quarta-feira, 29 de julho de 2009

Papa brinca com acidente e diz que anjo da guarda falhou ao deixá-lo cair

O papa Bento 16 disse nesta quarta-feira, em tom de brincadeira, que o seu anjo da guarda não impediu a queda que o fez fraturar o pulso, em 17 de julho passado. "Infelizmente, meu anjo da guarda, certamente por ordem superior, não impediu meu acidente", afirmou o papa, ao encerrar suas férias em Les Combes, nos alpes italianos.

"Eu acho que o Senhor queria me dar uma lição para me ensinar a ser mais paciente e humilde, e dedicar mais tempo para orar e meditar", acrescentou.

Antonio Calanni/AP
O papa Bento 16 se despede das férias com brincadeira sobre anjo
O papa Bento 16 se despede das férias com brincadeira sobre anjo

O papa caiu após tropeçar no pé da cama de seu quarto, na madrugada de 17 de julho, ao se levantar e, às escuras, procurar o interruptor da luz. Devido à queda, o papa fraturou o pulso direito e teve que ser operado em um hospital de Aosta.

O papa discursou aos policiais, membros da Defesa Civil, militares e bombeiros --cerca de 500-- que garantiram sua segurança durante os 16 dias que permaneceu de férias em Les Combes. Bento 16 os chamou seus "anjos da guarda" e disse que, como os anjos, "que são invisíveis", os agentes também foram "invisíveis e ao mesmo tempo eficazes".

"Eu vivi aqui uma paz celestial", disse o papa, ressaltando que, graças ao trabalho dessas pessoas, pôde estar cercado de "um silêncio incrível, do canto dos pássaros".

Por volta das 17h (12h de Brasília), Bento 16 inicia a viagem a Castelgandolfo, cerca de 30 km ao sul de Roma, onde permanecerá o resto do verão (hemisfério norte).

FOLHA ON LINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.