segunda-feira, 27 de julho de 2009

Pedreiro que teve vergalhão atravessado na cabeça passa bem

O pedreiro Orlindo de Morais, de 61 anos, que teve um vergalhão atravessado na cabeça, segue hospitalizado neste domingo (26) mas passa bem. Ele sobreviveu depois de sofrer uma queda na laje da obra onde trabalhava e ter o crânio perfurado pelo ferro.

De acordo com informações do Hospital Estadual Getúlio Vargas, Orlindo responde às solicitações dos médicos e conversa normalmente, mas ainda não há previsão de alta. Orlindo está em observação e toma antibióticos.

Orlindo Morais não ficou com nenhuma lesão grave no cérebro. A única sequela do acidente, a perda do movimento da perna e do braço do lado esquerdo, ainda pode ser revertida com fisioterapia.

Fonte: G1

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.