quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O lado bom da influenza


Espirrou, vai pra web. A mudança de comportamento dos brasileiros para evitar a gripe suína, que desde o início do inverno tem gerado grande preocupação por conta de seu alto índice de contaminação, está dando sinais na internet. De acordo com levantamentos dos provedores Hostlocation e Maxihost, de São Paulo, o índice de audiência em muitos sites sofreram crescimento que chegam na dos 80%.
Marcelo Safatle, diretor da Hostlocation, começou a perceber a mudança em julho, quando notou aumento da procura de serviços de streaming por igrejas evangélicas que passaram a transmitir o culto em real pela internet.
“Há cerca de 40 dias, detectamos que quase toda a nossa venda de streaming está sendo feita para igrejas que anteciparam projetos de transmissão de cultos pela web, para evitar aglomerações”, afirma Safatle. Segundo o executivo, quando os cultos são transmitidos, a audiência média é de 2 mil fiéis simultâneos, sendo 1 milhão de acessos aos vídeos evangélicos por mês.
Por outro lado, curiosamente, os horários de pico não sofreram grandes mudanças. “Acreditamos que isso aconteça porque a população economicamente ativa não alterou seus horários de trabalho. Entretanto, na medida do possível, as pessoas têm saído menos de casa”, observa Guilherme Alberto, diretor da Maxihost , que percebeu forte mudança em seus sistemas de virtuais, cuja audiência praticamente dobrou no mesmo período.
Na avaliação dos executivos a tendência é que esses números não recuem mesmo após essa fase de mudanças por conta da nova gripe. A partir de então, ele deverá continuar a ser impulsionado pelo avanço da banda larga entre as classes mais baixas, especialmente na classe C, que segundo levantamentos recentes do IBOPE Nielsen Online já tem cerca de 40% dos de seus indivíduos com acesso à internet.

Magazine /NC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.