sexta-feira, 31 de julho de 2009

Polícia conclui investigação sobre avião que caiu em shopping em Goiânia e indicia instrutor de voo

GOIÂNIA - A Polícia Civil concluiu nesta sexta-feira o inquérito sobre a queda de um avião no estacionamento do Flamboyant Shopping Center, no Jardim Goiás, em março deste ano. O instrutor de voo José Luiz de Souza Filho, do aeroclube de Luziânia, foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, culposo - quando não há intenção de matar. José Luiz teria dito na época do acidente que foi ameaçado por Kléber Barbosa para que entregasse a aeronave, mas a polícia não encontrou nenhum indício de que isso tenha ocorrido.

O delegado titular do 8º DP, que conduziu o inquérito, Manoel Borges, acredita que o piloto tenha sido negligente ao deixar Kléber pilotar a aeronave. No dia 12 de março, após agredir a mulher e abandoná-la no km 118 da BR-060, próximo a Terezópolis, Kléber Barbosa, que não era piloto, pegou o monomotor Tupi, prefixo PT-VFI, no Aeroclube de Luziânia e decolou junto com a filha de cinco anos. Ele voou até Goiânia e depois de várias manobras arriscadas, o monomotor caiu no estacionamento do shopping. Kléber e a filha, Penélope Barbosa, morreram na hora.

O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.