sábado, 22 de agosto de 2009

Bíblia traduzida na língua Pokot

Nairobi – Após mais de trinta anos de intenso trabalho finalmente a população Pokot, do Quênia, poderá ler a Bíblia traduzida na sua língua mãe. A nova Bíblia, cuja tradução e supervisão foram coordenadas e dirigidas pela Sociedade Bíblica do Quênia, será oficialmente apresentada neste sábado, 22 de agosto, durante uma cerimônia pelo Ministro das Comunicações e Informações, Samuel Poghisio. Os pokot são uma comunidade de pastores que vivem nos áridos planaltos do nordeste do Quênia e que se estende até Uganda. A principal dificuldade – explicaram os estudiosos – não foi tanto a tradução da Bíblia mas as diferenças na apresentação e na introdução das notas de pé de página e nas indicações doutrinais.
“Finalmente, uma viagem iniciada trinta anos atrás terminou – declarou com satisfação o presidente da Sociedade Bíblica do Quênia, Isacco Litali – e agora chegou o momento de recolher os frutos do duro trabalho e do sacrifício do povo pokot. Nós compreendemos o quanto fosse importante a presença da Bíblia traduzida nas línguas locais entre as populações indígenas”. “A tradução na própria língua – acrescentou – tem um profundo efeito sobre as pessoas, pois eles recebem a Palavra de Deus de modo mais eficaz. É o Senhor quem se dirige a eles na sua própria língua”.
Entre os objetivos da Conferência Episcopal do Quênia está o de promover a tradução da Bíblia nas diversas línguas dos povos indígenas. Deve-se fazer com que a Bíblia esteja cada vez mais nas reuniões e durante as celebrações. Deve-se também dar total confiança aos indígenas agentes de pastoral, aos sacerdotes, aos religiosos, aos animadores das comunidades e catequistas, a fim de que se sintam apoiados e tenham o lugar que lhes corresponde como protagonistas do processo de inculturação do Evangelho.

RV/NC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.