sexta-feira, 10 de julho de 2009

SP registra segunda morte por gripe suína do Brasil

SÃO PAULO - A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou nesta sexta-feira a segunda morte pelo vírus H1N1 no país. De acordo com a secretaria, a morte ocorreu no último dia 30 de junho. A vítima seria uma menina de 11 anos, que morava em Osasco, na Grande São Paulo.

Segundo a secretaria, os pais e o irmão da menina também foram infectados pelo vírus do influenza A H1N1.

Segundo o boletim técnico do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta-feira, o Brasil tem 1.027 casos confirmados da nova gripe. O Estado de São Paulo registra o maior número de pacientes infectados, com 457, seguido pelo Rio Grande do Sul, com 129.

Primeira morte

A primeira morte confirmada no país ocorreu no mês passado no Rio Grande do Sul. O caminhoneiro Vanderlei Vial, 29 anos, de Erechim, no Rio Grande do Sul, morreu em 27 de junho, 13 dias depois de apresentar os primeiros sintomas, durante uma viagem à Argentina, país que vive uma epidemia da doença.

Descrito como forte e saudável por parentes, Vial passou mais de duas semanas na Argentina. Levou uma carga de copos plásticos para Buenos Aires e trouxe de volta para o Brasil um carregamento de azeitonas em conserva. Ele teve febre, tosse e dores no corpo no dia 15, segundo relato feito à família por telefone desde a capital argentina. Retornou a Erechim no dia 19.

- Ele chegou e disse que não conseguiu dormir naquela noite por causa de uma dor de cabeça. Como pode um rapaz forte daqueles morrer? - surpreendeu-se Alcides de Oliveira, 44 anos, tio do jovem.

Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, o caminhoneiro só buscou atendimento no dia 20, um sábado. Ao procurar socorro no Hospital Santa Teresinha, em Erechim, acabou internado. No dia 23, foi transferido para o hospital de Passo Fundo, referência na região norte para pacientes portadores do vírus da gripe A. Com um quadro de pneumonia viral, entrou em coma e foi submetido a hemodiálise. Teve parada cardíaca às 7h50m do dia 27 de junho.

O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.