quinta-feira, 6 de agosto de 2009

André Valadão fala sobre sua apresentação na Festa de Peão de Boiadeiro, confira a entrevista


André Valadão, Frei Rinaldo, PG e Rosa de Saron (banda de rock católica, fruto da renovação carismática no Brasil em 1988) num mesmo evento, como foi no Sky Sensantion, que aconteceu no último domingo, dia 2 de agosto, no Hopi Hari (SP). O que pode parecer absurdo para alguns, tem se tornado realidade, na medida em que a motivação do apóstolo Paulo, em passagens como a do livro de Atos 13:47, tem sido compartilhada por aqueles que desejam pregar aos “gentios”. “Infelizmente nunca sabemos o que o povo evangélico vai julgar de nossas ações. Mas o evangelho e as nossas ações evangelísticas são feitas para alcançar a todos, independente de religião ou crença”, disse André Valadão em entrevista ao Guia-me.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

Pela primeira vez, em 54 anos de evento, a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos (SP), que terá nomes como Roberto Carlos, Pe. Fábio de Melo e Zezé di Camargo & Luciano, receberá um show gospel, com André Valadão. Embora carregue a responsabilidade do pioneirismo, o cantor entende o maior rodeio da América Latina como uma possibilidade de evangelização. “Nos preparamos espiritualmente para que haja um grande mover de Deus durante o show”. Além de André, também participará da festa de Barretos a cantora Aline Barros, referência da música evangélica brasileira.

André Valadão se apresenta no dia 24 (segunda-feira), às 21h, no palco Esplanada. Já a apresentação de Aline será no dia 25 (terça-feira), horário ainda não divulgado, no palco Berrantão. A Festa do Peão de Boiadeiro fica em Barretos, a 422 KM de SP.

Guia-me: As suas músicas têm tido uma repercussão muito boa entre os católicos. Você acredita que isso tem acontecido por uma necessidade do público católico por ministros que preguem a manifestação do Espírito Santo de maneira mais avivada?

André Valadão: Com certeza, e não necessariamente os católicos, mas qualquer pessoa que tem fome por Deus. Esta é uma realidade que por cerca de cinco anos mais ou menos tem se manifestado no Brasil.

Guia-me: Você tem dividido o palco com grupos católicos reconhecidos como a banda Rosa de Saron. No início, como você recebeu esses convites? Chegou a temer a repercussão dessa decisão no meio evangélico?

André Valadão: Temer o que os evangélicos vão pensar e dizer, bem, é algo que tememos o tempo todo. Infelizmente, nunca sabemos o que o povo evangélico vai julgar de nossas ações. Mas o evangelho e as nossas ações evangelísticas são feitas para alcançar a todos, independente de religião ou crença.

Guia-me: Como os evangélicos têm encarado as suas participações em eventos católicos?

André Valadão: Até agora não tive sequer 10 emails ou telefonemas criticando. Hoje todo evangélico tem pelo menos um membro da família católico e vice-versa

Guia-me: Na passagem da Bíblia de 2 Reis 17:24, é narrada uma situação em que cinco povos passam habitar em Israel, mas agem segundo os seus costumes: temem a Deus mas servem aos seus deuses. Você chegou a falar nesses eventos de questões que diferem católicos de evangélicos, como por exemplo, a idolatria ou da relação salvação / obras?

André Valadão: Não, não falei e não acho educado falar. Acho que todos nós temos questões que precisam ser trabalhadas, tanto a igreja evangélica quanto a católica.

Guia-me: Em agosto você vai participar da Festa Peão de Barretos. Qual tem sido a sua oração para esse evento específico?

André Valadão: Bem, pela primeira vez na história eles estão abrindo para esta festa maravilhosa, acredito que será um grande começo para a nossa música. Tenho sido um precursor em dezenas de eventos como o de Barretos, sendo o primeiro evangélico a tocar neste tipo de show, e graças a Deus a porta tem permanecido aberta.

Acredito ser uma tremenda oportunidade para evangelizarmos, este é o meu alvo, meu maior objetivo.

Guia-me: É grande a responsabilidade por fazer o primeiro evento gospel na festa de peões?

André Valadão: Sim, sempre, por isso trabalhamos com o maior nível de profissionalismo que existe hoje no Brasil e claro, nos preparamos espiritualmente para que haja um grande mover de Deus durante o show.

Guia-me: Como você aconselharia um crente a falar de Jesus a um católico?

André Valadão: Assim como fala pra qualquer pessoa. O evangelho é para todos, inclusive para o “evangélico”.

Fonte: Guia-me / Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.