terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pastor seminu se lança na política e quer transformar Nova York em Las Vegas


NOVA YORK - As luxuosas botas de couro e os impecáveis chapéus country já não pertencem somente aos tradicionais vaqueiros do Texas e, muito menos, à memória de atores como John Wayne e Clint Eastwood. É lá, na costa Leste dos Estados Unidos, onde os estilistas ditam a moda, que um personagem digno de filmes de faroeste vem tentando fazer História na terra das oportunidades. Robert John Burck, mais conhecido pelos nova-iorquinos e turistas como Naked Cowboy (Caubói Pelado), quer largar as ruas da Big Apple, colocar o cinturão, vestir calças e se armar para administrar a cidade mais cosmopolita do país, Nova York.

Já se foi o tempo em que os caubóis eram símbolo de uma América conservadora, alimentada por personagens do cinema e da vida real que corriam atrás do tal sonho americano nos rincões do país. Eles já estão perfeitamente adaptados à selva de pedra e buscam um diferencial para brilhar no coração da terra do Tio Sam. Além de animar os visitantes e pedestres da Times Square, tocando seu violão e vestindo apenas botas, cueca e chapéu, Naked, como é chamado pelos próprios assessores, é pastor. Agora, ele entrou na disputa pela prefeitura de Nova York e pretende tornar a cidade a nova Las Vegas. Os seus fãs não precisam se preocupar: o ramo de Burck não é a jogatina, mas casórios. O candidato afirma querer transferir o negócio bilionário da maior cidade do estado de Nevada para Manhattan.

- Um dos meus principais objetivos e o mais empolgante é criar uma campanha global para o turismo da cidade. Há cerca de 48 milhões de pessoas vindo à cidade e gastando US$ 30 bilhões por ano. Eu quero duplicar ou triplicar este número. Pretendo construir uma capela para casamentos no Time Square. Sou um pastor e realizo cerimônias toda hora. E o que eu gostaria de fazer é pegar um espaço de uma propriedade do tamanho de onde era a Virgin Records e construir a Capela de Casamentos da Times Square - revelou o pastor-candidato-caubói.

- O conceito de Las Vegas estará em Nova York. As pessoas virão a Times Square e terão a capela, serviço de limusine, lojas de noiva, entre outros. Tudo que uma pessoa utiliza em um casamento.

O Caubói Pelado já é uma figurinha conhecida na cidade. Quem esteve em Nova York deve ter esbarrado com o homem de corpo malhado e longos cabelos louros. Além disso, Burck está sempre disponível para ser fotografado ao lado dos curiosos. E, segundo ele, esse é o seu eleitorado. O imenso esforço para permanecer seminu nas esquinas de Manhattan durante o inverno gelado e o verão escaldante americano serão, de acordo com o candidato, seu trunfo para se eleger.

- Quem são meus eleitores? Qualquer um que passou andando em um dia frio e me viu trabalhando, sorrindo, e tomando conta do meu negócio. Qualquer pessoa que tenha me visto em um dia quente e tenha pensado: ‘esse cara faz isso todo santo dia’. Os policiais que já me convidaram para suas festas e eventos oficiais e os bombeiros que me chamaram para cantar “parabéns” para a esposa do chefe do Corpo de Bombeiros da cidade. O que quero dizer é: a cidade inteira.

Mas Naked pode ter que se esforçar em dobro para conquistar os votos de alguns nova-iorquinos. Nem todos sabem ou acreditam que o personagem vaqueiro esteja levando a candidatura a sério. O psicólogo James Ellis, de 29 anos, não acreditou.

- Achei que fosse algum tipo de brincadeira ou uma jogada de publicidade.

A musicista Lynn Sher, de 31 anos, achou a ideia interessante, mas acredita que não arriscará seu voto.

- Eu voto nas eleições presidenciais, mas nunca votei em prefeito. O Caubói Pelado? Ele é hilário, mas não sei se votaria nele, não. Certamente gostaria de ir a um de seus discursos ou comícios. Ele vai usar roupa?

Como Lynn, muitas pessoas têm a mesma dúvida. Perguntado se trabalharia vestido caso fosse eleito, Burck brincou:

- Absolutamente: meias pretas, cueca e uma boina daquelas usadas pela polícia virada ao contrário - riu o candidato. - Não, isso é brincadeira. É claro que eu vou vestir um terno, mas somente em ocasiões que exigem um terno.

Naked ainda deve estudar um pouco mais sobre sua cidade e sobre o estado de Nova York. Ao contrário de muitos candidatos que esbanjam conhecimentos teóricos, ele deixou a desejar quando perguntado sobre as acusações contra o ex-governador democrata do estado Eliot Spitzer, que renunciou ao cargo em 17 de março do ano passado, depois de o governo indiciar quatro pessoas por organizar uma rede de prostituição. Spitzer era um dos clientes da rede.

- Ex-governador quem? - perguntou o candidato. - Ah, conheço esse nome. Se não me engano ele é o cara que traiu a mulher ou algo do tipo. Eu me lembro de ler sobre isso, mas não faço esse tipo de coisa. Não me coloco nesse tipo de situação. Sou o homem mais disciplinado do planeta. Não faço nada de errado e faço o melhor que posso. Respeito a minha vida e sempre fui assim - afirmou o americano, aproveitando para criticar um pouco mais certos políticos.

- Vejo esses políticos serem presos com cocaína(…) Para mim, são todos um bando de crianças. Eu me visto como um palhaço e ajo como um homem. Eles se vestem como homens e agem como palhaços.

Para as possíveis eleitoras mais empolgadas do louro, sarado e seminu, um recado: Naked já tem dona e jura que traição não faz parte da sua plataforma política, mesmo sendo alvo de várias cantadas nas ruas da cidade:

- É claro que muitas mulheres dão em cima de mim. Mas você tem que fazer tudo certo se quer que as coisas ocorram da forma certa. Ela (a namorada) sabe que eu não sou esse tipo de pessoa. Qualquer um sabe que não traio.

Fonte: Globo Online

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.