste sábado a BR-421 e todas as vias de acesso ao município. Também estão isolados os municípios de Buritis e Campo Novo.
Monte Negro, município com cerca de 18 mil habitantes, era considerado um local tranqüilo, com baixos índices de criminalidade. Nos últimos meses ocorreram vários assaltos, assassinatos e até mesmo seqüestros. O estopim da crise foi a morte, na noite de sexta-feira, do idoso João Candido de Oliveira, de 71 anos, que trabalhava numa horta.
Um bandido armado invadiu a do idoso e ordenou que lhe entregasse dinheiro do apurado; o idoso, sem oferecer resistência, disse que naquele dia não tinha vendido verduras e que não tinha dinheiro. O criminoso deu um tiro no peito de João Candido, que morreu no local; em seguida, o bandido torturou a esposa de Candido, que também é idosa. O criminoso fugiu levando da família uma motocicleta . Considerada uma pessoa pacífica, João Candido era evangélico No momento em que o bandido anunciou o assalto, a vítima estava lendo a Bíblia. Não bastasse os furtos, os bandidos estão agindo fora do que se convencionou ser uma rotina, pois além de assaltar e matar, estão violentando as mulheres.
Segundo os líderes da manifestação, o bloqueio não tem previsão de acabar, e esperam a chegada de algum representante do Governo do Estado para serem ouvidos. “ Estamos preparados para ficar aqui até um mês se for preciso; o Governo do Estado tem sido nota dez na construção de estradas, agora na segurança se existir nota inferior a zero eu daria``, desabafou Daniel Oliveira, morador da cidade.
O bloqueio na BR 421 continuou na noite deste sábado. Um veículo do Exército, com soldados que vinham de Buritis, tentou furar o bloqueio, mas os manifestantes não se intimidaram e os militares tiveram de voltar.
Até o momento nenhum representante da segurança do estado compareceu no local para ouvir as reivindicações. A população cobra providências urgentes. A cidade não tem sequer delegacia.

tudorondonia.com/NC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.